MEDITAÇÃO – MENSAGENS – ANO BÍBLICO

– Meditação Matinal de EGW (Português).:

Um Mundo Após a Outro a Serem Visitados

“Assim diz é Senhor ….: ….As Minhas mãos estenderam os céus, e a todos os seus exércitos dei as Minhas ordens”. Isa. 45:11 e 12.
Os céus, e a todos os seus exércitos dei as Minhas ordens”. Isa. 45:11 e 12.
Muitos parecem ter a idéia de que este mundo e as mansões celestiais constituam o Universo de Deus. Não é assim. – 7BC, 990.
Deus tem “mundos e mais mundos que são obedientes a Sua lei. Estes mundos são dirigidos com referência à glória do Criador. Ao verem os habitantes desses mundos o grande preço que foi pago para resgatar o homem, enchem-se de assombro. – RE, 25-09-1900.
O Senhor me proporcionou uma vista de outros mundos. Foram-me dadas asas, e um anjo me acompanhou da cidade a um lugar fulgurante e glorioso. A relva em de um verde vivo, e os pássaros gorjeavam ali cânticos suaves. Os habitantes do lugar eram de todas as estaturas; nobres, majestosos e formosos. Ostentavam a expressa imagem de Jesus, e seu semblante irradiava santa alegria, que era uma expressão da liberdade e felicidade do lugar. Perguntei a um deles por que eram muito mais formosos que os da Terra- A resposta foi: “Vivemos em estrita, obediência aos mandamentos de Deus, e não caímos em desobediência, como os habitantes da Terra”. Vi então duas árvores. Uma se assemelhava muito à árvore da vida, existente na cidade. O fruto de ambas tinha belo aspecto, mas o de uma delas não era permitido comer. Tinham a faculdade de comer de ambas, mas era-lhes vedado comer de uma. Então meu anjo assistente me disse: “Ninguém aqui provou da árvore proibida; se, porém, comessem, cairiam”.
Então “fui levada a um mundo que tinha sete luas. Vi ali o bom e velho Enoque, que tinha sido trasladado. … Perguntei-lhe se este era o lugar para onde fora transportado da Terra. Ele disse: “Não é; minha morada é na cidade, e eu vim visitar este lugar”. Ele percorria o lugar como se realmente estivesse em sua casa. Pedi ao meu anjo assistente que me deixasse ficar ali. Não podia suportar o pensamento de voltar a este mundo tenebroso. Disse então o anjo: “Deves voltar e, se fores fiel, juntamente com os 144.000 terás o privilégio de visitar todos os mundos e ver a obra das mãos de Deus”. – PE, 39 e 40.
Ano Bíblico: Apoc. 12-14. – Juvenis: Apoc. 3.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=100&p=366

– Meditação Matinal de EGW (Espanhol).:

INFINIDAD DE MUNDOS POR VISITAR

Yo, mis manos, extendieron los cielos, y a todo su ejército mandé. (Isa. 45: 12).
Parece que muchos tienen la idea de que este mundo y las mansiones celestiales constituyen todo el universo de Dios. No es así.*
Dios tiene infinidad de mundos que obedecen su ley. Esos mundos son gobernados teniendo en cuenta la gloria del Creador. Cuando los habitantes de esos mundos consideran el elevado precio que se pagó para salvar al hombre, se llenan de asombro.*
El Señor me mostró en visión otros mundos. Me fueron dadas alas y un ángel me acompañó desde la ciudad a un lugar brillante y glorioso. La hierba era de un verde vivo y las aves gorjeaban un dulce canto. Los moradores de aquel lugar eran de todas estaturas; eran nobles, majestuosos y hermosos. . .
Pregunté a uno de ellos por qué eran mucho más bellos que los habitantes de la tierra, y me respondió: “Hemos vivido en estricta obediencia a los mandamiento de Dios, y no incurrimos en desobediencia como los habitantes de la tierra”. Después vi dos árboles, uno de los cuales se parecía mucho al árbol de la vida de la ciudad. El fruto de ambos era hermoso, pero no debían comer de uno de ellos. Hubieran podido comer de los dos, pero les estaba vedado comer de uno. Entonces el ángel que me acompañaba me dijo: “Nadie ha probado aquí la fruta del árbol prohibido, y si de ella comieran, caerían”.
Después me transportaron a un mundo que tenía siete lunas; donde vi al anciano Enoc, que había sido trasladado. . . Le pregunté si aquel era el lugar adonde lo habían transportado. . . desde la tierra. Él me respondió: “No es éste. Mi morada es la ciudad, y he venido a visitar este sitio”. Andaba por allí como si estuviese en su casa.
Supliqué a mi ángel acompañante que me dejara permanecer allí. No podía sufrir el pensamiento de volver a este tenebroso mundo. El ángel me dijo entonces: “Debes volver, y si eres fiel, tendrás, con los 144.000, el privilegio de visitar todos los mundos, y ver la obra de las manos de Dios”. *

