MEDITAÇÃO – MENSAGENS – ANO BÍBLICO

– Meditação Matinal de EGW (Português).:

Glórias do Mundo Eterno

“Tu me farás ver os caminhos da vida; na Tua presença há plenitude de alegria, na Tua destra delícias perpetuamente”. Sal. 16:11.
Foi-me revelada a glória do mundo eterno. Quero dizer-vos que vale a pena alcançar o Céu. Deve ser o objetivo de vossa vida habilitar-vos para o convívio dos remidos, dos santos anjos, de Jesus, o Redentor do mundo. Se tão-somente nos fosse dado uma visão da cidade celestial, nunca mais quereríamos habitar outra vez na Terra. Há belas paisagens na Terra, e deleito-me em todos esses aspectos de beleza natural. Associo-as com o Criador. Sei, porém, que se amo a Deus e observo os Seus mandamentos, há no Céu reservado para mim um inexcedível e eterno peso de glória. – A Fé Pela Qual Eu Vivo, p. 364.
A Terra … purificada pelo fogo, será então muito mais bela. A relva será de um verde vivo, e nunca murchará. Haverá ali rosas e lírios, e todas as espécies de flores. Elas jamais ficarão estreladas ou definhadas, nem perderão sua beleza e fragrância.
O leão, que aqui tanto precisamos “respeitar e temer, deitar-se-á, então, com o cordeiro, e tudo na Nova Terra será paz e harmonia. As árvores da Nova Terra serão retas e altaneiras, sem deformidades, os santos terão coroas de glória à cabeça e harpas de ouro nas mãos. Tangerão as harpas de ouro e cantarão do amor redentor, entoando melodias a Deus. Suas antigas provas e sofrimentos neste mundo serão esquecidos e se dissiparão entre as glórias da Nova Terra. – Youthls Instructor, outubro de 1852.
Deixemos que tudo quanto é belo em nosso lar terrestre nos lembre o rio de cristal e os campos verdejantes, as árvores farfalhantes e as fontes vivas, a cidade resplendente e os cantores vestidos de vestes brancas de nosso lar celestial – aquele mundo de beleza que nenhum artista pode pintar, nenhuma língua mortal descrever. – LA, 545.
Representai-vos na imaginação o lar dos remidos, e lembrai- vos de que ele será mais glorioso do que o pode pintar vossa mais brilhante imaginação. – CC, 85.
A linguagem humana é incapaz de descrever a recompensa dos justos. Ela só será conhecida dos que a contemplarem. – HR, 431.
Ano Bíblico: Heb. 4.6. Juvenis: Tess. 4:14-18; 5.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=100&p=353

– Meditação Matinal de EGW (Espanhol).:

LAS GLORIAS DEL MUNDO ETERNO

Me mostrarás la senda de la vida; en tu presencia hay plenitud de gozo; delicias a tu diestra para siempre. (Sal. 16: 11).
La gloria del mundo eterno fue abierta ante mí. Os digo que vale la pena ganar el cielo. La aspiración de vuestra vida debiera ser prepararos para relacionaros con los redimidos, los santos ángeles y Jesús, el Redentor del mundo. Si pudiéramos tener aunque sea una vislumbre de la ciudad celestial, jamás desearíamos vivir nuevamente en la tierra. Hay paisajes muy hermosos en la tierra y yo disfruto de todas estas manifestaciones de amor que observamos en la naturaleza. Las relaciono con el Creador. Pero sé que si amo a Dios y guardo sus mandamientos, en el cielo hay un más excelente y eterno peso de gloria reservado para mí. *
Esta tierra será purificada con el fuego y será entonces mucho más hermosa. El pasto será de un verde vivo y nunca se marchitará. Allá habrá rosas, lirios y toda clase de flores. Nunca se ajarán ni se agostarán, ni perderán su belleza y fragancia.
El león, al que tanto tememos aquí, se acostará con el cordero, todo en la tierra nueva será paz y armonía. Los árboles serán derechos y elevados, y no tendrán ninguna deformidad.
Los santos ceñirán coronas de gloria sobre sus cabezas y tendrán arpas de oro en las manos. Tañirán esas arpas de oro, cantarán acerca del amor redentor y elevarán melodías a Dios. Olvidarán las pruebas y los sufrimientos que tuvieron en este mundo, que desaparecerán en medio de las glorias de la tierra nueva. *
Todo lo que hay de bello en nuestro hogar terrenal tendría que hacernos pensar en el río de cristal y los verdes prados, los árboles cimbreantes y las fuentes vivas, la ciudad resplandeciente y los cantores vestidos de blanco de nuestro hogar celestial, mundo de hermosura que ningún artista puede representar en el lienzo, y que ninguna lengua mortal puede describir. *
Represéntese vuestra imaginación la morada de los justos; y recordad que será más gloriosa que cuanto pueda figurarse la más brillante imaginación.*
El lenguaje humano es incapaz de describir la recompensa de los justos. La conocerán sólo los que la vean. *

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=101&p=353

– Meditação Matinal de EGW (Inglês).:

December 13 – Glories of the Eternal World

Thou wilt shew me the path of life: in thy presence is fullness of joy; at thy right hand there are pleasures for evermore. Ps. 16:11.
The glory of the eternal world has been opened before me. I want to tell you that Heaven is worth winning. It should be the aim of your life to fit yourself for association with the redeemed, with holy angels, and with Jesus, the world”s Redeemer. If we could have but one view of the celestial city, we would never wish to dwell on earth again. There are beautiful landscapes on earth, and I enjoy all these prospects of loveliness in nature. I associate them with the Creator. But I know that if I love God, and keep His commandments, there is a far more exceeding and eternal weight of glory reserved in Heaven for me. {Mar 355.1}
This earth,… purified with fire, then … will be much more beautiful. The grass will be living green, and will never wither. There will be roses and lilies, and all kinds of flowers there. They will never blight or fade, or lose their beauty and fragrance. {Mar 355.2}
The lion, we should much dread and fear here, will then lie down with the lamb, and everything in the New Earth will be peace and harmony. The trees of the New Earth will be straight and lofty, without deformity. {Mar 355.3}
The saints will have crowns of glory upon their heads, and harps of gold in their hands. They will play upon the golden harp, and sing redeeming love, and make melody unto God. Their former trials and suffering in this world will be forgotten and lost amid the glories of the New Earth. {Mar 355.4}
Let all that is beautiful in our earthly home remind us of the crystal river and green fields, the waving trees and the living fountains, the shining city and the white-robed singers, of our heavenly home–that world of beauty which no artist can picture and no mortal tongue describe. Let your imagination picture the home of the saved, and remember that it will be more glorious than your brightest imagination can portray. {Mar 355.5}
Human language is inadequate to describe the reward of the righteous. It will be known only to those who behold it. {Mar 355.6}

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=129&p=353

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Mensagens para Evangelistas.:

Devemos falar de Cristo aos que O não conhecem. Devemos fazer o que Cristo fez. Onde quer que estivesse, na sinagoga, à beira do caminho, no barco um tanto arredado da margem, no banquete do fariseu ou à mesa do publicano, falava aos homens das coisas pertinentes à vida mais elevada. As coisas da Natureza, os acontecimentos da vida diária eram por Ele relacionados com as palavras da verdade. O coração dos ouvintes era atraído para Ele; porque lhes curara as enfermidades, confortara os aflitos, e tomara nos braços seus filhinhos e os abençoara. Quando abria os lábios para falar, a atenção deles se voltava para Ele, e toda palavra era para alguém um cheiro de vida para vida. O Colportor Evangelista, pág. 74.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=43&p=74

– Mensagens para Jovens.:

Muitos dos jovens dizem: “Não tenho tempo para estudar a lição.” Mas que estão eles fazendo? Alguns se estão utilizando de cada momento a fim de ganhar alguns níqueis a mais quando, se esses momentos fossem consagrados à Bíblia, uma vez que lhe praticassem as lições, haviam de economizar-lhes mais que a quantia ganha por excesso de trabalho. Poupariam muito dinheiro gasto em desnecessários ornamentos, ao mesmo tempo que lhes conservariam o vigor mental para compreender o mistério da piedade. “O temor do Senhor é o princípio da sabedoria.” Sal. 111:10. Mas esses mesmos jovens que professam ser cristãos satisfazem os desejos do coração carnal, seguindo as próprias inclinações; e o tempo de graça dado por Deus, a eles concedido para que se familiarizem com as preciosas verdades da Bíblia, é dedicado à leitura de imaginários contos. Uma vez formado esse hábito, é difícil de vencer; mas isto pode ser feito, tem de ser feito por todos quantos se candidatam ao mundo celeste. Mensage
ns aos Jovens, pág. 290.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=6&p=290

– Mensagens para Namorados.:

Coisa perigosa é formar uma aliança mundana. Bem sabe Satanás que o momento que testemunha o enlace de muitos rapazes e moças, põe um ponto final em sua história religiosa, em sua utilidade nesse sentido. Acham-se perdidos para Cristo. Poderão, por algum tempo, fazer um esforço para viver a vida cristã; todos esses esforços, no entanto, são feitos contra decidida corrente em sentido contrário. Outrora era para eles um privilégio e prazer falar acerca de sua fé e esperança; chegam, porém, a relutar para mencionar tal assunto, sabendo que aquele com quem uniram o destino não tem nenhum interesse no mesmo. Em conseqüência, perece no coração a fé na preciosa verdade, e Satanás tece perigosamente em torno deles uma rede de dúvida. Testimonies, vol. 4, págs. 504 e 505. O Lar Adventista, pág. 66.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=16&p=66

– Mensagens para Pais.:

Se há tempo em que devamos trabalhar com ardor, é hoje. O inimigo está atacando de todos os lados, semelhante a uma inundação. Unicamente o poder de Deus pode salvar nossos filhos de serem varridos pela maré do mal. A responsabilidade que repousa sobre os pais, professores e membros da igreja, de fazerem sua parte em cooperação com Deus, é tão grande que não pode ser expressa por palavras. Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes, pág. 166.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=37&p=166

– Mensagens sobre Escola Sabatina.:

A grande necessidade da Escola Sabatina não é de equipamentos, mas de conhecimento nas coisas espirituais. Quão grandemente necessitam os obreiros do batismo do Espírito Santo, para se tornarem verdadeiros missionários de Deus! Devem aprender a exercitar o máximo possível a mente, a fim de poder adquirir melhor conhecimento da verdade bíblica. Os professores da Escola Sabatina devem orar diariamente pedindo luz celestial, a fim de se habilitarem para abrir à mente dos jovens os tesouros da Santa Palavra. Por que não vos humilhar perante o Senhor, permitindo que a impressão do Espírito Santo se manifeste em vosso caráter e obra? Há demasiada condescendência consigo mesmos, demasiado formalismo e rotina entre os que se empenham na obra da Escola Sabatina, e tudo isso tende a desviar a pessoa da Fonte de água viva. Testimonies on Sabbath School Work, págs. 73 e 74. Conselhos Sobre a Escola Sabatina, págs. 155 e 156.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=15&p=155

– Mensagens sobre Saúde.:

Em nossos dias, os deveres domésticos exigem quase todo o tempo da dona de casa. Quão melhor seria para a saúde da família, se os preparativos para a mesa fossem mais simples! Milhares de vidas são sacrificadas todos os anos nesse altar – vidas que poderiam haver sido prolongadas, não fosse essa infindável rotina de deveres criados. Desce ao túmulo muita mãe que, se houvesse mantido hábitos simples, poderia viver para ser uma bênção no lar, na igreja e no mundo. Christian Temperance and Bible Hygiene, pág. 73. Conselhos Sobre o Regime Alimentar, págs. 258 e 259.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=17&p=258

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Ano Bíblico (Português).:

Livro de Hebreus

Capítulo 4

1 – Portanto, tendo-nos sido deixada a promessa de entrarmos no seu descanso, temamos não haja algum de vós que pareça ter falhado.
2 – Porque também a nós foram pregadas as boas novas, assim como a eles; mas a palavra da pregação nada lhes aproveitou, porquanto não chegou a ser unida com a fé, naqueles que a ouviram.
3 – Porque nós, os que temos crido, é que entramos no descanso, tal como disse: Assim jurei na minha ira: Não entrarão no meu descanso; embora as suas obras estivessem acabadas desde a fundação do mundo;
4 – pois em certo lugar disse ele assim do sétimo dia: E descansou Deus, no sétimo dia, de todas as suas obras;
5 – e outra vez, neste lugar: Não entrarão no meu descanso.
6 – Visto, pois, restar que alguns entrem nele, e que aqueles a quem anteriormente foram pregadas as boas novas não entraram por causa da desobediência,
7 – determina outra vez um certo dia, Hoje, dizendo por Davi, depois de tanto tempo, como antes fora dito: Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações.
8 – Porque, se Josué lhes houvesse dado descanso, não teria falado depois disso de outro dia.
9 – Portanto resta ainda um repouso sabático para o povo de Deus.
10 – Pois aquele que entrou no descanso de Deus, esse também descansou de suas obras, assim como Deus das suas.
11 – Ora, à vista disso, procuremos diligentemente entrar naquele descanso, para que ninguém caia no mesmo exemplo de desobediência.
12 – Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até a divisão de alma e espírito, e de juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.
13 – E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele a quem havemos de prestar contas.
14 – Tendo, portanto, um grande sumo sacerdote, Jesus, Filho de Deus, que penetrou os céus, retenhamos firmemente a nossa confissão.
15 – Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.
16 – Cheguemo-nos, pois, confiadamente ao trono da graça, para que recebamos misericórdia e achemos graça, a fim de sermos socorridos no momento oportuno.

Capítulo 5

1 – Porque todo sumo sacerdote tomado dentre os homens é constituído a favor dos homens nas coisas concernentes a Deus, para que ofereça dons e sacrifícios pelos pecados,
2 – podendo ele compadecer-se devidamente dos ignorantes e errados, porquanto também ele mesmo está rodeado de fraqueza.
3 – E por esta razão deve ele, tanto pelo povo como também por si mesmo, oferecer sacrifício pelos pecados.
4 – Ora, ninguém toma para si esta honra, senão quando é chamado por Deus, como o foi Arão.
5 – assim também Cristo não se glorificou a si mesmo, para se fazer sumo sacerdote, mas o glorificou aquele que lhe disse: Tu és meu Filho, hoje te gerei;
6 – como também em outro lugar diz: Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.
7 – O qual nos dias da sua carne, tendo oferecido, com grande clamor e lágrimas, orações e súplicas ao que podia livrar da morte, e tendo sido ouvido por causa da sua reverência,
8 – ainda que era Filho, aprendeu a obediência por meio daquilo que sofreu;
9 – e, tendo sido aperfeiçoado, veio a ser autor de eterna salvação para todos os que lhe obedecem,
10 – sendo por Deus chamado sumo sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque.
11 – Sobre isso temos muito que dizer, mas de difícil interpretação, porquanto vos tornastes tardios em ouvir.
12 – Porque, desde a infância sabes as sagradas letras, que podem necessitais de que se vos torne a ensinar os princípios elementares dos oráculos de Deus, e vos haveis feito tais que precisais de leite, e não de alimento sólido.
13 – Ora, qualquer que se alimenta de leite é inexperiente na palavra da justiça, pois é criança;
14 – mas o alimento sólido é para os adultos, os quais têm, pela prática, as faculdades exercitadas para discernir tanto o bem como o mal.

