MEDITAÇÃO – MENSAGENS – ANO BÍBLICO

– Meditação Matinal de EGW (Português).:

A Vista Panorâmica Acima da Cidade Santa

“Porque importa que todos nós compareçamos perante o tribunal de Cristo para que cada um receba segundo o bem ou o mal que tiver feito, por meio do corpo”. II Cor. 5-10.
Por sobre o trono se revela a cruz, e semelhante a uma vista panorâmica aparecem as cenas da tentação e queda de Adão, e os passos sucessivos no grande plano para redimir os homens. O humilde nascimento do Salvador; Sua infância de simplicidade e obediência, Seu batismo no Jordão; o jejum e tentação no deserto; Seu ministério público, desvendando aos homens as mais preciosas bênçãos do Céu; os dias repletos de atos de amor e misericórdia, Suas noites de oração e vigília na solidão das montanhas; os tramas de inveja, ódio e maldade, com que eram retribuídos os Seus benefícios; a agonia terrível e misteriosa no Getsêmani, sob o peso esmagador dos pecados do mundo inteiro; Sua traição nas mãos da turba assassina; os tremendos acontecimentos daquela noite de horror – o “Prisioneiro que não opunha resistência, abandonado por Seus discípulos mais amados, rudemente empurrado pelas ruas de Jerusalém; o Filho de Deus exultantemente exibido perante Anás, citado ao palácio do sumo sacerdote, ao tribunal de Pilatos, perante o covarde e cruel Herodes, escarnecido, insultado, torturado e condenado à morte – tudo é vividamente esboçado.
E agora, perante a multidão agitada, revelam-se as cenas finais – o paciente Sofredor trilhando o caminho do Calvário, o “Príncipe do Céu suspenso na cruz; os altivos sacerdotes e a plebe zombeteira a escarnecer de Sua agonia mortal, as trevas sobrenaturais, a Terra a palpitar, as pedras despedaçadas, as sepulturas abertas, assinalando o momento em que o Redentor do mundo rendeu a vida. O terrível espetáculo aparece exatamente como foi. Satanás, seus anjos e súditos não têm poder para se desviarem do quadro que é a sua própria obra. Cada ator relembra a parte que desempenhou. … Todos contemplam a enormidade de seu crime. Em vão procuram ocultar-se da majestade divina de Seu rosto, mais resplandecente que o Sol, enquanto os remidos lançam suas coroas aos pés do Salvador, exclamando: “Ele morreu por mim” GC, 663 e 664.
Ano Bíblico: Gál. 4-6. – Juvenis: Atos 24.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=100&p=341

– Meditação Matinal de EGW (Espanhol).:

El Juicio Final y la Tierra Nueva

VISIÓN PANORÁMICA DE LOS SUFRIMIENTOS DE CRISTO
Es necesario que todos nosotros comparezcamos ante el tribunal de Cristo, para que cada uno reciba según lo que haya hecho mientras estaba en el cuerpo, sea bueno o sea malo. (2 Cor. 5: 10).
Por encima del trono se destaca la cruz; y como en vista panorámica aparecen las escenas de la tentación, la caída de Adán y las fases sucesivas del gran plan de redención. El humilde nacimiento del Salvador; su juventud pasada en la sencillez y en la obediencia; su bautismo en el Jordán; el ayuno y la tentación en el desierto; su ministerio público, que reveló a los hombres las bendiciones más preciosas del cielo; los días repletos de obras de amor y misericordia, y las noches pasadas en oración y vigilia en la soledad de los montes; las conspiraciones de la envidia, del odio y de la malicia con que se recompensaron sus beneficios; la terrible y misteriosa agonía en Getsemaní, bajo el peso anonadador de los pecados de todo el mundo; la traición que lo entregó en manos de la turba asesina; los terribles acontecimientos de esa noche de horror: el preso resignado y olvidado de sus discípulos más amados, arrastrado brutalmente por las calles de Jerusalén; el Hijo de Dios present
ado con visos de triunfo ante Anás, obligado a comparecer en el palacio del sumo sacerdote, en el pretorio de Pilato, ante el cobarde y cruel Herodes; ridiculizado, insultado, atormentado y condenado a muerte. Todo eso está representado a lo vivo.
Luego, ante las multitudes agitadas, se reproducen las escenas finales: el paciente Varón de dolores recorriendo el sendero del Calvario; el Príncipe del cielo colgado de la cruz; los sacerdotes altaneros y el populacho escarnecedor ridiculizando la agonía de la muerte; la oscuridad sobrenatural; el temblor de la tierra, las rocas destrozadas y los sepulcros abiertos que señalaron el momento en que expiró el Redentor del mundo.
La escena terrible se presenta con toda exactitud. Satanás, sus ángeles y sus súbditos no pueden apartar los ojos del cuadro que representa su propia obra. Cada actor recuerda el papel que desempeñó. . . Todos contemplan la enormidad de su culpa. En vano procuran esconderse ante la divina majestad de su presencia que sobrepuja el resplandor del sol, mientras que los redimidos echan sus coronas a los pies del Salvador, exclamando: “¡Él murió por mí!” *

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=101&p=341

– Meditação Matinal de EGW (Inglês).:

December 1 – The Panoramic Scene Above the Holy City

We must all appear before the judgment seat of Christ; that every one may receive the things done in his body, according to that he hath done, whether it be good or bad. 2 Cor. 5:10.
Above the throne is revealed the cross; and like a panoramic view appear the scenes of Adam”s temptation and fall, and the successive steps in the great plan of redemption. The Saviour”s lowly birth; His early life of simplicity and obedience; His baptism in Jordan; the fast and temptation in the wilderness; His public ministry, unfolding to men heaven”s most precious blessings; the days crowded with deeds of love and mercy, the nights of prayer and watching in the solitude of the mountains; the plottings of envy, hate, and malice which repaid His benefits; the awful, mysterious agony in Gethsemane beneath the crushing weight of the sins of the whole world; His betrayal into the hands of the murderous mob; the fearful events of that night of horror–the unresisting prisoner, forsaken by His best-loved disciples, rudely hurried through the streets of Jerusalem; the Son of God exultingly displayed before Annas, arraigned in the high priest”s palace, in the judgment hall of Pila
te, before the cowardly and cruel Herod, mocked, insulted, tortured, and condemned to die–all are vividly portrayed. {Mar 343.1}
And now before the swaying multitude are revealed the final scenes–the patient Sufferer treading the path to Calvary; the Prince of heaven hanging upon the cross; the haughty priests and the jeering rabble deriding His expiring agony; the supernatural darkness; the heaving earth, the rent rocks, the open graves, marking the moment when the world”s Redeemer yielded up His life. {Mar 343.2}
The awful spectacle appears just as it was. Satan, his angels, and his subjects have no power to turn from the picture of their own work. Each actor recalls the part which he performed. . . . All behold the enormity of their guilt. They vainly seek to hide from the divine majesty of His countenance, outshining the glory of the sun, while the redeemed cast their crowns at the Saviour”s feet, exclaiming: “He died for me!” {Mar 343.3}

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=129&p=341

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Mensagens para Evangelistas.:

O caráter é um poder. O testemunho silencioso de uma vida sincera, desinteressada e pia, exerce influência quase irresistível. Manifestando em nossa vida o caráter de Cristo, com Ele cooperamos na obra de salvar almas. Somente revelando em nossa vida o Seu caráter é que podemos com Ele colaborar. E quanto mais vasta a esfera de nossa influência, tanto maior bem podemos fazer. Parábolas de Jesus, pág. 340.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=33&p=340

– Mensagens para Jovens.:

Satanás sabe que, em alto grau, o espírito é afetado por aquilo de que se alimenta. Está tentando dirigir tanto os jovens como os de idade madura à leitura de romances, contos e outra literatura. Os leitores de tal literatura tornam-se incapazes para os deveres que têm pela frente. Vivem uma vida irreal, não sentindo desejo de buscar as Escrituras para se alimentar do maná celeste. A mente que necessita se robustecer é enfraquecida, perdendo o poder de estudar as grandes verdades relacionadas com a missão e obra de Cristo – verdades que revigorariam a mente, despertariam a imaginação, ateando um forte e fervoroso desejo de vencer assim como Cristo venceu. Mensagens aos Jovens, págs. 271 e 272.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=6&p=271

– Mensagens para Namorados.:

As idéias de namoro têm seu fundamento em idéias errôneas acerca do casamento. Seguem o impulso e a paixão cega. A corte é feita num espírito de flerte. As partes transgridem com freqüência as regras da modéstia e do recato e são culpadas de indiscrição, se é que não transgridem a lei de Deus. O elevado, nobre e sublime desígnio de Deus na instituição do casamento não é discernido; portanto as mais puras afeições do coração, os mais nobres traços de caráter não são desenvolvidos. Nem uma palavra deve ser proferida, nem uma ação praticada, que não queirais que os santos anjos contemplem e registrem nos livros do alto. Deveis ter em vista unicamente a glória de Deus. O coração só deve ter afeição pura, santificada, digna dos seguidores de Jesus Cristo, exaltada em sua natureza, e mais celeste que terrena. Qualquer coisa diferente é aviltante, degradante no namoro; e o casamento não pode ser santo e honroso aos olhos de um Deus puro e santo, a menos que seja segundo os exaltados
princípios bíblicos. Manuscrito 4a, 1885. O Lar Adventista, pág. 55.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=16&p=55

– Mensagens para Pais.:

À medida que avançarmos no estabelecimento de escolas de igreja, encontraremos uma obra a fazer-se em prol das crianças nos lugares em que se julgou não se poder manter uma escola. Tanto quanto possível, todos os nossos filhos devem ter o privilégio de uma educação cristã. A fim de provê-la, devemos algumas vezes estabelecer escolas no lar. Bom seria se várias famílias da vizinhança se unissem para empregar um professor humilde, temente a Deus, a fim de dar aos pais o auxílio que é necessário na educação dos filhos. Isso será uma grande bênção a muitos grupos isolados de observadores do sábado, e um plano mais agradável ao Senhor do que aquele que algumas vezes tem sido seguido, de mandar de casa tenras crianças, a freqüentar uma de nossas escolas maiores. Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes, pág. 158.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=37&p=158

– Mensagens sobre Escola Sabatina.:

O professor não deve limitar-se a repetir as palavras da lição, mas precisa estar familiarizado não só com as palavras como com as idéias. Todo professor, antes de assumir a direção de sua classe, deve ter distintamente delineados na mente planos referentes ao que precisa fazer naquele dia e naquela ocasião. Recitar uma lição perante a classe não é ensiná-la; deveis ter palavras simples, e expor clara e distintamente as idéias. Assegurai-vos de que vossos alunos vos entendem. Se não vos compreendem as idéias, vosso trabalho está perdido. Não toqueis levemente a superfície; cavai fundo. A Bíblia é a regra e guia da vida. A mente e o coração dos jovens devem ser levados em contato imediato com a sã doutrina; assim produzirão frutos, pois se verá a prática sã, como resultado de vossos esforços. Testimonies on Sabbath School Work, pág. 24 e Conselhos Sobre a Escola Sabatina, págs. 118 e 119.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=15&p=118

– Mensagens sobre Saúde.:

Muitos dos que adotam a reforma alimentar se queixam de que não se dão bem com ela; depois de sentar-me à sua mesa, porém, chego à conclusão de que não é a reforma que tem a culpa, mas a comida deficientemente preparada. Apelo para homens e mulheres a quem Deus deu inteligência: Aprendam a cozinhar. Não cometo nenhum erro quando digo “homens”, pois eles, da mesma maneira que as mulheres, precisam compreender o preparo simples e saudável do alimento. Suas ocupações levam-nos muitas vezes a lugares onde não lhes é possível obter comida saudável. Poderão ser chamados a passar dias e até semanas entre famílias inteiramente ignorantes a esse respeito. Então, caso possuam o conhecimento, poderão usá-lo bem. Christian Temperance and Bible Hygiene, págs. 56 e 57 e Conselhos Sobre o Regime Alimentar, pág. 253.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=17&p=253

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Ano Bíblico (Português).:

Livro de Gálatas

Capítulo 4

1 – Ora, digo que por todo o tempo em que o herdeiro é menino, em nada difere de um servo, ainda que seja senhor de tudo;
2 – mas está debaixo de tutores e curadores até o tempo determinado pelo pai.
3 – Assim também nós, quando éramos meninos, estávamos reduzidos à servidão debaixo dos rudimentos do mundo;
4 – mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido debaixo de lei,
5 – para resgatar os que estavam debaixo de lei, a fim de recebermos a adoção de filhos.
6 – E, porque sois filhos, Deus enviou aos nossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai.
7 – Portanto já não és mais servo, mas filho; e se és filho, és também herdeiro por Deus.
8 – Outrora, quando não conhecíeis a Deus, servíeis aos que por natureza não são deuses;
9 – agora, porém, que já conheceis a Deus, ou, melhor, sendo conhecidos por Deus, como tornais outra vez a esses rudimentos fracos e pobres, aos quais de novo quereis servir?
10 – Guardais dias, e meses, e tempos, e anos.
11 – Temo a vosso respeito não haja eu trabalhado em vão entre vós.
12 – Irmãos, rogo-vos que vos torneis como eu, porque também eu me tornei como vós. Nenhum mal me fizestes;
13 – e vós sabeis que por causa de uma enfermidade da carne vos anunciei o evangelho a primeira vez,
14 – e aquilo que na minha carne era para vós uma tentação, não o desprezastes nem o repelistes, antes me recebestes como a um anjo de Deus, mesmo como a Cristo Jesus.
15 – Onde está, pois, aquela vossa satisfação? Porque vos dou testemunho de que, se possível fora, teríeis arrancado os vossos olhos, e mos teríeis dado.
16 – Tornei-me acaso vosso inimigo, porque vos disse a verdade?
17 – Eles vos procuram zelosamente não com bons motivos, mas querem vos excluir, para que zelosamente os procureis a eles.
18 – No que é bom, é bom serdes sempre procurados, e não só quando estou presente convosco.
19 – Meus filhinhos, por quem de novo sinto as dores de parto, até que Cristo seja formado em vós;
20 – eu bem quisera estar presente convosco agora, e mudar o tom da minha voz; porque estou perplexo a vosso respeito.
21 – Dizei-me, os que quereis estar debaixo da lei, não ouvis vós a lei?
22 – Porque está escrito que Abraão teve dois filhos, um da escrava, e outro da livre.
23 – Todavia o que era da escrava nasceu segundo a carne, mas, o que era da livre, por promessa.
24 – O que se entende por alegoria: pois essas mulheres são dois pactos; um do monte Sinai, que dá à luz filhos para a servidão, e que é Agar.
25 – Ora, esta Agar é o monte Sinai na Arábia e corresponde à Jerusalém atual, pois é escrava com seus filhos.
26 – Mas a Jerusalém que é de cima é livre; a qual é nossa mãe.
27 – Pois está escrito: Alegra-te, estéril, que não dás à luz; esforça-te e clama, tu que não estás de parto; porque mais são os filhos da desolada do que os da que tem marido.
28 – Ora vós, irmãos, sois filhos da promessa, como Isaque.
29 – Mas, como naquele tempo o que nasceu segundo a carne perseguia ao que nasceu segundo o Espírito, assim é também agora.
30 – Que diz, porém, a Escritura? Lança fora a escrava e seu filho, porque de modo algum o filho da escrava herdará com o filho da livre.
31 – Pelo que, irmãos, não somos filhos da escrava, mas da livre.

Capítulo 5

1 – Para a liberdade Cristo nos libertou; permanecei, pois, firmes e não vos dobreis novamente a um jogo de escravidão.
2 – Eis que eu, Paulo, vos digo que, se vos deixardes circuncidar, Cristo de nada vos aproveitará.
3 – E de novo testifico a todo homem que se deixa circuncidar, que está obrigado a guardar toda a lei.
4 – Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça decaístes.
5 – Nós, entretanto, pelo Espírito aguardamos a esperança da justiça que provém da fé.
6 – Porque em Cristo Jesus nem a circuncisão nem a incircuncisão vale coisa alguma; mas sim a fé que opera pelo amor.
7 – Corríeis bem; quem vos impediu de obedecer à verdade?
8 – Esta persuasão não vem daquele que vos chama.
9 – Um pouco de fermento leveda a massa toda.
10 – Confio de vós, no Senhor, que de outro modo não haveis de pensar; mas aquele que vos perturba, seja quem for, sofrerá a condenação.
11 – Eu, porém, irmãos, se é que prego ainda a circuncisão, por que ainda sou perseguido? Nesse caso o escândalo da cruz estaria aniquilado.
12 – Oxalá se mutilassem aqueles que vos andam inquietando.
13 – Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Mas não useis da liberdade para dar ocasião à carne, antes pelo amor servi-vos uns aos outros.
14 – Pois toda a lei se cumpre numa só palavra, a saber: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo.
15 – Se vós, porém, vos mordeis e devorais uns aos outros, vede não vos consumais uns aos outros.
16 – Digo, porém: Andai pelo Espírito, e não haveis de cumprir a cobiça da carne.
17 – Porque a carne luta contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes se opõem um ao outro, para que não façais o que quereis.
18 – Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei.
19 – Ora, as obras da carne são manifestas, as quais são: a prostituição, a impureza, a lascívia,
20 – a idolatria, a feitiçaria, as inimizades, as contendas, os ciúmes, as iras, as facções, as dissensões, os partidos,
21 – as invejas, as bebedices, as orgias, e coisas semelhantes a estas, contra as quais vos previno, como já antes vos preveni, que os que tais coisas praticam não herdarão o reino de Deus.
22 – Mas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade.
23 – a mansidão, o domínio próprio; contra estas coisas não há lei.
24 – E os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências.
25 – Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito.
26 – Não nos tornemos vangloriosos, provocando-nos uns aos outros, invejando-nos uns aos outros.

Capítulo 6

1 – Irmãos, se um homem chegar a ser surpreendido em algum delito, vós que sois espirituais corrigi o tal com espírito de mansidão; e olha por ti mesmo, para que também tu não sejas tentado.
2 – Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo.
3 – Pois, se alguém pensa ser alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo.
4 – Mas prove cada um a sua própria obra, e então terá motivo de glória somente em si mesmo, e não em outrem;
5 – porque cada qual levará o seu próprio fardo.
6 – E o que está sendo instruído na palavra, faça participante em todas as boas coisas aquele que o instrui.
7 – Não vos enganeis; Deus não se deixa escarnecer; pois tudo o que o homem semear, isso também ceifará.
8 – Porque quem semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas quem semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna.
9 – E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido.
10 – Então, enquanto temos oportunidade, façamos bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé.
11 – Vede com que grandes letras vos escrevo com minha própria mão.
12 – Todos os que querem ostentar boa aparência na carne, esses vos obrigam a circuncidar-vos, somente para não serem perseguidos por causa da cruz de Cristo.
13 – Porque nem ainda esses mesmos que se circuncidam guardam a lei, mas querem que vos circuncideis, para se gloriarem na vossa carne.
14 – Mas longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo.
15 – Pois nem a circuncisão nem a incircuncisão é coisa alguma, mas sim o ser uma nova criatura.
16 – E a todos quantos andarem conforme esta norma, paz e misericórdia sejam sobre eles e sobre o Israel de Deus.
17 – Daqui em diante ninguém me moleste; porque eu trago no meu corpo as marcas de Jesus.
18 – A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja, irmãos, com o vosso espírito. Amém.