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=101&p=366

– Meditação Matinal de EGW (Inglês).:

December 26 – Worlds Upon Worlds to be Visited

Thus saith the Lord. . . . I, even my hands, have stretched out the heavens, and all their host have I commanded. Isa. 45: 11, 12.
Many seem to have the idea that this world and the heavenly mansions constitute the universe of God. Not so. {Mar 368.1}
God has worlds upon worlds that are obedient to His law. These worlds are conducted with reference to the glory of the Creator. As the inhabitants of these worlds see the great price that has been paid to ransom man, they are filled with amazement. {Mar 368.2}
The Lord has given me a view of other worlds. Wings were given me, and an angel attended me from the city to a place that was bright and glorious. The grass of the place was living green, and the birds there warbled a sweet song. The inhabitants of the place were of all sizes; they were noble, majestic, and lovely. They bore the express image of Jesus, and their countenances beamed with holy joy, expressive of the freedom and happiness of the place. {Mar 368.3}
I asked one of them why they were so much more lovely than those on the earth. The reply was, “We have lived in strict obedience to the commandments of God, and have not fallen by disobedience, like those on the earth.” Then I saw two trees, one looked much like the tree of life in the city. The fruit of both looked beautiful, but of one they could not eat. They had power to eat of both, but were forbidden to eat of one. Then my attending angel said to me, “None in this place have tasted of the forbidden tree; but if they should eat, they would fall.” {Mar 368.4}
Then I was taken to a world which had seven moons. There I saw good old Enoch, who had been translated. . . . I asked him if this was the place he was taken to from the earth. He said, “It is not; the city is my home, and I have come to visit this place.” He moved about the place as if perfectly at home. {Mar 368.5}
I begged of my attending angel to let me remain in that place. I could not bear the thought of coming back to this dark world again. Then the angel said, “You must go back, and if you are faithful, you, with the 144,000, shall have the privilege of visiting all the worlds and viewing the handiwork of God.” {Mar 368.6}

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=129&p=366

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Mensagens para Evangelistas.:

Quando hospedados nos lares do povo, participai dos afazeres da família. … Ajudai o cansado pai a fazer os servicinhos de todos os dias. Interessai-vos pelas crianças. Sede atenciosos. Trabalhai com humildade, e o Senhor trabalhará convosco. Review and Herald, 11 de novembro de 1902. Em todo lugar que visitardes, encontrareis enfermos e sofredores. Aliviai-os, se possível, mesmo que tenhais que vos deter por mais tempo por assim proceder. … Usar de meios simples no tratamento de enfermos é uma lição objetiva. Se as circunstâncias o permitirem, orai pela pessoa enferma. Deus pode levantá-la, e isto será um testemunho para a verdade. Falai às famílias que visitais, o que precisam fazer para manterem-se em bom estado. Levai convosco alguns folhetos que tratem da reforma de saúde, e deixai-os com o povo. Assim podeis semear a semente da verdade. Manuscrito 18, 1901. O Colportor Evangelista, pág. 89.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=43&p=89

– Mensagens para Jovens.:

Querida juventude, qual é o alvo e propósito de vossa vida? Tendes a ambição de educar-vos para poderdes ter nome e posição no mundo? Tendes pensamentos que não ousais exprimir, de poderdes um dia alcançar as alturas da grandeza intelectual; de poderdes assentar-vos em conselhos deliberativos e legislativos, cooperando na elaboração de leis para a nação? Nada há de errado nessas aspirações. Podeis, cada um de vós, estabelecer um alvo. Não vos deveis contentar com realizações mesquinhas. Aspirai à altura, e não vos poupeis trabalhos para alcançá-la. Fundamentos da Educação Cristã, pág. 82.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=35&p=82

– Mensagens para Namorados.:

Nestes dias de perigo e corrupção, os jovens acham-se expostos a muitas provações e tentações. Muitos estão a navegar num porto perigoso. Precisam de um piloto; mas desdenham receber o muito necessitado auxílio, julgando que são competentes para dirigir o próprio barco, e não reconhecendo que ele está prestes a dar num recife oculto, o qual lhes poderá causar o naufrágio da fé e da felicidade. Estão envaidecidos com o assunto do namoro e do casamento, e sua principal preocupação é conseguirem o próprio desejo. Neste período, que é o mais importante de sua vida, precisam de um conselheiro infalível, um guia seguro. Isto encontrarão na Palavra de Deus. A menos que sejam diligentes estudantes dessa Palavra, cometerão erros graves, os quais lhes mancharão a felicidade e a felicidade de outros, tanto para a vida presente como para a futura. Mensagens aos Jovens, pág. 443.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=6&p=443

