MEDITAÇÃO – MENSAGENS – ANO BÍBLICO

– Meditação Matinal de EGW (Português).:

A Soltura dos Quatro Ventos

“Não danifiqueis trem a Terra, nem o mar, nem as árvores, até selarmos em suas frontes os servas do nosso Deus”. Apoc. 7:3.
Anjos estão cingindo o mundo, opondo-se às pretensões de supremacia da parte de Satanás, feitas por causa da vasta multidão de seus adeptos. Não ouvimos as vozes, não vemos com a visão natural a obra desses anjos, mas suas mãos estão unidas ao redor do mundo, e com insone vigilância eles estão mantendo em xeque os exércitos de Satanás até ser concluído o selamento do povo de Deus. – Carta 79, 1900.
São João vê os elementos da Natureza – terremoto, tempestade, e lutas políticas – representados como sendo retidos por quatro anjos. Esses ventos estão sendo controlados, até que Deus dê a ordem para serem soltos. Nisto está a segurança da igreja de Deus. Os anjos de Deus obedecem às Suas ordens, controlando os ventos da Terra, para que não soprem sobre a Terra, nem no mar, nem nas árvores, até que os servos de Deus sejam assinalados na fronte. – TM, 444.
O presente é um tempo de empolgante interesse para todos os viventes. Governadores e estadistas, homens que ocupam posições de confiança e autoridade, homens e mulheres pensantes de todas as classes, têm a atenção voltada para os acontecimentos que se desenrolam em torno de nós. Observam as relações tensas e agitadas que prevalecem entre as nações. Observam a intensidade que se está apoderando de todo ele- mento terrestre, e reconhecem que algo de grande e decisivo está prestes a acontecer que o mundo se encontra no limiar de estupenda crise.
Os anjos estão agora retendo os ventos da contenda, até que o mundo seja advertido de sua vindoura condenação; uma tempestade, porém, se está formando, prestes a irromper sobre a Terra, e quando Deus ordenar a Seus anjos que soltem os ventos, haverá tal cena de conflito que a pena não pode descrever…
Um momento de suspensão foi-nos graciosamente concedido por Deus. Todo poder a nós emprestado pelo Céu deve ser empregado em fazer a obra que nos foi designada pelo Senhor em benefício dos que estão a perecer na ignorância. A mensagem de advertência deve ser proclamada em todas as partes do mundo. … Deve ser efetuada uma grande obra, e esta obra tem sido confiada aos que conhecem a verdade para este tempo, – BH, 23-11-1905.
Ano Bíblico: Dan. 10-12. – Juvenis: S. Mar. 7.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=100&p=264

– Meditação Matinal de EGW (Espanhol).:

SE SUELTAN LOS CUATRO VIENTOS

No hagáis daño a la tierra, ni al mar, ni a los árboles, hasta que hayamos sellado en sus frentes a los siervos de nuestro Dios. (Apoc. 7: 3).
Hay ángeles que rodean el mundo, rechazando las pretensiones de supremacía que presenta Satanás, por causa de la vasta multitud de sus adherentes. No oímos las voces, no vemos con nuestra vista natural la labor de estos ángeles, pero sus manos están unidas al rededor del mundo, y con atenta vigilancia mantienen a raya a las huestes de Satanás, hasta que se complete el sellamiento del pueblo de Dios.*
Juan ve los elementos de la naturaleza: terremotos, tempestades y lucha política, representados como siendo retenidos por cuatro ángeles. Estos vientos están bajo control hasta que Dios ordena soltarlos. Ahí está la seguridad de la iglesia de Dios. Los ángeles de Dios son los que retienen los vientos de la tierra, para que no soplen sobre la tierra, ni sobre el mar, ni sobre ningún árbol, hasta que los siervos de Dios sean sellados en sus frentes.*
El momento actual es de interés abrumador para todos los que viven. Los gobernantes y estadistas, los hombres que ocupan puestos de confianza y autoridad, los hombres y mujeres pensadores de todas las clases, tienen la atención fija en los acontecimientos que se producen en derredor de nosotros. Observan las relaciones tirantes e inestables que existen entre las naciones. Observan las presiones que se ejercen sobre todo elemento terrenal, y reconocen que algo grande y decisivo está por acontecer, que el mundo se encuentra en vísperas de una crisis estupenda.*
Los ángeles están hoy reteniendo los vientos de contienda, hasta que el mundo sea advertido acerca de su inminente destrucción; pero se está preparando una tormenta, que se va a desencadenar sobre la tierra, y cuando Dios ordene a sus ángeles que suelten los vientos, habrá una escena tal de lucha que ninguna pluma la puede describir. . .*
El Señor nos ha concedido misericordiosamente un momento de tregua. Toda facultad que nos ha sido concedida por el cielo ha de ser empleada en hacer la obra que el Señor nos asignó en favor de los que perecen en la ignorancia. El mensaje de amonestación debe resonar en todas partes del mundo. . . hay una gran obra que hacer, y esta tarea ha sido encomendada a los que conocen la verdad para este tiempo.*

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=101&p=264

– Meditação Matinal de EGW (Inglês).:

