MEDITAÇÃO – MENSAGENS – ANO BÍBLICO

– Meditação Matinal de EGW (Português).:

O Cativeiro de Satanás e seus Anjos

“E a anjos, os que não guardaram o seu estado original, mas abandonaram o seu próprio domicílio, Ele tem guardado sob trovas, em algemas eternas, para o juízo do grande dia”. S. Jud. 6.
A Terra tinha a aparência de um deserto solitário. Cidades e vilas, derribadas pelo terremoto, jaziam em montões. Montanhas tinham sido removidas de seus lugares, deixando grandes cavernas. Pedras anfractuosas, arrojadas pelo mar, ou arrancadas da própria terra, estavam espalhadas por toda a sua superfície. Grandes árvores tinham sido desarraiga- das, e juncavam a terra. Aqui deve ser a morada de Satanás com seus anjos maus, durante mil anos. Aqui estará ele circunscrito, para errar para cá e acolá, sobre a superfície da Terra, e para ver os” efeitos de sua rebelião contra a lei de Deus. Durante mil anos ele poderá gozar do fruto da maldição que ele determinou. Circunscrito apenas à Terra, Satanás não terá o privilégio de percorrer outros planetas para tentar e molestar os que não caíram. Durante este tempo Satanás sofre extremamente. Desde sua queda, seus maus característicos têm estado em constante exercício. Mas deve ele então ser despojado de seu poder e deixado para que
reflita na parte que desempenhou desde sua queda, e aguarde com tremor e terror o terrível futuro, em que deverá sofrer por todo o mal que perpetrou, e ser castigado por todos os pecados que fez com que fossem cometidos.
Ouvi aclamações de triunfo dos anjos e dos santos remi- dos, os quais ressoavam como dez milhares de instrumentos musicais, porque não mais deveriam ser molestados e tentados por Satanás, e porque os habitantes de outros mundos estavam livres de sua presença e tentações. – PE, 290.
Ao povo de Deus o cativeiro de Satanás trará alegria e júbilo. Diz o profeta: “Acontecerá que no dia em que Deus vier a dar-te descanso do teu trabalho, e do teu tremor, e da dura servidão com que te fizeram servir, então proferirás este dito contra o rei de Babilônia [representando aqui Satanás], e dirás: Como cessou o opressor! … Já quebrantou o Senhor o bastão dos ímpios e o cetro dos dominadores. Aquele que feria os povos com furor, com praga incessante, o que com ira dominava as nações, agora é perseguido, sem que alguém o possa impedir”. Isaías 14:3-6. – GC, 657.
Ano Bíblico: S. João 10 e 11. – Juvenis: S. João 14.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=100&p=311

– Meditação Matinal de EGW (Espanhol).:

Durante el Milenio

LA CAUTIVIDAD DE SATANÁS Y SUS ÁNGELES
Y a los ángeles que no guardaron su dignidad, sino que abandonaron su propia morada, los ha guardado bajo oscuridad, en prisiones eternas, para el juicio del gran día. (Jud. 6).
La tierra. . . se asemejaba a un desolado desierto. Las ciudades y las aldeas, sacudidas por el terremoto, yacían en ruinas. Las montañas, descuajadas de sus asientos, habían dejado grandes cavernas. Sobre toda la superficie de la tierra estaban esparcidos los desmochados peñascos que había lanzado el mar o se habían desprendido de la misma tierra. Corpulentos árboles desarraigados estaban tendidos por el suelo. La desolada tierra iba a ser la habitación de Satanás y sus malignos ángeles durante mil años.
Allí quedaría Satanás recluido, vagabundo y errante por toda la tierra para ver las consecuencias de su rebelión contra la ley de Dios. Durante mil años iba a poder gozar del fruto de la maldición que había causado. Recluido en la tierra, no tendría ocasión de ir a otros planetas para tentar y molestar a quienes no han caído. Durante todo este tiempo Satanás sufrirá muchísimo. Sus características malignas han estado en constante ejercicio desde su caída; pero se verá entonces privado de su poder y obligado a reflexionar con terror y temblor en lo que le reserva el porvenir cuando haya de penar por todo el mal que hizo y ser castigado por todos los pecados que hizo cometer.
Oí, de parte de los ángeles y de los santos redimidos, exclamaciones de triunfo que resonaban como diez mil instrumentos músicos, porque ya no se verían ellos molestados ni tentados por Satanás, y porque los habitantes de otros mundos quedaban libres de él y de sus tentaciones.*
Para el pueblo de Dios, el cautiverio en que se verá Satanás será motivo de contento y alegría. El profeta dice: “Y en el día que Jehová te dé reposo de tu trabajo y de tu temor, y de la dura servidumbre en que te hicieron servir, pronunciarás este proverbio contra el rey de Babilonia [que aquí representa a Satanás], y dirás: ¡Cómo paró el opresor. . . ! Quebrantó Jehová el báculo de los impíos, el cetro de los señores; el que hería a los pueblos con furor, con llaga permanente, el que se enseñoreaba de las naciones con ira, y las perseguía con crueldad” (Isa. 14: 3-6,VM).*

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=101&p=311

– Meditação Matinal de EGW (Inglês).:

November 1 – The Captivity of Satan and His Angels

The angels which kept not their first estate, but left their own habitation, he hath reserved in everlasting chains under darkness unto the judgment of the great day. Jude 6.
The earth looked like a desolate wilderness. Cities and villages, shaken down by the earthquake, lay in heaps. Mountains had been moved out of their places, leaving large caverns. Ragged rocks, thrown out by the sea, or torn out of the earth itself, were scattered all over its surface. Large trees had been uprooted and were strewn over the land. Here is to be the home of Satan with his evil angels for a thousand years. {Mar 313.1}
Here he will be confined, to wander up and down over the broken surface of the earth and see the effects of his rebellion against God”s law. For a thousand years he can enjoy the fruit of the curse which he has caused. Limited alone to the earth, he will not have the privilege of ranging to other planets, to tempt and annoy those who have not fallen. During this time, Satan suffers extremely. Since his fall his evil traits have been in constant exercise. But he is then to be deprived of his power, and left to reflect upon the part which he has acted since his fall, and to look forward with trembling and terror to the dreadful future, when he must suffer for all the evil that he has done and be punished for all the sins that he has caused to be committed. {Mar 313.2}
I heard shouts of triumph from the angels and from the redeemed saints, which sounded like ten thousand musical instruments, because they were to be no more annoyed and tempted by Satan and because the inhabitants of other worlds were delivered from his presence and his temptations. {Mar 313.3}
To God”s people the captivity of Satan will bring gladness and rejoicing. Says the prophet: “It shall come to pass in the day that Jehovah shall give thee rest from thy sorrow, and from thy trouble, and from the hard service wherein thou wast made to serve, that thou shalt take up this parable against the king of Babylon [here representing Satan], and say, How hath the oppressor ceased! . . . Jehovah hath broken the staff of the wicked, the sceptre of the rulers; that smote the peoples in wrath with a continual stroke, that ruled the nations in anger, with a persecution that none restrained.” Verses 3-6, R.V. {Mar 313.4}

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=129&p=311

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Mensagens para Evangelistas.:

A pregação da Palavra é um meio ordenado pelo Senhor, pelo qual Sua mensagem de advertência deve ser dada ao mundo. Nas Escrituras, o fiel mestre é representado como um pastor do rebanho de Deus. Ele deve ser respeitado e sua obra, apreciada. A genuína obra médica está ligada ao ministério, e a colportagem deve participar tanto da obra médico-missionária como do ministério. Aos que estão empenhados nesta obra, digo: Ao visitantes as pessoas, dizei-lhes que sois um obreiro evangélico e que amais ao Senhor. Testemunhos Seletos, vol. 2, pág. 542.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=24&p=542

– Mensagens para Jovens.:

Satanás é um inimigo vigilante, atento ao seu desígnio de dirigir a juventude num modo de proceder inteiramente contrário ao que Deus aprovaria. Ele bem sabe não haver outra classe que, como os rapazes e moças consagrados a Deus, possa fazer tanto bem. A juventude, quando reta, pode exercer poderosa influência. Pregadores ou leigos de idade avançada não podem ter, sobre a juventude, metade da influência que os jovens consagrados têm sobre seus companheiros. Estes deveriam sentir a responsabilidade que sobre eles pesa para tudo fazer por salvar seus mortais semelhantes, mesmo com o sacrifício de seus prazeres e naturais desejos. Tempo e mesmo meios, se tanto for preciso, devem ser consagrados a Deus. Mensagens aos Jovens, pág. 204.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=6&p=204

– Mensagens para Namorados.:

Só em Cristo é que se pode com segurança entrar para a aliança matrimonial. O amor humano deve fazer derivar do amor divino os seus laços mais íntimos. Só onde Cristo reina é que pode haver afeição profunda, verdadeira e altruísta. É o amor um dom precioso, que recebemos de Jesus. A afeição pura e santa não é sentimento, mas princípio. Os que são movidos pelo amor verdadeiro não são irrazoáveis nem cegos. Ensinados pelo Espírito Santo, amam a Deus supremamente e ao próximo como a si mesmos. A Ciência do Bom Viver, pág. 358.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=31&p=358

– Mensagens para Pais.:

Aquela espécie de educação que habilita os jovens para a vida prática, eles naturalmente não a escolhem. Insistem em seus desejos, seus gostos ou aversões, preferências e inclinações; mas se os pais têm idéias corretas a respeito de Deus, da verdade e das influências e associações que deveriam rodear os filhos, compreenderão que sobre eles repousa a responsabilidade por Deus dada, de guiar cuidadosamente a juventude inexperiente. Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes, págs. 132 e 133.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=37&p=132

– Mensagens sobre Escola Sabatina.:

A instrução dada aos jovens e às crianças não deve ser de caráter superficial. Os professores, como defensores da verdade, devem fazer todo o possível para elevar a norma. Não pode haver coisa pior para vossa Escola Sabatina do que colocar como obreiros moços e moças que tenham demonstrado falhas na experiência religiosa. … Não deveis baixar o padrão em vossas Escolas Sabatinas. Vossas crianças devem ter professores, cujo exemplo e influência sejam uma bênção em vez de maldição. Devem constantemente ter diante de si um elevado sentimento da virtude, pureza e santidade que caracterizam a vida cristã. Suas idéias nesse ponto não devem ser confusas; ninguém proceda imprudente ou ignorantemente nessas questões. Não animeis, por meio da voz ou da pena, homens e mulheres que não tenham valor moral, cuja vida passada demonstre falta de consciência e integridade. Podem ser perspicazes, engenhosos e inteligentes; mas se o coração não está imbuído do Espírito de Deus, se não possuem
integridade de caráter, sua influência tenderá a ser terrena em vez de celestial e será prejudicial onde quer que estejam e o que quer que façam. Conselhos Sobre a Escola Sabatina, págs. 89 e 90.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=15&p=89

– Mensagens sobre Saúde.:

Chegará talvez o tempo em que não seja seguro usar leite. Mas se as vacas são sadias e o leite suficientemente fervido, não há necessidade de criar um tempo de angústia antecipadamente. Não julgue ninguém que deva apresentar uma mensagem pormenorizada quanto aos artigos que nosso povo deva pôr à mesa. Os que assumem atitude extrema verão afinal que os resultados não são o que julgavam fossem. O Senhor nos guiará por Sua própria mão direita, se a isso estivermos dispostos. Amor e pureza – eis os frutos produzidos pela árvore boa. Todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Conselhos Sobre o Regime Alimentar, pág. 210.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=17&p=210

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Ano Bíblico (Português).:

Livro de João

Capítulo 10

1 – Em verdade, em verdade vos digo: quem não entra pela porta no aprisco das ovelhas, mas sobe por outra parte, esse é ladrão e salteador.
2 – Mas o que entra pela porta é o pastor das ovelhas.
3 – A este o porteiro abre; e as ovelhas ouvem a sua voz; e ele chama pelo nome as suas ovelhas, e as conduz para fora.
4 – Depois de conduzir para fora todas as que lhe pertencem, vai adiante delas, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz;
5 – mas de modo algum seguirão o estranho, antes fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos.
6 – Jesus propôs-lhes esta parábola, mas eles não entenderam o que era que lhes dizia.
7 – Tornou, pois, Jesus a dizer-lhes: Em verdade, em verdade vos digo: eu sou a porta das ovelhas.
8 – Todos quantos vieram antes de mim são ladrões e salteadores; mas as ovelhas não os ouviram.
9 – Eu sou a porta; se alguém entrar a casa; o filho fica entrará e sairá, e achará pastagens.
10 – O ladrão não vem senão para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.
11 – Eu sou o bom pastor; o bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas.
12 – Mas o que é mercenário, e não pastor, de quem não são as ovelhas, vendo vir o lobo, deixa as ovelhas e foge; e o lobo as arrebata e dispersa.
13 – Ora, o mercenário foge porque é mercenário, e não se importa com as ovelhas.
14 – Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem,
15 – assim como o Pai me conhece e eu conheço o Pai; e dou a minha vida pelas ovelhas.
16 – Tenho ainda outras ovelhas que não são deste aprisco; a essas também me importa conduzir, e elas ouvirão a minha voz; e haverá um rebanho e um pastor.
17 – Por isto o Pai me ama, porque dou a minha vida para a retomar.
18 – Ninguém ma tira de mim, mas eu de mim mesmo a dou; tenho autoridade para a dar, e tenho autoridade para retomá-la. Este mandamento recebi de meu Pai.
19 – Por causa dessas palavras, houve outra dissensão entre os judeus.
20 – E muitos deles diziam: Tem demônio, e perdeu o juízo; por que o escutais?
21 – Diziam outros: Essas palavras não são de quem está endemoninhado; pode porventura um demônio abrir os olhos aos cegos?
22 – Celebrava-se então em Jerusalém a festa da dedicação. E era inverno.
23 – Andava Jesus passeando no templo, no pórtico de Salomão.
24 – Rodearam-no, pois, os judeus e lhe perguntavam: Até quando nos deixarás perplexos? Se tu és o Cristo, dize-no-lo abertamente.
25 – Respondeu-lhes Jesus: Já vo-lo disse, e não credes. As obras que eu faço em nome de meu Pai, essas dão testemunho de mim.
26 – Mas vós não credes, porque não sois das minhas ovelhas.
27 – As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu as conheço, e elas me seguem;
28 – eu lhes dou a vida eterna, e jamais perecerão; e ninguém as arrebatará da minha mão.
29 – Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai.
30 – Eu e o Pai somos um.
31 – Os judeus pegaram então outra vez em pedras para o apedrejar.
32 – Disse-lhes Jesus: Muitas obras boas da parte de meu Pai vos tenho mostrado; por qual destas obras ides apedrejar-me?
33 – Responderam-lhe os judeus: Não é por nenhuma obra boa que vamos apedrejar-te, mas por blasfêmia; e porque, sendo tu homem, te fazes Deus.
34 – Tornou-lhes Jesus: Não está escrito na vossa lei: Eu disse: Vós sois deuses?
35 – Se a lei chamou deuses àqueles a quem a palavra de Deus foi dirigida (e a Escritura não pode ser anulada),
36 – àquele a quem o Pai santificou, e enviou ao mundo, dizeis vós: Blasfemas; porque eu disse: Sou Filho de Deus?
37 – Se não faço as obras de meu Pai, não me acrediteis.
38 – Mas se as faço, embora não me creiais a mim, crede nas obras; para que entendais e saibais que o Pai está em mim e eu no Pai.
39 – Outra vez, pois, procuravam prendê-lo; mas ele lhes escapou das mãos.
40 – E retirou-se de novo para além do Jordão, para o lugar onde João batizava no princípio; e ali ficou.
41 – Muitos foram ter com ele, e diziam: João, na verdade, não fez sinal algum, mas tudo quanto disse deste homem era verdadeiro.
42 – E muitos ali creram nele.

Capítulo 11

1 – Ora, estava enfermo um homem chamado Lázaro, de Betânia, aldeia de Maria e de sua irmã Marta.
2 – E Maria, cujo irmão Lázaro se achava enfermo, era a mesma que ungiu o Senhor com bálsamo, e lhe enxugou os pés com os seus cabelos.
3 – Mandaram, pois, as irmãs dizer a Jesus: Senhor, eis que está enfermo aquele que tu amas.
4 – Jesus, porém, ao ouvir isto, disse: Esta enfermidade não é para a morte, mas para glória de Deus, para que o Filho de Deus seja glorificado por ela.
5 – Ora, Jesus amava a Marta, e a sua irmã, e a Lázaro.
6 – Quando, pois, ouviu que estava enfermo, ficou ainda dois dias no lugar onde se achava.
7 – Depois disto, disse a seus discípulos: Vamos outra vez para Judéia.
8 – Disseram-lhe eles: Rabi, ainda agora os judeus procuravam apedrejar-te, e voltas para lá?
9 – Respondeu Jesus: Não são doze as horas do dia? Se alguém andar de dia, não tropeça, porque vê a luz deste mundo;
10 – mas se andar de noite, tropeça, porque nele não há luz.
11 – E, tendo assim falado, acrescentou: Lázaro, o nosso amigo, dorme, mas vou despertá-lo do sono.
12 – Disseram-lhe, pois, os discípulos: Senhor, se dorme, ficará bom.
13 – Mas Jesus falara da sua morte; eles, porém, entenderam que falava do repouso do sono.
14 – Então Jesus lhes disse claramente: Lázaro morreu;
15 – e, por vossa causa, folgo de que eu lá não estivesse, para que creiais; mas vamos ter com ele.
16 – Disse, pois, Tomé, chamado Dídimo, aos seus condiscípulos: Vamos nós também, para morrermos com ele.
17 – Chegando pois Jesus, encontrou-o já com quatro dias de sepultura.
18 – Ora, Betânia distava de Jerusalém cerca de quinze estádios.
19 – E muitos dos judeus tinham vindo visitar Marta e Maria, para as consolar acerca de seu irmão.
20 – Marta, pois, ao saber que Jesus chegava, saiu-lhe ao encontro; Maria, porém, ficou sentada em casa.
21 – Disse, pois, Marta a Jesus: Senhor, se meu irmão não teria morrido.
22 – E mesmo agora sei que tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá.
23 – Respondeu-lhe Jesus: Teu irmão há de ressurgir.
24 – Disse-lhe Marta: Sei que ele há de ressurgir na ressurreição, no último dia.
25 – Declarou-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que morra, viverá;
26 – e todo aquele que vive, e crê em mim, jamais morrerá. Crês isto?
27 – Respondeu-lhe Marta: Sim, Senhor, eu creio que tu és o Cristo, o Filho de Deus, que havia de vir ao mundo.
28 – Dito isto, retirou-se e foi chamar em segredo a Maria, sua irmã, e lhe disse: O Mestre está aí, e te chama.
29 – Ela, ouvindo isto, levantou-se depressa, e foi ter com ele.
30 – Pois Jesus ainda não havia entrado na aldeia, mas estava no lugar onde Marta o encontrara.
31 – Então os judeus que estavam com Maria em casa e a consolavam, vendo-a levantar-se apressadamente e sair, seguiram-na, pensando que ia ao sepulcro para chorar ali.
32 – Tendo, pois, Maria chegado ao lugar onde Jesus estava, e vendo-a, lançou-se-lhe aos pés e disse: Senhor, se tu estiveras aqui, meu irmão não teria morrido.
33 – Jesus, pois, quando a viu chorar, e chorarem também os judeus que com ela vinham, comoveu-se em espírito, e perturbou-se,
34 – e perguntou: Onde o puseste? Responderam-lhe: Senhor, vem e vê.
35 – Jesus chorou.
36 – Disseram então os judeus: Vede como o amava.
37 – Mas alguns deles disseram: Não podia ele, que abriu os olhos ao cego, fazer também que este não morreste?
38 – Jesus, pois, comovendo-se outra vez, profundamente, foi ao sepulcro; era uma gruta, e tinha uma pedra posta sobre ela.
39 – Disse Jesus: Tirai a pedra. Marta, irmã do defunto, disse-lhe: Senhor, já cheira mal, porque está morto há quase quatro dias.
40 – Respondeu-lhe Jesus: Não te disse que, se creres, verás a glória de Deus?
41 – Tiraram então a pedra. E Jesus, levantando os olhos ao céu, disse: Pai, graças te dou, porque me ouviste.
42 – Eu sabia que sempre me ouves; mas por causa da multidão que está em redor é que assim falei, para que eles creiam que tu me enviaste.
43 – E, tendo dito isso, clamou em alta voz: Lázaro, vem para fora!
44 – Saiu o que estivera morto, ligados os pés e as mãos com faixas, e o seu rosto envolto num lenço. Disse-lhes Jesus: Desligai-o e deixai-o ir.
45 – Muitos, pois, dentre os judeus que tinham vindo visitar Maria, e que tinham visto o que Jesus fizera, creram nele.
46 – Mas alguns deles foram ter com os fariseus e disseram-lhes o que Jesus tinha feito.
47 – Então os principais sacerdotes e os fariseus reuniram o sinédrio e diziam: Que faremos? porquanto este homem vem operando muitos sinais.
48 – Se o deixarmos assim, todos crerão nele, e virão os romanos, e nos tirarão tanto o nosso lugar como a nossa nação.
49 – Um deles, porém, chamado Caifás, que era sumo sacerdote naquele ano, disse-lhes: Vós nada sabeis,
50 – nem considerais que vos convém que morra um só homem pelo povo, e que não pereça a nação toda.
51 – Ora, isso não disse ele por si mesmo; mas, sendo o sumo sacerdote naquele ano, profetizou que Jesus havia de morrer pela nação,
52 – e não somente pela nação, mas também para congregar num só corpo os filhos de Deus que estão dispersos.
53 – Desde aquele dia, pois, tomavam conselho para o matarem.
54 – De sorte que Jesus já não andava manifestamente entre os judeus, mas retirou-se dali para a região vizinha ao deserto, a uma cidade chamada Efraim; e ali demorou com os seus discípulos.
55 – Ora, estava próxima a páscoa dos judeus, e dessa região subiram muitos a Jerusalém, antes da páscoa, para se purificarem.
56 – Buscavam, pois, a Jesus e diziam uns aos outros, estando no templo: Que vos parece? Não virá ele à festa?
57 – Ora, os principais sacerdotes e os fariseus tinham dado ordem que, se alguém soubesse onde ele estava, o denunciasse, para que o prendessem.