– Mensagens para Pais.:

A grande obra dos pais e dos mestres é a formação do caráter – restaurar a imagem de Cristo nos que se acham sob seus cuidados. O conhecimento das ciências torna-se insignificante em comparação com esse grande objetivo; mas toda verdadeira educação pode se tornar auxiliar no desenvolvimento de um caráter reto. A formação do caráter é obra de toda a existência e permanece para a eternidade. Pudessem todos compreender isso, despertando para o fato de que estamos individualmente decidindo nosso próprio destino e o de nossos filhos para a vida eterna ou a eterna ruína, que mudança se operaria! Quão diversamente seria empregado nosso tempo de prova, e de que nobres caracteres estaria cheio o nosso mundo! Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes, pág. 61

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=37&p=61

– Mensagens sobre Escola Sabatina.:

Nossas Escolas Sabatinas não são nada menos que sociedades bíblicas, e no santo trabalho de ensinar as verdades da Palavra de Deus, podem realizar muito mais do que até o presente. A Escola Sabatina, quando bem dirigida, possui maravilhoso poder e se destina a realizar uma grande obra, mas presentemente não é o que deveria ser. A influência que provém da Escola Sabatina deve melhorar e engrandecer a igreja; mas em caso algum jamais se deve permitir que ela se desvie dos interesses da igreja. Há, na Escola Sabatina, um precioso campo missionário, e se agora há sinais que fazem prever o bem, são eles apenas indicações e começo do que pode ser feito. Testimonies on Sabbath School Work, pág. 29 e Conselhos Sobre a Escola Sabatina, pág. 9.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=15&p=9

– Mensagens sobre Saúde.:

O estômago precisa receber cuidadosa atenção. Não deve ser mantido em trabalho constante. Dai a esse maltratado e muito abusado órgão alguma paz, sossego e descanso. Depois de haver o estômago feito sua obra relativa a uma refeição, não abarroteis mais trabalho sobre ele antes de ter tido oportunidade de descansar e antes de ter sido pela natureza provido suficiente suprimento de suco gástrico para cuidar de mais alimento. Cinco horas, pelo menos, devem mediar entre uma e outra refeição, e tende sempre em mente que, se quisésseis fazer uma experiência veríeis que duas refeições são preferíveis a três. Carta 73a, 1896 e Conselhos Sobre o Regime Alimentar, pág. 173.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=17&p=173

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Ano Bíblico (Português).:

Livro de Apocalipse

Capítulo 12

1 – E viu-se um grande sinal no céu: uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos seus pés, e uma coroa de doze estrelas sobre a sua cabeça.
2 – E estando grávida, gritava com as dores do parto, sofrendo tormentos para dar à luz.
3 – Viu-se também outro sinal no céu: eis um grande dragão vermelho que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre as suas cabeças sete diademas;
4 – a sua cauda levava após si a terça parte das estrelas do céu, e lançou-as sobre a terra; e o dragão parou diante da mulher que estava para dar à luz, para que, dando ela à luz, lhe devorasse o filho.
5 – E deu à luz um filho, um varão que há de reger todas as nações com vara de ferro; e o seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu trono.
6 – E a mulher fugiu para o deserto, onde já tinha lugar preparado por Deus, para que ali fosse alimentada durante mil duzentos e sessenta dias.
7 – Então houve guerra no céu: Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão. E o dragão e os seus anjos batalhavam,
8 – mas não prevaleceram, nem mais o seu lugar se achou no céu.
9 – E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, que se chama o Diabo e Satanás, que engana todo o mundo; foi precipitado na terra, e os seus anjos foram precipitados com ele.
10 – Então, ouvi uma grande voz no céu, que dizia: Agora é chegada a salvação, e o poder, e o reino do nosso Deus, e a autoridade do seu Cristo; porque já foi lançado fora o acusador de nossos irmãos, o qual diante do nosso Deus os acusava dia e noite.
11 – E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram as suas vidas até a morte.
12 – Pelo que alegrai-vos, ó céus, e vós que neles habitais. Mas ai da terra e do mar! porque o Diabo desceu a vós com grande ira, sabendo que pouco tempo lhe resta.
13 – Quando o dragão se viu precipitado na terra, perseguiu a mulher que dera à luz o filho varão.
14 – E foram dadas à mulher as duas asas da grande águia, para que voasse para o deserto, ao seu lugar, onde é sustentada por um tempo, e tempos, e metade de um tempo, fora da vista da serpente.
15 – E a serpente lançou da sua boca, atrás da mulher, água como um rio, para fazer que ela fosse arrebatada pela corrente.
16 – A terra, porém acudiu à mulher; e a terra abriu a boca, e tragou o rio que o dragão lançara da sua boca.
17 – E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra aos demais filhos dela, os que guardam os mandamentos de Deus, e mantêm o testemunho de Jesus.
18 – E o dragão parou sobre a areia do mar.