– Pergunta sobre o Ano Bíblico.:

Que duas mulheres Paulo usou como ilustração das duas alianças, na carta aos Gálatas?
Resposta: Sara e Hagar (Gálatas 4:21-31)

– Curiosidades Bíblicas.:

Qual o nome do servo de Deus que teve seus filhos mortos por um tufão?
Resposta: Jó. Jó 1:18,19.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/biblia.asp?lista=1&livro=18&capitulo=1

– Versos Bíblicos.:

Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as põe em prática, será comparado a um homem prudente, que edificou a casa sobre a rocha. Mateus 7:24

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/biblia.asp?lista=1&livro=40&capitulo=7&verso=24

– Ano Bíblico (Espanhol).:

Libro de Gálatas

Capítulo 4

1 – Digo, Además, que entre tanto que el heredero es niño, en nada difiere del esclavo, aunque es señor de todo;
2 – Más bien, Está bajo guardianes y mayordomos hasta el tiempo señalado por su padre.
3 – De igual modo nosotros también, cuando éramos niños, éramos esclavos sujetos a los principios elementales del mundo.
4 – Pero cuando vino la plenitud del tiempo, Dios Envió a su Hijo, nacido de mujer y nacido bajo la ley,
5 – para que redimiese a los que estaban bajo la ley, a fin de que recibiésemos la Adopción de hijos.
6 – Y por cuanto sois hijos, Dios Envió a nuestros corazones el Espíritu de su Hijo, que clama: “Abba, Padre.”
7 – Así que ya no eres Más esclavo, sino hijo; y si hijo, también eres heredero por medio de Dios.
8 – Sin embargo, en otro tiempo, cuando no Habíais conocido a Dios, servisteis a los que por naturaleza no son dioses.
9 – En cambio, ahora que habéis conocido a Dios, o mejor dicho, ya que habéis sido conocidos por Dios, ¿Cómo es que os volvéis de nuevo a los débiles y pobres principios elementales? ¿Queréis volver a servirlos otra vez?
10 – ¡Vosotros Guardáis los Días, los meses, las estaciones y los años!
11 – Me temo por vosotros, que yo haya trabajado en vano a vuestro favor.
12 – Os ruego, hermanos, que os Hagáis como yo, ya que yo me hice como vosotros. No me habéis hecho Ningún agravio.
13 – Sabéis que fue a causa de una debilidad Física que os anuncié el evangelio la primera vez;
14 – y lo que en mi cuerpo era prueba para vosotros, no lo desechasteis ni lo menospreciasteis. Al contrario, me recibisteis como a un ángel de Dios, como a Cristo Jesús.
15 – ¿Dónde Está, pues, vuestra bienaventuranza? Porque os doy testimonio de que si hubiera sido posible, os Habríais sacado vuestros ojos para Dármelos.
16 – ¿Resulta que ahora me he hecho vuestro enemigo por deciros la verdad?
17 – Ellos tienen celo por vosotros, pero no para bien; al contrario, quieren aislaros para que vosotros Tengáis celo por ellos.
18 – Bueno es ser siempre celosos del bien, y no solamente cuando estoy presente con vosotros.
19 – Hijitos Míos, por quienes vuelvo a sufrir dolores de parto hasta que Cristo sea formado en vosotros,
20 – yo quisiera estar ahora con vosotros y cambiar el tono de mi voz, porque estoy perplejo en cuanto a vosotros.
21 – Decidme, los que queréis estar bajo la ley: ¿No Escucháis la ley?
22 – Porque escrito Está que Abraham tuvo dos hijos: uno de la esclava y otro de la libre.
23 – Pero mientras que el de la esclava Nació Según la carne, el de la libre Nació por medio de la promesa.
24 – En estas cosas hay una Alegoría, pues estas mujeres son dos pactos: Agar es el pacto del monte Sinaí que Engendró hijos para esclavitud.
25 – Porque Agar representa a Sinaí, montaña que Está en Arabia y corresponde a la Jerusalén actual, la cual es esclava juntamente con sus hijos.
26 – Pero la Jerusalén de arriba, la cual es nuestra madre, es libre;
27 – porque Está escrito: Alégrate, oh estéril, que no das a luz; prorrumpe en grito de Júbilo y levanta la voz, Tú que no Estás de parto; porque Más son los hijos de la desolada que los de la que tiene marido.
28 – Ahora bien, hermanos, vosotros sois hijos de la promesa tal como Isaac.
29 – Pero como en aquel tiempo, el que fue engendrado Según la carne Perseguía al que Había nacido Según el Espíritu, Así es ahora también.
30 – Pero, ¿qué dice la Escritura? Echa fuera a la esclava y a su hijo; porque Jamás Será heredero el hijo de la esclava con el hijo de la libre.
31 – Así que, hermanos, no somos hijos de la esclava, sino de la libre.

Capítulo 5

1 – Estad, pues, firmes en la libertad con que Cristo nos hizo libres, y no os Pongáis otra vez bajo el yugo de la esclavitud.
2 – He Aquí yo, Pablo, os digo que si os Dejáis circuncidar, de nada os Aprovechará Cristo.
3 – Y otra vez declaro a todo hombre que acepta ser circuncidado, que Está obligado a cumplir toda la ley.
4 – Vosotros que pretendéis ser justificados en la ley, ¡habéis quedado desligados de Cristo y de la gracia habéis Caído!
5 – Porque nosotros por el Espíritu aguardamos por la fe la esperanza de la justicia.
6 – Pues en Cristo Jesús ni la Circuncisión ni la Incircuncisión valen nada, sino la fe que Actúa por medio del amor.
7 – Corríais bien. ¿Quién os Estorbó para no obedecer a la verdad?
8 – Tal Persuasión no proviene de aquel que os llama.
9 – Un poquito de levadura leuda toda la masa.
10 – Yo Confío en el Señor con respecto a vosotros que no pensaréis de ninguna otra manera; y el que os inquieta Llevará su castigo, sea quien sea.
11 – Pero con respecto a Mí, hermanos, si Todavía predico la Circuncisión, ¿por qué Aún soy perseguido? En tal caso, se Habría quitado el tropiezo de la cruz.
12 – ¡Ojalá se mutilasen los que os perturban!
13 – Vosotros fuisteis llamados a la libertad, hermanos; solamente que no uséis la libertad como pretexto para la carnalidad. Más bien, Servíos los unos a los otros por medio del amor,
14 – porque toda la ley se ha resumido en un solo precepto: Amarás a tu Prójimo como a ti mismo.
15 – Pero si os mordéis y os coméis los unos a los otros, mirad que no Seáis consumidos los unos por los otros.
16 – Digo, pues: Andad en el Espíritu, y Así Jamás satisfaréis los malos deseos de la carne.
17 – Porque la carne desea lo que es contrario al Espíritu, y el Espíritu lo que es contrario a la carne. Ambos se oponen mutuamente, para que no Hagáis lo que quisierais.
18 – Pero si sois guiados por el Espíritu, no Estáis bajo la ley.
19 – Ahora bien, las obras de la carne son evidentes. Estas son: Fornicación, impureza, desenfreno,
20 – Idolatría, Hechicería, enemistades, pleitos, celos, ira, contiendas, disensiones, partidismos,
21 – envidia, borracheras, Orgías y cosas semejantes a éstas, de las cuales os advierto, como ya lo hice antes, que los que hacen tales cosas no Heredarán el reino de Dios.
22 – Pero el fruto del Espíritu es: amor, gozo, paz, paciencia, benignidad, bondad, fe,
23 – mansedumbre y dominio propio. Contra tales cosas no hay ley,
24 – porque los que son de Cristo Jesús han crucificado la carne con sus pasiones y deseos.
25 – Ahora que vivimos en el Espíritu, andemos en el Espíritu.
26 – No seamos vanidosos, Irritándonos unos a otros y Envidiándonos unos a otros.