– Pergunta sobre o Ano Bíblico.:

Em que estação do ano ocorria a Festa da Dedicação?
Resposta: Inverno (João 10:22)

– Curiosidades Bíblicas.:

Quem matou o irmão quando o beijava?
Resposta: Joabe. II Samuel 20:9,10.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/biblia.asp?lista=1&livro=10&capitulo=20

– Versos Bíblicos.:

O homem não pode receber coisa alguma, se não lhe for dada do céu. João 3:27

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/biblia.asp?lista=1&livro=43&capitulo=3&verso=27

– Ano Bíblico (Espanhol).:

Libro de João

Capítulo 10

1 – “De cierto, de cierto os digo que el que no entra al redil de las ovejas por la puerta, sino que sube por otra parte, ése es Ladrón y asaltante.
2 – Pero el que entra por la puerta es el pastor de las ovejas.
3 – A él le abre el portero, y las ovejas oyen su voz. A sus ovejas las llama por nombre y las conduce afuera.
4 – Y cuando saca fuera a todas las suyas, va delante de ellas; y las ovejas le siguen, porque conocen su voz.
5 – Pero al extraño Jamás Seguirán; Más bien, Huirán de él, porque no conocen la voz de los extraños.”
6 – Jesús les dijo esta figura, pero ellos no entendieron qué era lo que les Decía.
7 – Entonces Jesús les Habló de nuevo: “De cierto, de cierto os digo que yo soy la puerta de las ovejas.
8 – Todos los que vinieron antes de Mí eran ladrones y asaltantes, pero las ovejas no les oyeron.
9 – Yo soy la puerta. Si alguien entra por Mí, Será salvo; Entrará, Saldrá y Hallará pastos.
10 – El Ladrón no viene sino para robar, matar y destruir. Yo he venido para que tengan vida, y para que la tengan en abundancia.
11 – Yo soy el buen pastor; el buen pastor pone su vida por las ovejas.
12 – Pero el asalariado, que no es el pastor, y a quien no le pertenecen las ovejas, ve que viene el lobo, abandona las ovejas y huye; y el lobo arrebata y esparce las ovejas.
13 – Huye porque es asalariado, y a él no le importan las ovejas.
14 – Yo soy el buen pastor y conozco mis ovejas, y las Mías me conocen.
15 – Como el Padre me conoce, yo también conozco al Padre; y pongo mi vida por las ovejas.
16 – “También tengo otras ovejas que no son de este redil. A ellas también me es necesario traer, y Oirán mi voz. Así Habrá un solo rebaño y un solo pastor.
17 – Por esto me ama el Padre, porque yo pongo mi vida, para volverla a tomar.
18 – Nadie me la quita, sino que yo la pongo de Mí mismo. Tengo poder para ponerla, y tengo poder para volverla a tomar. Este mandamiento Recibí de mi Padre.”
19 – Hubo División otra vez entre los Judíos a causa de estas palabras,
20 – y muchos de ellos Decían: –Demonio tiene y Está fuera de Sí. ¿Por qué le Escucháis?
21 – Otros Decían: –Estas palabras no son las de un endemoniado. ¿Podrá un demonio abrir los ojos de los ciegos?
22 – Se celebraba entonces la fiesta de la Dedicación en Jerusalén. Era invierno,
23 – y Jesús andaba en el templo por el Pórtico de Salomón.
24 – Entonces le rodearon los Judíos y le dijeron: –¿Hasta Cuándo nos Tendrás en suspenso? Si Tú eres el Cristo, Dínoslo abiertamente.
25 – Jesús les Contestó: –Os lo he dicho, y no creéis. Las obras que yo hago en nombre de mi Padre, éstas dan testimonio de Mí.
26 – Pero vosotros no creéis, porque no sois de mis ovejas.
27 – Mis ovejas oyen mi voz, y yo las conozco, y me siguen.
28 – Yo les doy vida eterna, y no Perecerán Jamás, y nadie las Arrebatará de mi mano.
29 – Mi Padre que me las ha dado, es mayor que todos; y nadie las puede arrebatar de las manos del Padre.
30 – Yo y el Padre una cosa somos.
31 – Los Judíos volvieron a tomar piedras para apedrearle.
32 – Jesús les Respondió: –Muchas buenas obras os he mostrado de parte del Padre. ¿Por Cuál de estas obras me Apedreáis?
33 – Los Judíos le respondieron: –No te apedreamos por obra buena, sino por blasfemia y porque Tú, siendo hombre, te haces Dios.
34 – Jesús les Respondió: –¿No Está escrito en vuestra ley, “Yo dije: Sois dioses”?
35 – Si dijo “dioses” a aquellos a quienes fue dirigida la palabra de Dios (y la Escritura no puede ser anulada),
36 – ¿Decís vosotros: “Tú blasfemas” a quien el Padre Santificó y Envió al mundo, porque dije: “Soy Hijo de Dios”?
37 – Si no hago las obras de mi Padre, no me Creáis.
38 – Pero si las hago, aunque a Mí no me Creáis, creed a las obras; para que Conozcáis y Creáis que el Padre Está en Mí, y yo en el Padre.
39 – Procuraban otra vez tomarle preso, pero él se Salió de las manos de ellos.
40 – Y Volvió al otro lado del Jordán al lugar donde al principio Juan Había estado bautizando, y se Quedó Allí.
41 – Y muchos fueron a él y Decían: “Juan, a la verdad, ninguna señal hizo; pero todo lo que Juan dijo de éste era verdad.”
42 – Y muchos creyeron en él Allí.

Capítulo 11

1 – Estaba entonces enfermo un hombre llamado Lázaro, de Betania, la aldea de María y de su hermana Marta.
2 – María era la que Ungió al Señor con perfume y Secó sus pies con sus cabellos. Y Lázaro, que estaba enfermo, era su hermano.
3 – Entonces sus hermanas enviaron para decir a Jesús: “Señor, he Aquí el que amas Está enfermo.”
4 – Al Oírlo, Jesús dijo: –Esta enfermedad no es para muerte, sino para la gloria de Dios; para que el Hijo de Dios sea glorificado por ella.
5 – Jesús amaba a Marta, a su hermana y a Lázaro.
6 – Cuando Oyó, pues, que estaba enfermo, se Quedó Aún dos Días Más en el lugar donde estaba;
7 – y luego, después de esto, dijo a sus Discípulos: –Vamos a Judea otra vez.
8 – Le dijeron sus Discípulos: –Rabí, hace poco los Judíos procuraban apedrearte, ¿y otra vez vas Allá?
9 – Respondió Jesús: –¿No tiene el Día doce horas? Si uno camina de Día, no tropieza, porque ve la luz de este mundo.
10 – Pero si uno camina de noche, tropieza porque no hay luz en él.
11 – Habiendo dicho estas cosas después les dijo: –Nuestro amigo Lázaro duerme, pero voy para despertarlo.
12 – Entonces dijeron sus Discípulos: –Señor, si duerme, se Sanará.
13 – Sin embargo, Jesús Había dicho esto de la muerte de Lázaro, pero ellos pensaron que hablaba del reposo del sueño.
14 – Así que, luego Jesús les dijo claramente: –Lázaro ha muerto;
15 – y a causa de vosotros me alegro de que yo no haya estado Allá, para que Creáis. Pero vayamos a él.
16 – Entonces Tomás, que se llamaba Dídimo, dijo a sus Condiscípulos: –Vamos también nosotros, para que muramos con él.
17 – Cuando Llegó Jesús, Halló que Hacía ya cuatro Días que Lázaro estaba en el sepulcro.
18 – Betania estaba cerca de Jerusalén, como a quince estadios,
19 – y muchos de los Judíos Habían venido a Marta y a María para consolarlas por su hermano.
20 – Entonces cuando Oyó que Jesús Venía, Marta Salió a encontrarle, pero María se Quedó sentada en casa.
21 – Marta dijo a Jesús: –Señor, si hubieses estado Aquí, mi hermano no Habría muerto.
22 – Pero ahora también sé que todo lo que pidas a Dios, Dios te lo Dará.
23 – Jesús le dijo: –Tu hermano Resucitará.
24 – Marta le dijo: –Yo sé que Resucitará en la Resurrección en el Día final.
25 – Jesús le dijo: –Yo soy la Resurrección y la vida. El que cree en Mí, aunque muera, Vivirá.
26 – Y todo aquel que vive y cree en Mí no Morirá para siempre. ¿Crees esto?
27 – Le dijo: –Sí, Señor; yo he Creído que Tú eres el Cristo, el Hijo de Dios, el que Había de venir al mundo.
28 – Y cuando hubo dicho esto, fue y Llamó en secreto a su hermana María, diciendo: –El Maestro Está Aquí y te llama.
29 – Ella, cuando lo Oyó, se Levantó de prisa y fue a donde él estaba;
30 – pues Jesús Todavía no Había llegado a la aldea, sino que estaba en el lugar donde Marta le Había encontrado.
31 – Entonces, los Judíos que estaban en la casa con ella y la consolaban, cuando vieron que María se Levantó de prisa y Salió, la siguieron, porque pensaban que iba al sepulcro a llorar Allí.
32 – Luego, cuando María Llegó al lugar donde estaba Jesús y le vio, se Postró a sus pies diciéndole: –Señor, si hubieras estado Aquí, no Habría muerto mi hermano.
33 – Entonces Jesús, al verla llorando y al ver a los Judíos que Habían venido junto con ella también llorando, se Conmovió en Espíritu y se Turbó.
34 – Y dijo: –¿Dónde le habéis puesto? Le dijeron: –Señor, ven y ve.
35 – Jesús Lloró.
36 – Entonces dijeron los Judíos: –Mirad Cómo le amaba.
37 – Pero algunos de ellos dijeron: –¿No Podía éste, que Abrió los ojos al ciego, hacer también que Lázaro no muriese?
38 – Jesús, conmovido otra vez dentro de Sí, fue al sepulcro. Era una cueva y Tenía puesta una piedra contra la entrada.
39 – Jesús dijo: –Quitad la piedra. Marta, la hermana del que Había muerto, le dijo: –Señor, hiede ya, porque tiene cuatro Días.
40 – Jesús le dijo: –¿No te dije que si crees Verás la gloria de Dios?
41 – Luego quitaron la piedra, y Jesús Alzó los ojos arriba y dijo: –Padre, te doy gracias porque me Oíste.
42 – Yo Sabía que siempre me oyes; pero lo dije por causa de la gente que Está alrededor, para que crean que Tú me has enviado.
43 – Habiendo dicho esto, Llamó a gran voz: –¡Lázaro, ven fuera!
44 – Y el que Había estado muerto Salió, atados los pies y las manos con vendas y su cara envuelta en un sudario. Jesús les dijo: –Desatadle y dejadle ir.
45 – Muchos de los Judíos que Habían venido a María y Habían visto lo que Había hecho Jesús, creyeron en él.
46 – Pero algunos de ellos fueron a los fariseos y les dijeron lo que Jesús Había hecho.
47 – Entonces los principales sacerdotes y los fariseos reunieron al Sanedrín y Decían: –¿Qué hacemos? Pues este hombre hace muchas señales.
48 – Si le dejamos seguir Así, todos Creerán en él; y Vendrán los romanos y Destruirán nuestro lugar y nuestra Nación.
49 – Entonces uno de ellos, Caifás, que era sumo sacerdote en aquel año, les dijo: –Vosotros no sabéis nada;
50 – ni Consideráis que os conviene que un solo hombre muera por el pueblo, y no que perezca toda la Nación.
51 – Pero esto no lo dijo de Sí mismo; sino que, como era el sumo sacerdote de aquel año, Profetizó que Jesús Había de morir por la Nación;
52 – y no solamente por la Nación, sino también para reunir en uno a los hijos de Dios que estaban esparcidos.
53 – Así que, desde aquel Día resolvieron matarle.
54 – Por lo tanto, Jesús ya no andaba abiertamente entre los Judíos, sino que se fue de Allí a la Región que Está junto al desierto, a una ciudad que se llama Efraín; y estaba Allí con sus Discípulos.
55 – Ya estaba Próxima la Pascua de los Judíos, y muchos subieron de esa Región a Jerusalén antes de la Pascua para purificarse.
56 – Buscaban a Jesús y se Decían unos a otros, estando en el templo: –¿Qué os parece? ¿Que tal vez ni venga a la fiesta?
57 – Los principales sacerdotes y los fariseos Habían dado órdenes de que si alguno supiese Dónde estaba, lo informara para que le tomaran preso.