September 15 – The Four Winds Loosed

Hurt not the earth, neither the sea, nor the trees, till we have sealed the servants of our God in their foreheads. Rev. 7:3.
Angels are belting the world, refusing Satan his claims to supremacy, made because of the vast multitude of his adherents. We hear not the voices, we see not with the natural sight the work of these angels, but their hands are linked about the world, and with sleepless vigilance they are keeping the armies of Satan at bay till the sealing of God”s people shall be accomplished. {Mar 266.1}
John sees the elements of nature–earthquake, tempest, and political strife–represented as being held by four angels. These winds are under control until God gives the word to let them go. There is the safety of God”s church. The angels of God do His bidding, holding back the winds of the earth, that the winds should not blow on the earth, nor on the sea, nor on any tree, until the servants of God should be sealed in their foreheads. {Mar 266.2}
The present is a time of overwhelming interest to all living. Rulers and statesmen, men who occupy positions of trust and authority, thinking men and women of all classes, have their attention fixed upon the events taking place about us. They are watching the strained, restless relations that exist among the nations. They observe the intensity that is taking possession of every earthly element, and they realize that something great and decisive is about to take place–that the world is on the verge of a stupendous crisis. {Mar 266.3}
Angels are now restraining the winds of strife, until the world shall be warned of its coming doom; but a storm is gathering, ready to burst upon the earth, and when God shall bid His angels loose the winds, there will be such a scene of strife as no pen can picture. . . . {Mar 266.4}
A moment of respite has been graciously given us of God. Every power lent us of heaven is to be used in doing the work assigned us by the Lord for those who are perishing in ignorance. The warning message is to be sounded in all parts of the world. . . . A great work is to be done, and this work has been entrusted to those who know the truth for this time. {Mar 266.5}

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=129&p=264

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Mensagens para Evangelistas.:

Quando hospedados nos lares do povo, participai dos afazeres da família. … Ajudai o cansado pai a fazer os servicinhos de todos os dias. Interessai-vos pelas crianças. Sede atenciosos. Trabalhai com humildade, e o Senhor trabalhará convosco. Review and Herald, 11 de novembro de 1902. Em todo lugar que visitardes, encontrareis enfermos e sofredores. Aliviai-os, se possível, mesmo que tenhais que vos deter por mais tempo por assim proceder. … Usar de meios simples no tratamento de enfermos é uma lição objetiva. Se as circunstâncias o permitirem, orai pela pessoa enferma. Deus pode levantá-la, e isto será um testemunho para a verdade. Falai às famílias que visitais, o que precisam fazer para manterem-se em bom estado. Levai convosco alguns folhetos que tratem da reforma de saúde, e deixai-os com o povo. Assim podeis semear a semente da verdade. Manuscrito 18, 1901. O Colportor Evangelista, pág. 89.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=43&p=89

– Mensagens para Jovens.:

É um fato alarmante que o amor ao mundo predomina no espírito dos jovens em geral. Muitos se comportam como se as preciosas horas de graça, enquanto ainda há misericórdia, fossem um grande dia de festas, e eles estivessem no mundo meramente para sua própria diversão, para se alegrarem numa contínua sucessão de excitamentos. Encontram no mundo e nas coisas do mundo os seus prazeres, e são estranhos ao Pai e às graças de Seu Espírito. Muitos são negligentes em sua conversação. Tentam esquecer que, por suas palavras, hão de ser justificados ou condenados. Deus é desonrado pela frivolidade e as conversas e risos vazios e vãos que caracterizam a vida de muitos dentre os nossos jovens. Satanás faz esforços especiais para levá-los a encontrar sua felicidade em diversões profanas, e justificar-se procurando mostrar que essas diversões são inofensivas, inocentes, e mesmo importantes para a saúde. Apresenta o caminho da santidade como sendo difícil, enquanto os caminhos do prazer munda
no estão semeados de flores. Em cores falsas e lisonjeiras, apresenta diante da juventude o mundo com os seus prazeres. Mas os prazeres da Terra chegarão logo ao seu limite, e o que tiver sido semeado isso se há de colher. São os atrativos, habilidades ou talentos pessoais demasiado valiosos para serem dedicados a Deus, o Autor de nosso ser, Aquele que vigia sobre nós a todo momento? São nossas habilitações demasiado preciosas para serem devotadas a Deus? Mensagens aos Jovens, pág. 367.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=6&p=367

– Mensagens para Namorados.:

A felicidade e a prosperidade da vida de casados dependem da união dos cônjuges. Como pode a mente carnal se harmonizar com o espírito semelhante ao de Cristo? Um semeia na carne, pensando e agindo em harmonia com os impulsos do próprio coração; o outro semeia no Espírito, busca reprimir o egoísmo, vencer as inclinações, e viver em obediência ao Mestre, a quem professa servir. Existe portanto, eterna diferença de gostos, inclinações e desígnios. A menos que o crente, mediante sua firme adesão aos princípios, conquiste o impenitente, há de, como é o mais comum, ficar desanimado, e vender seus princípios religiosos pela desvaliosa companhia de um ente que não tem ligação com o Céu. Testemunhos Seletos, vol. 1, pág. 577.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=23&p=577

– Mensagens para Pais.:

Por toda parte estão os pais negligenciando instruir e adestrar seus filhos para o trabalho útil. Permite-se que os jovens cresçam na ignorância dos deveres simples e necessários. Os que assim foram infelizes devem despertar e tomar sobre si a responsabilidade do caso. Se esperam ser um dia bem-sucedidos na vida devem encontrar incentivos para o emprego útil de suas capacidades dadas por Deus. Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes, pág. 280.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=37&p=280

– Mensagens sobre Escola Sabatina.:

Ao escolher oficiais, de tempos em tempos, assegurai-vos de que não vos dominam preferências pessoais, mas colocai em cargos de confiança os que amam e temem a Deus e que dEle fazem seu Conselheiro. Sem o amor e o temor de Deus, por mais brilhantes que sejam intelectualmente, haverá fracasso. Jesus declarou: “Sem Mim nada podereis fazer.” João 15:5. Essa questão da escolha de oficiais não deve ser deixada sob o domínio dos alunos da Escola Sabatina. A freqüente mudança de oficiais será uma vantagem para a escola, pois a mente de um único homem não deve moldar todas as outras. Pode ele possuir excelentes qualidades e, não obstante, ser deficiente em algumas coisas. Outra pessoa escolhida pode ser eficiente onde aquela estava em falta. Mentes e qualidades diversas introduzirão novas idéias, novos pensamentos, e isso é essencial. Mas, sobretudo, escolhei os que, na simplicidade de sua vida, estejam andando na verdade, que amem e temam a Deus, e aprendam em Sua escola. Tais pesso
as levarão os alunos para a frente e para cima. Sob a liderança de professores sábios, os alunos terão crescente interesse na Palavra de Deus e mais profundo conhecimento das Escrituras. Que Cristo seja o tema de cada lição. As lições por Ele dadas a Seus discípulos são da mais elevada importância. Testimonies on Sabbath School Work, págs. 83 e 84 e Conselhos Sobre a Escola Sabatina, pág. 165.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=15&p=165

– Mensagens sobre Saúde.:

Quando a mensagem chegar aos que ainda não haviam ouvido a verdade para este tempo, eles vêem que precisam efetuar uma grande reforma em seu regime alimentar. Vêem que devem abandonar os alimentos cárneos, porque os mesmos suscitam a sede das bebidas alcoólicas, e enchem o organismo de doenças. Pelo comer carne, são enfraquecidas as faculdades físicas, mentais e morais. O homem é constituído daquilo que come. As paixões animais ganham domínio em resultado da alimentação cárnea, do uso do fumo e das bebidas alcoólicas. O Senhor dará sabedoria a Seu povo para preparar daquilo que a terra proporciona, alimentos que tomem o lugar da carne. Combinações simples de nozes e cereais e frutas, preparadas com sabor e habilidade, recomendar-se-ão aos incrédulos. Mas comumente se usam demasiadas nozes nas combinações feitas. Manuscrito 156, 1901 e Conselhos Sobre o Regime Alimentar, págs. 268 e 269.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=17&p=268

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Ano Bíblico (Português).:

Livro de Daniel

Capítulo 10

1 – No ano terceiro de Ciro, rei da Pérsia, foi revelada uma palavra a Daniel, cujo nome se chama Beltessazar, uma palavra verdadeira concernente a um grande conflito; e ele entendeu esta palavra, e teve entendimento da visão.
2 – Naqueles dias eu, Daniel, estava pranteando por três semanas inteiras.
3 – Nenhuma coisa desejável comi, nem carne nem vinho entraram na minha boca, nem me ungi com ungüento, até que se cumpriram as três semanas completas.
4 – No dia vinte e quatro do primeiro mês, estava eu à borda do grande rio, o Tigre;
5 – levantei os meus olhos, e olhei, e eis um homem vestido de linho e os seus lombos cingidos com ouro fino de Ufaz;
6 – o seu corpo era como o berilo, e o seu rosto como um relâmpago; os seus olhos eram como tochas de fogo, e os seus braços e os seus pés como o brilho de bronze polido; e a voz das suas palavras como a voz duma multidão.
7 – Ora, só eu, Daniel, vi aquela visão; pois os homens que estavam comigo não a viram: não obstante, caiu sobre eles um grande temor, e fugiram para se esconder.
8 – Fiquei pois eu só a contemplar a grande visão, e não ficou força em mim; desfigurou-se a feição do meu rosto, e não retive força alguma.
9 – Contudo, ouvi a voz das suas palavras; e, ouvindo o som das suas palavras, eu caí num profundo sono, com o rosto em terra.
10 – E eis que uma mão me tocou, e fez com que me levantasse, tremendo, sobre os meus joelhos e sobre as palmas das minhas mãos.
11 – E me disse: Daniel, homem muito amado, entende as palavras que te vou dizer, e levanta-te sobre os teus pés; pois agora te sou enviado. Ao falar ele comigo esta palavra, pus-me em pé tremendo.
12 – Então me disse: Não temas, Daniel; porque desde o primeiro dia em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras, e por causa das tuas palavras eu vim.
13 – Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu por vinte e um dias; e eis que Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu o deixei ali com os reis da Pérsia.
14 – Agora vim, para fazer-te entender o que há de suceder ao teu povo nos derradeiros dias; pois a visão se refere a dias ainda distantes.
15 – Ao falar ele comigo estas palavras, abaixei o rosto para a terra e emudeci.
16 – E eis que um que tinha a semelhança dos filhos dos homens me tocou os lábios; então abri a boca e falei, e disse àquele que estava em pé diante de mim: Senhor meu, por causa da visão sobrevieram-me dores, e não retenho força alguma.
17 – Como, pois, pode o servo do meu Senhor falar com o meu Senhor? pois, quanto a mim, desde agora não resta força em mim, nem fôlego ficou em mim.
18 – Então tornou a tocar-me um que tinha a semelhança dum homem, e me consolou.
19 – E disse: Não temas, homem muito amado; paz seja contigo; sê forte, e tem bom ânimo. E quando ele falou comigo, fiquei fortalecido, e disse: Fala, meu senhor, pois me fortaleceste.
20 – Ainda disse ele: Sabes por que eu vim a ti? Agora tornarei a pelejar contra o príncipe dos persas; e, saindo eu, eis que virá o príncipe da Grécia.
21 – Contudo eu te declararei o que está gravado na escritura da verdade; e ninguém há que se esforce comigo contra aqueles, senão Miguel, vosso príncipe.