Capítulo 6

1 – Pelo que deixando os rudimentos da doutrina de Cristo, prossigamos até a perfeição, não lançando de novo o fundamento de arrependimento de obras mortas e de fé em Deus,
2 – e o ensino sobre batismos e imposição de mãos, e sobre ressurreição de mortos e juízo eterno.
3 – E isso faremos, se Deus o permitir.
4 – Porque é impossível que os que uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se fizeram participantes do Espírito Santo,
5 – e provaram a boa palavra de Deus, e os poderes do mundo vindouro,
6 – e depois caíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; visto que, quanto a eles, estão crucificando de novo o Filho de Deus, e o expondo ao vitupério.
7 – Pois a terra que embebe a chuva, que cai muitas vezes sobre ela, e produz erva proveitosa para aqueles por quem é lavrada, recebe a bênção da parte de Deus;
8 – mas se produz espinhos e abrolhos, é rejeitada, e perto está da maldição; o seu fim é ser queimada.
9 – Mas de vós, ó amados, esperamos coisas melhores, e que acompanham a salvação, ainda que assim falamos.
10 – Porque Deus não é injusto, para se esquecer da vossa obra, e do amor que para com o seu nome mostrastes, porquanto servistes aos santos, e ainda os servis.
11 – E desejamos que cada um de vós mostre o mesmo zelo até o fim, para completa certeza da esperança;
12 – para que não vos torneis indolentes, mas sejais imitadores dos que pela fé e paciência herdam as promessas.
13 – Porque, quando Deus fez a promessa a Abraão, visto que não tinha outro maior por quem jurar, jurou por si mesmo,
14 – dizendo: Certamente te abençoarei, e grandemente te multiplicarei.
15 – E assim, tendo Abraão esperado com paciência, alcançou a promessa.
16 – Pois os homens juram por quem é maior do que eles, e o juramento para confirmação é, para eles, o fim de toda contenda.
17 – assim que, querendo Deus mostrar mais abundantemente aos herdeiros da promessa a imutabilidade do seu conselho, se interpôs com juramento;
18 – para que por duas coisas imutáveis, nas quais é impossível que Deus minta, tenhamos poderosa consolação, nós, os que nos refugiamos em lançar mão da esperança proposta;
19 – a qual temos como âncora da alma, segura e firme, e que penetra até o interior do véu;
20 – aonde Jesus, como precursor, entrou por nós, feito sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.

– Pergunta sobre o Ano Bíblico.:

Quem é o nosso grande Sumo Sacerdote diante de Deus?
Resposta: Jesus (Hebreus 4:14)

– Curiosidades Bíblicas.:

Qual o profeta mentiroso que Deus disse que não teria mais descendentes e não veriam o bem que Ele iria fazer?
Resposta: Semaías. Jeremias 29:31,32.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/biblia.asp?lista=1&livro=24&capitulo=29

– Versos Bíblicos.:

Pois, que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, e perder-se, ou prejudicar-se a si mesmo? Lucas 9:25

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/biblia.asp?lista=1&livro=42&capitulo=9&verso=25

– Ano Bíblico (Espanhol).:

Libro de Hebreus

Capítulo 4

1 – Temamos, pues, mientras permanezca Aún la promesa de entrar en su reposo, no sea que alguno de vosotros parezca quedarse Atrás.
2 – Porque también a nosotros, como a ellos, nos han sido anunciadas las buenas nuevas; pero a ellos de nada les Aprovechó Oír la palabra, porque no se identificaron por fe con los que la obedecieron.
3 – Pero los que hemos Creído Sí entramos en el reposo, como él ha dicho: Como juré en mi ira: “¡Jamás Entrarán en mi reposo!” aunque sus obras quedaron terminadas desde la Fundación del mundo.
4 – Porque en cierto lugar ha dicho Así del séptimo Día: Y Reposó Dios en el séptimo Día de todas sus obras.
5 – Y otra vez dice Aquí: “¡Jamás Entrarán en mi reposo!”
6 – Puesto que falta que algunos entren en el reposo, ya que aquellos a quienes primero les fue anunciado no entraron a causa de la desobediencia,
7 – Dios ha determinado otra vez un cierto Día, diciendo por medio de David: “Hoy”, después de tanto tiempo, como ya se ha dicho: Si Oís hoy su voz, no Endurezcáis vuestros corazones.
8 – Porque si Josué les hubiera dado el reposo, no se Hablaría después de otro Día.
9 – Por tanto, queda Todavía un reposo Sabático para el pueblo de Dios.
10 – El que ha entrado en su reposo, también ha reposado de sus obras, Así como Dios de las suyas.
11 – Hagamos, pues, todo esfuerzo para entrar en aquel reposo, no sea que alguien caiga en el mismo ejemplo de desobediencia.
12 – Porque la Palabra de Dios es viva y eficaz, y Más penetrante que toda espada de dos filos. Penetra hasta partir el alma y el Espíritu, las coyunturas y los tuétanos, y discierne los pensamientos y las intenciones del Corazón.
13 – No existe cosa creada que no sea manifiesta en su presencia. Más bien, todas Están desnudas y expuestas ante los ojos de aquel a quien tenemos que dar cuenta.
14 – Por tanto, teniendo un gran sumo sacerdote que ha traspasado los cielos, Jesús el Hijo de Dios, retengamos nuestra Confesión.
15 – Porque no tenemos un sumo sacerdote que no puede compadecerse de nuestras debilidades, pues él fue tentado en todo igual que nosotros, pero sin pecado.
16 – Acerquémonos, pues, con confianza al trono de la gracia para que alcancemos misericordia y hallemos gracia para el oportuno socorro.

Capítulo 5

1 – Pues todo sumo sacerdote que es tomado de entre los hombres es constituido para servicio a favor de los hombres delante de Dios, para que ofrezca ofrendas y sacrificios por los pecados.
2 – El puede sentir Compasión de los ignorantes y de los extraviados, ya que él también Está rodeado de debilidad.
3 – Y por causa de esta debilidad debe ofrecer sacrificio, tanto por sus propios pecados como por los del pueblo.
4 – Y nadie toma esta honra para Sí, sino porque ha sido llamado por Dios, como lo fue Aarón.
5 – Así también Cristo no se Glorificó a Sí mismo para ser hecho sumo sacerdote, sino que le Glorificó el que le dijo: Hijo Mío eres Tú; yo te he engendrado hoy.
6 – Como también dice en otro lugar: Tú eres sacerdote para siempre Según el orden de Melquisedec.
7 – Cristo, en los Días de su vida Física, habiendo ofrecido ruegos y Súplicas con fuerte clamor y Lágrimas al que le Podía librar de la muerte, fue Oído por su temor reverente.
8 – Aunque era Hijo, Aprendió la obediencia por lo que Padeció.
9 – Y habiendo sido perfeccionado, Llegó a ser Autor de eterna Salvación para todos los que le obedecen,
10 – y fue proclamado por Dios sumo sacerdote Según el orden de Melquisedec.
11 – De esto tenemos mucho que decir, aunque es Difícil de explicar, porque habéis llegado a ser tardos para Oír.
12 – Debiendo ser ya maestros por el tiempo transcurrido, de nuevo tenéis necesidad de que alguien os instruya desde los primeros rudimentos de las palabras de Dios. Habéis llegado a tener necesidad de leche y no de alimento Sólido.
13 – Pues todo el que se alimenta de leche no es capaz de entender la palabra de la justicia, porque Aún es niño.
14 – Pero el alimento Sólido es para los maduros, para los que por la Práctica tienen los sentidos entrenados para discernir entre el bien y el mal.