Capítulo 13

1 – Então vi subir do mar uma besta que tinha dez chifres e sete cabeças, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças nomes de blasfêmia.
2 – E a besta que vi era semelhante ao leopardo, e os seus pés como os de urso, e a sua boca como a de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder e o seu trono e grande autoridade.
3 – Também vi uma de suas cabeças como se fora ferida de morte, mas a sua ferida mortal foi curada. Toda a terra se maravilhou, seguindo a besta,
4 – e adoraram o dragão, porque deu à besta a sua autoridade; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? quem poderá batalhar contra ela?
5 – Foi-lhe dada uma boca que proferia arrogâncias e blasfêmias; e deu-se-lhe autoridade para atuar por quarenta e dois meses.
6 – E abriu a boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome e do seu tabernáculo e dos que habitam no céu.
7 – Também lhe foi permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe autoridade sobre toda tribo, e povo, e língua e nação.
8 – E adorá-la-ão todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.
9 – Se alguém tem ouvidos, ouça.
10 – Se alguém leva em cativeiro, em cativeiro irá; se alguém matar à espada, necessário é que à espada seja morto. Aqui está a perseverança e a fé dos santos.
11 – E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como dragão.
12 – Também exercia toda a autoridade da primeira besta na sua presença; e fazia que a terra e os que nela habitavam adorassem a primeira besta, cuja ferida mortal fora curada.
13 – E operava grandes sinais, de maneira que fazia até descer fogo do céu à terra, à vista dos homens;
14 – e, por meio dos sinais que lhe foi permitido fazer na presença da besta, enganava os que habitavam sobre a terra e lhes dizia que fizessem uma imagem à besta que recebera a ferida da espada e vivia.
15 – Foi-lhe concedido também dar fôlego à imagem da besta, para que a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta.
16 – E fez que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos, lhes fosse posto um sinal na mão direita, ou na fronte,
17 – para que ninguém pudesse comprar ou vender, senão aquele que tivesse o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome.
18 – Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis.

Capítulo 14

1 – E olhei, e eis o Cordeiro em pé sobre o Monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, que traziam na fronte escrito o nome dele e o nome de seu Pai.
2 – E ouvi uma voz do céu, como a voz de muitas águas, e como a voz de um grande trovão e a voz que ouvi era como de harpistas, que tocavam as suas harpas.
3 – E cantavam um cântico novo diante do trono, e diante dos quatro seres viventes e dos anciãos; e ninguém podia aprender aquele cântico, senão os cento e quarenta e quatro mil, aqueles que foram comprados da terra.
4 – Estes são os que não se contaminaram com mulheres; porque são virgens. Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vá. Estes foram comprados dentre os homens para serem as primícias para Deus e para o Cordeiro.
5 – E na sua boca não se achou engano; porque são irrepreensíveis.
6 – E vi outro anjo voando pelo meio do céu, e tinha um evangelho eterno para proclamar aos que habitam sobre a terra e a toda nação, e tribo, e língua, e povo,
7 – dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é chegada a hora do seu juízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas.
8 – Um segundo anjo o seguiu, dizendo: Caiu, caiu a grande Babilônia, que a todas as nações deu a beber do vinho da ira da sua prostituição.
9 – Seguiu-os ainda um terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na fronte, ou na mão,
10 – também o tal beberá do vinho da ira de Deus, que se acha preparado sem mistura, no cálice da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro.
11 – A fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso nem de dia nem de noite os que adoram a besta e a sua imagem, nem aquele que recebe o sinal do seu nome.
12 – Aqui está a perseverança dos santos, daqueles que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus.
13 – Então ouvi uma voz do céu, que dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, pois as suas obras os acompanham.
14 – E olhei, e eis uma nuvem branca, e assentado sobre a nuvem um semelhante a filho de homem, que tinha sobre a cabeça uma coroa de ouro, e na mão uma foice afiada.
15 – E outro anjo saiu do santuário, clamando com grande voz ao que estava assentado sobre a nuvem: Lança a tua foice e ceifa, porque é chegada a hora de ceifar, porque já a seara da terra está madura.
16 – Então aquele que estava assentado sobre a nuvem meteu a sua foice à terra, e a terra foi ceifada.
17 – Ainda outro anjo saiu do santuário que está no céu, o qual também tinha uma foice afiada.
18 – E saiu do altar outro anjo, que tinha poder sobre o fogo, e clamou com grande voz ao que tinha a foice afiada, dizendo: Lança a tua foice afiada, e vindima os cachos da vinha da terra, porque já as suas uvas estão maduras.
19 – E o anjo meteu a sua foice à terra, e vindimou as uvas da vinha da terra, e lançou-as no grande lagar da ira de Deus.
20 – E o lagar foi pisado fora da cidade, e saiu sangue do lagar até os freios dos cavalos, pelo espaço de mil e seiscentos estádios.