Capítulo 6

1 – Hermanos, en caso de que alguien se encuentre enredado en alguna Transgresión, vosotros que sois espirituales, restaurad al tal con Espíritu de mansedumbre, Considerándote a ti mismo, no sea que Tú también seas tentado.
2 – Sobrellevad los unos las cargas de los otros y de esta manera cumpliréis la ley de Cristo.
3 – Porque si alguien estima que es algo, no siendo nada, a Sí mismo se engaña.
4 – Así que, examine cada uno su obra, y entonces Tendrá motivo de orgullo Sólo en Sí mismo y no en otro;
5 – porque cada cual Llevará su propia carga.
6 – El que recibe Instrucción en la palabra comparta toda cosa buena con quien le instruye.
7 – No os engañéis; Dios no puede ser burlado. Todo lo que el hombre siembre, eso mismo Cosechará.
8 – Porque el que siembra para su carne, de la carne Cosechará Corrupción; pero el que siembra para el Espíritu, del Espíritu Cosechará vida eterna.
9 – No nos cansemos, pues, de hacer el bien; porque a su tiempo cosecharemos, si no desmayamos.
10 – Por lo tanto, mientras tengamos oportunidad, hagamos el bien a todos, y en especial a los de la familia de la fe.
11 – Mirad con Cuán grandes letras os escribo con mi propia mano.
12 – Aquellos que quieren tener el visto bueno en la carne os obligan a ser circuncidados, solamente para no ser perseguidos a causa de la cruz de Cristo.
13 – Pues ni los que son circuncidados guardan la ley; sin embargo, quieren que vosotros Seáis circuncidados para gloriarse en vuestra carne.
14 – Pero lejos esté de Mí el gloriarme sino en la cruz de nuestro Señor Jesucristo, por medio de quien el mundo me ha sido crucificado a Mí y yo al mundo.
15 – Porque ni la Circuncisión ni la Incircuncisión valen nada, sino la nueva criatura.
16 – Para todos los que anden Según esta regla, paz y misericordia sean sobre ellos, y sobre el Israel de Dios.
17 – De Aquí en adelante nadie me cause dificultades, pues llevo en mi cuerpo las marcas de Jesús.
18 – La gracia de nuestro Señor Jesucristo sea con vuestro Espíritu, hermanos. Amén.

– Ano Bíblico (Inglês).:

Book of Gálatas

Chapter 4

1 – But I say that as long as the son is a child, he is in no way different from a servant, though he is lord of all;
2 – But is under keepers and managers till the time fixed by the father.
3 – So we, when we were young, were kept under the first rules of the world;
4 – But when the time had come, God sent out his Son, made of a woman, made under the law,
5 – That he might make them free who were under the law, and that we might be given the place of sons.
6 – And because you are sons, God has sent out the Spirit of his Son into our hearts, saying, Abba, Father.
7 – So that you are no longer a servant, but a son; and if a son, then the heritage of God is yours.
8 – But at that time, having no knowledge of God, you were servants to those who by right are no gods:
9 – But now that you have come to have knowledge of God, or more truly, God has knowledge of you, how is it that you go back again to the poor and feeble first things, desiring to be servants to them again?
10 – You keep days, and months, and fixed times, and years.
11 – I am in fear of you, that I may have been working for you to no purpose.
12 – My desire for you, brothers, is that you may be as I am, because I am as you are. You have done me no wrong;
13 – But you have knowledge that with a feeble body I was preaching the good news to you the first time;
14 – And you did not have a poor opinion of me because of the trouble in my flesh, or put shame on it; but you took me to your hearts as an angel of God, even as Christ Jesus.
15 – Where then is that happy condition of yours? because I give you witness, that, if possible, you would have taken out your eyes and given them to me.
16 – So then am I no longer your friend, because I give you true words?
17 – Their interest in you is not good; but their desire is that you may be shut out, so that you may go after them.
18 – But it is good to have an interest in a good cause at all times, and not only when I am present with you.
19 – My children, of whom I am again in birth-pains till Christ is formed in you,
20 – Truly my desire is to be present with you now, using a changed voice; for I am troubled about you.
21 – Say, you whose desire it is to be under the law, do you not give ear to the law?
22 – Because it is in the Writings, that Abraham had two sons, one by the servant-woman, and one by the free woman.
23 – Now the son by the servant-woman has his birth after the flesh; but the son by the free woman has his birth through the undertaking of God.
24 – Which things have a secret sense; because these women are the two agreements; one from the mountain of Sinai, giving birth to servants, which is Hagar.
25 – Now this Hagar is the mountain Sinai in Arabia, and is the image of the Jerusalem which now is: which is a servant with her children.
26 – But the Jerusalem on high is free, which is our mother.
27 – For it is in the Writings, You who have never given birth, be glad; give cries of joy, you who have had no birth-pains; for the children of her who has been given up by her husband are more than those of the woman who has a husband.
28 – Now we, brothers, as Isaac was, are the children of the undertaking of God.
29 – But as in those days he who had birth after the flesh was cruel to him who had birth after the Spirit, even so it is now.
30 – What then do the Writings say? Send away the servant-woman and her son; for the son of the servant-woman will not have a part in the heritage with the son of the free woman.
31 – So, brothers, we are not children of the servant-woman, but of the free woman.

Chapter 5

1 – Christ has truly made us free: then keep your free condition and let no man put a yoke on you again.
2 – See, I Paul say to you, that if you undergo circumcision, Christ will be of no use to you.
3 – Yes, I give witness again to every man who undergoes circumcision, that he will have to keep all the law.
4 – You are cut off from Christ, you who would have righteousness by the law; you are turned away from grace.
5 – For we through the Spirit by faith are waiting for the hope of righteousness.
6 – Because in Christ Jesus, having circumcision or not having circumcision are equally of no profit; but only faith working through love.
7 – You were going on well; who was the cause of your not giving ear to what is true?
8 – This ready belief did not come from him who had made you his.
9 – A little leaven makes a change in all the mass.
10 – I am certain about you in the Lord, that you will be of no other mind; but he who is troubling you will have his punishment, whoever he is.
11 – But I, brothers, if I am still preaching circumcision, why am I still attacked? then has the shame of the cross been taken away.
12 – My desire is that they who give you trouble might even be cut off themselves.
13 – Because you, brothers, were marked out to be free; only do not make use of your free condition to give the flesh its chance, but through love be servants one to another.
14 – For all the law is made complete in one word, even in this, Have love for your neighbour as for yourself.
15 – But if you are given to fighting with one another, take care that you are not the cause of destruction one to another.
16 – But I say, Go on in the Spirit, and you will not come under the rule of the evil desires of the flesh.
17 – For the flesh has desires against the Spirit, and the Spirit against the flesh; because these are opposite the one to the other; so that you may not do the things which you have a mind to do.
18 – But if you are guided by the Spirit, you are not under the law.
19 – Now the works of the flesh are clear, which are these: evil desire, unclean things, wrong use of the senses,
20 – Worship of images, use of strange powers, hates, fighting, desire for what another has, angry feelings, attempts to get the better of others, divisions, false teachings,
21 – Envy, uncontrolled drinking and feasting, and such things: of which I give you word clearly, even as I did in the past, that they who do such things will have no part in the kingdom of God.
22 – But the fruit of the Spirit is love, joy, peace, a quiet mind, kind acts, well-doing, faith,
23 – Gentle behaviour, control over desires: against such there is no law.
24 – And those who are Christ´s have put to death on the cross the flesh with its passions and its evil desires.
25 – If we are living by the Spirit, by the Spirit let us be guided.
26 – Let us not be full of self-glory, making one another angry, having envy of one another.

Chapter 6

1 – Brothers, if a man is taken in any wrongdoing, you who are of the Spirit will put such a one right in a spirit of love; keeping watch on yourself, for fear that you yourself may be tested.
2 – Take on yourselves one another´s troubles, and so keep the law of Christ.
3 – For if a man has an idea that he is something when he is nothing, he is tricked by himself.
4 – But let every man make test of his work, and then will his cause for glory be in himself only, and not in his neighbour.
5 – Because every man is responsible for his part of the work.
6 – But let him who gets teaching in the word give a part in all good things to his teacher.
7 – Be not tricked; God is not made sport of: for whatever seed a man puts in, that will he get back as grain.
8 – Because he who puts in the seed of the flesh will of the flesh get the reward of death; but he who puts in the seed of the Spirit will of the Spirit get the reward of eternal life.
9 – And let us not get tired of well-doing; for at the right time we will get in the grain, if we do not give way to weariness.
10 – So then, as we have the chance, let us do good to all men, and specially to those who are of the family of the faith.
11 – See the size of the handwriting which I myself have made use of in writing to you.
12 – Those who have the desire to seem important in the flesh, put force on you to undergo circumcision; only that they may not be attacked because of the cross of Christ.
13 – Because even those who undergo circumcision do not themselves keep the law; but they would have you undergo circumcision, so that they may have glory in your flesh.
14 – But far be it from me to have glory in anything, but only in the cross of our Lord Jesus Christ, through which this world has come to an end on the cross for me, and I for it.
15 – For having circumcision is nothing, and not having circumcision is nothing, but only a new order of existence.
16 – And on all who are guided by this rule be peace and mercy, and on the Israel of God.
17 – From this time on let no man be a trouble to me; because my body is marked with the marks of Jesus.
18 – The grace of our Lord Jesus Christ be with your spirit, brothers. So be it.