– Ano Bíblico (Inglês).:

Book of João

Chapter 10

1 – Truly I say to you, He who does not go through the door into the place where the sheep are kept, but gets in by some other way, is a thief and an outlaw.
2 – He who goes in by the door is the keeper of the sheep.
3 – The porter lets him in; and the sheep give ear to his voice; he says over the names of the sheep, and takes them out.
4 – When he has got them all out, he goes before them, and the sheep go after him, for they have knowledge of his voice.
5 – They will not go after another who is not their keeper, but will go from him in flight, because his voice is strange to them.
6 – In this Jesus was teaching them in the form of a story: but what he said was not clear to them.
7 – So Jesus said again, Truly I say to you, I am the door of the sheep.
8 – All who came before me are thieves and outlaws: but the sheep did not give ear to them.
9 – I am the door: if any man goes in through me he will have salvation, and will go in and go out, and will get food.
10 – The thief comes only to take the sheep and to put them to death: he comes for their destruction: I have come so that they may have life and have it in greater measure.
11 – I am the good keeper of sheep: the good keeper gives his life for the sheep.
12 – He who is a servant, and not the keeper or the owner of the sheep, sees the wolf coming and goes in flight, away from the sheep; and the wolf comes down on them and sends them in all directions:
13 – Because he is a servant he has no interest in the sheep.
14 – I am the good keeper; I have knowledge of my sheep, and they have knowledge of me,
15 – Even as the Father has knowledge of me and I of the Father; and I am giving my life for the sheep.
16 – And I have other sheep which are not of this field: I will be their guide in the same way, and they will give ear to my voice, so there will be one flock and one keeper.
17 – For this reason am I loved by the Father, because I give up my life so that I may take it again.
18 – No one takes it away from me; I give it up of myself. I have power to give it up, and I have power to take it again. These orders I have from my Father.
19 – There was a division again among the Jews because of these words.
20 – And a number of them said, He has an evil spirit and is out of his mind; why do you give ear to him?
21 – Others said, These are not the words of one who has an evil spirit. Is it possible for an evil spirit to make blind people see?
22 – Then came the feast of the opening of the Temple in Jerusalem: it was winter;
23 – And Jesus was walking in the Temple, in Solomon´s covered way.
24 – Then the Jews came round him, saying, how long are you going to keep us in doubt? If you are the Christ, say so clearly.
25 – Jesus said in answer, I have said it and you have no belief: the works which I do in my Father´s name, these give witness about me.
26 – But you have no belief because you are not of my sheep.
27 – My sheep give ear to my voice, and I have knowledge of them, and they come after me:
28 – And I give them eternal life; they will never come to destruction, and no one will ever take them out of my hand.
29 – That which my Father has given to me has more value than all; and no one is able to take anything out of the Father´s hand.
30 – I and my Father are one.
31 – Then the Jews took up stones again to send at him.
32 – Jesus said to them in answer, I have let you see a number of good works from the Father; for which of those works are you stoning me?
33 – This was their answer: We are not stoning you for a good work but for evil words; because being a man you make yourself God.
34 – In answer, Jesus said, Is there not a saying in your law, I said, You are gods?
35 – If he said they were gods, to whom the word of God came (and the Writings may not be broken),
36 – Do you say of him whom the Father made holy and sent into the world, Your words are evil; because I said, I am God´s Son?
37 – If I am not doing the works of my Father, do not have belief in me;
38 – But if I am doing them, then have belief in the works even if you have no belief in me; so that you may see clearly and be certain that the Father is in me and I am in the Father.
39 – Then again they made an attempt to take him; but he got away from them.
40 – And he went again to the other side of the Jordan, to the place where John first gave baptism; and he was there for a time.
41 – And a great number of people came to him, saying, John did no sign: but everything John said of this man was true.
42 – And a number came to have faith in him there.

Chapter 11

1 – Now a certain man named Lazarus was ill; he was of Bethany, the town of Mary and her sister Martha.
2 – (The Mary whose brother Lazarus was ill, was the Mary who put perfumed oil on the Lord and made his feet dry with her hair.)
3 – So the sisters sent to him, saying, Lord, your dear friend is ill.
4 – When this came to his ears, Jesus said, The end of this disease is not death, but the glory of God, so that the Son of God may have glory because of it.
5 – Now Jesus had love in his heart for Martha and her sister and Lazarus.
6 – So when the news came to him that Lazarus was ill, he did not go from the place where he was for two days.
7 – Then after that time he said to his disciples, Let us go into Judaea again.
8 – The disciples said to him, Master, the Jews were attempting only the other day to have you stoned, and are you going back there again?
9 – Then Jesus said in answer, Are there not twelve hours in the day? A man may go about in the day without falling, because he sees the light of this world.
10 – But if a man goes about in the night, he may have a fall because the light is not in him.
11 – These things said he: and after that he said to them, Lazarus our friend is at rest; but I go so that I may make him come out of his sleep.
12 – Then his disciples said to him, Lord, if he is resting he will get well.
13 – Jesus, however, was talking of his death: but they had the idea that he was talking about taking rest in sleep.
14 – Then Jesus said to them clearly, Lazarus is dead.
15 – And because of you I am glad I was not there, so that you may have faith; but let us go to him.
16 – Then Thomas, who was named Didymus, said to the other disciples, Let us go so that we may be with him in death.
17 – Now when Jesus came, he made the discovery that Lazarus had been put into the earth four days before.
18 – Now Bethany was near to Jerusalem, about two miles away;
19 – And a number of Jews had come to Martha and Mary to give them comfort about their brother.
20 – When Martha had the news that Jesus was on the way, she went out to him, but Mary did not go from the house.
21 – Then Martha said to Jesus, Lord, if you had been here my brother would not be dead.
22 – But I am certain that, even now, whatever request you make to God, God will give it to you.
23 – Jesus said to her, Your brother will come to life again.
24 – Martha said to him, I am certain that he will come to life again when all come back from the dead at the last day.
25 – Jesus said to her, I am myself that day and that life; he who has faith in me will have life even if he is dead;
26 – And no one who is living and has faith in me will ever see death. Is this your faith?
27 – She said to him, Yes, Lord: my faith is that you are the Christ, the Son of God, who was to come into the world.
28 – And having said this, she went away and said secretly to her sister Mary, The Master is here and has sent for you.
29 – And Mary, hearing this, got up quickly and went to him.
30 – Now Jesus had not at this time come into the town, but was still in the place where Martha had seen him.
31 – Then the Jews who were with her in the house, comforting her, when they saw Mary get up quickly and go out, went after her in the belief that she was going to the place of the dead and would be weeping there.
32 – When Mary came to where Jesus was and saw him, she went down at his feet, saying, Lord, if you had been here my brother would not be dead.
33 – And when Jesus saw her weeping, and saw the Jews weeping who came with her, his spirit was moved and he was troubled,
34 – And said, Where have you put him? They said, Come and see, Lord.
35 – And Jesus himself was weeping.
36 – So the Jews said, See how dear he was to him!
37 – But some of them said, This man, who made open the eyes of the blind man, was he not able to keep his friend from death?
38 – So Jesus, deeply troubled in heart, came to the place of the dead. It was a hole in the rock, and a stone was over the opening.
39 – Jesus said, Take away the stone. Martha, the sister of him who was dead, said, Lord, by this time the body will be smelling, for he has been dead four days.
40 – Jesus said to her, Did I not say to you that if you had faith you would see the glory of God?
41 – So they took away the stone. And Jesus, looking up to heaven, said, Father, I give praise to you for hearing me.
42 – I was certain that your ears are at all times open to me, but I said it because of these who are here, so that they may see that you sent me.
43 – Then he said in a loud voice, Lazarus, come out!
44 – And he who was dead came out, with linen bands folded tightly about his hands and feet, and a cloth about his face. Jesus said to them, Make him free and let him go.
45 – Then a number of the Jews who had come to Mary and had seen the things which Jesus did had belief in him.
46 – But some of them went to the Pharisees with the news of what Jesus had done.
47 – Then the high priests and the Pharisees had a meeting and said, What are we doing? This man is doing a number of signs.
48 – If we let him go on in this way, everybody will have belief in him and the Romans will come and take away our place and our nation.
49 – But one of them, Caiaphas, who was high priest that year, said to them, You have no knowledge of anything;
50 – You do not see that it is in your interest for one man to be put to death for the people, so that all the nation may not come to destruction.
51 – He did not say this of himself, but being the high priest that year he said, as a prophet, that Jesus would be put to death for the nation;
52 – And not for that nation only, but for the purpose of uniting in one body the children of God all over the world.
53 – And from that day they took thought together how to put him to death.
54 – So Jesus no longer went about publicly among the Jews, but went from there into the country near to the waste land, to a town named Ephraim, where he was for some time with the disciples.
55 – Now the Passover of the Jews was near, and numbers of people went up from the country to Jerusalem to make themselves clean before the Passover.
56 – They were looking for Jesus and saying to one another while they were in the Temple, What is your opinion? Will he not come to the feast?
57 – Now the chief priests and the Pharisees had given orders that if anyone had knowledge where he was, he was to give them word, so that they might take him.

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Meditação Matinal de EGW (Português).:

O Seu Galardão Está com Ele

“Eis que venho sem demora e comigo está o galardão que tenho para retribuir a cada um segundo as suas obras”. Apoc. 22:12.
Nossa obra aqui está para terminar em breve, e todo homem receberá o galardão de acordo com o seu próprio labor. Foi- me mostrado o galardão dos santos, a herança imortal, e vi que aqueles que haviam suportado o máximo por causa da verdade não pensarão que tiveram um tempo difícil, mas considerarão o Céu demasiado barato. – lT, 381.
Cada dia encerra a sua relação por escrito de deveres não cumpridos, de negligência, de egoísmo, de engano, de fraude, de extorsão. Que quantidade de más obras está-se acumulando para o juízo final! Quando Cristo vier, “com Ele está o Seu galardão, e a Sua obra diante dele”, para retribuir a cada um segundo as suas obras. Que revelação será feita então! Que confusão de rosto para alguns ao serem os atos de sua vida revelados sobre as páginas da História! – 2T, 160.
Todo ato bom e todo ato mau, e sua influência sobre os outros, é delineado pelo Esquadrinhador dos corações, a quem é revelado todo segredo. E o galardão será de acorda com os intuitos que motivaram a ação. – 2T, 520.
A vinda de Cristo está próxima, e apressa-se muito. O tempo que nos resta para trabalhar é curto, e há homens e mulheres que perecem. … É necessário que o poder divino de converter se aposse de nós, a fim de compreendermos as necessidades de um mundo que perece. A principal mensagem de que fui encarregada de transmitir-vos, é: Preparai-vos, preparai-vos para o encontro com o Senhor. Espevitai as vossas lâmpadas para que a luz da verdade brilhe nos atalhos e vaiados. Há um mundo inteiro a espera de que lhes seja anunciada a proximidade do fim de todas as coisas. .. .
Busquemos nova conversão. Precisamos da presença do Santo Espírito de Deus, para nos enternecer o coração e evitar que “manifestemos no trabalho espírito rude. Oro a fim de que o Espírito Santo Se aposse “inteiramente do nosso coração. “Procedamos como filhos de Deus, que buscam o Seu conselho, e se dispõem a executar-Lhe os planos, onde quer que sejam apresentados. Deus será glorificado por um tal povo, e os que nos observam o zelo, dirão: Amém, amém. 3TS, 339-342.
Ano Bíblico: S. João 7-9. Juvenis: S. João 13.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=100&p=310

– Meditação Matinal de EGW (Espanhol).:

SU GALARDÓN ESTA CON ÉL

He aquí yo vengo pronto, y mi galardón conmigo, para recompensar a cada uno según sea su obra. (Apoc. 22: 12).
Nuestra tarea aquí está por terminar, y cada cual recibirá su recompensa de acuerdo con su propia labor. Se me mostró la recompensa de los santos, la herencia inmortal, y vi que los que habían padecido más por causa de la verdad no estimarían que habían pasado por tiempos difíciles, sino que considerarían que el cielo les había resultado fácil de alcanzar .*
Cada día lleva su propia carga de deberes no cumplidos, de descuido, de egoísmo, de engaño, de fraude, de astucia. ¡Cuántas malas obras acumuladas para el juicio final! Cuando Cristo venga, “su recompensa” estará “con él, y delante de él su obra” para dar a cada hombre según sus obras ¡Que revelación será aquélla! ¡Qué confusión de rostro para algunos cuando los hechos de su vida sean revelados en las páginas de la historia!*
Todo acto bueno o malo, y su influencia sobre los demás, no pasa inadvertido para el que escudriña los corazones, a quien se revela todo secreto. Y la recompensa estará de acuerdo con los motivos que promovieron la acción.*
La venida de Cristo se acerca apresuradamente. El tiempo que nos queda para trabajar es corto, y hay hombres y mujeres que perecen. . . Es necesario que la potencia convertidora de Dios tome posesión de nosotros, para que podamos comprender las necesidades de un mundo que perece. El mensaje que estoy encargada de anunciaros es éste: Preparaos, preparaos para el encuentro con el Señor. Aderezad vuestras Lámparas y que la luz de la verdad brille en las encrucijadas y los vallados. Hay un mundo entero que espera le sea anunciada la proximidad del fin de todas las cosas.
Procuremos una nueva conversión. Necesitamos de la presencia del Santo Espíritu de Dios para enternecer nuestros corazones y evitar un espíritu duro en nuestro trabajo. Ruego a Dios que su Santo Espíritu tome plena posesión de nuestros corazones. Procedamos como hijos de Dios, que buscan su consejo y están listos para seguir sus planes dondequiera que les sean presentados. Dios será glorificado por un pueblo tal y los testigos de nuestro celo dirán: Amén, amén.*

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=101&p=310

– Meditação Matinal de EGW (Inglês).:

October 31 – His Reward is with Him

Behold, I come quickly; and my reward is with me, to give every man according as his work shall be. Rev. 22:12.
Our work here is soon to close, and every man will receive his reward according to his own labour. I was shown the saints” reward, the immortal inheritance, and saw that those who had endured the most for the truth”s sake will not think they have had a hard time, but will count heaven cheap enough. {Mar 312.1}
Every day bears its burden of record of unfulfilled duties, of neglect, of selfishness, of deception, of fraud, of overreaching. What an amount of evil works is accumulating for the final judgment! When Christ shall come, “His reward is with him, and his work before him,” to render to every man according as his works have been. What a revelation will then be made! What confusion of face to some as the acts of their lives are revealed upon the pages of history. {Mar 312.2}
Every good and every wrong act, and its influence upon others, is traced out by the Searcher of hearts, to whom every secret is revealed. And the reward will be according to the motives which prompted the action. {Mar 312.3}
The coming of Christ is near and hasteth greatly. The time in which to labour is short, and men and women are perishing. . . . {Mar 312.4}
We need the converting power of God to take hold of us, that we may understand the needs of a perishing world. The burden of my message to you is: Get ready, get ready to meet the Lord. Trim your lamps, and let the light of truth shine forth into the byways and the hedges. There is a world to be warned of the near approach of the end of all things. . . . {Mar 312.5}
Let us seek a new conversion. We need the presence of the Holy Spirit of God with us, that our hearts may be softened and that we may not bring a harsh spirit into the work. I pray that the Holy Spirit may take full possession of our hearts. Let us act like children of God who are looking to Him for counsel, ready to work out His plans wherever presented. God will be glorified by such a people, and those who witness our zeal will say: Amen and amen. {Mar 312.6}

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=129&p=310

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Mensagens para Evangelistas.:

Nos famosos centros de turismo e estâncias hidrominerais, onde milhares vão em busca de saúde e de prazer, devem ser colocados pastores e colportores capazes de prender a atenção das multidões. Atentem esses obreiros para a oportunidade de apresentar a mensagem para este tempo e realizem reuniões ao apresentar-se ocasião. Agarrem sem demora as oportunidades de falar ao povo. Acompanhados pelo poder do Espírito Santo, vão eles ao encontro do povo com a mensagem apresentada por João Batista: “Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos Céus.” Mat. 3:2. A Palavra de Deus deve ser apresentada com clareza e poder, para que os que têm ouvidos para ouvir ouçam a verdade. Assim o evangelho da verdade presente será posto no caminho dos que não o conhecem, e será aceito por não poucos, e levados por estes a seus próprios lares em todas as partes do mundo. Review and Herald, 25 de janeiro de 1906 e O Colportor Evangelista, pág. 40.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=43&p=40

– Mensagens para Jovens.:

Educai os jovens em auxiliar os jovens; e, ao buscar assim fazer, cada um adquirirá experiência que o habilite a se tornar um consagrado obreiro em mais ampla esfera. Milhares de corações são susceptíveis de ser alcançados pela mais simples maneira. Mensagens aos Jovens, pág. 203.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=6&p=203

– Mensagens para Namorados.:

Os que pensam em casar-se devem tomar em conta qual será o caráter e a influência do lar que vão fundar. Ao tornarem-se pais, é-lhes confiado um santo legado. Deles depende em grande medida o bem-estar dos filhos neste mundo e sua felicidade no mundo por vir. Determinam, em grande extensão, a imagem física e a moral que os pequeninos recebem. E da qualidade do lar depende a condição da sociedade; o peso da influência de cada família concorrerá para fazer subir ou descer o prato da balança. A Ciência do Bom Viver, pág. 357.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=31&p=357

– Mensagens para Pais.:

Os pais adventistas do sétimo dia devem compreender de maneira mais ampla a sua responsabilidade como construtores de caráter. Deus põe diante deles o privilégio de fortalecer a Sua causa mediante a consagração e trabalhos de seus filhos. Deseja ver ajuntado dentre os lares de nosso povo um grande grupo de jovens que, devido às influências piedosas de seus lares, entregaram o coração a Ele, e saem a prestar-Lhe o mais elevado serviço de sua vida. Dirigidos e ensinados pela piedosa instrução do lar, pela influência do culto da manhã e da noite, e pelo exemplo coerente de pais que amam e temem a Deus, aprenderam a submeter-se a Deus como seu ensinador, e estão preparados para prestar-Lhe serviço aceitável como filhos e filhas fiéis. Tais jovens estão preparados para exporem ao mundo o poder e a graça de Cristo. Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes, pág. 131.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=37&p=131

– Mensagens sobre Escola Sabatina.:

Uma coisa é certa: tanto na igreja como na Escola Sabatina, existe muito pouco espírito de amor entre os adventistas do sétimo dia. Obreiros e alunos têm um alvo muito baixo. Todos precisam ter mais amplas, elevadas e santas aspirações e respirar uma atmosfera mais pura. De nossas Escolas Sabatinas devem sair moços e moças que se tornem missionários de Deus. Necessitam receber a melhor instrução e preparo religioso. Precisam daquela virtude que vem de Deus, juntamente com o conhecimento que os qualificará para cargos difíceis e de responsabilidade. O crescimento intelectual deve ser tão notável como o desenvolvimento das forças físicas. O jovem deve sentir a necessidade de ser forte e competente, tanto intelectual como espiritualmente. Muitos falham em adquirir esse poder, não porque lhes falte a capacidade, mas por não se dedicarem com resoluto e diligente esforço. Devem aproveitar o máximo possível suas oportunidades, a fim de serem capazes de levar os encargos e partilhar
das responsabilidades dos que estão cansados e sobrecarregados. A mais importante obra missionária é preparar obreiros que, no campo, preguem o evangelho a toda criatura. Conselhos Sobre a Escola Sabatina, pág. 86.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=15&p=86

– Mensagens sobre Saúde.:

E ao passo que vos desejaríamos advertir a não comer em excesso, mesmo da melhor qualidade de comida, quereríamos também advertir aos que são extremistas a não erguerem uma falsa norma, e depois esforçarem-se por levar toda a gente a segui-la. Testimonies, vol. 2, págs. 374 e 375 e Conselhos Sobre o Regime Alimentar, pág. 208.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=17&p=208

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Ano Bíblico (Português).:

Livro de João

Capítulo 7

1 – Depois disto andava Jesus pela Galiléia; pois não queria andar pela Judéia, porque os judeus procuravam matá-lo.
2 – Ora, estava próxima a festa dos judeus, a dos tabernáculos.
3 – Disseram-lhe, então, seus irmãos: Retira-te daqui e vai para a Judéia, para que também os teus discípulos vejam as obras que fazes.
4 – Porque ninguém faz coisa alguma em oculto, quando procura ser conhecido. Já que fazes estas coisas, manifesta-te ao mundo.
5 – Pois nem seus irmãos criam nele.
6 – Disse-lhes, então, Jesus: Ainda não é chegado o meu tempo; mas o vosso tempo sempre está presente.
7 – O mundo não vos pode odiar; mas ele me odeia a mim, porquanto dele testifico que as suas obras são más.
8 – Subi vós à festa; eu não subo ainda a esta festa, porque ainda não é chegado o meu tempo.
9 – E, havendo-lhes dito isto, ficou na Galiléia.
10 – Mas quando seus irmãos já tinham subido à festa, então subiu ele também, não publicamente, mas como em secreto.
11 – Ora, os judeus o procuravam na festa, e perguntavam: Onde está ele?
12 – E era grande a murmuração a respeito dele entre as multidões. Diziam alguns: Ele é bom. Mas outros diziam: não, antes engana o povo.
13 – Todavia ninguém falava dele abertamente, por medo dos judeus.
14 – Estando, pois, a festa já em meio, subiu Jesus ao templo e começou a ensinar.
15 – Então os judeus se admiravam, dizendo: Como sabe este letras, sem ter estudado?
16 – Respondeu-lhes Jesus: A minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou.
17 – Se alguém quiser fazer a vontade de Deus, há de saber se a doutrina é dele, ou se eu falo por mim mesmo.
18 – Quem fala por si mesmo busca a sua própria glória; mas o que busca a glória daquele que o enviou, esse é verdadeiro, e não há nele injustiça.
19 – Não vos deu Moisés a lei? no entanto nenhum de vós cumpre a lei. Por que procurais matar-me?
20 – Respondeu a multidão: Tens demônio; quem procura matar-te?
21 – Replicou-lhes Jesus: Uma só obra fiz, e todos vós admirais por causa disto.
22 – Moisés vos ordenou a circuncisão (não que fosse de Moisés, mas dos pais), e no sábado circuncidais um homem.
23 – Ora, se um homem recebe a circuncisão no sábado, para que a lei de Moisés não seja violada, como vos indignais contra mim, porque no sábado tornei um homem inteiramente são?
24 – Não julgueis pela aparência mas julgai segundo o reto juízo.
25 – Diziam então alguns dos de Jerusalém: Não é este o que procuram matar?
26 – E eis que ele está falando abertamente, e nada lhe dizem. Será que as autoridades realmente o reconhecem como o Cristo?
27 – Entretanto sabemos donde este é; mas, quando vier o Cristo, ninguém saberá donde ele é.
28 – Jesus, pois, levantou a voz no templo e ensinava, dizendo: Sim, vós me conheceis, e sabeis donde sou; contudo eu não vim de mim mesmo, mas aquele que me enviou é verdadeiro, o qual vós não conheceis.
29 – Mas eu o conheço, porque dele venho, e ele me enviou.
30 – Procuravam, pois, prendê-lo; mas ninguém lhe deitou as mãos, porque ainda não era chegada a sua hora.
31 – Contudo muitos da multidão creram nele, e diziam: Será que o Cristo, quando vier, fará mais sinais do que este tem feito?
32 – Os fariseus ouviram a multidão murmurar estas coisas a respeito dele; e os principais sacerdotes e os fariseus mandaram guardas para o prenderem.
33 – Disse, pois, Jesus: Ainda um pouco de tempo estou convosco, e depois vou para aquele que me enviou.
34 – Vós me buscareis, e não me achareis; e onde eu estou, vós não podeis vir.
35 – Disseram, pois, os judeus uns aos outros: Para onde irá ele, que não o acharemos? Irá, porventura, à Dispersão entre os gregos, e ensinará os gregos?
36 – Que palavra é esta que disse: Buscar-me-eis, e não me achareis; e, Onde eu estou, vós não podeis vir?
37 – Ora, no seu último dia, o grande dia da festa, Jesus pôs-se em pé e clamou, dizendo: Se alguém tem sede, venha a mim e beba.
38 – Quem crê em mim, como diz a Escritura, do seu interior correrão rios de água viva.
39 – Ora, isto ele disse a respeito do Espírito que haviam de receber os que nele cressem; pois o Espírito ainda não fora dado, porque Jesus ainda não tinha sido glorificado.
40 – Então alguns dentre o povo, ouvindo essas palavras, diziam: Verdadeiramente este é o profeta.
41 – Outros diziam: Este é o Cristo; mas outros replicavam: Vem, pois, o Cristo da Galiléia?
42 – Não diz a Escritura que o Cristo vem da descendência de Davi, e de Belém, a aldeia donde era Davi?
43 – Assim houve uma dissensão entre o povo por causa dele.
44 – Alguns deles queriam prendê-lo; mas ninguém lhe pôs as mãos.
45 – Os guardas, pois, foram ter com os principais dos sacerdotes e fariseus, e estes lhes perguntaram: Por que não o trouxestes?
46 – Responderam os guardas: Nunca homem algum falou assim como este homem.
47 – Replicaram-lhes, pois, os fariseus: Também vós fostes enganados?
48 – Creu nele porventura alguma das autoridades, ou alguém dentre os fariseus?
49 – Mas esta multidão, que não sabe a lei, é maldita.
50 – Nicodemos, um deles, que antes fora ter com Jesus, perguntou-lhes:
51 – A nossa lei, porventura, julga um homem sem primeiro ouvi-lo e ter conhecimento do que ele faz?
52 – Responderam-lhe eles: És tu também da Galiléia? Examina e vê que da Galiléia não surge profeta.
53 – [E cada um foi para sua casa.

