Comentário da Lição 05 – Feliz é você, Israel! – Lições da Bíblia – Estudo Diário – Jovens – Escola no Ar

3º Trimestre de 2011 – ADORAÇÃO
Comentário da Lição 05 – Feliz é você, Israel!
imprimir 
Sábado, 23/7/2011 – › FELIZ É VOCÊ, ISRAEL! Você já ouviu alguns artistas dizerem: “não existe felicidade, o que existe são momentos felizes”? Você concorda com essa máxima? Ou você pensa que a felicidade existe sim, entremeada por momentos difíceis quando passamos pelo vale da sombra e da morte?

Deus previu mas nunca desejou que a tristeza, o sofrimento, a dor, a doença e muito menos a morte afligisse Seus filhos. “Nosso Pai celestial é a fonte de vida, sabedoria e felicidade.” (Esperança para Viver, EGW, CPB, 7)

No pensamento hebraico e também grego a palavra ouvir tem vários significados, dentre eles, obedecer, atender a porta, responder. (Dicionário Internacional de Teologia do Novo Testamento, Ed. Vida Nova, vol. 3, 262-269)

Ao nos aproximarmos de Deus para adorá-Lo e ao nos relacionarmos com Ele, daremos ouvidos à Sua sabedoria. Ao obedecermos Suas leis e mandamentos entraremos numa dimensão de alegria e prazer que não pode ser comparada aos “prazeres transitórios do pecado” (Hb. 11:24).

Aqueles que se rebelam e não dão ouvidos à Palavra de Deus, estão sujeitos às conseqüências dessas leis enunciadas por um Deus que ama a ordem, o belo e criou todas as coisas para a felicidade dos seres livres pensantes do Universo.

Pense: O SENHOR faz um amável convite e a promessa: “Se quiserdes e me ouvirdes, comereis o melhor desta terra.” (Isaias 1:19 ARA). Outra versão diz: “Se vocês estiverem dispostos a obedecer, comerão os melhores frutos desta terra.” (NIV – grifos acrescentados)

“Ouça, Israel, o SENHOR é o nosso Deus, é o único SENHOR.” (Dt. 6:4)

A promessa não está restrita ao Povo de Israel. Quem quiser e der ouvidos ao SENHOR e à Sua Palavra será abençoado e feliz.

Desafio: Você consegue apontar alguma coisa que Deus poderia fazer, e ainda não fez, para que o ser humano fosse pleno de felicidade?

(Leia o primeiro capítulo do livro ‘Caminho a Cristo’ ou ‘Esperança para Viver’, de E.G.White, CPB, Tatuí-SP)


Domingo, 24/7/2011 – › Honrando a Deus por meio da obediência.

Deus pede obediência a Seus filho por ser arbitrário ou porque quer promover a nossa felicidade?

Você obedece a Deus por medo das conseqüências? Ou porque acredita que aquilo que Deus pede é o melhor, mesmo que você não entenda racionalmente ou a despeito do que cientistas, psicólogos e médicos falem o contrário? (ex.: usar drogas lícitas, fazer sexo fora e antes do casamento, homossexualismo, etc)

Apesar da Sua soberania, Deus não nos obriga a obedecer. Ele nos dá livre arbítrio: “…coloquei diante de vocês a vida e a morte, a bênção e a maldição. Agora pois escolham a vida para que vocês e seus filhos vivam.(…) Pois o SENHOR é a sua vida.” (Dt. 30:19-20 NIV)

Jesus deu exemplos de escolhas que precisamos fazer entre o caminho largo e o estreito, entre a porta larga e a estreita. (Mt. 7:13-14). No final do Sermão da Montanha, Ele fez referência a dois tipos de homens, o sábio e o tolo. O sábio ‘ouviu’ as palavras de Jesus e as ‘praticou’; obedeceu e foi comparado a um homem que construiu sua casa sobre a rocha. Quando veio a crise, a tempestade, sua casa permaneceu. O homem tolo, ouviu a Palavra de Jesus entretanto não a praticou, não obedeceu; sua casa caiu quando veio a tempestade. (Mt. 7:24-27).

Pense: De todos os seres criados por Deus, os únicos dotados de livre arbítrio foram seres humanos. Deus dá ao homem o poder de fazer escolhas. Entretanto ele não tem poder de escolher as conseqüências decorrentes de suas escolhas. Você pode escolher plantar sementes de laranja, mas não está em seu poder escolher que os frutos dessa plantação sejam uvas ou maças. Você pode escolher a semente, mas não escolhe a colheita.