Capítulo 11

1 – Eu, pois, no primeiro ano de Dario, medo, levantei-me para o animar e fortalecer.
2 – E agora te declararei a verdade: Eis que ainda se levantarão três reis na Pérsia, e o quarto será muito mais rico do que todos eles; e tendo-se tornado forte por meio das suas riquezas, agitará todos contra o reino da Grécia.
3 – Depois se levantará um rei poderoso, que reinará com grande domínio, e fará o que lhe aprouver.
4 – Mas, estando ele em pé, o seu reino será quebrado, e será repartido para os quatro ventos do céu; porém não para os seus descendentes, nem tampouco segundo o poder com que reinou; porque o seu reino será arrancado, e passará a outros que não eles.
5 – O rei do sul será forte, como também um dos seus príncipes; e este será mais forte do que ele, e reinará, e grande será o seu domínio,
6 – mas, ao cabo de anos, eles se aliarão; e a filha do rei do sul virá ao rei do norte para fazer um tratado. Ela, porém, não conservara a força de seu braço; nem subsistirá ele, nem o seu braço; mas será ela entregue, e bem assim os que a tiverem trazido, e seu pai, e o que a fortalecia naqueles tempos.
7 – Mas dum renovo das raízes dela um se levantará em seu lugar, e virá ao exército, e entrará na fortaleza do rei do norte, e operará contra eles e prevalecerá.
8 – Também os seus deuses, juntamente com as suas imagens de fundição, com os seus vasos preciosos de prata e ouro, ele os levará cativos para o Egito; e por alguns anos ele deixará de atacar ao rei do norte.
9 – E entrará no reino do rei do sul, mas voltará para a sua terra.
10 – Mas seus filhos intervirão, e reunirão uma multidão de grandes forças; a qual avançará, e inundará, e passará para adiante; e, voltando, levará a guerra até a sua fortaleza.
11 – Então o rei do sul se exasperará, e sairá, e pelejará contra ele, contra o rei do norte; este porá em campo grande multidão, e a multidão será entregue na mão daquele.
12 – E a multidão será levada, e o coração dele se exaltará; mas, ainda que derrubará miríades, não prevalecerá.
13 – Porque o rei do norte tornará, e porá em campo uma multidão maior do que a primeira; e ao cabo de tempos, isto é, de anos, avançará com grande exército e abundantes provisões.
14 – E, naqueles tempos, muitos se levantarão contra o rei do sul; e os violentos dentre o teu povo se levantarão para cumprir a visão, mas eles cairão.
15 – Assim virá o rei do norte, e levantará baluartes, e tomará uma cidade bem fortificada; e as forças do sul não poderão resistir, nem o seu povo escolhido, pois não haverá força para resistir.
16 – O que, porém, há de vir contra ele fará o que lhe aprouver, e ninguém poderá resistir diante dele; ele se fincará na terra gloriosa, tendo-a inteiramente sob seu poder.
17 – E firmará o propósito de vir com toda a força do seu reino, e entrará em acordo com ele, e lhe dará a filha de mulheres, para ele a corromper; ela, porém, não subsistirá, nem será para ele.
18 – Depois disso virará o seu rosto para as ilhas, e tomará muitas; mas um príncipe fará cessar o seu opróbrio contra ele, e ainda fará recair sobre ele o seu opróbrio.
19 – Virará então o seu rosto para as fortalezas da sua própria terra, mas tropeçará, e cairá, e não será achado.
20 – Então no seu lugar se levantará quem fará passar um exator de tributo pela glória do reino; mas dentro de poucos dias será quebrantado, e isto sem ira e sem batalha.
21 – Depois se levantará em seu lugar um homem vil, ao qual não tinham dado a majestade real; mas ele virá caladamente, e tomará o reino com lisonja.
22 – E as forças inundantes serão varridas de diante dele, e serão quebrantadas, como também o príncipe do pacto.
23 – E, depois de feita com ele a aliança, usará de engano; e subirá, e se tornará forte com pouca gente.
24 – Virá também em tempo de segurança sobre os lugares mais férteis da província; e fará o que nunca fizeram seus pais, nem os pais de seus pais; espalhará entre eles a presa, os despojos e os bens; e maquinará os seus projetos contra as fortalezas, mas por certo tempo.
25 – E suscitará a sua força e a sua coragem contra o rei do sul com um grande exército; e o rei do sul sairá à guerra com um grande e mui poderoso exército, mas não subsistirá, pois maquinarão projetos contra ele.
26 – E os que comerem os seus manjares o quebrantarão; e o exército dele será varrido por uma inundação, e cairão muitos traspassados.
27 – Também estes dois reis terão o coração atento para fazerem o mal, e assentados à mesma mesa falarão a mentira; esta, porém, não prosperará, porque ainda virá o fim no tempo determinado.
28 – Então tornará para a sua terra com muitos bens; e o seu coração será contra o santo pacto; e fará o que lhe aprouver, e tornará para a sua terra.
29 – No tempo determinado voltará, e entrará no sul; mas não sucederá desta vez como na primeira.
30 – Porque virão contra ele navios de Quitim, que lhe causarão tristeza; por isso voltará, e se indignará contra o santo pacto, e fará como lhe aprouver. Voltará e atenderá aos que tiverem abandonado o santo pacto.
31 – E estarão ao lado dele forças que profanarão o santuário, isto é, a fortaleza, e tirarão o holocausto contínuo, estabelecendo a abominação desoladora.
32 – Ainda aos violadores do pacto ele perverterá com lisonjas; mas o povo que conhece ao seu Deus se tornará forte, e fará proezas.
33 – Os entendidos entre o povo ensinarão a muitos; todavia por muitos dias cairão pela espada e pelo fogo, pelo cativeiro e pelo despojo.
34 – Mas, caindo eles, serão ajudados com pequeno socorro; muitos, porém, se ajuntarão a eles com lisonjas.
35 – Alguns dos entendidos cairão para serem acrisolados, purificados e embranquecidos, até o fim do tempo; pois isso ainda será para o tempo determinado.
36 – e o rei fará conforme lhe aprouver; exaltar-se-á, e se engrandecerá sobre todo deus, e contra o Deus dos deuses falará coisas espantosas; e será próspero, até que se cumpra a indignação: pois aquilo que está determinado será feito.
37 – E não terá respeito aos deuses de seus pais, nem ao amado das mulheres, nem a qualquer outro deus; pois sobre tudo se engrandecerá.
38 – Mas em seu lugar honrará ao deus das fortalezas; e a um deus a quem seus pais não conheceram, ele o honrará com ouro e com prata, com pedras preciosas e com coisas agradáveis.
39 – E haver-se-á com os castelos fortes com o auxílio dum deus estranho; aos que o reconhecerem, multiplicará a glória; e os fará reinar sobre muitos, e lhes repartirá a terra por preço.
40 – Ora, no fim do tempo, o rei do sul lutará com ele; e o rei do norte virá como turbilhão contra ele, com carros e cavaleiros, e com muitos navios; e entrará nos países, e os inundará, e passará para adiante.
41 – Entrará na terra gloriosa, e dezenas de milhares cairão; mas da sua mão escaparão estes: Edom e Moabe, e as primícias dos filhos de Amom.
42 – E estenderá a sua mão contra os países; e a terra do Egito não escapará.
43 – Apoderar-se-á dos tesouros de ouro e de prata, e de todas as coisas preciosas do Egito; os líbios e os etíopes o seguirão.
44 – Mas os rumores do oriente e do norte o espantarão; e ele sairá com grande furor, para destruir e extirpar a muitos.
45 – E armará as tendas do seu palácio entre o mar grande e o glorioso monte santo; contudo virá ao seu fim, e não haverá quem o socorra.