– Pergunta sobre o Ano Bíblico.:

Quais as duas características da descendência da mulher, perseguida pelo dragão do Apocalipse 12?
Resposta: “guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus” (Apocalipse 12:17)

– Curiosidades Bíblicas.:

De onde eram as mulheres que oprimiam pobres e induziam os seus maridos a beberem e a que animal elas foram comparadas?
Resposta: Basã. Vaca. Amós 4:1.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/biblia.asp?lista=1&livro=30&capitulo=4

– Versos Bíblicos.:

Atende à voz do meu clamor, Rei meu e Deus meu, pois é a ti que oro. Salmos 5:2

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/biblia.asp?lista=1&livro=19&capitulo=5&verso=2

– Ano Bíblico (Espanhol).:

Libro de Apocalipse

Capítulo 12

1 – Apareció en el cielo una gran señal: una mujer vestida del sol y con la luna debajo de sus pies, y sobre su cabeza una corona de doce estrellas.
2 – Y estando encinta, gritaba con dolores de parto y Sufría angustia por dar a luz.
3 – Y Apareció otra señal en el cielo: he Aquí un gran Dragón rojo que Tenía siete cabezas y diez cuernos, y en sus cabezas Tenía siete diademas.
4 – Su cola arrastraba la tercera parte de las estrellas del cielo y las Arrojó sobre la tierra. El Dragón se puso de pie delante de la mujer que estaba por dar a luz, a fin de devorar a su hijo en cuanto le hubiera dado a luz.
5 – Ella dio a luz un hijo Varón que ha de guiar todas las naciones con cetro de hierro. Y su hijo fue arrebatado ante Dios y su trono.
6 – Y la mujer Huyó al desierto, donde Tenía un lugar que Dios Había preparado, para ser alimentada Allí durante 1.260 Días.
7 – Estalló entonces una guerra en el cielo: Miguel y sus ángeles pelearon contra el Dragón. Y el Dragón y sus ángeles pelearon,
8 – pero no prevalecieron, ni fue hallado Más el lugar de ellos en el cielo.
9 – Y fue arrojado el gran Dragón, la serpiente antigua que se llama diablo y Satanás, el cual engaña a todo el mundo. Fue arrojado a la tierra, y sus ángeles fueron arrojados junto con él.
10 – Oí una gran voz en el cielo que Decía: “¡Ahora ha llegado la Salvación y el poder y el reino de nuestro Dios, y la autoridad de su Cristo! Porque ha sido arrojado el acusador de nuestros hermanos, el que los acusaba Día y noche delante de nuestro Dios.
11 – Y ellos lo han vencido por causa de la sangre del Cordero y de la palabra del testimonio de ellos, porque no amaron sus vidas hasta la muerte.
12 – Por esto, alegraos, oh cielos, y los que Habitáis en ellos. ¡Ay de la tierra y del mar! Porque el diablo ha descendido a vosotros y tiene grande ira, sabiendo que le queda poco tiempo.”
13 – Y cuando el Dragón vio que Había sido arrojado a la tierra, Persiguió a la mujer que Había dado a luz al hijo Varón.
14 – Pero le fueron dadas a la mujer dos alas de gran águila, para volar de la presencia de la serpiente, al desierto, a su lugar donde recibe alimento por un tiempo, y tiempos y la mitad de un tiempo.
15 – Tras la mujer, la serpiente Echó de su boca agua como un Río, para que ella fuese arrastrada por el torrente.
16 – Pero la tierra Ayudó a la mujer. Y la tierra Abrió su boca y Tragó por completo el Río que el Dragón Había echado de su boca.
17 – Entonces el Dragón se Enfureció contra la mujer, y se fue para hacer guerra contra los Demás descendientes de ella, quienes guardan los mandamientos de Dios y tienen el testimonio de Jesucristo. Y él se puso de pie sobre la arena del mar.