Desafio: Pense num dos ‘sofrimentos’ que você passou ou está passando atualmente.

Ele é resultado de que semeadura? Quais foram as sementes que ocasionaram essa colheita?

Que tipo de sementes você está lançando hoje e que desdobramentos terão no futuro? Que tipo de frutos seus filhos irão colher?


Segunda-Feira, 25/7/2011 – › Adoração: tristeza ou felicidade.

Adorar a Deus, traz alegria ou tristeza para você?

O livro de “Levítico é basicamente um manual de regulamentos e procedimentos sacerdotais.” (R.K. Harrison, Levítico, Vida Nova, 11).

É como se fosse um manual para questões litúrgicas e cerimônias de adoração, incluindo as Festas, as ofertas, a música, orações e o procedimento dos levitas e dos sacerdotes.

O capítulo 9 de Levítico apresenta o ‘culto inaugural’ do ministério sacerdotal e do sistema de adoração e sacrifícios do Povo de Israel no deserto. Veja a resposta do Povo de Israel, depois de participarem da adoração e contemplarem a glória de Deus:

“Assim Moisés e Arão entraram na Tenda do Encontro. Quando saíram abençoaram o povo e a glória do SENHOR apareceu a todos eles. Saiu fogo da presença do SENHOR e consumiu o holocausto e as porções de gordura sobre o altar. E quando todo o povo viu isso, gritou de alegria e prostrou-se em terra.” (Lv. 9:23-24 – NIV – grifo acrescido).

Entretanto, logo após esse relato de alegria e celebração, uma triste história é relatada em Levítico 10. Nadabe e Abiú, filhos de Arão, sacerdotes escolhidos por Deus, (hoje seriam dois pastores de destaque), foram consumidos diante do SENHOR. Eles levaram fogo profano ao Templo em lugar do fogo sagrado (Lv. 10: 1-2). Rejeitaram a Palavra e orientações do SENHOR, menosprezaram a santidade do Templo e como um ato de rebeldia contra o SENHOR.

Antes que de levarem fogo estranho, eles menosprezaram a santidade do seu corpo ao beberem vinho e bebidas fermentadas. (Lv. 10:8-11). A razão e vontade ficaram enfraquecidas e entorpecidas, levando-os a transgredir os decretos do SENHOR.

Pense: O homem pecador, naturalmente tem prazer em estar na presença do SENHOR? Lembre o que aconteceu com Adão e Eva logo após pecarem? Eles se esconderam e fugiram da presença do dAquele que compartilhavam os melhores momentos, na viração de cada dia. (Gn. 3: 8-10).

Desafio: Experimente dedicar a primeira hora do dia adorando ao SENHOR em sua casa. Ouça sua Voz através da Sua Palavra, no silêncio, no louvor, fale com Ele, interceda por amigos, familiares e até por seus por inimigos.

Se você ainda tem essa prática, procure nos próximos 30 a 40 dias estabelecer esse hábito. No início não é muito fácil levantar mais cedo, no frio, com sono, mas depois que os vínculos são estabelecidos, será um prazer estar com Deus no silencio de cada madrugada.

? (Tenho experimentado há mais de 5 anos e posso afirmar que estar na presença do SENHOR no primeira hora do dia é um prazer maior que ficar dormindo ou fazendo qualquer atividade. Como Davi posso dizer: “A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando irei e me verei perante a Sua face? Sl. 42:2)


Terça-Feira, 26/7/2011 – › Obediência aos mandamentos de Deus.

Imagine o trânsito sem leis (sem semáforo, sem preferenciais). Imagine relacionamentos sem limites. Um país sem Constituição.

Deus sintetizou Sua vontade para o ser humano nos 10 mandamentos. A única parte da Bíblia que não foi inspirada por Deus, por ter sido escrita e revelada diretamente por Ele, foi a Lei Moral.

Os princípios que norteiam os 10 mandamentos nos dão uma visão positiva da vontade de Deus para o ser humano:

  1. Lealdade ao SENHOR – Exclusividade.
  2. Adoração e culto SENHOR.
  3. Reverência ao nome do SENHOR.
  4. Santidade ao SENHOR – sábado e família.
  5. Respeito pelas autoridades – pais e superiores.
  6. Respeito pela vida – amor.
  7. Respeito para com o casamento – pureza.
  8. Respeito para com a propriedade – honestidade.
  9. Respeito para com a verdade – veracidade.
  10. Respeito para com nossos pensamentos e felicidade – contentamento.