Capítulo 6

1 – Por tanto, dejando las doctrinas elementales de Cristo, sigamos adelante hasta la madurez, sin poner de nuevo el fundamento del arrepentimiento de obras muertas, de la fe en Dios,
2 – de la doctrina de bautismos, de la Imposición de manos, de la Resurrección de los muertos y del juicio eterno.
3 – Y esto haremos si es que Dios lo permite.
4 – Porque es imposible que los que fueron una vez iluminados, que gustaron del don celestial, que llegaron a ser participantes del Espíritu Santo,
5 – que también probaron la buena palabra de Dios y los poderes del mundo venidero,
6 – y después recayeron, sean otra vez renovados para arrepentimiento; puesto que crucifican de nuevo para Sí mismos al Hijo de Dios y le exponen a vituperio.
7 – Porque la tierra, que bebe la lluvia que muchas veces cae sobre ella y produce hierba para el provecho de aquellos que la cultivan, recibe la Bendición de Dios.
8 – Pero la que produce espinos y abrojos es desechada, Está cercana a la Maldición, y su fin es ser quemada.
9 – Pero aunque hablamos Así, oh amados, en cuanto a vosotros estamos persuadidos de cosas mejores que conducen a la Salvación.
10 – Porque Dios no es injusto para olvidar vuestra obra y el amor que habéis demostrado por su nombre, porque habéis atendido a los santos y lo Seguís haciendo.
11 – Pero deseamos que cada uno de vosotros muestre la misma diligencia para ir logrando plena certidumbre de la esperanza hasta el final,
12 – a fin de que no Seáis perezosos, sino imitadores de los que por la fe y la paciencia heredan las promesas.
13 – Porque cuando Dios hizo la promesa a Abraham, puesto que no Podía jurar por otro mayor, Juró por Sí mismo
14 – diciendo: De cierto te bendeciré con Bendición y te multiplicaré en gran manera.
15 – Y Así Abraham, esperando con suma paciencia, Alcanzó la promesa.
16 – Porque los hombres juran por el que es mayor que ellos, y para ellos el juramento para Confirmación pone fin a todas las controversias.
17 – Por esto Dios, queriendo demostrar de modo convincente a los herederos de la promesa la inmutabilidad de su consejo, interpuso juramento
18 – para que, por dos cosas inmutables en las cuales es imposible que Dios mienta, tengamos un Fortísimo consuelo los que hemos acudido para asirnos de la esperanza puesta por delante.
19 – Tenemos la esperanza como ancla del alma, segura y firme, y que penetra aun dentro del velo,
20 – donde Entró Jesús por nosotros como precursor, hecho sumo sacerdote para siempre Según el orden de Melquisedec.

– Ano Bíblico (Inglês).:

Book of Hebreus

Chapter 4

1 – Let us then, though we still have God´s word that we may come into his rest, go in fear that some of you may be unable to do so.
2 – And, truly, the good news came to us, even as it did to them; but the hearing of the word did them no good, because they were not united in faith with the true hearers.
3 – For those of us who have belief come into his rest; even as he has said, As I said in my oath when I was angry, They may not come into my rest: though the works were done from the time of the making of the world.
4 – For in one place he has said of the seventh day, And God had rest from all his works on the seventh day;
5 – And in the same place he says again, They will not come into my rest.
6 – So that as it is clear that some have to go in, and that the first hearers of the good news were not able to go in because they went against God´s orders,
7 – After a long time, again naming a certain day, he says in David, Today (as he had said before), Today if you will let his voice come to your ears, be not hard of heart,
8 – For if Joshua had given them rest, he would not have said anything about another day.
9 – So that there is still a Sabbath-keeping for the people of God.
10 – For the man who comes into his rest has had rest from his works, as God did from his.
11 – Because of this, let us have a strong desire to come into that rest, and let no one go after the example of those who went against God´s orders.
12 – For the word of God is living and full of power, and is sharper than any two-edged sword, cutting through and making a division even of the soul and the spirit, the bones and the muscles, and quick to see the thoughts and purposes of the heart.
13 – And there is nothing made which is not completely clear to him; there is nothing covered, but all things are open to the eyes of him with whom we have to do.
14 – Having then a great high priest, who has made his way through the heavens, even Jesus the Son of God, let us be strong in our faith.
15 – For we have not a high priest who is not able to be touched by the feelings of our feeble flesh; but we have one who has been tested in all points as we ourselves are tested, but without sin.
16 – Then let us come near to the seat of grace without fear, so that mercy may be given to us, and we may get grace for our help in time of need.

Chapter 5

1 – Every high priest who is taken from among men is given his position to take care of the interests of men in those things which have to do with God, so that he may make offerings for sins.
2 – He is able to have feeling for those who have no knowledge and for those who are wandering from the true way, because he himself is feeble;
3 – And being feeble, he has to make sin-offerings for himself as well as for the people.
4 – And no man who is not given authority by God, as Aaron was, takes this honour for himself.
5 – In the same way Christ did not take for himself the glory of being made a high priest, but was given it by him who said, You are my Son, this day I have given you being:
6 – As he says in another place, You are a priest for ever after the order of Melchizedek.
7 – Who in the days of his flesh, having sent up prayers and requests with strong crying and weeping to him who was able to give him salvation from death, had his prayer answered because of his fear of God.
8 – And though he was a Son, through the pain which he underwent, the knowledge came to him of what it was to be under God´s orders;
9 – And when he had been made complete, he became the giver of eternal salvation to all those who are under his orders;
10 – Being named by God a high priest of the order of Melchizedek.
11 – Of whom we have much to say which it is hard to make clear, because you are slow of hearing.
12 – And though by this time it would be right for you to be teachers, you still have need of someone to give you teaching about the first simple rules of God´s revelation; you have become like babies who have need of milk, and not of solid food.
13 – For everyone who takes milk is without experience of the word of righteousness: he is a child.
14 – But solid food is for men of full growth, even for those whose senses are trained by use to see what is good and what is evil.

Chapter 6

1 – For this reason let us go on from the first things about Christ to full growth; not building again that on which it is based, that is, the turning of the heart from dead works, and faith in God,
2 – The teaching of baptisms, and of the putting on of hands, and of the future life of the dead, and of the judging on the last day.
3 – Now we will do this, if God lets us.
4 – As for those who at one time saw the light, tasting the good things from heaven, and having their part in the Holy Spirit,
5 – With knowledge of the good word of God, and of the powers of the coming time,
6 – And then let themselves be turned away, it is not possible for their hearts to be made new a second time; because they themselves put the Son of God on the cross again, openly shaming him.
7 – For a land, drinking in the frequent rain and producing good plants for those for whom it is worked, has a blessing from God:
8 – But if it sends up thorns and evil plants, it is of no use and is ready to be cursed; its only end is to be burned.
9 – But, my loved ones, though we say this, we are certain that you have better things in you, things which go with salvation;
10 – For God is true, and will not put away from him the memory of your work and of your love for his name, in the help which you gave and still give to the saints.
11 – And it is our desire that you may all keep the same high purpose in certain hope to the end:
12 – So that you may not be slow in heart, but may take as your example those to whom God has given their heritage, because of their faith and their long waiting.
13 – For when God made his oath to Abraham, because there was no greater oath, he made it by himself,
14 – Saying, Be certain that I will give you my blessing, and make your numbers very great.
15 – And so, when he had been waiting calmly for a long time, God´s word to him was put into effect.
16 – For men at all times make their oaths by what is greater; and any argument is ended by the decision of the oath.
17 – So that when it was God´s desire to make it specially clear to those who by his word were to have the heritage, that his purpose was fixed, he made it more certain with an oath;
18 – So that we, who have gone in flight from danger to the hope which has been put before us, may have a strong comfort in two unchanging things, in which it is not possible for God to be false;
19 – And this hope is like a strong band for our souls, fixed and certain, and going in to that which is inside the veil;
20 – Where Jesus has gone before us, as a high priest for ever after the order of Melchizedek.