Capítulo 12

1 – Naquele tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta a favor dos filhos do teu povo; e haverá um tempo de tribulação, qual nunca houve, desde que existiu nação até aquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que for achado escrito no livro.
2 – E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno.
3 – Os que forem sábios, pois, resplandecerão como o fulgor do firmamento; e os que converterem a muitos para a justiça, como as estrelas sempre e eternamente.
4 – Tu, porém, Daniel, cerra as palavras e sela o livro, até o fim do tempo; muitos correrão de uma parte para outra, e a ciência se multiplicará.
5 – Então eu, Daniel, olhei, e eis que estavam em pé outros dois, um de uma banda à beira do rio, e o outro da outra banda à beira do rio.
6 – E perguntei ao homem vestido de linho, que estava por cima das águas do rio: Quanto tempo haverá até o fim destas maravilhas?
7 – E ouvi o homem vestido de linho, que estava por cima das águas do rio, quando levantou ao céu a mão direita e a mão esquerda, e jurou por aquele que vive eternamente que isso seria para um tempo, dois tempos, e metade de um tempo. E quando tiverem acabado de despedaçar o poder do povo santo, cumprir-se-ão todas estas coisas.
8 – Eu, pois, ouvi, mas não entendi; por isso perguntei: Senhor meu, qual será o fim destas coisas?
9 – Ele respondeu: Vai-te, Daniel, porque estas palavras estão cerradas e seladas até o tempo do fim.
10 – Muitos se purificarão, e se embranquecerão, e serão acrisolados; mas os ímpios procederão impiamente; e nenhum deles entenderá; mas os sábios entenderão.
11 – E desde o tempo em que o holocausto contínuo for tirado, e estabelecida a abominação desoladora, haverá mil duzentos e noventa dias.
12 – Bem-aventurado é o que espera e chega aos mil trezentos e trinta e cinco dias.
13 – Tu, porém, vai-te, até que chegue o fim; pois descansarás, e estarás no teu quinhão ao fim dos dias.