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

 Meditação Matinal de EGW (Português).:

Recompensas e Castigos

“Então dirá o Rei aos que estiverem à Sua direita: Vinde, benditos de Meu Pai! entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo”. S. Mat. 25:34.
O Salvador apresenta diante de nós a cena do juízo final, quando for dada a recompensa aos que estiverem à Sua direita, e a sentença da condenação aos que estiverem à Sua esquerda. Os justos são representados como desejando saber o que fizeram para serem tão liberalmente recompensados. Tiveram a permanente presença de Cristo em seu coração; estiveram imbuídos de Seu Espírito, sem esforço consciente de sua parte; serviram a Cristo na pessoa de Seus santos, e obtiveram assim a segura recompensa. Mas não tiveram em vista a recompensa que haveriam de receber, e a expectativa a esse respeito não fizera parte do intuito que motivara seu serviço. O que eles efetuaram foi feito por amor a Cristo e aos semelhantes, e Cristo Se identifica com a humanidade sofredora, e considera todos os atos realizados por simpatia, com paixão e amor para com os homens, como sendo feitos a Sua própria Pessoa. …
Num sentido secundário, devemos todos ter respeito para com a recompensa do galardão. Mas conquanto apreciemos a promessa da bênção, devemos ter perfeita confiança em Jesus Cristo, crendo que Ele fará o que é direito e nos dará a recompensa segundo as nossas obras. O dom de Deus é a vida eterna, mas Jesus não quer que estejamos tão ansiosos quanto à recompensa, como quanto a podermos fazer a “vontade de Deus porque isto é de direito, sem tomar em consideração todo ganho. …
os que mais abundante recompensa vão receber serão os que unem à sua atividade e zelo, bondosa e terna piedade para com os pobres, os órfãos, os oprimidos e os aflitos. .. ..
Há, ao nosso redor, os que têm um espírito manso e humilde, o espírito de Cristo, que fazem muitas coisas pequenas para ajudar os que os rodeiam, e que não pensam nisso; esses ficarão afinal surpresos, ao verificarem que Cristo percebeu a palavra bondosa dita aos desanimados, e tomou nota das menores dádivas dadas para aliviar os pobres, e que custaram ao doador alguma abnegação. O Senhor pesa o espírito, e em conformidade com ele recompensa, e o puro, humilde, infantil espírito de amor, torna a oferta preciosa a Sua vista – RH, 03-07-1894.
Ano Bíblico: Gál. 1-3. – Juvenis: Atos 23.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=100&p=340

– Meditação Matinal de EGW (Espanhol).:

PREMIOS Y CASTIGOS

Entonces el Rey dirá a los de su derecha: Venid, benditos de mi Padre, heredad el reino preparado para vosotros desde la fundación del mundo. (Mat. 25: 34).
El Salvador nos presenta la escena del juicio final cuando se da la recompensa a los que están a su mano derecha, y se pronuncia sentencia de condenación sobre los que están a su mano izquierda. Se presenta a los justos preguntando qué hicieron para que se los recompense con tanta prodigalidad. Tuvieron en sus corazones la presencia de Cristo, fueron imbuídos de su Espíritu y sin esfuerzo consciente de su parte, sirvieron a Cristo en la persona de sus santos y por lo tanto lograron ciertamente la recompensa. Pero no tuvieron en cuenta el premio que iban a recibir, y la expectativa de él no formó parte del motivo que los impulsó a actuar en su servicio. Lo que realizaron fue hecho por amor a Cristo y al prójimo, y Jesús se identifica con la humanidad que sufre, y considera como hechos a él mismo todos los actos de simpatía, compasión y amor que se hayan realizado en favor de los hombres.
En un sentido secundario todos debemos tener en cuenta la recompensa. Pero al mismo tiempo que apreciamos la bendición prometida, debemos confiar plenamente en Jesucristo, creer que él obrará con justicia y que nos recompensará de acuerdo con nuestras acciones. La dádiva de Dios es vida eterna, pero Jesús no desea que estemos tan ansiosos con respecto a nuestra recompensa como al hecho de que hagamos su voluntad porque es correcto hacerlo, al margen de toda ganancia. . .
Los que van a recibir la mayor recompensa serán los que incorporaron a su actividad y celo la cortesía, y la tierna compasión por el pobre, el huérfano, el oprimido y el afligido. . .
Hay entre nosotros quienes tienen un espíritu manso y humilde -el espíritu de Cristo-, que realizan muchas acciones pequeñas con el objeto de ayudar a los que están a su alrededor y que no piensan en ello. Se sorprenderán en el día final al descubrir que Cristo tuvo en cuenta la palabra bondadosa que dirigieron al desalentado, y los pequeños donativos que dieron para ayudar al pobre, y que implicaron abnegación para ellos. El Señor toma en cuenta el espíritu que impulsa un acto y recompensa consecuentemente; y la pureza, la humildad y el espíritu de amor como el de un niño influyen para que la ofrenda sea preciosa a su vista. *

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=101&p=340

– Meditação Matinal de EGW (Inglês).:

November 30 – Rewards and Punishments

Then shall the King say unto them on his right hand, Come, ye blessed of my Father, inherit the kingdom prepared for you from the foundation of the world. Matt. 25:34.
The Saviour presents before us the scene of the last judgment when the reward is given to those upon His right hand, and the sentence of condemnation to those upon His left hand. The righteous are represented as wondering what they have done for which they are to be so liberally rewarded. They had had the abiding presence of Christ in their hearts; they had been imbued with His Spirit, and without conscious effort on their part; they had been serving Christ in the person of His saints, and had thereby gained the sure reward. But they had not had in view the reward they were to receive, and the expectation of it had been no part of the motive that had actuated their service. What they did was done from love to Christ and to their fellow-men, and Christ identifies Himself with suffering humanity, and accounts that all deeds done in sympathy and compassion and love to men, are done to Him. . . . {Mar 342.1}
In a subordinate sense we should all have respect unto the recompense of the reward. But while we appreciate the promise of blessing, we should have perfect confidence in Jesus Christ, believing that He will do right, and give us reward according as our works have been. The gift of God is eternal life, but Jesus would have us not so anxious concerning rewards, as that we may do the will of God because it is right to do it, irrespective of all gain. . . . {Mar 342.2}
Those who will receive the most abundant reward will be those who have mingled with their activity and zeal, gracious, tender pity for the poor, the orphan, the oppressed, and the afflicted. . . . There are about us those who have a meek and lowly spirit, the spirit of Christ, who do many little things to help those around them, and who think nothing of it; they will be astonished at last to find that Christ has noticed the kind word spoken to the disheartened, and taken account of the smallest gift given for the relief of the poor, that cost the giver some self-denial. The Lord measures the spirit, and rewards accordingly, and the pure, humble, childlike spirit of love makes the offering precious in His sight. {Mar 342.3}

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=129&p=340

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Mensagens para Evangelistas.:

Deus, em Seu grande amor, procura desenvolver em nós as preciosas graças do Seu Espírito. Permite que enfrentemos obstáculos, perseguições e vicissitudes, não como uma maldição, mas como a maior bênção de nossa vida. Toda tentação resistida, toda provação valorosamente suportada, traz-nos uma nova experiência, levando-nos avante na obra da edificação do caráter. A alma que, mediante o poder divino, resiste à tentação, revela ao mundo e ao universo celeste a eficácia da graça de Cristo. O Maior Discurso de Cristo, pág. 117.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=19&p=117

– Mensagens para Jovens.:

Muitos jovens são ansiosos por livros. Desejam ler tudo quanto lhes seja possível obter. Cuidem eles com o que lêem bem como com o que ouvem. Fui instruída quanto a se acharem eles no maior risco de ser corrompidos por leitura imprópria. Satanás tem mil modos de desassossegar a mente dos jovens. Não podem com segurança estar nem um momento desapercebidos. Devem pôr uma guarda sobre o próprio espírito, a fim de não serem seduzidos pelas tentações do inimigo. Mensagens aos Jovens, pág. 271.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=6&p=271

– Mensagens para Namorados.:

Cingi os lombos de vosso espírito, diz o apóstolo; regei pois vossos pensamentos, não lhes permitindo plena liberdade. Os pensamentos podem ser restringidos e controlados por esforços determinados de vossa parte. Pensai corretamente, e praticareis ações retas. Tendes então de guardar as afeições, não as deixando soltas para se fixarem em objetos impróprios. Jesus vos comprou com Sua própria vida; pertencei-Lhe; portanto, Ele deve ser consultado em tudo, quanto à maneira por que as faculdades de vossa mente e as afeições de vosso coração devem ser empregadas. The Youth”s Instructor, 21 de abril de 1886 e O Lar Adventista, pág. 54.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=16&p=54

– Mensagens para Pais.:

Os professores no lar e os professores na escola devem ter entre si uma compreensão cheia de simpatia para com o trabalho mútuo. Devem trabalhar juntos, com harmonia, movidos do mesmo espírito missionário. Juntos devem se esforçar por beneficiar as crianças, física, mental e espiritualmente, e para desenvolverem caráter que resista à prova da tentação. Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes, pág. 157.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=37&p=157

– Mensagens sobre Escola Sabatina.:

Cada professor deve reconhecer que é um missionário de Deus. Deve aproveitar seus momentos e capacidade para obter conhecimentos da Palavra divina, a fim de poder transmiti-los aos alunos. Os professores que não estudam, tornam-se incompetentes para o cargo. Em seu trabalho, precisam ter vivacidade de idéias, sábios e vigorosos planos, vida e tato. Devem ser aptos para ensinar. Conselhos Sobre a Escola Sabatina, pág. 118.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=15&p=118

– Mensagens sobre Saúde.:

Há muitas moças que se casaram e têm família, as quais pouco conhecimento prático têm dos deveres que recaem sobre a esposa e mãe. Sabem ler, e tocar um instrumento de música; mas não sabem cozinhar. Não sabem fazer bom pão, o que é muito necessário à saúde da família. … Cozinhar bem, pôr sobre a mesa alimento saudável de modo convidativo, requer inteligência e experiência. A pessoa que prepara o alimento que vai ser introduzido em nosso estômago, para ser convertido em sangue que vai nutrir o organismo, ocupa posição importantíssima e elevada. A posição de copista, modista ou professora de música não tem a importância da de cozinheira. Testimonies, vol. 3, págs. 156-158 e Conselhos Sobre o Regime Alimentar, pág. 252.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=17&p=252