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Meditação Matinal de EGW (Português).:

Vislumbres do Éden Restaurado

“Ao vencedor, dar-te-ei que se alimente da árvore da vida que se encontra no paraíso de Deus”. Apoc. 2:7.
O jardim do Éden permaneceu sobre a Terra muito tempo depois que o homem fora expulso de suas deleitáveis veredas. Foi permitido à raça decaída por muito tempo contemplar o lar da inocência, estando a sua entrada vedada apenas pelos anjos vigilantes. A porta do Paraíso, guardada pelos querubins, revelava-se a glória divina. Para ali iam Adão e seus filhos a fim de adorarem a Deus. Ali renovaram seus votos de obediência àquela lei cuja transgressão os havia banido do Éden. Quando a onda de iniqüidade se propagou pelo mundo, e a impiedade dos homens determinou sua destruição por meio de um dilúvio de águas, a mão que plantara o Éden a retirou da Terra. Mas, na restauração final de todas as coisas, quando houver “um novo céu e unia nova Terra”, será restabelecido, mais gloriosamente adornado do que no princípio.
Então os que guardaram os mandamentos de Deus respirarão com um vigor imortal, por sob a árvore da vida e, através de infindáveis, séculos, os habitantes dos mundos que não pecaram contemplarão no jardim de delícias um modelo da obra perfeita da criação de Deus, intato da maldição do pecado – modelo do que teria sido a Terra inteira se tão-somente houvesse o homem cumprido o plano glorioso do Criador. – PP, 56.
Adão é reintegrado em seu primeira domínio. Em transportes de alegria, contempla as árvores que já foram o seu deleite – as mesmas árvores cujo fruto ele próprio colhera nos dias de sua inocência e alegria. Vê as videiras que sua própria mão tratara, as mesmas flores que com tanto prazer cuidara. Seu espírito apreende a realidade daquela cena; ele compreende que isso é na verdade o Éden restaurado. – GC, 645.
Restabelecidos à árvore da vida, no Éden há tanto tempo perdido, os remidos crescerão até à estatura completa da raça em sua glória primitiva. Os últimos traços da maldição do pecado serão removidos, e os fiéis de Cristo aparecerão “na beleza do Senhor nosso Deus”, refletindo no espírito, alma e corpo, a imagem perfeita de seu Senhor. Oh, maravilhosa redenção! Há tanto tempo objeto das cogitações, há tanto tempo esperada, contemplada com ávida expectativa, mas nunca entendida completamente! – GC, 642 e 643.
Ano Bíblico: Heb. 1-3. – Juvenis: Col. 4.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=100&p=352

– Meditação Matinal de EGW (Espanhol).:

SE RESTAURA EL JARDÍN DEL EDÉN

Al que venciere, le daré a comer del árbol de la vida, el cual está en medio del paraíso de Dios. (Apoc. 2: 7).
El huerto del Edén permaneció en la tierra mucho tiempo después que el hombre fuera expulsado de sus agradables senderos. (Véase Gén. 4: 16.) Durante mucho tiempo después, se le permitió a la raza caída contemplar de lejos el hogar de su inocencia, cuya entrada estaba vedada por los vigilantes ángeles. En la puerta del paraíso, custodiada por querubines, se revelaba la gloria divina. Allí iban Adán y sus hijos a adorar a Dios. Allí renovaban sus votos de obediencia a aquella ley cuya transgresión los había arrojado del Edén. Cuando la ola de iniquidad cubrió el mundo, y la maldad de los hombres trajo su destrucción por medio del diluvio, la mano que había plantado el Edén lo quitó de la tierra. Pero en la final restitución, cuando haya “un cielo nuevo, y una tierra nueva” (Apoc. 21: 1), ha de ser restaurado y más gloriosamente embellecido que al principio.
Entonces, los que hayan guardado los mandamientos de Dios respirarán llenos de inmortal vigor bajo el árbol de la vida; y a través de las edades sin fin los habitantes de los mundos sin pecado contemplarán en aquel huerto de delicias un modelo de la perfecta obra de la creación de Dios, incólume de la maldición del pecado, una muestra de lo que toda la tierra hubiera llegado a ser si el hombre hubiera cumplido el glorioso plan de Dios. *
Adán es restaurado a su primitiva soberanía. Transportado de dicha, contempla los árboles que fueron una vez su delicia; los mismos árboles cuyos frutos recogiera en los días de su feliz inocencia. Ve las vides que sus manos cultivaron, las mismas flores que se gozaba en cuidar en otros tiempos. Su espíritu abarca la escena; comprende que éste es en verdad el Edén restaurado. . .
Reintegrados en su derecho al árbol de la vida, en el Edén perdido desde hace tanto tiempo, los redimidos crecerán hasta alcanzar la estatura perfecta de la raza humana en su gloria primitiva. Las últimas señales de la maldición del pecado serán quitadas, y los fieles discípulos de Cristo aparecerán en “la hermosura de Jehová nuestro Dios”. *

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=101&p=352

– Meditação Matinal de EGW (Inglês).:

December 12 – Garden of Eden Restored

To him that overcometh will I give to eat of the tree of life, which is in the midst of the paradise of God. Rev. 2:7.
The Garden of Eden remained upon the earth long after man had become an outcast from its pleasant paths. The fallen race were long permitted to gaze upon the home of innocence, their entrance barred only by the watching angels. At the cherubim-guarded gate of Paradise the divine glory was revealed. Hither came Adam and his sons to worship God. Here they renewed their vows of obedience to that law the transgression of which had banished them from Eden. When the tide of iniquity overspread the world, and the wickedness of men determined their destruction by a flood of waters, the hand that had planted Eden withdrew it from the earth. But in the final restitution, when there shall be “a new heaven and a new earth” (Revelation 21:1), it is to be restored more gloriously adorned than at the beginning. {Mar 354.1}
Then they that have kept God”s commandments shall breathe in immortal vigour beneath the tree of life; and through unending ages the inhabitants of sinless worlds shall behold, in that garden of delight, a sample of the perfect work of God”s creation, untouched by the curse of sin–a sample of what the whole earth would have become, had man but fulfilled the Creator”s glorious plan. {Mar 354.2}
Adam is reinstated in his first dominion. Transported with joy, he beholds the trees that were once his delight–the very trees whose fruit he himself had gathered in the days of his innocence and joy. He sees the vines that his own hands have trained, the very flowers that he once loved to care for. His mind grasps the reality of the scene; he comprehends that this is indeed Eden restored. {Mar 354.3}
Restored to the tree of life in the long-lost Eden, the redeemed will “grow up” (Malachi 4:2) to the full stature of the race in its primeval glory. The last lingering traces of the curse of sin will be removed, and Christ”s faithful ones will appear in “the beauty of the Lord our God,” in mind and soul and body reflecting the perfect image of their Lord. Oh, wonderful redemption! long talked of, long hoped for, contemplated with eager anticipation, but never fully understood. {Mar 354.4}

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=129&p=352

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Mensagens para Evangelistas.:

A voz do Salvador era qual música aos ouvidos dos que se achavam habituados à pregação monótona e sem vida dos escribas e fariseus. Ele falava devagar e de modo impressivo, acentuando as palavras a que desejava que os ouvintes dessem especial atenção. … De grande valor é o poder da linguagem, e a voz deve ser cultivada para benefício daqueles com quem nos pomos em contato. Conselhos aos Professores, Pais e Estudantes, pág. 240.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=37&p=240

– Mensagens para Jovens.:

Exorto meus irmãos a animar os jovens a que conservem sempre a preciosidade e graça de Deus grandemente exaltadas. Trabalhai e orai constantemente pelo senso da preciosidade da verdadeira religião. Introduzi nela a bem-aventurança e o atrativo da santidade e da graça de Deus. Tenho sentido um peso a esse respeito, pois sei que é negligenciado. Mensagens aos Jovens, pág. 289.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=6&p=289