Capítulo 8

1 – Mas Jesus foi para o Monte das Oliveiras.
2 – Pela manhã cedo voltou ao templo, e todo o povo vinha ter com ele; e Jesus, sentando-se o ensinava.
3 – Então os escribas e fariseus trouxeram-lhe uma mulher apanhada em adultério; e pondo-a no meio,
4 – disseram-lhe: Mestre, esta mulher foi apanhada em flagrante adultério.
5 – Ora, Moisés nos ordena na lei que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes?
6 – Isto diziam eles, tentando-o, para terem de que o acusar. Jesus, porém, inclinando-se, começou a escrever no chão com o dedo.
7 – Mas, como insistissem em perguntar-lhe, ergueu-se e disse-lhes: Aquele dentre vós que está sem pecado seja o primeiro que lhe atire uma pedra.
8 – E, tornando a inclinar-se, escrevia na terra.
9 – Quando ouviram isto foram saindo um a um, a começar pelos mais velhos, até os últimos; ficou só Jesus, e a mulher ali em pé.
10 – Então, erguendo-se Jesus e não vendo a ninguém senão a mulher, perguntou-lhe: Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou?
11 – Respondeu ela: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu te condeno; vai-te, e não peques mais.]
12 – Então Jesus tornou a falar-lhes, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue de modo algum andará em trevas, mas terá a luz da vida.
13 – Disseram-lhe, pois, os fariseus: Tu dás testemunho de ti mesmo; o teu testemunho não é verdadeiro.
14 – Respondeu-lhes Jesus: Ainda que eu dou testemunho de mim mesmo, o meu testemunho é verdadeiro; porque sei donde vim, e para onde vou; mas vós não sabeis donde venho, nem para onde vou.
15 – Vós julgais segundo a carne; eu a ninguém julgo.
16 – E, mesmo que eu julgue, o meu juízo é verdadeiro; porque não sou eu só, mas eu e o Pai que me enviou.
17 – Ora, na vossa lei está escrito que o testemunho de dois homens é verdadeiro.
18 – Sou eu que dou testemunho de mim mesmo, e o Pai que me enviou, também dá testemunho de mim.
19 – Perguntavam-lhe, pois: Onde está teu pai? Jesus respondeu: Não me conheceis a mim, nem a meu Pai; se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai.
20 – Essas palavras proferiu Jesus no lugar do tesouro, quando ensinava no templo; e ninguém o prendeu, porque ainda não era chegada a sua hora.
21 – Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Eu me retiro; buscar-me-eis, e morrereis no vosso pecado. Para onde eu vou, vós não podeis ir.
22 – Então diziam os judeus: Será que ele vai suicidar-se, pois diz: Para onde eu vou, vós não podeis ir?
23 – Disse-lhes ele: Vós sois de baixo, eu sou de cima; vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo.
24 – Por isso vos disse que morrereis em vossos pecados; porque, se não crerdes que eu sou, morrereis em vossos pecados.
25 – Perguntavam-lhe então: Quem és tu? Respondeu-lhes Jesus: Exatamente o que venho dizendo que sou.
26 – Muitas coisas tenho que dizer e julgar acerca de vós; mas aquele que me enviou é verdadeiro; e o que dele ouvi, isso falo ao mundo.
27 – Eles não perceberam que lhes falava do Pai.
28 – Prosseguiu, pois, Jesus: Quando tiverdes levantado o Filho do homem, então conhecereis que eu sou, e que nada faço de mim mesmo; mas como o Pai me ensinou, assim falo.
29 – E aquele que me enviou está comigo; não me tem deixado só; porque faço sempre o que é do seu agrado.
30 – Falando ele estas coisas, muitos creram nele.
31 – Dizia, pois, Jesus aos judeus que nele creram: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sois meus discípulos;
32 – e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.
33 – Responderam-lhe: Somos descendentes de Abraão, e nunca fomos escravos de ninguém; como dizes tu: Sereis livres?
34 – Replicou-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é escravo do pecado.
35 – Ora, o escravo não fica para sempre na casa; o filho fica para sempre.
36 – Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.
37 – Bem sei que sois descendência de Abraão; contudo, procurais matar-me, porque a minha palavra não encontra lugar em vós.
38 – Eu falo do que vi junto de meu Pai; e vós fazeis o que também ouvistes de vosso pai.
39 – Responderam-lhe: Nosso pai é Abraão. Disse-lhes Jesus: Se sois filhos de Abraão, fazei as obras de Abraão.
40 – Mas agora procurais matar-me, a mim que vos falei a verdade que de Deus ouvi; isso Abraão não fez.
41 – Vós fazeis as obras de vosso pai. Replicaram-lhe eles: Nós não somos nascidos de prostituição; temos um Pai, que é Deus.
42 – Respondeu-lhes Jesus: Se Deus fosse o vosso Pai, vós me amaríeis, porque eu saí e vim de Deus; pois não vim de mim mesmo, mas ele me enviou.
43 – Por que não compreendeis a minha linguagem? é porque não podeis ouvir a minha palavra.
44 – Vós tendes por pai o Diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele é homicida desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque nele não há verdade; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio; porque é mentiroso, e pai da mentira.
45 – Mas porque eu digo a verdade, não me credes.
46 – Quem dentre vós me convence de pecado? Se digo a verdade, por que não me credes?
47 – Quem é de Deus ouve as palavras de Deus; por isso vós não as ouvis, porque não sois de Deus.
48 – Responderam-lhe os judeus: Não dizemos com razão que és samaritano, e que tens demônio?
49 – Jesus respondeu: Eu não tenho demônio; antes honro a meu Pai, e vós me desonrais.
50 – Eu não busco a minha glória; há quem a busque, e julgue.
51 – Em verdade, em verdade vos digo que, se alguém guardar a minha palavra, nunca verá a morte.
52 – Disseram-lhe os judeus: Agora sabemos que tens demônios. Abraão morreu, e também os profetas; e tu dizes: Se alguém guardar a minha palavra, nunca provará a morte!
53 – Porventura és tu maior do que nosso pai Abraão, que morreu? Também os profetas morreram; quem pretendes tu ser?
54 – Respondeu Jesus: Se eu me glorificar a mim mesmo, a minha glória não é nada; quem me glorifica é meu Pai, do qual vós dizeis que é o vosso Deus;
55 – e vós não o conheceis; mas eu o conheço; e se disser que não o conheço, serei mentiroso como vós; mas eu o conheço, e guardo a sua palavra.
56 – Abraão, vosso pai, exultou por ver o meu dia; viu-o, e alegrou-se.
57 – Disseram-lhe, pois, os judeus: Ainda não tens cinqüenta anos, e viste Abraão?
58 – Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, eu sou.
59 – Então pegaram em pedras para lhe atirarem; mas Jesus ocultou-se, e saiu do templo.

– Pergunta sobre o Ano Bíblico.:

Como se chamava o tanque, onde por ordem de Jesus, o cego de nascença lavou-se foi curado?
Resposta: Tanque de Siloé (João 9:7)

– Curiosidades Bíblicas.:

Quem foi o 1º homem, citado na Bíblia, que se enforcou?
Resposta: Aitofel. II Samuel 17:23.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/biblia.asp?lista=1&livro=10&capitulo=17

– Versos Bíblicos.:

E tudo quanto pedirdes em meu nome, eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. João 14:13

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/biblia.asp?lista=1&livro=43&capitulo=14&verso=13

– Ano Bíblico (Espanhol).:

Libro de João

Capítulo 7

1 – Después de esto, andaba Jesús por Galilea. No Quería andar por Judea, porque los Judíos le buscaban para matarlo.
2 – Estaba Próxima la fiesta de los Tabernáculos de los Judíos.
3 – Por tanto, le dijeron sus hermanos: –Sal de Aquí y vete a Judea, para que también tus Discípulos vean las obras que haces.
4 – Porque nadie que procura darse a conocer hace algo en oculto. Puesto que haces estas cosas, manifiéstate al mundo.
5 – Pues ni aun sus hermanos Creían en él.
6 – Entonces Jesús les dijo: –Mi tiempo no ha llegado Todavía, pero vuestro tiempo siempre Está a la mano.
7 – El mundo no puede aborreceros a vosotros; pero a Mí me aborrece porque yo doy testimonio de él, que sus obras son malas.
8 – Subid vosotros a la fiesta. Yo no subo Todavía a esta fiesta, porque mi tiempo Aún no se ha cumplido.
9 – Habiendo dicho esto, él se Quedó en Galilea.
10 – Pero cuando sus hermanos Habían subido a la fiesta, entonces él también Subió, no abiertamente sino en secreto.
11 – Los Judíos le buscaban en la fiesta y Decían: –¿Dónde Está aquél?
12 – Había una gran Murmuración acerca de él entre las multitudes. Unos Decían: “Es bueno.” Pero otros Decían: “No, sino que engaña a la gente.”
13 – Sin embargo, nadie hablaba abiertamente de él, por miedo de los Judíos.
14 – Cuando ya Había pasado la mitad de la fiesta, Subió Jesús al templo y enseñaba.
15 – Entonces los Judíos se asombraban diciendo: –¿Cómo sabe éste de letras, sin haber estudiado?
16 – Por tanto, Jesús les Respondió y dijo: –Mi doctrina no es Mía, sino de aquel que me Envió.
17 – Si alguien quiere hacer su voluntad, Conocerá si mi doctrina proviene de Dios o si yo hablo por mi propia cuenta.
18 – El que habla de Sí mismo busca su propia gloria; pero el que busca la gloria del que le Envió, éste es verdadero, y en él no hay injusticia.
19 – ¿No os dio Moisés la Ley? Y ninguno de vosotros la cumple. ¿Por qué Buscáis matarme?
20 – La multitud Respondió: –Demonio tienes. ¿Quién busca matarte?
21 – Jesús Respondió y les dijo: –Una sola obra hice, y todos os Asombráis.
22 – Por esto Moisés os dio la Circuncisión (no porque sea de Moisés, sino de los padres), y en Sábado Circuncidáis al hombre.
23 – Si el hombre recibe la Circuncisión en Sábado a fin de que la ley de Moisés no sea quebrantada, ¿os Enojáis conmigo porque en Sábado sané a un hombre por completo?
24 – No juzguéis Según las apariencias, sino juzgad con justo juicio.
25 – Decían entonces algunos de Jerusalén: –¿No es éste a quien buscan para matarle?
26 – ¡He Aquí, habla Públicamente, y no le dicen nada! ¿Será que los principales realmente han reconocido que él es el Cristo?
27 – Pero éste, sabemos de Dónde es; pero cuando venga el Cristo, nadie Sabrá de Dónde sea.
28 – Entonces Jesús Alzó la voz en el templo, enseñando y diciendo: –A Mí me conocéis y sabéis de Dónde soy. Y yo no he venido por Mí mismo; Más bien, el que me Envió, a quien vosotros no conocéis, es verdadero.
29 – Yo le conozco, porque de él provengo, y él me Envió.
30 – Entonces procuraban prenderle, pero nadie puso su mano sobre él, porque Todavía no Había llegado su hora.
31 – Muchos del pueblo creyeron en él y Decían: “Cuando venga el Cristo, ¿Hará Más señales que las que hizo éste?”
32 – Los fariseos oyeron que la multitud murmuraba estas cosas acerca de él, y los principales sacerdotes y los fariseos enviaron guardias para tomarlo preso.
33 – Entonces dijo Jesús: –Todavía estaré con vosotros un poco de tiempo; luego iré al que me Envió.
34 – Me buscaréis y no me hallaréis, y a donde yo estaré vosotros no podréis ir.
35 – Entonces los Judíos se Decían entre Sí: –¿A Dónde se ha de ir éste, que nosotros no le hallemos? ¿Acaso ha de ir a la Dispersión entre los griegos para enseñar a los griegos?
36 – ¿Qué significa este dicho que dijo: “Me buscaréis y no me hallaréis, y no podréis ir a donde yo estaré”?
37 – Pero en el último y gran Día de la fiesta, Jesús se puso de pie y Alzó la voz diciendo: –Si alguno tiene sed, venga a Mí y beba.
38 – El que cree en Mí, como dice la Escritura, Ríos de agua viva Correrán de su interior.
39 – Esto dijo acerca del Espíritu que Habían de recibir los que creyeran en él, pues Todavía no Había sido dado el Espíritu, porque Jesús Aún no Había sido glorificado.
40 – Entonces, cuando algunos de la multitud oyeron estas palabras, Decían: “¡Verdaderamente, éste es el profeta!”
41 – Otros Decían: “Este es el Cristo.” Pero otros Decían: “¿De Galilea Habrá de venir el Cristo?
42 – ¿No dice la Escritura que el Cristo Vendrá de la descendencia de David y de la aldea de Belén, de donde era David?”
43 – Así que Había Disensión entre la gente por causa de él.
44 – Algunos de ellos Querían tomarlo preso, pero ninguno le Echó mano.
45 – Luego los guardias regresaron a los principales sacerdotes y a los fariseos, y ellos les dijeron: –¿Por qué no le trajisteis?
46 – Los guardias respondieron: –¡Nunca Habló hombre alguno Así!
47 – Entonces los fariseos les respondieron: –¿Será posible que vosotros también Hayáis sido engañados?
48 – ¿Habrá Creído en él alguno de los principales o de los fariseos?
49 – Pero esta gente que no conoce la ley es maldita.
50 – Nicodemo, el que fue a Jesús al principio y que era uno de ellos, les dijo:
51 – –¿Juzga nuestra ley a un hombre si primero no se le oye y se entiende qué hace?
52 – Le respondieron y dijeron: –¿Eres Tú también de Galilea? Escudriña y ve que de Galilea no se levanta Ningún profeta.
53 – Y se fue cada uno a su casa.

Capítulo 8

1 – Pero Jesús se fue al monte de los Olivos,
2 – y muy de mañana Volvió al templo. Todo el pueblo Venía a él, y sentado les enseñaba.
3 – Entonces los escribas y los fariseos le trajeron una mujer sorprendida en adulterio; y poniéndola en medio,
4 – le dijeron: –Maestro, esta mujer ha sido sorprendida en el mismo acto de adulterio.
5 – Ahora bien, en la ley Moisés nos Mandó apedrear a las tales. Tú, pues, ¿qué dices?
6 – Esto Decían para probarle, para tener de qué acusarle. Pero Jesús, inclinado hacia el suelo, Escribía en la tierra con el dedo.
7 – Pero como insistieron en preguntarle, se Enderezó y les dijo: –El de vosotros que esté sin pecado sea el primero en arrojar la piedra contra ella.
8 – Al inclinarse hacia abajo otra vez, Escribía en tierra.
9 – Pero cuando lo oyeron, Salían uno por uno, comenzando por los Más viejos. Sólo quedaron Jesús y la mujer, que estaba en medio.
10 – Entonces Jesús se Enderezó y le Preguntó: –Mujer, ¿Dónde Están? ¿Ninguno te ha condenado?
11 – Y ella dijo: –Ninguno, Señor. Entonces Jesús le dijo: –Ni yo te condeno. Vete y desde ahora no peques Más.
12 – Jesús les Habló otra vez a los fariseos diciendo: –Yo soy la luz del mundo. El que me sigue nunca Andará en tinieblas, sino que Tendrá la luz de la vida.
13 – Entonces los fariseos le dijeron: –Tú das testimonio de ti mismo; tu testimonio no es verdadero.
14 – Jesús Respondió y les dijo: –Aun si yo doy testimonio de Mí mismo, mi testimonio es verdadero, porque sé de Dónde vine y a Dónde voy. Pero vosotros no sabéis de Dónde vengo ni a Dónde voy.
15 – Vosotros Juzgáis Según la carne, pero yo no juzgo a nadie.
16 – Y aun si yo juzgo, mi juicio es verdadero; porque no soy yo solo, sino yo y el Padre que me Envió.
17 – En vuestra ley Está escrito que el testimonio de dos hombres es verdadero.
18 – Yo soy el que doy testimonio de Mí mismo, y el Padre que me Envió también da testimonio de Mí.
19 – Entonces le Decían: –¿Dónde Está tu Padre? Respondió Jesús: –Ni a Mí me conocéis, ni a mi Padre. Si a Mí me hubierais conocido, a mi Padre también Habríais conocido.
20 – Estas palabras Habló Jesús enseñando en el templo en el lugar de las ofrendas; y nadie le Prendió, porque Todavía no Había llegado su hora.
21 – Luego Jesús les dijo otra vez: –Yo me voy, y me buscaréis; pero en vuestro pecado moriréis. A donde yo voy, vosotros no podéis ir.
22 – Entonces los Judíos Decían: –¿Será posible que se Habrá de matar a Sí mismo? Pues dice: “A donde yo voy, vosotros no podéis ir.”
23 – El les Decía: –Vosotros sois de abajo; yo soy de arriba. Vosotros sois de este mundo; yo no soy de este mundo.
24 – Por esto os dije que moriréis en vuestros pecados; porque a menos que Creáis que yo soy, en vuestros pecados moriréis.
25 – Así que le Decían: –Tú, ¿quién eres? Entonces Jesús les dijo: –Lo mismo que os vengo diciendo desde el principio.
26 – Muchas cosas tengo que decir y juzgar de vosotros. Pero el que me Envió es verdadero; y yo, lo que he Oído de parte de él, esto hablo al mundo.
27 – Pero no entendieron que les hablaba del Padre.
28 – Entonces Jesús les dijo: –Cuando Hayáis levantado al Hijo del Hombre, entonces entenderéis que yo soy, y que nada hago de Mí mismo; sino que estas cosas hablo, Así como el Padre me Enseñó.
29 – Porque el que me Envió, conmigo Está. El Padre no me ha dejado solo, porque yo hago siempre lo que le agrada a él.
30 – Mientras él Decía estas cosas, muchos creyeron en él.
31 – Por tanto, Jesús Decía a los Judíos que Habían Creído en él: –Si vosotros permanecéis en mi palabra, seréis verdaderamente mis Discípulos;
32 – y conoceréis la verdad, y la verdad os Hará libres.
33 – Le respondieron: –Somos descendientes de Abraham y Jamás hemos sido esclavos de nadie. ¿Cómo dices Tú: “Llegaréis a ser libres”?
34 – Jesús les Respondió: –De cierto, de cierto os digo que todo aquel que practica el pecado es esclavo del pecado.
35 – El esclavo no permanece en la casa para siempre; el Hijo Sí queda para siempre.
36 – Así que, si el Hijo os hace libres, seréis verdaderamente libres.
37 – Sé que sois descendientes de Abraham; no obstante, Procuráis matarme, porque mi palabra no tiene cabida en vosotros.
38 – Yo hablo de lo que he visto estando con el Padre, y vosotros hacéis lo que habéis Oído de parte de vuestro padre.
39 – Respondieron y le dijeron: –Nuestro padre es Abraham. Jesús les dijo: –Puesto que sois hijos de Abraham, haced las obras de Abraham.
40 – Pero ahora Procuráis matarme, hombre que os he hablado la verdad que Oí de parte de Dios. ¡Esto no lo hizo Abraham!
41 – Vosotros hacéis las obras de vuestro padre. Entonces le dijeron: –Nosotros no hemos nacido de Fornicación. Tenemos un solo padre, Dios.
42 – Entonces Jesús les dijo: –Si Dios fuera vuestro padre, me Amaríais; porque yo he salido y he venido de Dios. Yo no he venido por Mí mismo, sino que él me Envió.
43 – ¿Por qué no comprendéis lo que digo? Porque no podéis Oír mi palabra.
44 – Vosotros sois de vuestro padre el diablo, y queréis satisfacer los deseos de vuestro padre. El era homicida desde el principio y no se basaba en la verdad, porque no hay verdad en él. Cuando habla mentira, de lo suyo propio habla, porque es mentiroso y padre de mentira.
45 – Pero a Mí, porque os digo la verdad, no me creéis.
46 – ¿Quién de vosotros me halla culpable de pecado? Y si digo la verdad, ¿por qué vosotros no me creéis?
47 – El que es de Dios escucha las palabras de Dios. Por esta Razón vosotros no las Escucháis, porque no sois de Dios.
48 – Respondieron los Judíos y le dijeron: –¿No decimos bien nosotros que Tú eres samaritano y que tienes demonio?
49 – Respondió Jesús: –Yo no tengo demonio. Más bien, honro a mi Padre, pero vosotros me Deshonráis.
50 – Yo no busco mi gloria; hay quien la busca y juzga.
51 – De cierto, de cierto os digo que si alguno guarda mi palabra, nunca Verá la muerte para siempre.
52 – Entonces los Judíos le dijeron: –¡Ahora sabemos que tienes demonio! Abraham Murió, y también los profetas; y Tú dices: “Si alguno guarda mi palabra, nunca Gustará muerte para siempre.”
53 – ¿Eres Tú acaso mayor que nuestro padre Abraham quien Murió, o los profetas quienes también murieron? ¿Quién pretendes ser?
54 – Respondió Jesús: –Si yo me glorifico a Mí mismo, mi gloria no es nada. El que me glorifica es mi Padre, de quien vosotros Decís: “Es nuestro Dios.”
55 – Y vosotros no le conocéis. Pero yo Sí le conozco. Si digo que no le conozco, seré mentiroso como vosotros. Pero le conozco y guardo su palabra.
56 – Abraham, vuestro padre, se Regocijó de ver mi Día. El lo vio y se Gozó.
57 – Entonces le dijeron los Judíos: –Aún no tienes ni cincuenta años, ¿y has visto a Abraham?
58 – Les dijo Jesús: –De cierto, de cierto os digo que antes que Abraham existiera, Yo Soy.
59 – Entonces tomaron piedras para Arrojárselas, pero Jesús se Ocultó y Salió del templo.

