Saldo Extra – Fundos de Investimento

Saldo Extra


Fundos de InvestimentoPosted: 27 Oct 2011 06:24 PM PDT

Uma maneira de fazer o seu dinheiro render muito procurado por quem tem algum conhecimento do mercado, hoje em dia, é o dos fundos e os clubes de investimentos.

O que é um fundo de investimento?

Fundo de investimento é uma comunhão de recursos financeiros, captados de pessoas físicas e/ou jurídicas, com o objetivo de obter ganhos financeiros a partir da aplicação em títulos e valores mobiliários. Isto é, os recursos de todos os investidores de um fundo de investimento são utilizados para comprar bens (títulos e valores mobiliários), que passam a pertencer a todos os investidores do fundo em questão, na proporção de seus investimentos.

OBS.: VEJA O VÍDEO NO LINK ABAIXO!!!

http://novotempo.com/saldoextra/2011/10/27/fundos-de-investimento/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+SaldoExtra+%28Saldo+Extra%29
Trocando em miúdos: Você coloca dinheiro numa conta única, junto com outras pessoas. Na realidade, compra cotas desse fundo. O administrador dessa conta/fundo, aplica o dinheiro de todos em investimentos pré-estabelecidos. O lucro, ou prejuízo, dessa aplicação é rateada entre as pessoas que colocaram dinheiro na conta.Os fundos de investimento não possuem personalidade jurídica. Sendo assim, o seu patrimônio é sempre gerenciado por outra entidade, geralmente, um banco ou uma sociedade gestora de fundos de investimento.

Características dos fundos

Existe uma variedade muito grande de fundos. Uma classificação é quando a forma de condomínios. Pode ser:

  1. Aberto: Quando é possível a entrada de novo cotista ou mudança na participação de antigos cotistas a qualquer momento.
  2. Fechado: Após o período de captação de recursos pelo fundo, não são mais admitidos novos cotistas nem novos investimentos pelos antigos. Além disso, também não é admitido o resgate de cotas por decisão do cotista, que tem que vender suas cotas a terceiros se quiser receber o seu valor antes do encerramento do fundo.

Garantia

O funcionamento dos fundos obedece a normas da CVM e a um regulamento próprio, que só pode ser alterado por decisão dos cotistas, ou, nos casos de necessidade de adequação à legislação vigente, por determinação da CVM.

Custo

Na hora de comparar diferentes fundos é importante considerar seus custos. No Brasil, por conta das normas da CVM, todos os custos de determinado fundo de investimento devem ser obrigatoriamente descontados antes do valor da cota, e, portanto da rentabilidade divulgada. Assim, quando se compara a rentabilidade de fundos, o que se vê é o resultado líquido que o fundo obteve, já descontados os custos. Por isso, um fundo com custos mais altos, mas que tenha melhor resultado, poderá ser comparado com outro de custos e resultados mais baixos.

As taxas normalmente cobradas são a taxa de administração e, eventualmente, a taxa de performance ‐ que é uma taxa cobrada nos termos do regulamento, quando o resultado do fundo supera um certo patamar previamente estabelecido. Alguns fundos podem também cobrar taxas de ingresso (devidas quando se faz o investimento) e taxas de saída (devidas quando se realiza o resgate).

Já as despesas debitadas do fundo costumam ser: despesas de corretagem, despesas de custódia e liquidação financeira de operações e despesas de auditoria. Além disso, é também importante considerar a tributação na hora de decidir seu investimento e calcular a rentabilidade.

Risco x Rentabilidade

Podemos considerar o risco como sendo a possibilidade de não se atingir o retorno esperado do investimento. No caso de um fundo de investimento, o principal risco é aquele inerente aos ativos que compõem a carteira. Porém, há três riscos principais aos quais o investidor está invariavelmente sujeito:

1.     Risco de mercado
2.     Risco de crédito
3.     Risco de liquidez
Por tudo isso, é importante que o investidor se mantenha informado sobre os ativos que compõem a carteira do fundo, sobre as restrições ao resgate e sobre o mercado para a negociação de cotas de fundos fechados, tanto na hora de investir quanto para decidir se permanecerá ou não com o investimento.

Vantagem x Desvantagem

Vantagem dos fundos de investimento

Possibilitar que investidores de perfil similar ‐ com objetivos comuns, estratégias de investimento semelhantes e mesmo grau de tolerância a risco ‐ concentrem recursos para aumentar seu poder de negociação e diluir os custos de administração. Por isto é necessário contar com profissionais especializados e dedicados exclusivamente ao gerenciamento de seus recursos.

Desvantagem dos fundos de investimento

  1. Delegar a terceiros a administração de seus recursos.
  2. Ausência de autonomia na tomada das decisões de investimento do fundo.
  3. Submeter‐se a regras previamente estabelecidas e à vontade da maioria dos cotistas.
  4. Arcar com custos inerentes a este tipo de investimento.