– Mensagens para Namorados.:

A princípio talvez o incrédulo não manifeste oposição; quando, porém, é apresentado à sua atenção o assunto da verdade bíblica, para que o considere, ergue-se imediatamente o sentimento: “Você casou comigo sabendo que eu era o que sou; não quero ser incomodado. Daqui em diante fique entendido que são proibidas as conversas sobre seus peculiares pontos de vista.” Caso o crente manifeste qualquer zelo especial com relação a sua fé, pareceria descortês para com aquele que não toma nenhum interesse na vida cristã. O crente raciocina que, nas novas relações, tem de conceder alguma coisa ao companheiro de sua escolha. São patrocinados entretenimentos sociais, mundanos. A princípio com grande relutância de sentimentos por parte do crente ao fazer isto, mas depois o interesse na verdade vai-se tornando cada vez menor, e a fé se transforma em dúvida e incredulidade. Ninguém haveria suspeitado que aquele outrora firme e consciencioso crente e consagrado seguidor de Cristopudesse se tor
nar um dia duvidoso, vacilante, como agora é. Oh! a mudança operada por aquele casamento imprudente! Testimonies, vol. 4, págs. 505 e 506. O Lar Adventista, págs. 65 e 66.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=16&p=65

– Mensagens para Pais.:

Os pais e professores não avaliam a grandeza da obra a eles dada na educação dos jovens. A experiência dos filhos de Israel foi-nos escrita, a nós, “para quem já são chegados os fins dos séculos”. I Cor. 10:11. Como no tempo deles, hoje também o Senhor quer que os filhos sejam ajuntados das escolas em que prevalecem influências mundanas, e sejam postos em nossas próprias escolas, onde se faz da Palavra de Deus o fundamento da educação. Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes, pág. 166.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=37&p=166

– Mensagens sobre Escola Sabatina.:

Os que se empenham na obra da Escola Sabatina devem ser pessoas que se tenham consagrado a Deus. Devem ser homens e mulheres fortes na fé, e de ardente compaixão, fervorosos de espírito e interessados em tudo que diz respeito à causa de Cristo. Devem entregar-se ao trabalho com abnegado esforço, qualquer que seja o sacrifício exigido, depondo-se sobre o altar e suplicando, com forte clamor e lágrimas, pela conversão dos jovens ao seu cuidado. Que toda ambição egoísta seja crucificada entre os que, na Escola Sabatina, desejam trabalhar para o Senhor, e “nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo”. Filip. 2:3. Que a primeira ambição do obreiro da Escola Sabatina seja a de educar jovens para, com simplicidade, cumprirem seu dever no temor de Deus. Conselhos Sobre a Escola Sabatina, pág. 155.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=15&p=155

– Mensagens sobre Saúde.:

Para muitos, o todo-absorvente objetivo da vida – o que justifica todos os dispêndios de labor – é estar em dia com o último estilo. Educação, saúde e conforto são sacrificados no altar da moda. Mesmo no arranjo da mesa a moda e a exibição exercem sua maléfica influência. O preparo saudável do alimento torna-se questão secundária. O servir grande quantidade de pratos absorve tempo, dinheiro e sobrecarga de trabalho, sem efetuar bem algum. Pode ser da moda servir meia dúzia de pratos numa refeição, mas esse costume arruina a saúde. É um costume que homens e mulheres de bom senso devem condenar, tanto pelo preceito como pelo exemplo. Tende um pouco de consideração pela vida de vossa cozinheira. “Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo, mais do que a vestimenta?” Mat. 6:25. Conselhos Sobre o Regime Alimentar, pág. 258.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=17&p=258

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Ano Bíblico (Português).:

Livro de Hebreus

Capítulo 1

1 – Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas,
2 – nestes últimos dias a nós nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, e por quem fez também o mundo;
3 – sendo ele o resplendor da sua glória e a expressa imagem do seu Ser, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo ele mesmo feito a purificação dos pecados, assentou-se à direita da Majestade nas alturas,
4 – feito tanto mais excelente do que os anjos, quanto herdou mais excelente nome do que eles.
5 – Pois a qual dos anjos disse jamais: Tu és meu Filho, hoje te gerei? E outra vez: Eu lhe serei Pai, e ele me será Filho?
6 – E outra vez, ao introduzir no mundo o primogênito, diz: E todos os anjos de Deus o adorem.
7 – Ora, quanto aos anjos, diz: Quem de seus anjos faz ventos, e de seus ministros labaredas de fogo.
8 – Mas do Filho diz: O teu trono, ó Deus, subsiste pelos séculos dos séculos, e cetro de eqüidade é o cetro do teu reino.
9 – Amaste a justiça e odiaste a iniqüidade; por isso Deus, o teu Deus, te ungiu com óleo de alegria, mais do que a teus companheiros;
10 – e: Tu, Senhor, no princípio fundaste a terra, e os céus são obras de tuas mãos;
11 – eles perecerão, mas tu permaneces; e todos eles, como roupa, envelhecerão,
12 – e qual um manto os enrolarás, e como roupa se mudarão; mas tu és o mesmo, e os teus anos não acabarão.
13 – Mas a qual dos anjos disse jamais: Assenta-te à minha direita até que eu ponha os teus inimigos por escabelo de teus pés?
14 – Não são todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a favor dos que hão de herdar a salvação?

Capítulo 2

1 – Por isso convém atentarmos mais diligentemente para as coisas que ouvimos, para que em tempo algum nos desviemos delas.
2 – Pois se a palavra falada pelos anjos permaneceu firme, e toda transgressão e desobediência recebeu justa retribuição,
3 – como escaparemos nós, se descuidarmos de tão grande salvação? A qual, tendo sido anunciada inicialmente pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram:
4 – testificando Deus juntamente com eles, por sinais e prodígios, e por múltiplos milagres e dons do Espírito Santo, distribuídos segundo a sua vontade.
5 – Porque não foi aos anjos que Deus sujeitou o mundo vindouro, de que falamos.
6 – Mas em certo lugar testificou alguém dizendo: Que é o homem, para que te lembres dele? ou o filho do homem, para que o visites?
7 – Fizeste-o um pouco menor que os anjos, de glória e de honra o coroaste,
8 – todas as coisas lhe sujeitaste debaixo dos pés. Ora, visto que lhe sujeitou todas as coisas, nada deixou que não lhe fosse sujeito. Mas agora ainda não vemos todas as coisas sujeitas a ele;
9 – vemos, porém, aquele que foi feito um pouco menor que os anjos, Jesus, coroado de glória e honra, por causa da paixão da morte, para que, pela graça de Deus, provasse a morte por todos.
10 – Porque convinha que aquele, para quem são todas as coisas, e por meio de quem tudo existe, em trazendo muitos filhos à glória, aperfeiçoasse pelos sofrimentos o autor da salvação deles.
11 – Pois tanto o que santifica como os que são santificados, vêm todos de um só; por esta causa ele não se envergonha de lhes chamar irmãos,
12 – dizendo: Anunciarei o teu nome a meus irmãos, cantar-te-ei louvores no meio da congregação.
13 – E outra vez: Porei nele a minha confiança. E ainda: Eis-me aqui, e os filhos que Deus me deu.
14 – Portanto, visto como os filhos são participantes comuns de carne e sangue, também ele semelhantemente participou das mesmas coisas, para que pela morte derrotasse aquele que tinha o poder da morte, isto é, o Diabo;
15 – e livrasse todos aqueles que, com medo da morte, estavam por toda a vida sujeitos à escravidão.
16 – Pois, na verdade, não presta auxílio aos anjos, mas sim à descendência de Abraão.
17 – Pelo que convinha que em tudo fosse feito semelhante a seus irmãos, para se tornar um sumo sacerdote misericordioso e fiel nas coisas concernentes a Deus, a fim de fazer propiciação pelos pecados do povo.
18 – Porque naquilo que ele mesmo, sendo tentado, padeceu, pode socorrer aos que são tentados.