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Ano Bíblico (Português).:

Livro de Gálatas

Capítulo 1

1 – Paulo, apóstolo (não da parte dos homens, nem por intermédio de homem algum, mas sim por Jesus Cristo, e por Deus Pai, que o ressuscitou dentre os mortos),
2 – e todos os irmãos que estão comigo, às igrejas da Galácia:
3 – Graça a vós, e paz da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo,
4 – o qual se deu a si mesmo por nossos pecados, para nos livrar do presente século mau, segundo a vontade de nosso Deus e Pai,
5 – a quem seja a glória para todo o sempre. Amém.
6 – Estou admirado de que tão depressa estejais desertando daquele que vos chamou na graça de Cristo, para outro evangelho,
7 – o qual não é outro; senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo.
8 – Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos pregasse outro evangelho além do que já vos pregamos, seja anátema.
9 – Como antes temos dito, assim agora novamente o digo: Se alguém vos pregar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema.
10 – Pois busco eu agora o favor dos homens, ou o favor de Deus? ou procuro agradar aos homens? se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo.
11 – Mas faço-vos saber, irmãos, que o evangelho que por mim foi anunciado não é segundo os homens;
12 – porque não o recebi de homem algum, nem me foi ensinado; mas o recebi por revelação de Jesus Cristo.
13 – Pois já ouvistes qual foi outrora o meu procedimento no judaísmo, como sobremaneira perseguia a igreja de Deus e a assolava,
14 – e na minha nação excedia em judaísmo a muitos da minha idade, sendo extremamente zeloso das tradições de meus pais.
15 – Mas, quando aprouve a Deus, que desde o ventre de minha mãe me separou, e me chamou pela sua graça,
16 – revelar seu Filho em mim, para que eu o pregasse entre os gentios, não consultei carne e sangue,
17 – nem subi a Jerusalém para estar com os que já antes de mim eram apóstolos, mas parti para a Arábia, e voltei outra vez a Damasco.
18 – Depois, passados três anos, subi a Jerusalém para visitar a Cefas, e demorei com ele quinze dias.
19 – Mas não vi a nenhum outro dos apóstolos, senão a Tiago, irmão do Senhor.
20 – Ora, acerca do que vos escrevo, eis que diante de Deus testifico que não minto.
21 – Depois fui para as regiões da Síria e da Cilícia.
22 – Não era conhecido de vista das igrejas de Cristo na Judéia;
23 – mas somente tinham ouvido dizer: Aquele que outrora nos perseguia agora prega a fé que antes procurava destruir;
24 – e glorificavam a Deus a respeito de mim.

Capítulo 2

1 – Depois, passados catorze anos, subi outra vez a Jerusalém com Barnabé, levando também comigo a Tito.
2 – E subi devido a uma revelação, e lhes expus o evangelho que prego entre os gentios, mas em particular aos que eram de destaque, para que de algum modo não estivesse correndo ou não tivesse corrido em vão.
3 – Mas nem mesmo Tito, que estava comigo, embora sendo grego, foi constrangido a circuncidar-se;
4 – e isto por causa dos falsos irmãos intrusos, os quais furtivamente entraram a espiar a nossa liberdade, que temos em Cristo Jesus, para nos escravizar;
5 – aos quais nem ainda por uma hora cedemos em sujeição, para que a verdade do evangelho permanecesse entre vós.
6 – Ora, daqueles que pareciam ser alguma coisa (quais outrora tenham sido, nada me importa; Deus não aceita a aparência do homem), esses, digo, que pareciam ser alguma coisa, nada me acrescentaram;
7 – antes, pelo contrário, quando viram que o evangelho da incircuncisão me fora confiado, como a Pedro o da circuncisão
8 – (porque aquele que operou a favor de Pedro para o apostolado da circuncisão, operou também a meu favor para com os gentios),
9 – e quando conheceram a graça que me fora dada, Tiago, Cefas e João, que pareciam ser as colunas, deram a mim e a Barnabé as destras de comunhão, para que nós fôssemos aos gentios, e eles à circuncisão;
10 – recomendando-nos somente que nos lembrássemos dos pobres; o que também procurei fazer com diligência.
11 – Quando, porém, Cefas veio a Antioquia, resisti-lhe na cara, porque era repreensível.
12 – Pois antes de chegarem alguns da parte de Tiago, ele comia com os gentios; mas quando eles chegaram, se foi retirando e se apartava deles, temendo os que eram da circuncisão.
13 – E os outros judeus também dissimularam com ele, de modo que até Barnabé se deixou levar pela sua dissimulação.
14 – Mas, quando vi que não andavam retamente conforme a verdade do evangelho, disse a Cefas perante todos: Se tu, sendo judeu, vives como os gentios, e não como os judeus, como é que obrigas os gentios a viverem como judeus?
15 – Nós, judeus por natureza e não pecadores dentre os gentios,
16 – sabendo, contudo, que o homem não é justificado por obras da lei, mas sim, pela fé em Cristo Jesus, temos também crido em Cristo Jesus para sermos justificados pela fé em Cristo, e não por obras da lei; pois por obras da lei nenhuma carne será justificada.
17 – Mas se, procurando ser justificados em Cristo, fomos nós mesmos também achados pecadores, é porventura Cristo ministro do pecado? De modo nenhum.
18 – Porque, se torno a edificar aquilo que destruí, constituo-me a mim mesmo transgressor.
19 – Pois eu pela lei morri para a lei, a fim de viver para Deus.
20 – Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé no filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.
21 – Não faço nula a graça de Deus; porque, se a justiça vem mediante a lei, logo Cristo morreu em vão.

Capítulo 3

1 – Ó insensatos gálatas! quem vos fascinou a vós, ante cujos olhos foi representado Jesus Cristo como crucificado?
2 – Só isto quero saber de vós: Foi por obras da lei que recebestes o Espírito, ou pelo ouvir com fé?
3 – Sois vós tão insensatos? tendo começado pelo Espírito, é pela carne que agora acabareis?
4 – Será que padecestes tantas coisas em vão? Se é que isso foi em vão.
5 – Aquele pois que vos dá o Espírito, e que opera milagres entre vós, acaso o faz pelas obras da lei, ou pelo ouvir com fé?
6 – Assim como Abraão creu a Deus, e isso lhe foi imputado como justiça.
7 – Sabei, pois, que os que são da fé, esses são filhos de Abraão.
8 – Ora, a Escritura, prevendo que Deus havia de justificar pela fé os gentios, anunciou previamente a boa nova a Abraão, dizendo: Em ti serão abençoadas todas as nações.
9 – De modo que os que são da fé são abençoados com o crente Abraão.
10 – Pois todos quantos são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque escrito está: Maldito todo aquele que não permanece em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las.
11 – É evidente que pela lei ninguém é justificado diante de Deus, porque: O justo viverá da fé;
12 – ora, a lei não é da fé, mas: O que fizer estas coisas, por elas viverá.
13 – Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro;
14 – para que aos gentios viesse a bênção de Abraão em Jesus Cristo, a fim de que nós recebêssemos pela fé a promessa do Espírito.
15 – Irmãos, como homem falo. Um testamento, embora de homem, uma vez confirmado, ninguém o anula, nem lhe acrescenta coisa alguma.
16 – Ora, a Abraão e a seu descendente foram feitas as promessas; não diz: E a seus descendentes, como falando de muitos, mas como de um só: E a teu descendente, que é Cristo.
17 – E digo isto: Ao testamento anteriormente confirmado por Deus, a lei, que veio quatrocentos e trinta anos depois, não invalida, de forma a tornar inoperante a promessa.
18 – Pois se da lei provém a herança, já não provém mais da promessa; mas Deus, pela promessa, a deu gratuitamente a Abraão.
19 – Logo, para que é a lei? Foi acrescentada por causa das transgressões, até que viesse o descendente a quem a promessa tinha sido feita; e foi ordenada por meio de anjos, pela mão de um mediador.
20 – Ora, o mediador não o é de um só, mas Deus é um só.
21 – É a lei, então, contra as promessas de Deus? De modo nenhum; porque, se fosse dada uma lei que pudesse vivificar, a justiça, na verdade, teria sido pela lei.
22 – Mas a Escritura encerrou tudo debaixo do pecado, para que a promessa pela fé em Jesus Cristo fosse dada aos que crêem.
23 – Mas, antes que viesse a fé, estávamos guardados debaixo da lei, encerrados para aquela fé que se havia de revelar.
24 – De modo que a lei se tornou nosso aio, para nos conduzir a Cristo, a fim de que pela fé fôssemos justificados.
25 – Mas, depois que veio a fé, já não estamos debaixo de aio.
26 – Pois todos sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus.
27 – Porque todos quantos fostes batizados em Cristo vos revestistes de Cristo.
28 – Não há judeu nem grego; não há escravo nem livre; não há homem nem mulher; porque todos vós sois um em Cristo Jesus.
29 – E, se sois de Cristo, então sois descendência de Abraão, e herdeiros conforme a promessa.