– Pergunta sobre o Ano Bíblico.:

Durante quantas semanas Daniel pranteou e jejuou para que Deus revelasse detalhes de uma visão?
Resposta: três semanas (Daniel 10:2-9)

– Curiosidades Bíblicas.:

Quantos capítulos e quantos versículos a Bíblia possui?
Resposta: 1.189 capitulos e 31.102 versículos.

– Versos Bíblicos.:

Porquanto qualquer que vos der a beber um copo de água em meu nome, porque sois de Cristo, em verdade vos digo que de modo algum perderá a sua recompensa. Marcos 9:41

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/biblia.asp?lista=1&livro=41&capitulo=9&verso=41

– Ano Bíblico (Espanhol).:

Libro de Daniel

Capítulo 10

1 – En el tercer año de Ciro, rey de Persia, fue revelada la palabra a Daniel, cuyo nombre era Beltesasar. La palabra era Verídica, y el conflicto grande. Comprendió la palabra y tuvo entendimiento de la Visión:
2 – En aquellos Días yo, Daniel, estaba de duelo durante tres semanas.
3 – No Comí manjares delicados, ni carne ni vino entraron en mi boca, ni me Ungí con aceite, hasta que se cumplieron tres semanas.
4 – En el Día 24 del mes primero, estaba yo a la orilla del gran Río Tigris.
5 – Entonces alcé mis ojos y miré, y he Aquí un hombre vestido de lino, cuyos lomos estaban ceñidos con oro de Ufaz.
6 – Su cuerpo era como Crisólito, y su rostro como el aspecto del Relámpago. Sus ojos eran como antorchas de fuego, y sus brazos y sus piernas como bronce bruñido, y el sonido de sus palabras como el estruendo de una multitud.
7 – Sólo yo, Daniel, vi la Visión, y no la vieron los hombres que estaban conmigo. Sin embargo, Cayó sobre ellos gran temor, y huyeron para esconderse.
8 – Yo, pues, quedé solo y vi esta gran Visión. No quedaron fuerzas en Mí; Más bien, mi vigor se Convirtió en debilidad, y no retuve mi fuerza.
9 – Luego Oí el sonido de sus palabras; y al Oír el sonido de sus palabras, Caí adormecido sobre mi rostro, con mi rostro en tierra.
10 – Entonces he Aquí, una mano me Tocó e hizo que temblando me pusiese sobre mis rodillas y sobre las palmas de mis manos.
11 – Y me dijo: –Daniel, hombre muy amado, presta Atención a las palabras que te hablaré. Ponte de pie, porque a ti he sido enviado ahora. Mientras hablaba conmigo, me puse de pie temblando.
12 – Y me dijo: –Daniel, no temas, porque tus palabras han sido Oídas desde el primer Día que dedicaste tu Corazón a entender y a humillarte en presencia de tu Dios. Yo he venido a causa de tus palabras.
13 – El Príncipe del reino de Persia se me opuso durante Veintiún Días; pero he Aquí que Miguel, uno de los principales Príncipes, vino para ayudarme; y quedé Allí con los reyes de Persia.
14 – He venido, pues, para hacerte entender lo que ha de acontecer a tu pueblo en los últimos Días; porque la Visión es Aún para Días.
15 – Mientras hablaba conmigo tales palabras, puse mi rostro en tierra y Enmudecí.
16 – Pero he Aquí que alguien semejante a un hijo del hombre Tocó mis labios. Entonces Abrí mi boca y hablé; dije a aquel que estaba delante de Mí: –Señor Mío, junto con la Visión me han sobrevenido dolores y no me han quedado fuerzas.
17 – ¿Cómo, pues, Podrá el siervo de mi señor hablar con mi señor? Porque desde ahora me faltan las fuerzas, y no me ha quedado aliento.
18 – Entonces aquel que era semejante a un hombre me Tocó otra vez, y me Fortaleció.
19 – Y me dijo: –Hombre muy amado, no temas; la paz sea contigo. Esfuérzate y sé valiente. Mientras hablaba conmigo, recobré el vigor y dije: –Hable mi señor, porque me has fortalecido.
20 – Y dijo: –¿Sabes por qué he venido a ti? Pues ahora tengo que volver para combatir con el Príncipe de Persia. Y cuando yo haya concluido, he Aquí que viene el Príncipe de Grecia.
21 – Pero te voy a declarar lo que Está registrado en el libro de la verdad. Ninguno hay que me apoye contra éstos, sino Sólo Miguel, vuestro Príncipe.