(Adaptado: Introdução à Ética Cristã – apostila, A.A.Nepomuceno, IAE, 13)

Em Deuteronômio 28: 1-14 estão as bênçãos prometidas para aqueles que dão ‘ouvidos’ e obedecem a Lei de Deus. Não podemos confunidir: a obediência a Lei não salva ninguém, assim como obedecer as leis de trânsito não pagam multas causadas por infrações. A obediência nos livra de muitos disabores e maldições que advém quando quebramos as leis.

Pense: “Foi do agrado do SENHOR , por amor da sua retidão, tornar grande e gloriosa a sua lei.” (Is. 42: 21). Jesus ampliou a ‘letra da lei’ para o ‘espírito da lei’. (Mt. 5:21-48) Por outro lado, Jesus sintetizou os 10 Mandamentos: “Amarás o SENHOR teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento, (…) e amarás o teu próximo como a si mesmo.” (Mt. 22: 37, 39). E Paulo sintetizou em uma palavra: “… o amor é o cumprimento da Lei.” (Rm. 13:10)

Desafio: Analise os 10 Mandamentos da Lei de Deus não pela ‘letra da lei’ mas pelo ‘espírito da lei’. Se quiser uma ajuda, leia o livro Patriarcas e Profetas, páginas 305 a 309 (E.G.White, CPB) .


Quarta-Feira, 27/7/2011 – › Obediência: um pré-requisito para a adoração. 

A Salvação é um pré-requisito para a adoração – antes de adorar, é preciso ter vida, e vida somente pela fé na graça de Jesus, nosso SENHOR.

Como seria se você tivesse uma entrevista, um encontro marcado com Deus e quisesse adorar ao SENHOR, na época do Antigo Testamento?

Se você fosse Adão ou Eva, antes do pecado, Deus se encontraria no Jardim do Éden, na ‘viração do dia’ e juntos desfrutariam momentos inesquecíveis.

Se você fosse um israelita jornadeando pelo deserto e quisesse adorar ao SENHOR:Você deveria se dirigir ao Tabernáculo do Deserto (ou à ‘Tenda do Encontro’- NIV). O Tabernáculo era dividido em duas partes, além do Átrio: o Santo e o Santíssimo. A presença visível de YHWH era manifestada no ‘Shekinah’ que era uma luz que pairava sobre a Arca do Concerto, entre os dois Querubins, no lugar Santíssimo.

  1. Um sacerdote, logo no Átrio iria barrar você. Você nem poderia entrar no Lugar Santo e muito menos no Santíssimo. O sacerdote avisaria que você, sendo um pecador, tentasse entrar na presença do SENHOR morreria instantaneamente, porque um pecador não subsiste diante da glória de um Deus santo.
  2. O sacerdote propõe um substituto, para morrer em seu lugar: um cordeiro sem defeito. O inocente cordeiro irá morrer em seu lugar e o sangue dele será levado pelo sacerdote no Lugar Santo, aspergido no véu que une o Santo ao Santíssimo.
  3. Você crê na palavra do sacerdote, confessa seus pecados sobre a cabeça do animal inocente, transfere seus pecados. Agora, você está limpo, purificado e o cordeiro está contaminado pelos seus pecados confessados. O cordeiro deve morrer e é sacrificado vicariamente no Altar do Holocausto. Agora você está limpo e pode se apresentar diante do ao SENHOR e adorá-Lo.
  4. Um cheiro suave sobe ao Céu. Você é aceito como se não tivesse pecado.

Agora você pode adorar a Deus porque tem vida. Antes, você estava ‘morto’ por causa do seu pecado. (Ef. 2:1)

Pense: Seguindo o modelo do Tabernáculo, qual o móvel que deveria estar na entrada dos nossos templos?

  1. Púlpito.
  2. Gazofilácio para ofertas.
  3. Batistério.

A resposta é Batistério. Por quê? Porque ‘os mortos não louvam ao SENHOR.’ (Sl. 116:17) O pecador pode até estar respirando, trabalhando, estudando, mas se ele ‘não tem o Filho de Deus, ele não tem a vida.’ (I Jo. 5:12). O pecador não tem vontade em estar na presença de um Deus santo. 

Desafio: Diga, no contexto do Novo Testamento, como posso ser salvo, para poder adorar a Deus? (Efésios 2: 1-10).