Capítulo 13

1 – Y vi que Subía del mar una bestia que Tenía diez cuernos y siete cabezas. Sobre sus cuernos Tenía diez diademas, y sobre sus cabezas Había un nombre de blasfemia.
2 – La bestia que vi era semejante a un leopardo; sus pies eran como de oso, y su boca como la boca de León. Y el Dragón le dio su poder y su trono y grande autoridad.
3 – Vi una de sus cabezas como herida de muerte, pero su herida mortal se Había sanado. Y toda la tierra se Maravilló en pos de la bestia,
4 – y adoraron al Dragón porque le Había dado autoridad a la bestia, y adoraron a la bestia diciendo: “¿Quién es semejante a la bestia, y quién puede combatir contra ella?”
5 – Y a la bestia le fue dada una boca que hablara insolencias y blasfemias, y le fue dada autoridad para actuar por cuarenta y dos meses.
6 – Y Abrió su boca en blasfemias contra Dios, para blasfemar contra su nombre y contra su Tabernáculo, es decir, contra los que tienen morada en el cielo.
7 – Y le fue permitido hacer guerra contra los santos y vencerlos. También le fue dado poder sobre toda raza y pueblo y lengua y Nación.
8 – Y le Adorarán todos los habitantes sobre la tierra, cuyos nombres no Están inscritos en el libro de la vida del Cordero, quien fue inmolado desde la Fundación del mundo.
9 – Si alguno tiene Oído, oiga:
10 – Si alguien lleva en cautividad, es llevado en cautividad; si alguien mata a espada, tiene que ser muerto a espada. ¡Aquí Está la perseverancia y la fe de los santos!
11 – Y vi otra bestia que Subía de la tierra. Y Tenía dos cuernos semejantes a los de un cordero, y hablaba como un Dragón.
12 – Y ejerce toda la autoridad de la primera bestia en presencia de ella, y hace que la tierra y sus habitantes adoren a la primera bestia cuya herida mortal fue sanada.
13 – Y hace grandes señales, de tal manera que aun hace descender fuego del cielo a la tierra delante de los hombres.
14 – Y engaña a los habitantes de la tierra a causa de las señales que se le Concedió hacer en presencia de la bestia, Mandándoles a los habitantes de la tierra hacer una imagen en honor de la bestia que tiene la herida de espada y que Revivió.
15 – También le fue permitido dar aliento a la imagen de la bestia, para que la imagen de la bestia hablase e hiciera que fueran muertos todos los que no adoraran a la imagen de la bestia.
16 – Y ella hace que a todos, a pequeños y a grandes, a ricos y a pobres, a libres y a esclavos, se les ponga una marca en la mano derecha o en la frente,
17 – y que nadie pueda comprar ni vender, sino el que tenga la marca, es decir, el nombre de la bestia o el Número de su nombre.
18 – Aquí hay Sabiduría: El que tiene entendimiento calcule el Número de la bestia, porque es Número de un hombre; y su Número es 666.