Capítulo 11

1 – Y yo, en el primer año de Darío de Media, me puse a su lado para apoyarle y fortalecerle.
2 – Ahora yo te declararé la verdad: He Aquí que se Levantarán tres reyes Más en Persia, y el cuarto se Hará de grandes riquezas, Más que todos. Y cuando se haya fortalecido con sus riquezas, Agitará a todos contra el reino de Grecia.
3 – Entonces se Levantará un rey valiente, el cual Dominará con gran dominio y Hará Según su propia voluntad.
4 – Pero cuando haya prevalecido, su reino Será quebrantado y repartido por los cuatro vientos del cielo; pero no a sus descendientes, ni Según el dominio con que él Había dominado, porque su reino Será arrancado y Será para otros aparte de éstos.
5 – El rey del sur se Hará fuerte, pero uno de sus Príncipes se Hará Más fuerte que él y Dominará con un dominio mayor que el de aquél.
6 – Al cabo de unos años Harán alianza, y la hija del rey del sur Irá al rey del norte para realizar el convenio. Pero ella no Podrá retener la fuerza de su brazo, ni tampoco Prevalecerá él ni su descendencia. Pero en aquel tiempo ella Será entregada, junto con los que la Habían Traído, y con su progenitor y sus partidarios.
7 – Entonces un renuevo de las Raíces de ella se Levantará en su lugar. Vendrá con un ejército y Entrará en la fortaleza del rey del norte. El Hará con ellos Según su deseo y Predominará.
8 – Y aun Llevará cautivos a Egipto los dioses de ellos, con sus Imágenes y con sus utensilios preciosos de plata y de oro. Durante algunos años él se Mantendrá a distancia del rey del norte.
9 – Entonces éste Invadirá el reino del sur, pero se Volverá a su propia tierra.
10 – Luego sus hijos se Alistarán para la guerra y Reunirán un ejército de una multitud de soldados que Vendrá con su gran fuerza. Inundará, Pasará y Volverá; Llevará la guerra hasta su fortaleza.
11 – Por esto se Enfurecerá el rey del sur y Saldrá para combatir contra el rey del norte. Este se Pondrá en campaña con una gran multitud, pero toda aquella gran multitud Será entregada en su mano.
12 – Y al llevar en cautiverio a la multitud, su Corazón se Enaltecerá. Derribará a muchos miles, pero no Prevalecerá.
13 – El rey del norte Volverá a poner en campaña una multitud mayor que la primera vez, y al cabo de unos años Vendrá con un gran ejército y con abundantes recursos.
14 – En aquellos tiempos se Levantarán muchos contra el rey del sur; y hombres violentos de tu pueblo se Rebelarán cumpliendo la Visión, pero Fracasarán.
15 – Vendrá, pues, el rey del norte, Levantará terraplenes y Tomará la ciudad fortificada. Las fuerzas del sur no Resistirán; ni siquiera sus tropas escogidas Podrán resistir.
16 – El que vaya contra él Hará Según su voluntad; no Habrá quien resista ante él. Estará en la tierra gloriosa, la cual Será consumida bajo su poder.
17 – Luego se Dispondrá para venir con el poder de todo su reino y Hará convenios con aquél. Le Dará una hija de las mujeres para destruirlo, pero no Permanecerá ni Tendrá resultado.
18 – Después Volverá su rostro hacia las costas y Tomará muchas de ellas, pero un gobernante Pondrá freno a su afrenta y Volverá su afrenta sobre él.
19 – Luego Volverá su rostro hacia las fortalezas de su tierra; pero Tropezará y Caerá, y no Será hallado Más.
20 – Entonces le Sucederá en el trono uno que Hará pasar un exactor por lo mejor del reino. Pero en pocos Días Será quebrantado, no con ira ni en batalla.
21 – Le Sucederá en su lugar un hombre vil, al cual no se ha dado el esplendor del reino. Habiendo tranquilidad, Vendrá y Tomará el reino con intrigas.
22 – Y las fuerzas Serán completamente arrasadas y quebrantadas delante de él, inclusive el Príncipe del pacto.
23 – Y después que hayan hecho alianza con él, Hará engaño: Subirá y Saldrá vencedor con poca gente.
24 – Y habiendo tranquilidad, Entrará en las partes Más fértiles de la provincia y Hará lo que no hicieron sus padres, ni los padres de sus padres: A sus soldados les Repartirá despojo, Botín y riquezas; y contra las fortalezas Maquinará planes, aunque Sólo por un tiempo.
25 – Despertará sus fuerzas y su Corazón contra el rey del sur, con un gran ejército. El rey del sur se Alistará para la guerra con un ejército grande y muy fuerte; pero no Prevalecerá, porque le Harán Traición.
26 – Aun los que comen de su pan le Quebrantarán. Su ejército Será destruido, y muchos Caerán muertos.
27 – El Corazón de estos dos reyes Estará dispuesto para hacer el mal, y en la misma mesa Hablarán mentira. Pero no Servirá de nada, porque el final del tiempo señalado Aún no Habrá llegado.
28 – El Volverá a su tierra con gran riqueza, y su Corazón Estará contra el pacto santo. Hará su voluntad y se Volverá a su tierra.
29 – Al tiempo señalado Volverá al sur, pero esta vez no le Sucederá como en la primera,
30 – porque contra él Vendrán naves de Quitim, y él se Desanimará. Volverá y se Enfurecerá contra el pacto santo y Hará su voluntad. Volverá, pues, y se las Entenderá con los que han abandonado el pacto santo.
31 – Entonces se Levantarán tropas de su parte y Contaminarán el santuario, la fortaleza. Quitarán el sacrificio continuo y Pondrán la Abominación desoladora.
32 – Con lisonjas Hará pecar a los que violan el pacto, pero el pueblo que conoce a su Dios se Esforzará y Actuará.
33 – Los sabios del pueblo Darán Sabiduría a muchos, pero Caerán a espada y a fuego, en cautividad y despojo por algunos Días.
34 – Y cuando caigan, Serán ayudados con poca ayuda; y muchos se Juntarán a ellos con lisonjas.
35 – Algunos de los sabios Caerán para ser purificados, limpiados y emblanquecidos hasta el tiempo señalado; porque Aún hay plazo para éstos.
36 – El rey Hará su voluntad. Se Ensoberbecerá y se Engrandecerá sobre todo dios. Contra el Dios de dioses Hablará cosas sorprendentes. Será prosperado hasta que sea consumada la ira, porque lo que Está determinado se Cumplirá.
37 – No Hará caso del dios de sus padres, ni del Más apreciado por las mujeres. No Hará caso de dios alguno, porque se Engrandecerá sobre todo.
38 – Más bien, Honrará al dios de las fortalezas, dios que sus padres no conocieron. Lo Honrará con oro, plata, piedras preciosas y con cosas de gran precio.
39 – Con un dios extraño Actuará contra las fortalezas Más fuertes y Hará crecer en gloria a los que lo reconozcan. Les Dará dominio sobre muchos, y por precio Repartirá la tierra.
40 – Pero al cabo del tiempo, el rey del sur le Atacará. Y el rey del norte Embestirá contra él como tempestad, con carros, gente de a caballo y muchos Navíos. Entrará por las tierras, Inundará y Pasará.
41 – Entonces Penetrará en la tierra gloriosa, y muchas provincias Caerán. Pero Edom, Moab y la Mayoría de los hijos de Amón Escaparán de su mano.
42 – Asimismo, Extenderá su mano a las otras tierras, y la tierra de Egipto no Escapará.
43 – Se Apoderará de los tesoros de oro y de plata, y de todas las cosas preciosas de Egipto; y los de Libia y de Etiopía Estarán a sus pies.
44 – Pero las noticias del oriente y del norte lo Espantarán. Saldrá con gran ira para destruir y aniquilar a muchos.
45 – Instalará sus tiendas reales entre los mares, y en el glorioso monte santo. Entonces Llegará a su fin y no Tendrá quien le ayude.