– Ano Bíblico (Inglês).:

Book of João

Chapter 7

1 – After this, Jesus went from place to place in Galilee. He did not go about in Judaea, because the Jews were looking for a chance to put him to death.
2 – But the feast of the Jews, the feast of tents, was near.
3 – So his brothers said to him, Go away from here into Judaea so that your disciples may see the works which you do.
4 – Because no man does things secretly if he has a desire that men may have knowledge of him. If you do these things, let yourself be seen by all men.
5 – For even his brothers had no belief in him.
6 – Jesus said to them, My time is still to come, but any time is good for you.
7 – It is not possible for you to be hated by the world; but I am hated by it, because I give witness that what it does is evil.
8 – Go you up to the feast: I am not going up now to the feast because my time has not fully come.
9 – Having said these things to them, he still kept in Galilee.
10 – But after his brothers had gone up to the feast, then he went up, not publicly, but in secret.
11 – At the feast the Jews were looking for him and saying, Where is he?
12 – And there was much discussion about him among the mass of the people. Some said, He is a good man; but others said, No, he is giving people false ideas.
13 – But no man said anything about him openly for fear of the Jews.
14 – Now in the middle of the feast Jesus went up to the Temple and was teaching.
15 – Then the Jews were surprised and said, How has this man got knowledge of books? He has never been to school.
16 – Jesus gave them this answer: It is not my teaching, but his who sent me.
17 – If any man is ready to do God´s pleasure he will have knowledge of the teaching and of where it comes from–from God or from myself.
18 – The man whose words come from himself is looking for glory for himself, but he who is looking for the glory of him who sent him–that man is true and there is no evil in him.
19 – Did not Moses give you the law? Even so, not one of you keeps the law. Why have you a desire to put me to death?
20 – The people said in answer, You have an evil spirit: who has any desire to put you to death?
21 – This was the answer of Jesus: I have done one work and you are all surprised at it.
22 – Moses gave you circumcision–not that it comes from Moses, but from the fathers–and even on the Sabbath you give a child circumcision.
23 – If a child is given circumcision on the Sabbath so that the law of Moses may not be broken, why are you angry with me because I made a man completely well on the Sabbath?
24 – Let not your decisions be based on what you see, but on righteousness.
25 – Then some of the people of Jerusalem said, Is not this the man whose death is desired?
26 – And here he is talking openly and they say nothing to him! Is it possible that the rulers have knowledge that this is truly the Christ?
27 – However, it is clear to us where this man comes from: but when the Christ comes no one will have knowledge where he comes from.
28 – Then, when he was teaching in the Temple, Jesus said with a loud voice, You have knowledge of me and you have knowledge of where I come from; and I have not come of myself; but there is One who has sent me; he is true, but you have no knowledge of him.
29 – I have knowledge of him because I came from him and he sent me.
30 – Then they had a desire to take him: but no man put hands on him because his hour was still to come.
31 – And numbers of the people had belief in him, and they said, When the Christ comes will he do more signs than this man has done?
32 – This discussion of the people came to the ears of the Pharisees; and the chief priests and the Pharisees sent servants to take him.
33 – Then Jesus said, I will be with you a little longer and then I go to him who sent me.
34 – You will be looking for me, and you will not see me: and where I am you may not come.
35 – So the Jews said among themselves, To what place is he going where we will not see him? will he go to the Jews living among the Greeks and become the teacher of the Greeks?
36 – What is this saying of his, You will be looking for me and will not see me, and where I am you may not come?
37 – On the last day, the great day of the feast, Jesus got up and said in a loud voice, If any man is in need of drink let him come to me and I will give it to him.
38 – He who has faith in me, out of his body, as the Writings have said, will come rivers of living water.
39 – This he said of the Spirit which would be given to those who had faith in him: the Spirit had not been given then, because the glory of Jesus was still to come.
40 – When these words came to their ears, some of the people said, This is certainly the prophet.
41 – Others said, This is the Christ. But others said, Not so; will the Christ come from Galilee?
42 – Do not the Writings say that the Christ comes of the seed of David and from Beth-lehem, the little town where David was?
43 – So there was a division among the people because of him.
44 – And some of them had a desire to take him; but no man put hands on him.
45 – Then the servants went back to the chief priests and Pharisees, who said to them, Why have you not got him with you?
46 – The servants made answer, No man ever said things like this man.
47 – Then the Pharisees said to them, Have you, like the others, been given false ideas?
48 – Have any of the rulers belief in him, or any one of the Pharisees?
49 – But these people who have no knowledge of the law are cursed.
50 – Nicodemus–he who had come to Jesus before, being himself one of them–said to them,
51 – Is a man judged by our law before it has given him a hearing and has knowledge of what he has done?
52 – This was their answer: And do you come from Galilee? Make search and you will see that no prophet comes out of Galilee.
53 – [And every man went to his house;

Chapter 8

1 – But Jesus went to the Mountain of Olives.
2 – And early in the morning he came again into the Temple and all the people came to him and he was seated teaching them.
3 – Now the scribes and Pharisees came, with a woman who had been taken in the act of sinning against the married relation;
4 – And putting her forward, they said to him, Master, this woman has been taken in the very act of sinning against the married relation.
5 – Now in the law Moses gave directions that such women were to be stoned; what do you say about it?
6 – They said this, testing him, so that they might have something against him. But Jesus, with his head bent down, made letters on the floor with his finger.
7 – But when they went on with their questions, he got up and said to them, Let him among you who is without sin be the first to send a stone at her.
8 – And again, with bent head, he made letters on the floor.
9 – And when his words came to their ears, they went out one by one, starting with the oldest even to the last, because they were conscious of what was in their hearts: and Jesus was there by himself with the woman before him.
10 – Then Jesus got up, and seeing nobody but the woman, he said to her, Where are the men who said things against you? did no one give a decision against you?
11 – And she said, No man, Lord. And Jesus said, And I do not give a decision against you: go, and never do wrong again.]
12 – Then again Jesus said to them, I am the light of the world; he who comes with me will not be walking in the dark but will have the light of life.
13 – So the Pharisees said to him, The witness you give is about yourself: your witness is not true.
14 – Jesus said in answer, Even if I give witness about myself, my witness is true, because I have knowledge of where I came from and where I am going; but you have no knowledge of where I come from or of where I am going.
15 – You are judging from what you see; I am judging no man.
16 – Even if I am judging, my decision is right, because I am not by myself–with me is the Father who sent me.
17 – Even in your law it is said that the witness of two men is true.
18 – I give witness about myself and the Father who sent me gives witness about me.
19 – Then they said to him, Where is your Father? Jesus said in answer, You have no knowledge of me or of my Father: if you had knowledge of me you would have knowledge of my Father.
20 – Jesus said these words in the place where the offerings were stored, while he was teaching in the Temple: but no man took him because his time was still to come.
21 – Then he said to them again, I am going away and you will be looking for me, but death will overtake you in your sins. It is not possible for you to come where I am going.
22 – So the Jews said, Will he take his life? Is that why he says, Where I go it is not possible for you to come?
23 – And he said to them, You are of the earth; I am from heaven: you are of this world; I am not of this world.
24 – For this reason I said to you that death will overtake you in your sins: for if you have not faith that I am he, death will come to you while you are in your sins.
25 – Then they said to him, Who are you? Jesus said, What I said to you from the first.
26 – I have much to say about you and against you: but he who sent me is true and what he has said to me I say to the world.
27 – They did not see that his words were about the Father.
28 – So Jesus said, When the Son of man has been lifted up by you, then it will be clear to you who I am, and that I do nothing of myself, but say as the Father gave me teaching.
29 – He who sent me is with me; he has not gone from me, because at all times I do the things which are pleasing to him.
30 – When he said this a number came to have faith in him.
31 – Then Jesus said to the Jews who had faith in him, If you keep my word, then you are truly my disciples;
32 – And you will have knowledge of what is true, and that will make you free.
33 – They said to him in answer, We are Abraham´s seed and have never been any man´s servant: why do you say, You will become free?
34 – And this was the answer Jesus gave them: Truly I say to you, Everyone who does evil is the servant of sin.
35 – Now the servant does not go on living in the house for ever, but the son does.
36 – If then the son makes you free, you will be truly free.
37 – I am conscious that you are Abraham´s seed; but you have a desire to put me to death because my word has no place in you.
38 – I say the things which I have seen in my Father´s house: and you do the things which come to you from your father´s house.
39 – In answer they said to him, Our father is Abraham. Jesus said to them, If you were Abraham´s children you would do what Abraham did.
40 – But now you have a desire to put me to death, a man who has said to you what is true, as I had it from God: Abraham did not do that.
41 – You are doing the works of your father. They said to him, We are true sons of Abraham; we have one Father, who is God.
42 – Jesus said to them, If God was your Father you would have love for me, because it was from God I came and am here. I did not come of myself, but he sent me.
43 – Why are my words not clear to you? It is because your ears are shut to my teaching.
44 – You are the children of your father the Evil One and it is your pleasure to do his desires. From the first he was a taker of life; and he did not go in the true way because there is no true thing in him. When he says what is false, it is natural to him, for he is false and the father of what is false.
45 – But because I say what is true, you have no belief in me.
46 – Which of you is able truly to say that I am a sinner? If I say what is true, why have you no belief in me?
47 – He who is a child of God gives ear to the words of God: your ears are not open to them because you are not from God.
48 – The Jews said to him in answer, Are we not right in saying that you are of Samaria and have an evil spirit?
49 – And this was the answer of Jesus: I have not an evil spirit; but I give honour to my Father and you do not give honour to me.
50 – I, however, am not in search of glory for myself: there is One who is searching for it and he is judge.
51 – Truly I say to you, If a man keeps my word he will never see death.
52 – The Jews said to him, Now we are certain that you have an evil spirit. Abraham is dead, and the prophets are dead; and you say, If a man keeps my word he will never see death.
53 – Are you greater than our father Abraham, who is dead? and the prophets are dead: who do you say that you are?
54 – Jesus said in answer, If I take glory for myself, my glory is nothing: it is my Father who gives me glory, of whom you say that he is your God.
55 – You have no knowledge of him, but I have knowledge of him; and if I said I have no knowledge of him I would be talking falsely like you: but I have full knowledge of him, and I keep his word.
56 – Your father Abraham was full of joy at the hope of seeing my day: he saw it and was glad.
57 – Then the Jews said to him, You are not fifty years old; have you seen Abraham?
58 – Jesus said to them, Truly I say to you, Before Abraham came into being, I am.
59 – So they took up stones to send at him: but Jesus got secretly out of their way and went out of the Temple.

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s