Tipos de fundos de investimentos

Vamos agora aos tipos de fundos. Vale a pena estudar bem este tema, pois os rendimentos variam entre eles. Damos aqui somente os principais, os mais populares:

1.     Fundo de investimento em ações
São também chamados de fundos de renda variável e devem investir, no mínimo, 67% de seu patrimônio em ações negociadas em bolsa ou mercado de balcão organizado. Alguns fundos deste tipo têm como objetivo de investimento acompanhar ou superar a variação de um índice do mercado acionário, tal como o IBOVESPA. Como seu principal fator de risco é a variação nos preços das ações que compõem sua carteira, podem ser compatíveis com objetivos de investimento de longo prazo e que suportem uma maior exposição a riscos em troca de uma expectativa de rentabilidade mais elevada. Geralmente o crédito do resgate se dá quatro dias após a solicitação.

2.     Fundo de investimento cambial
Devem manter, no mínimo, 80% de seu patrimônio investido em ativos que sejam relacionados, direta ou indiretamente (via derivativos), à variação de preços de uma moeda estrangeira, ou a uma taxa de juros denominada cupom cambial. Os mais conhecidos são os chamados Fundos Cambiais, que buscam acompanhar a variação de cotação da moeda americana. Geralmente o crédito do resgate se dá no dia seguinte ao da solicitação.

3.     Fundo de investimento de curto prazo
Devem investir seus recursos, exclusivamente, em títulos públicos federais ou privados de baixo risco de crédito com prazo máximo de 375 dias e prazo médio da carteira de, no máximo, 60 dias. São fundos cuja rentabilidade geralmente está associada às taxas SELIC ou CDI e considerados mais conservadores quanto ao risco, sendo compatíveis com objetivos de investimento de curto prazo, pois suas cotas são menos sensíveis às oscilações das taxas de juros. O crédito do resgate costuma se dar no mesmo dia da solicitação.

4.     Fundo de investimento imobiliário
Deve ser constituído sob a forma de condomínio fechado, cujos recursos sejam destinados ao investimento em empreendimentos imobiliários, tais como compra para locação ou arrendamento, compra e venda, incorporação e/ou construção, projetos visando viabilizar o acesso à habitação e serviços urbanos etc. Suas cotas são remuneradas com base no desempenho do empreendimento. Exemplo: O fundo investe na construção de um shopping center, sendo remunerado pela posterior venda/aluguel das lojas, ou seja, de acordo com o desempenho do empreendimento imobiliário.

5.     Fundo de investimento em dívida externa
Devem aplicar, no mínimo, 80% de seu patrimônio em títulos brasileiros negociados no mercado internacional e podem utilizar derivativos, negociados no Brasil ou não, com o objetivo exclusivo de proteção. Os 20% restantes podem ser aplicados em outros títulos de crédito transacionados no exterior. Os títulos componentes de sua carteira são mantidos fora do país. Para o investidor no Brasil, este fundo é uma forma ágil e de baixo custo operacional para aplicar em papéis do governo brasileiro negociados no exterior.

6.     Fundo de investimento multimercado
Devem apresentar política de investimento que envolva vários fatores de risco, sem o compromisso de concentração em nenhum fator em especial, podendo investir em ativos de diferentes mercados – como renda fixa, câmbio e ações – e utilizar derivativos tanto para alavancagem quanto para proteção da carteira.

Considerados os fundos com maior liberdade de gestão, buscam rendimento mais elevado em relação aos demais, mas também apresentam maior risco, sendo, portanto, compatíveis com objetivos de investimento que, além de procurar diversificação, tolerem uma grande exposição a riscos na expectativa de obter uma rentabilidade mais elevada. Nestes fundos, o crédito do resgate nem sempre se dá no mesmo dia da solicitação.

7.     Fundo de investimento referenciado (este geralmente é DI)
Devem acompanhar a variação do indicador de desempenho definido em seu objetivo, mantendo, no mínimo, 95% de sua carteira composta por ativos que acompanhem referido indicador. Podem utilizar derivativos apenas com o objetivo exclusivo de proteção (hedge), sem permitir alavancagem.

Dentre os referenciados, o fundo mais popular é o DI, cujo objetivo de investimento é acompanhar a variação diária das taxas de juros no mercado interbancário (CDI). Como este tipo de fundo procura acompanhar a variação das taxas de juros, pode se beneficiar de um cenário de alta dessas taxas. Geralmente o crédito do resgate se dá no mesmo dia da solicitação.

8.     Fundo de investimento em renda fixa
Devem aplicar pelo menos 80% de seus recursos em títulos de renda fixa – públicos ou privados, pré ou pós-fixados – e ter como principal fator de risco a variação da taxa de juros e/ou de índice de preços. Podem utilizar derivativos tanto para proteção da carteira quanto para alavancagem. Nos fundos de Renda Fixa a rentabilidade pode ser beneficiada pela inclusão, em carteira, de títulos que apresentem maior risco de crédito, como os títulos privados. Geralmente o crédito do resgate se dá no mesmo dia da solicitação.

Uns confiam em carros e outros em cavalos, mas nõs faremos menção do nome do SENHOR nosso Deus. Salmos 20:7

Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s