Capítulo 3

1 – Pelo que, santos irmãos, participantes da vocação celestial, considerai o Apóstolo e Sumo Sacerdote da nossa confissão, Jesus,
2 – como ele foi fiel ao que o constituiu, assim como também o foi Moisés em toda a casa de Deus.
3 – Pois ele é tido por digno de tanto maior glória do que Moisés, quanto maior honra do que a casa tem aquele que a edificou.
4 – Porque toda casa é edificada por alguém, mas quem edificou todas as coisas é Deus.
5 – Moisés, na verdade, foi fiel em toda a casa de Deus, como servo, para testemunho das coisas que se haviam de anunciar;
6 – mas Cristo o é como Filho sobre a casa de Deus; a qual casa somos nós, se tão-somente conservarmos firmes até o fim a nossa confiança e a glória da esperança.
7 – Pelo que, como diz o Espírito Santo: Hoje, se ouvirdes a sua voz,
8 – não endureçais os vossos corações, como na provocação, no dia da tentação no deserto,
9 – onde vossos pais me tentaram, pondo-me à prova, e viram por quarenta anos as minhas obras.
10 – Por isto me indignei contra essa geração, e disse: Estes sempre erram em seu coração, e não chegaram a conhecer os meus caminhos.
11 – Assim jurei na minha ira: Não entrarão no meu descanso.
12 – Vede, irmãos, que nunca se ache em qualquer de vós um perverso coração de incredulidade, para se apartar do Deus vivo;
13 – antes exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado;
14 – porque nos temos tornado participantes de Cristo, se é que guardamos firme até o fim a nossa confiança inicial;
15 – enquanto se diz: Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações, como na provocação;
16 – pois quais os que, tendo-a ouvido, o provocaram? Não foram, porventura, todos os que saíram do Egito por meio de Moisés?
17 – E contra quem se indignou por quarenta anos? Não foi porventura contra os que pecaram, cujos corpos caíram no deserto?
18 – E a quem jurou que não entrariam no seu descanso, senão aos que foram desobedientes?
19 – E vemos que não puderam entrar por causa da incredulidade.

– Pergunta sobre o Ano Bíblico.:

Segundo a carta aos Hebreus, através de quem Deus fala ao ser humano hoje?
Resposta: “Pelo Filho” (Hebreus 1:1-2)

– Curiosidades Bíblicas.:

Que falso profeta lutou contra um profeta de Deus e morreu naquele mesmo ano por sua rebeldia contra o Senhor?
Resposta: Hananias. Jeremias 28:15,16,17.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/biblia.asp?lista=1&livro=24&capitulo=28

– Versos Bíblicos.:

Pois quem quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas quem perder a sua vida por amor de mim, esse a salvará. Lucas 9:24

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/biblia.asp?lista=1&livro=42&capitulo=9&verso=24

– Ano Bíblico (Espanhol).:

Libro de Hebreus

Capítulo 1

1 – Dios, habiendo hablado en otro tiempo muchas veces y de muchas maneras a los padres por los profetas,
2 – en estos últimos Días nos ha hablado por el Hijo, a quien Constituyó heredero de todo, y por medio de quien, asimismo, hizo el universo.
3 – El es el resplandor de su gloria y la Expresión exacta de su naturaleza, quien sustenta todas las cosas con la palabra de su poder. Y cuando Había hecho la Purificación de nuestros pecados, se Sentó a la diestra de la Majestad en las alturas.
4 – Fue hecho tanto superior a los ángeles, Así como el nombre que ha heredado es Más excelente que el de ellos.
5 – Porque, ¿a Cuál de los ángeles dijo Dios Jamás: Hijo Mío eres Tú; yo te he engendrado hoy; y otra vez: Yo seré para él, Padre; y él Será para Mí, Hijo?
6 – Otra vez, al introducir al Primogénito en el mundo, dice: Adórenle todos los ángeles de Dios.
7 – Y de los ángeles dice: El hace a sus ángeles vientos, y a sus servidores llama de fuego;
8 – mientras que del Hijo dice: Tu trono, oh Dios, es por los siglos de los siglos; cetro de rectitud es el cetro de tu reino.
9 – Amaste la justicia y aborreciste la iniquidad; por lo cual te Ungió Dios, el Dios tuyo, con aceite de Alegría, Más que a tus compañeros.
10 – Y: Tú, oh Señor, en el principio fundaste la tierra, y los cielos son obra de tus manos.
11 – Ellos Perecerán, pero Tú permaneces; todos ellos se Envejecerán como un vestido.
12 – Como a manto los Enrollarás, y Serán cambiados como vestido. Pero Tú eres el mismo, y tus años no se Acabarán.
13 – ¿Y a Cuál de sus ángeles ha dicho Jamás: Siéntate a mi diestra hasta que ponga a tus enemigos por estrado de tus pies?
14 – ¿Acaso no son todos Espíritus servidores, enviados para ministrar a favor de los que han de heredar la Salvación?

Capítulo 2

1 – Por lo tanto, es necesario que con Más diligencia atendamos a las cosas que hemos Oído, no sea que nos deslicemos.
2 – Pues si la palabra dicha por los ángeles fue firme, y toda Transgresión y desobediencia Recibió justa Retribución,
3 – ¿Cómo escaparemos nosotros si descuidamos una Salvación tan grande? Esta Salvación, que al principio fue declarada por el Señor, nos fue confirmada por medio de los que oyeron,
4 – dando Dios testimonio juntamente con ellos con señales, maravillas, diversos hechos poderosos y dones repartidos por el Espíritu Santo Según su voluntad.
5 – Porque no fue a los ángeles a quienes Dios Sometió el mundo venidero del cual hablamos.
6 – Pues alguien dio testimonio en un lugar, diciendo: ¿Qué es el hombre, para que te acuerdes de él, o el hijo del hombre, para que tengas cuidado de él?
7 – Le has hecho por poco tiempo menor que los ángeles; le coronaste de gloria y de honra;
8 – todas las cosas sometiste debajo de sus pies. Al someter a él todas las cosas, no Dejó nada que no esté sometido a él. Pero ahora no vemos Todavía todas las cosas sometidas a él.
9 – Sin embargo, vemos a Jesús, quien por poco tiempo fue hecho menor que los ángeles, coronado de gloria y honra por el padecimiento de la muerte, para que por la gracia de Dios gustase la muerte por todos.
10 – Porque le Convenía a Dios–por causa de quien y por medio de quien todas las cosas existen– perfeccionar al Autor de la Salvación de ellos, por medio de los padecimientos, para conducir a muchos hijos a la gloria.
11 – Pues tanto el que santifica como los que son santificados, todos provienen de uno. Por esta Razón, él no se avergüenza de llamarlos hermanos,
12 – diciendo: Anunciaré a mis hermanos tu nombre; en medio de la Congregación te alabaré.
13 – Y otra vez: Yo pondré mi confianza en él. Y otra vez: He Aquí, yo y los hijos que Dios me dio.
14 – Por tanto, puesto que los hijos han participado de carne y sangre, de igual manera él Participó también de lo mismo, para destruir por medio de la muerte al que Tenía el dominio sobre la muerte (éste es el diablo),
15 – y para librar a los que por el temor de la muerte estaban toda la vida condenados a esclavitud.
16 – Porque ciertamente él no Tomó para Sí a los ángeles, sino a la descendencia de Abraham.
17 – Por tanto, era preciso que en todo fuese hecho semejante a sus hermanos, a fin de ser un sumo sacerdote misericordioso y fiel en el servicio delante de Dios, para expiar los pecados del pueblo.
18 – Porque en cuanto él mismo Padeció siendo tentado, es poderoso para socorrer a los que son tentados.