– Pergunta sobre o Ano Bíblico.:

Quantos dias Paulo ficou com Pedro, quando se encontrou com ele, pela primeira vez, depois de três anos da sua conversão?
Resposta: 15 dias (Gálatas 1:18)

– Curiosidades Bíblicas.:

Quem morreu pelo instrumento que pretendia matar seu inimigo?
Resposta: Hamã. Ester 7:10.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/biblia.asp?lista=1&livro=17&capitulo=7

– Versos Bíblicos.:

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/biblia.asp?lista=1&livro=43&capitulo=3&verso=16

– Ano Bíblico (Espanhol).:

Libro de Gálatas

Capítulo 1

1 – Pablo, Apóstol–no de parte de hombres ni por medio de hombre, sino por medio de Jesucristo y de Dios Padre, quien lo Resucitó de entre los muertos–
2 – y todos los hermanos que Están conmigo; a las iglesias de Galacia:
3 – Gracia a vosotros y paz, de parte de Dios nuestro Padre y del Señor Jesucristo,
4 – quien se dio a Sí mismo por nuestros pecados. De este modo nos Libró de la presente época malvada, conforme a la voluntad de nuestro Dios y Padre,
5 – a quien sea la gloria por los siglos de los siglos. Amén.
6 – Estoy asombrado de que tan pronto os estéis apartando del que os Llamó por la gracia de Cristo, para ir tras un evangelio diferente.
7 – No es que haya otro evangelio, sino que hay algunos que os perturban y quieren pervertir el evangelio de Cristo.
8 – Pero aun si nosotros mismos o un ángel del cielo os anunciara un evangelio diferente del que os hemos anunciado, sea anatema.
9 – Como ya lo hemos dicho, ahora mismo vuelvo a decir: Si alguien os Está anunciando un evangelio contrario al que recibisteis, sea anatema.
10 – ¿Busco ahora convencer a los hombres, o a Dios? ¿Será que busco agradar a los hombres? Si yo Todavía tratara de agradar a los hombres, no Sería siervo de Cristo.
11 – Pero os hago saber, hermanos, que el evangelio que fue anunciado por Mí no es Según hombre;
12 – porque yo no lo Recibí, ni me fue enseñado de parte de Ningún hombre, sino por Revelación de Jesucristo.
13 – Ya Oísteis acerca de mi conducta en otro tiempo en el Judaísmo: que yo Perseguía ferozmente a la iglesia de Dios y la estaba asolando.
14 – Me destacaba en el Judaísmo sobre muchos de mis Contemporáneos en mi Nación, siendo mucho Más celoso de las tradiciones de mis padres.
15 – Pero cuando Dios–quien me Apartó desde el vientre de mi madre y me Llamó por su gracia– tuvo a bien
16 – revelar a su Hijo en Mí para que yo lo anunciase entre los gentiles, no consulté de inmediato con Ningún hombre
17 – ni Subí a Jerusalén a los que fueron Apóstoles antes que yo, sino que Partí para Arabia y Volví de nuevo a Damasco.
18 – Luego, después de tres años, Subí a Jerusalén para entrevistarme con Pedro y Permanecí con él quince Días.
19 – No vi a Ningún otro de los Apóstoles, sino a Jacobo, el hermano del Señor;
20 – y en cuanto a lo que os escribo, he Aquí delante de Dios, que no miento.
21 – Después fui a las regiones de Siria y de Cilicia.
22 – Y yo no era conocido de vista por las iglesias de Judea, las que Están en Cristo.
23 – Solamente Oían decir: “El que antes nos Perseguía ahora proclama como buena nueva la fe que antes asolaba.”
24 – Y daban gloria a Dios por causa de Mí.

Capítulo 2

1 – Luego, después de catorce años, Subí otra vez a Jerusalén, junto con Bernabé, y llevé conmigo también a Tito.
2 – Pero Subí de acuerdo con una Revelación y les expuse el evangelio que estoy proclamando entre los gentiles. Esto lo hice en privado ante los de Reputación, para asegurarme de que no corro ni he corrido en vano.
3 – Sin embargo, ni siquiera Tito quien estaba conmigo, siendo griego, fue obligado a circuncidarse,
4 – a pesar de los falsos hermanos quienes se infiltraron secretamente para espiar nuestra libertad que tenemos en Cristo Jesús, a fin de reducirnos a esclavitud.
5 – Ni por un momento cedimos en Sumisión a ellos, para que la verdad del evangelio permaneciese a vuestro favor.
6 – Sin embargo, aquellos que Tenían Reputación de ser importantes–quiénes hayan sido en otro tiempo, a Mí nada me importa; Dios no hace Distinción de personas– a Mí, a la verdad, los de Reputación no me añadieron nada nuevo.
7 – Más bien, al contrario, cuando vieron que me Había sido confiado el evangelio para la Incircuncisión igual que a Pedro para la Circuncisión
8 – –porque el que Actuó en Pedro para hacerle Apóstol de la Circuncisión Actuó también en Mí para hacerme Apóstol a favor de los gentiles–,
9 – y cuando percibieron la gracia que me Había sido dada, Jacobo, Pedro y Juan, quienes Tenían Reputación de ser columnas, nos dieron a Bernabé y a Mí la mano derecha en señal de compañerismo, para que nosotros fuésemos a los gentiles y ellos a los de la Circuncisión.
10 – Solamente nos pidieron que nos Acordásemos de los pobres, cosa que procuré hacer con esmero.
11 – Pero cuando Pedro vino a Antioquía, yo me opuse a él frente a frente, porque era reprensible.
12 – Pues antes que viniesen ciertas personas de parte de Jacobo, él Comía con los gentiles; pero cuando llegaron, se Retraía y apartaba, temiendo a los de la Circuncisión.
13 – Y los otros Judíos participaban con él en su Simulación, de tal manera que aun Bernabé fue arrastrado por la Hipocresía de ellos.
14 – En cambio, cuando vi que no andaban rectamente ante la verdad del evangelio, dije a Pedro delante de todos: “Si Tú que eres Judío vives como los gentiles y no como Judío, ¿por qué obligas a los gentiles a hacerse Judíos?”
15 – Nosotros somos Judíos de nacimiento y no pecadores de entre los gentiles;
16 – pero sabiendo que Ningún hombre es justificado por las obras de la ley, sino por medio de la fe en Jesucristo, hemos Creído nosotros también en Cristo Jesús, para que seamos justificados por la fe en Cristo, y no por las obras de la ley. Porque por las obras de la ley nadie Será justificado.
17 – Pero si es que nosotros, procurando ser justificados en Cristo, también hemos sido hallados pecadores, ¿Será por eso Cristo servidor del pecado? ¡De ninguna manera!
18 – Pues cuando edifico de nuevo las mismas cosas que derribé, demuestro que soy transgresor.
19 – Porque mediante la ley he muerto a la ley, a fin de vivir para Dios.
20 – Con Cristo he sido juntamente crucificado; y ya no vivo yo, sino que Cristo vive en Mí. Lo que ahora vivo en la carne, lo vivo por la fe en el Hijo de Dios, quien me Amó y se Entregó a Sí mismo por Mí.
21 – No desecho la gracia de Dios; porque si la justicia fuese por medio de la ley, entonces por Demás Murió Cristo.

Capítulo 3

1 – ¡Oh Gálatas insensatos, ante cuyos ojos Jesucristo fue presentado como crucificado! ¿Quién os Hechizó?
2 – Sólo esto quiero saber de vosotros: ¿Recibisteis el Espíritu por las obras de la ley o por haber Oído con fe?
3 – ¿Tan insensatos sois? Habiendo comenzado en el Espíritu, ¿ahora terminaréis en la carne?
4 – ¿Tantas cosas padecisteis en vano, si de veras fue en vano?
5 – Entonces, el que os suministra el Espíritu y obra maravillas entre vosotros, ¿lo hace por las obras de la ley o por el Oír con fe?
6 – De la misma manera, Abraham Creyó a Dios, y le fue contado por justicia.
7 – Por lo tanto, sabed que los que se basan en la fe son hijos de Abraham.
8 – Y la Escritura, habiendo previsto que por la fe Dios Había de justificar a los gentiles, Anunció de antemano el evangelio a Abraham, diciendo: “En ti Serán benditas todas las naciones.”
9 – Desde luego, los que se basan en la fe son benditos junto con Abraham, el hombre de fe.
10 – Porque todos los que se basan en las obras de la ley Están bajo Maldición, pues Está escrito: Maldito todo aquel que no permanece en todas las cosas escritas en el libro de la Ley para cumplirlas.
11 – Desde luego, es evidente que por la ley nadie es justificado delante de Dios, porque el justo Vivirá por la fe.
12 – Ahora bien, la ley no se basa en la fe; al contrario, el que hace estas cosas Vivirá por ellas.
13 – Cristo nos Redimió de la Maldición de la ley al hacerse Maldición por nosotros (porque Está escrito: Maldito todo el que es colgado en un madero),
14 – para que la Bendición de Abraham llegara por Cristo Jesús a los gentiles, a fin de que recibamos la promesa del Espíritu por medio de la fe.
15 – Hermanos, hablo en términos humanos: Aunque un pacto sea de hombres, una vez ratificado, nadie lo cancela ni le añade.
16 – Ahora bien, las promesas a Abraham fueron pronunciadas también a su descendencia. No dice: “y a los descendientes”, como refiriéndose a muchos, sino a uno solo: y a tu descendencia, que es Cristo.
17 – Esto, pues, digo: El pacto confirmado antes por Dios no lo abroga la ley, que vino 430 años después, para invalidar la promesa.
18 – Porque si la herencia fuera por la ley, ya no Sería por la promesa; pero a Abraham Dios ha dado gratuitamente la herencia por medio de una promesa.
19 – Entonces, ¿para qué existe la ley? Fue dada por causa de las transgresiones, hasta que viniese la descendencia a quien Había sido hecha la promesa. Y esta ley fue promulgada por medio de ángeles, por mano de un mediador.
20 – Y el mediador no es de uno solo, pero Dios es uno.
21 – Por consecuencia, ¿es la ley contraria a las promesas de Dios? ¡De ninguna manera! Porque si hubiera sido dada una ley capaz de vivificar, entonces la justicia Sería por la ley.
22 – No obstante, la Escritura lo Encerró todo bajo pecado, para que la promesa fuese dada por la fe en Jesucristo a los que creen.
23 – Pero antes que viniese la fe, Estábamos custodiados bajo la ley, reservados para la fe que Había de ser revelada.
24 – De manera que la ley ha sido nuestro tutor para llevarnos a Cristo, para que seamos justificados por la fe.
25 – Pero como ha venido la fe, ya no estamos bajo tutor.
26 – Así que, todos sois hijos de Dios por medio de la fe en Cristo Jesús,
27 – porque todos los que fuisteis bautizados en Cristo os habéis revestido de Cristo.
28 – Ya no hay Judío ni griego, no hay esclavo ni libre, no hay Varón ni mujer; porque todos vosotros sois uno en Cristo Jesús.
29 – Y ya que sois de Cristo, ciertamente sois descendencia de Abraham, herederos conforme a la promesa.