 


Quinta-Feira, 28/7/2011 – › Para o SENHOR

Estamos estudando neste trimestre sobre adoração. Mas o que é ‘adoração’?

No livro ‘El Culto que agrada a Dios’*, Daniel Oscar Plent, de maneira sucinta e clara, apresenta algumas definições de termos relacionados com a adoração e culto.

 

Adoração: É a resposta positiva do homem redimido a iniciativa salvadora de Deus.
Louvor: É a expressão audível e o resultado último da adoração congregacional, da adoração interior mediante ações concretas.
Liturgia: É a ordem e a forma relacionadas para um determinado serviço público de adoração. Tem que ver com o que se diz e o que se faz nesse culto.
Reverência: É o respeito, é a veneração do homem diante do divino. “A verdadeira reverência a Deus é inspirada por um sentimento de sua grandeza infinita e de sua presença.” (E.G.White, Obreros Evangélicos,187)
Ritual: Tem que ver com o conjunto de formalidades eclesiásticas prescritas, que incluem suas orações, cerimônias, bênçãos e outras funções.

Pense: A definição de Adoração acima, está relacionada no contexto humano, depois da entrada do pecado. Seres que nunca pecaram, tem prazer em adorar a Deus. Quando o pecado for extirpado e estivermos glorificados, adoraremos ao nosso Deus de maneira mais intensa e plena, por toda a eternidade.

Desafio: Como tem sido sua resposta a Deus? Como tem sido sua adoração a Deus? Como Deus tem-Se revelado para você? Você tem permitido Deus Se revelar a você?

 


Sexta-Feira, 29/7/2011 – › Feliz sábado! Dia Feliz!

Imagine um casal de namorados. Eles se amam, querem estar juntos. O jovem trabalha e estuda. Ela estuda. Depois de passearem juntos no feriado, ele marca o próximo encontro: sábado, as 19 horas. Ela contesta e marca para o domingo as 19 horas. Eles concordam no lugar onde se irão se encontrar, mas discordam do dia quando irão se encontrar. Cada um vai para sua casa sem entrarem em acordo.

Ele virá no sábado e ela no domingo. Esse encontro vai dar certo? com certeza não. É necessário que os dois estejam no mesmo lugar, no mesmo dia e hora para que aja um encontro.

Quem tem a primazia para o dia em que vamos ter um encontro com o SENHOR para adorá-Lo? Quem é soberano?

  1. O homem mortal ou o Santo de Israel?
  2. A criatura ou o Criador?
  3. O pecador ou o nosso Salvador?
  4. O servo ou o SENHOR Jesus Cristo?

É difícil responder a qualquer dessas perguntas? Claro que não, é óbvio.

Qual é o dia que Deus escolheu, arbitrariamente, para adoração, por ser Ele o Soberano? A Bíblia está repleta de textos que falam que Deus santificou, descansou e abençoou o dia de sábado.

Alguns adventistas pensam que o sábado foi estabelecido para descanso e não estão errados. Mas somente entrarão no descanso aqueles que ’adorarem ao Senhor em espírito e em verdade.’ Aqueles que estão na presença do Senhor, serão renovados… como águia… (Is.40:30….)

Pense: O sábado é um dia de alegria e prazer para você ou é um dia cansativo, entediante?

Desafio: Todos Adventistas concordam em gênero e número que o 7º. Dia da semana é o sábado do SENHOR nosso Deus, o dia santificado por Deus. Não existe nenhuma dificuldade nesse aspecto. A dificuldade maior está na maneira como guardar o sábado. O que fazer e o que não fazer nas horas sagradas do sábado.

 


Conheça o autor
Pr. Kesil Ebinger
Gaúcho, hoje pastor em Hortolândia, fez a graduação e mestrado em Teologia no UNASP (1985 e 2010), e é também formado em Marketing (2007). Casado com Dilene, terapeuta familiar, com quem tem 2 filhos – Kenny (15) e Keylene (10). Trabalhou como capelão, prof. de Bíblia e pastor distrital no PR, SP e RS. Seu sonho é estar na ativa na volta de Jesus!
© Escola no Ar 2001-2008 • Todos os direitos reservados
Coordenação › Wanderley Gazeta • Projeto gráfico › Rodrigo Matias

FONTE: http://www.escolanoar.org.br/Novo/impressao.asp?nivel=jovens_pt&data=29/7/2011

Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s