Capítulo 3

1 – Por tanto, hermanos santos, participantes del llamamiento celestial, considerad a Jesús, el Apóstol y sumo sacerdote de nuestra Confesión.
2 – El era fiel al que le Constituyó, como también lo fue Moisés en toda la casa de Dios.
3 – Pero él ha sido estimado digno de una gloria superior a la de Moisés, por cuanto aquel que ha construido una casa tiene mayor dignidad que la casa.
4 – Porque toda casa es construida por alguien, pero el constructor de todas las cosas es Dios.
5 – Moisés fue fiel como siervo en toda la casa de Dios, para dar testimonio de lo que se Había de decir después.
6 – En cambio, Cristo es fiel como Hijo sobre su casa. Esta casa suya somos nosotros, si de veras retenemos la confianza y el gloriarnos de la esperanza.
7 – Por eso, como dice el Espíritu Santo: Si Oís hoy su voz,
8 – no Endurezcáis vuestros corazones como en la Provocación, en el Día de la prueba en el desierto,
9 – donde vuestros padres me pusieron a gran prueba y vieron mis obras durante cuarenta años.
10 – Por esta causa me enojé con aquella Generación y dije: “Ellos siempre se Desvían en su Corazón y no han conocido mis caminos.”
11 – Como juré en mi ira: “¡Jamás Entrarán en mi reposo!”
12 – Mirad, hermanos, que no haya en ninguno de vosotros un Corazón malo de incredulidad que os aparte del Dios vivo.
13 – Más bien, exhortaos los unos a los otros cada Día, mientras Aún se dice: “Hoy”, para que ninguno de vosotros se endurezca por el engaño del pecado.
14 – Porque hemos llegado a ser participantes de Cristo, si de veras retenemos el principio de nuestra confianza hasta el fin,
15 – entre tanto se dice: Si Oís hoy su voz, no Endurezcáis vuestros corazones como en la Provocación.
16 – Porque ¿quiénes fueron aquellos que habiendo Oído le provocaron? ¿No fueron todos los que salieron de Egipto con Moisés?
17 – ¿Y con quiénes se Disgustó durante cuarenta años? ¿No fue precisamente con los que pecaron, cuyos cuerpos cayeron en el desierto?
18 – ¿Y a quiénes Juró que no Entrarían en su reposo, sino a aquellos que no obedecieron?
19 – Y vemos que ellos no pudieron entrar debido a su incredulidad.

– Ano Bíblico (Inglês).:

Book of Hebreus

Chapter 1

1 – In times past the word of God came to our fathers through the prophets, in different parts and in different ways;
2 – But now, at the end of these days, it has come to us through his Son, to whom he has given all things for a heritage, and through whom he made the order of the generations;
3 – Who, being the outshining of his glory, the true image of his substance, supporting all things by the word of his power, having given himself as an offering making clean from sins, took his seat at the right hand of God in heaven;
4 – Having become by so much better than the angels, as the name which is his heritage is more noble than theirs.
5 – To which of the angels did God say at any time, You are my Son, this day I have given you being? or, I will be his Father, and he will be my Son?
6 – And again, when he is sending his only Son into the world, he says, Let all the angels of God give him worship.
7 – And of the angels he says, Who makes his angels winds, and his servants flames of fire:
8 – But of the Son he says, Your seat of power, O God, is for ever and ever; and the rod of your kingdom is a rod of righteousness.
9 – You have been a lover of righteousness and a hater of evil; and so God, your God, has put the oil of joy on your head more than on the heads of those who are with you.
10 – You, Lord, at the first did put the earth on its base, and the heavens are the works of your hands:
11 – They will come to their end; but you are for ever; they will become old as a robe;
12 – They will be rolled up like a cloth, even like a robe, and they will be changed: but you are the same and your years will have no end.
13 – But of which of the angels has he said at any time, Take your seat at my right hand till I put all those who are against you under your feet?
14 – Are they not all helping spirits, who are sent out as servants to those whose heritage will be salvation?

Chapter 2

1 – For this reason there is the more need for us to give attention to the things which have come to our ears, for fear that by chance we might be slipping away.
2 – Because if the word which came through the angels was fixed, and in the past every evil act against God´s orders was given its full punishment;
3 – What will come on us, if we do not give our minds to such a great salvation? a salvation of which our fathers first had knowledge through the words of the Lord, and which was made certain to us by those to whom his words came;
4 – And God was a witness with them, by signs and wonders, and by more than natural powers, and by his distribution of the Holy Spirit at his pleasure.
5 – For he did not make the angels rulers over the world to come, of which I am writing.
6 – But a certain writer has given his witness, saying, What is man, that you keep him in mind? what is the son of man, that you take him into account?
7 – You made him a little lower than the angels; you gave him a crown of glory and honour, and made him ruler over all the works of your hands:
8 – You put all things under his feet. For in making man the ruler over all things, God did not put anything outside his authority; though we do not see everything under him now.
9 – But we see him who was made a little lower than the angels, even Jesus, crowned with glory and honour, because he let himself be put to death so that by the grace of God he might undergo death for all men.
10 – Because it was right for him, for whom and through whom all things have being, in guiding his sons to glory, to make the captain of their salvation complete through pain.
11 – For he who makes holy and those who are made holy are all of one family; and for this reason it is no shame for him to give them the name of brothers,
12 – Saying, I will give the knowledge of your name to my brothers, I will make a song of praise to you before the church.
13 – And again he says, I will put my faith in him. And again, See, I am here, and the children which God has given to me.
14 – And because the children are flesh and blood, he took a body himself and became like them; so that by his death he might put an end to him who had the power of death, that is to say, the Evil One;
15 – And let those who all their lives were in chains because of their fear of death, go free.
16 – For, truly, he does not take on the life of angels, but that of the seed of Abraham.
17 – Because of this it was necessary for him to be made like his brothers in every way, so that he might be a high priest full of mercy and keeping faith in everything to do with God, making offerings for the sins of the people.
18 – For having been put to the test himself, he is able to give help to others when they are tested.

Chapter 3

1 – For this reason, holy brothers, marked out to have a part in heaven, give thought to Jesus the representative and high priest of our faith;
2 – Who kept faith with God who gave him his place, even as Moses did in all his house.
3 – And it was right for this man to have more honour than Moses, even as the builder of a house has more honour than the house.
4 – For every house has a builder; but the builder of all things is God.
5 – And Moses certainly kept faith as a servant, in all his house, and as a witness of those things which were to be said later;
6 – But Christ as a son, over his house; whose house are we, if we keep our hearts fixed in the glad and certain hope till the end.
7 – And so, as the Holy Spirit says, Today if you let his voice come to your ears,
8 – Be not hard of heart, as when you made me angry, on the day of testing in the waste land,
9 – When your fathers put me to the test, and saw my works for forty years.
10 – So that I was angry with this generation, and I said, Their hearts are in error at all times, and they have no knowledge of my ways;
11 – And being angry I made an oath, saying, They may not come into my rest.
12 – My brothers, take care that there is not by chance in any one of you an evil heart without belief, turning away from the living God:
13 – But give comfort to one another every day as long as it is still Today; so that no one among you may be made hard by the deceit of sin:
14 – For if we keep the substance of the faith which we had at the start, even till the end, we have a part with Christ;
15 – As it is said, Today if you will let his voice come to your ears, be not hard of heart, as when you made him angry.
16 – Who made him angry when his voice came to them? was it not all those who came out of Egypt with Moses?
17 – And with whom was he angry for forty years? was it not with those who did evil, who came to their deaths in the waste land?
18 – And to whom did he make an oath that they might not come into his rest? was it not to those who went against his orders?
19 – So we see that they were not able to go in because they had no belief.

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s