– Ano Bíblico (Inglês).:

Book of Gálatas

Chapter 1

1 – Paul, an Apostle (not from men, and not through man, but through Jesus Christ, and God the Father, who made him come back from the dead),
2 – And all the brothers who are with me, to the churches of Galatia:
3 – Grace to you and peace from God the Father and our Lord Jesus Christ,
4 – Who gave himself for our sins, so that he might make us free from this present evil world, after the purpose of our God and Father:
5 – To whom be the glory for ever and ever. So be it.
6 – I am surprised that you are being so quickly turned away from him whose word came to you in the grace of Christ, to good news of a different sort;
7 – Which is not another sort: only there are some who give you trouble, desiring to make changes in the good news of Christ.
8 – But even if we, or an angel from heaven, were to be a preacher to you of good news other than that which we have given you, let there be a curse on him.
9 – As we have said before, so say I now again, If any man is a preacher to you of any good news other than that which has been given to you, let there be a curse on him.
10 – Am I now using arguments to men, or God? or is it my desire to give men pleasure? if I was still pleasing men, I would not be a servant of Christ.
11 – Because I say to you, my brothers, that the good news of which I was the preacher is not man´s.
12 – For I did not get it from man, and I was not given teaching in it, but it came to me through revelation of Jesus Christ.
13 – For news has come to you of my way of life in the past in the Jews´ religion, how I was cruel without measure to the church of God, and did great damage to it:
14 – And I went farther in the Jews´ religion than a number of my generation among my countrymen, having a more burning interest in the beliefs handed down from my fathers.
15 – But when it was the good pleasure of God, by whom I was marked out even from my mother´s body, through his grace,
16 – To give the revelation of his Son in me, so that I might give the news of him to the Gentiles; then I did not take the opinion of flesh and blood,
17 – And I went not up to Jerusalem to those who were Apostles before me; but I went away into Arabia, and again I came back to Damascus.
18 – Then after three years I went up to Jerusalem to see Cephas, and was there with him fifteen days.
19 – But of the other Apostles I saw only James, the Lord´s brother.
20 – Now God is witness that the things which I am writing to you are true.
21 – Then I came to the parts of Syria and Cilicia.
22 – And the churches of Judaea which were in Christ still had no knowledge of my face or person:
23 – Only it came to their ears that he who at one time was cruel to us is now preaching the faith which before had been attacked by him;
24 – And they gave glory to God in me.

Chapter 2

1 – Then after the space of fourteen years I went up again to Jerusalem with Barnabas, taking Titus with me.
2 – And I went up by revelation; and I put before them the good news which I was preaching among the Gentiles, but privately before those who were of good name, so that the work which I was or had been doing might not be without effect.
3 – But not even Titus who was with me, being a Greek, was made to undergo circumcision:
4 – And that because of the false brothers let in secretly, who came searching out our free condition which we have in Christ Jesus, so that they might make servants of us;
5 – To whom we gave way not even for an hour; so that the true words of the good news might still be with you.
6 – But from those who seemed to be important (whatever they were has no weight with me: God does not take man´s person into account): those who seemed to be important gave nothing new to me;
7 – But, quite the opposite, when they saw that I had been made responsible for preaching the good news to those without circumcision, even as Peter had been for those of the circumcision
8 – (Because he who was working in Peter as the Apostle of the circumcision was working no less in me among the Gentiles);
9 – When they saw the grace which was given to me, James and Cephas and John, who had the name of being pillars, gave to me and Barnabas their right hands as friends so that we might go to the Gentiles, and they to the circumcision;
10 – Only it was their desire that we would give thought to the poor; which very thing I had much in mind to do.
11 – But when Cephas came to Antioch, I made a protest against him to his face, because he was clearly in the wrong.
12 – For before certain men came from James, he did take food with the Gentiles: but when they came, he went back and made himself separate, fearing those who were of the circumcision.
13 – And the rest of the Jews went after him, so that even Barnabas was overcome by their false ways.
14 – But when I saw that they were not living uprightly in agreement with the true words of the good news, I said to Cephas before them all, If you, being a Jew, are living like the Gentiles, and not like the Jews, how will you make the Gentiles do the same as the Jews?
15 – We being Jews by birth, and not sinners of the Gentiles,
16 – Being conscious that a man does not get righteousness by the works of the law, but through faith in Jesus Christ, we had faith in Christ Jesus, so that we might get righteousness by faith in Christ, and not by the works of the law: because by the works of the law will no flesh get righteousness.
17 – But if, while we were desiring to get righteousness through Christ, we ourselves were seen to be sinners, is Christ a servant of sin? In no way!
18 – For if I put up again those things which I gave to destruction, I am seen to be a wrongdoer.
19 – For I, through the law, have become dead to the law, so that I might be living to God.
20 – I have been put to death on the cross with Christ; still I am living; no longer I, but Christ is living in me; and that life which I now am living in the flesh I am living by faith, the faith of the Son of God, who in love for me, gave himself up for me.
21 – I do not make the grace of God of no effect: because if righteousness is through the law, then Christ was put to death for nothing.

Chapter 3

1 – O foolish Galatians, by what strange powers have you been tricked, to whom it was made clear that Jesus Christ was put to death on the cross?
2 – Give me an answer to this one question, Did the Spirit come to you through the works of the law, or by the hearing of faith?
3 – Are you so foolish? having made a start in the Spirit, will you now be made complete in the flesh?
4 – Did you undergo such a number of things to no purpose? if it is in fact to no purpose.
5 – He who gives you the Spirit, and does works of power among you, is it by the works of law, or by the hearing of faith?
6 – Even as Abraham had faith in God, and it was put to his account as righteousness.
7 – Be certain, then, that those who are of faith, the same are sons of Abraham.
8 – And the holy Writings, seeing before the event that God would give the Gentiles righteousness by faith, gave the good news before to Abraham, saying, In you will all the nations have a blessing.
9 – So then those who are of faith have a part in the blessing of Abraham who was full of faith.
10 – For all who are of the works of the law are under a curse: because it is said in the Writings, A curse is on everyone who does not keep on doing all the things which are ordered in the book of the law.
11 – Now that no man gets righteousness by the law in the eyes of God, is clear; because, The upright will be living by faith.
12 – And the law is not of faith; but, He who does them will have life by them.
13 – Christ has made us free from the curse of the law, having become a curse for us: because it is said in the Writings, A curse on everyone who is put to death by hanging on a tree:
14 – So that on the Gentiles might come the blessing of Abraham in Christ Jesus; in order that we through faith might have the Spirit which God had undertaken to give.
15 – Brothers, as men would say, even a man´s agreement, when it has been made certain, may not be put on one side, or have additions made to it.
16 – Now to Abraham were the undertakings given, and to his seed. He says not, And to seeds, as of a great number; but as of one, he says, And to your seed, which is Christ.
17 – Now this I say: The law, which came four hundred and thirty years after, does not put an end to the agreement made before by God, so as to make the undertaking without effect.
18 – Because if the heritage is by the law, it is no longer dependent on the word of God; but God gave it to Abraham by his word.
19 – What then is the law? It was an addition made because of sin, till the coming of the seed to whom the undertaking had been given; and it was ordered through angels by the hand of a go-between.
20 – Now a go-between is not a go-between of one; but God is one.
21 – Is the law then against the words of God? in no way; because if there had been a law which was able to give life, truly righteousness would have been by the law.
22 – However, the holy Writings have put all things under sin, so that that for which God gave the undertaking, based on faith in Jesus Christ, might be given to those who have such faith.
23 – But before faith came, we were kept in prison under the law, waiting for the revelation of the faith which was to come.
24 – So the law has been a servant to take us to Christ, so that we might have righteousness by faith.
25 – But now that faith is come, we are no longer under a servant.
26 – Because you are all sons of God through faith in Christ Jesus.
27 – For all those of you who were given baptism into Christ did put on Christ.
28 – There is no Jew or Greek, servant or free, male or female: because you are all one in Jesus Christ.
29 – And if you are Christ´s, then you are Abraham´s seed, and yours is the heritage by the right of God´s undertaking given to Abraham.

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para MEDITAÇÃO – MENSAGENS – ANO BÍBLICO

  1. I dont agree with your last point.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s