Capítulo 14

1 – Y miré, y he Aquí el Cordero de pie sobre el monte Sion, y con él estaban los 144.000 que Tenían su nombre y el nombre de su Padre escrito en sus frentes.
2 – Oí una voz del cielo como estruendo de muchas aguas y como la voz de un gran trueno. Y la voz que escuché era como de arpistas cuando tocan sus arpas.
3 – Ellos cantan un himno nuevo delante del trono y en presencia de los cuatro seres vivientes y de los ancianos. Nadie Podía aprender el himno, sino Sólo los 144.000, quienes Habían sido redimidos de la tierra.
4 – Estos son los que nunca se mancharon con mujeres, pues son Vírgenes. Estos son los que siguen al Cordero por dondequiera que vaya. Estos fueron redimidos de entre los hombres, primicias para Dios y para el Cordero.
5 – Y en sus bocas no se Halló engaño; son sin mancha.
6 – Vi a otro ángel que volaba en medio del cielo, que Tenía el evangelio eterno para predicarlo a los que habitan en la tierra: a toda Nación y raza y lengua y pueblo.
7 – Decía a gran voz: “¡Temed a Dios y dadle gloria, porque ha llegado la hora de su juicio! Adorad al que hizo los cielos y la tierra y el mar y las fuentes de las aguas.”
8 – Y Siguió otro ángel, un segundo, diciendo: “¡Ha Caído, ha Caído Babilonia la grande! Todas las naciones Habían bebido del vino de la furia de su inmoralidad.”
9 – Y Siguió otro ángel, un tercero, diciendo a gran voz: “¡Si alguno adora a la bestia y a su imagen, y recibe su marca en la frente o en la mano,
10 – él también Beberá del vino del furor de Dios que ha sido vertido puro en la copa de su ira, y Será atormentado con fuego y azufre delante de los santos ángeles y delante del Cordero.
11 – El humo del tormento de ellos sube para siempre Jamás. Y no tienen descanso ni de Día ni de noche los que adoran a la bestia y a su imagen, ni cualquiera que recibe la marca de su nombre.
12 – ¡Aquí Está la perseverancia de los santos, quienes guardan los mandamientos de Dios y la fe de Jesús!”
13 – Y Oí una voz del cielo que Decía: “Escribe: ¡Bienaventurados los muertos que de Aquí en adelante mueren en el Señor!” “Sí,” dice el Espíritu, “para que descansen de sus arduos trabajos; pues sus obras les Seguirán.”
14 – Y miré, y he Aquí una nube blanca, y sobre la nube estaba sentado uno semejante al Hijo de Hombre. Tenía en su cabeza una corona de oro y en su mano una hoz afilada.
15 – Y otro ángel Salió del templo, gritando a gran voz al que estaba sentado sobre la nube: “¡Mete tu hoz y siega! Porque ha llegado la hora de segar, porque la mies de la tierra Está madura.”
16 – Y el que estaba sentado sobre la nube Lanzó su hoz sobre la tierra, y la tierra fue segada.
17 – Luego Salió otro ángel del templo que estaba en el cielo, llevando también él una hoz afilada.
18 – Y Salió del altar otro ángel que Tenía poder sobre el fuego. Y Llamó a gran voz al que Tenía la hoz afilada, diciendo: “¡Mete tu hoz afilada y vendimia los racimos de la viña de la tierra, porque las uvas Están maduras!”
19 – Entonces el ángel Lanzó su hoz afilada en la tierra, y Vendimió la viña de la tierra. Echó las uvas en el gran lagar de la ira de Dios.
20 – Y el lagar fue pisado fuera de la ciudad, y Salió sangre del lagar hasta la altura de los frenos de los caballos, a lo largo de 1.600 estadios.

– Ano Bíblico (Inglês).:

Book of Apocalipse

Chapter 12

1 – And a great sign was seen in heaven: a A woman clothed with the sun, and with the moon under her feet, and on her head a crown of twelve stars.
2 – And she was with child; and she gave a cry, in the pains of childbirth.
3 – And there was seen another sign in heaven; a great red dragon, having seven heads and ten horns, and on his heads seven crowns.
4 – And his tail was pulling a third part of the stars of heaven down to the earth, and the dragon took his place before the woman who was about to give birth, so that when the birth had taken place he might put an end to her child.
5 – And she gave birth to a son, a male child, who was to have rule over all the nations with a rod of iron: and her child was taken up to God and to his high seat.
6 – And the woman went in flight to the waste land, where she has a place made ready by God, so that there they may give her food a thousand, two hundred and sixty days.
7 – And there was war in heaven: Michael and his angels going out to the fight with the dragon; and the dragon and his angels made war,
8 – And they were overcome, and there was no more place for them in heaven.
9 – And the great dragon was forced down, the old snake, who is named the Evil One and Satan, by whom all the earth is turned from the right way; he was forced down to the earth, and his angels were forced down with him.
10 – And a great voice in heaven came to my ears, saying, Now is come the salvation, and the power, and the kingdom of our God, and the authority of his Christ: because he who says evil against our brothers before our God day and night is forced down.
11 – And they overcame him through the blood of the Lamb and the word of their witness; and loving not their lives they freely gave themselves up to death.
12 – Be glad then, O heavens, and you who are in them. But there is trouble for the earth and the sea: because the Evil One has come down to you, being very angry, having the knowledge that he has but a short time.
13 – And when the dragon saw that he was forced down to the earth, he made cruel attacks on the woman who gave birth to the male child.
14 – And there were given to the woman two wings of a great eagle, so that she might go in flight into the waste land, to her place, where she is given food for a time, and times, and half a time, from the face of the snake.
15 – And the snake sent out of his mouth after the woman a river of water, so that she might be taken away by the stream.
16 – And the earth gave help to the woman, and with open mouth took up the river which the dragon sent out of his mouth.
17 – And the dragon was angry with the woman and went away to make war on the rest of her seed, who keep the orders of God, and the witness of Jesus:

Chapter 13

1 – And he took his place on the sand of the sea. And I saw a beast coming up out of the sea, having ten horns and seven heads, and on his horns ten crowns, and on his heads unholy names.
2 – And the beast which I saw was like a leopard, and his feet were as the feet of a bear, and his mouth as the mouth of a lion: and the dragon gave him his power and his seat and great authority.
3 – And I saw one of his heads as if it had been given a death-wound; and his death-wound was made well: and all the earth was wondering at the beast.
4 – And they gave worship to the dragon, because he gave authority to the beast; and worshipping the beast, they said, Who is like the beast? and who is able to go to war with him?
5 – And there was given to him a mouth to say words of pride against God; and there was given to him authority to go on for forty-two months.
6 – And his mouth was open to say evil against God, and against his name and his Tent, even against those who are in heaven.
7 – And it was given to him to make war on the saints and to overcome them: and there was given to him authority over every tribe and people and language and nation.
8 – And all who are on the earth will give him worship, everyone whose name has not been from the first in the book of life of the Lamb who was put to death.
9 – If any man has ears, let him give ear.
10 – If any man sends others into prison, into prison he will go: if any man puts to death with the sword, with the sword will he be put to death. Here is the quiet strength and the faith of the saints.
11 – And I saw another beast coming up out of the earth; and he had two horns like a lamb, and his voice was like that of a dragon.
12 – And he makes use of all the authority of the first beast before his eyes. And he makes the earth and those who are in it give worship to the first beast, whose death-wound was made well.
13 – And he does great signs, even making fire come down from heaven on the earth before the eyes of men.
14 – And those who are on the earth are turned from the true way by him through the signs which he was given power to do before the beast; giving orders to those who are on the earth to make an image to the beast, who was wounded by the sword, and came to life.
15 – And he had power to give breath to the image of the beast, so that words might come from the image of the beast, and that he might have all those who did not give worship to the image of the beast put to death.
16 – And he gives to all, small and great, the poor and those who have wealth, the free and those who are not free, a mark on their right hand or on their brows;
17 – So that no man might be able to do trade but he who has the mark, even the name of the beast or the number of his name.
18 – Here is wisdom. He who has knowledge let him get the number of the beast; because it is the number of a man: and his number is Six hundred and sixty-six.

Chapter 14

1 – And I saw the Lamb on the mountain of Zion, and with him a hundred and forty-four thousand, marked on their brows with his name and the name of his Father.
2 – And a voice from heaven came to my ears, like the sound of great waters, and the sound of loud thunder: and the voice which came to me was like the sound of players, playing on instruments of music.
3 – And they made as it seemed a new song before the high seat, and before the four beasts and the rulers: and no man might have knowledge of the song but the hundred and forty-four thousand, even those from the earth whom God has made his for a price.
4 – These are they who have not made themselves unclean with women; for they are virgins. These are they who go after the Lamb wherever he goes. These were taken from among men to be the first fruits to God and to the Lamb.
5 – And in their mouth there was no false word, for they are untouched by evil.
6 – And I saw another angel in flight between heaven and earth, having eternal good news to give to those who are on the earth, and to every nation and tribe and language and people,
7 – Saying with a loud voice, Have fear of God and give him glory; because the hour of his judging is come; and give worship to him who made heaven and earth and the sea and the fountains of water.
8 – And a second angel came after, saying, Destruction has come to Babylon the great, which gave to all the nations the wine of the wrath of her evil ways.
9 – And a third angel came after them, saying with a loud voice, If any man gives worship to the beast and his image, and has his mark on his brow or on his hand,
10 – To him will be given of the wine of God´s wrath which is ready unmixed in the cup of his wrath and he will have cruel pain, burning with fire before the holy angels and before the Lamb:
11 – And the smoke of their pain goes up for ever and ever; and they have no rest day and night, who give worship to the beast and his image, and have on them the mark of his name.
12 – Here is the quiet strength of the saints, who keep the orders of God, and the faith of Jesus.
13 – And a voice from heaven came to my ears, saying, Put in writing, There is a blessing on the dead who from now on come to their end in the Lord: yes, says the Spirit, that they may have rest from their troubles; for their works go with them.
14 – And I saw a white cloud, and on the cloud I saw one seated, like a son of man, having on his head a crown of gold, and in his hand a sharp curved blade.
15 – And another angel came out from the house of God, crying with a loud voice to him who was seated on the cloud, Put in your blade, and let the grain be cut: because the hour for cutting it is come; for the grain of the earth is over-ready.
16 – And he who was seated on the cloud sent in his blade on the earth; and the grain of the earth was cut.
17 – And another angel came out from the house of God which is in heaven, having a sharp curved blade.
18 – And another angel came out from the altar, who has power over fire; and he gave a loud cry to him who had the sharp curved blade, saying, Put in your sharp blade, and let the grapes of the vine of the earth be cut; for her grapes are fully ready.
19 – And the angel sent his blade into the earth, and the vine of the earth was cut, and he put it into the great wine-crusher of the wrath of God.
20 – And the grapes were crushed under foot outside the town, and blood came out from them, even to the head-bands of the horses, two hundred miles.

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s