Capítulo 12

1 – En aquel tiempo se Levantará Miguel, el gran Príncipe que Está del lado de los hijos de tu pueblo. Será tiempo de angustia, como nunca fue desde que existen las naciones hasta entonces. Pero en aquel tiempo tu pueblo Será librado, todos aquellos que se encuentren inscritos en el libro.
2 – Y muchos de los que duermen en el polvo de la tierra Serán despertados, unos para vida eterna y otros para vergüenza y eterno horror.
3 – Los entendidos Resplandecerán con el resplandor del firmamento; y los que enseñan justicia a la multitud, como las estrellas, por toda la eternidad.
4 – Pero Tú, oh Daniel, cierra las palabras y sella el libro hasta el tiempo del fin. Muchos Correrán de un lado para otro, y se Incrementará el conocimiento.
5 – Yo, Daniel, miré, y he Aquí que dos estaban de pie, uno de este lado en la orilla del Río, y el otro al otro lado en la orilla del Río.
6 – Entonces dije al hombre vestido de lino que estaba sobre las aguas del Río: –¿Cuándo Será el final de estas cosas sorprendentes?
7 – Escuché al hombre vestido de lino que estaba sobre las aguas del Río, quien Alzó su mano derecha y su mano izquierda al cielo, y Juró por el que vive por los siglos, que Será por un tiempo, tiempos y medio tiempo. Todas estas cosas se Cumplirán cuando se acabe el quebrantamiento de la fuerza del pueblo santo.
8 – Yo escuché, pero no Entendí. Y dije: –Señor Mío, ¿Cuál Será el final de estas cosas?
9 – Y él dijo: –Anda, Daniel; estas cosas Están cerradas y selladas hasta el tiempo del fin.
10 – Muchos Serán limpiados, emblanquecidos y purificados; pero los Impíos Obrarán Impíamente, y ninguno de ellos Entenderá. Pero los sabios, Sí Entenderán.
11 – Desde el tiempo en que sea quitado el sacrificio continuo hasta la Abominación desoladora, Habrá 1.290 Días.
12 – ¡Bienaventurado el que espere y llegue hasta 1.335 Días!
13 – Pero Tú, Continúa hasta el fin, y Descansarás y te Levantarás para recibir tu heredad al fin de los Días.

– Ano Bíblico (Inglês).:

Book of Daniel

Chapter 10

1 – In the third year of Cyrus, king of Persia, a secret was unfolded to Daniel, whose name was Belteshazzar; and the thing was true, even a hard work: and he had knowledge of it, and the vision was clear to him.
2 – In those days I, Daniel, gave myself up to grief for three full weeks.
3 – I had no pleasing food, no meat or wine came into my mouth, and I put no oil on my body till three full weeks were ended.
4 – And on the twenty-fourth day of the first month I was by the side of the great river;
5 – And lifting up my eyes I saw the form of a man clothed in a linen robe, and round him there was a band of gold, of the best gold:
6 – And his body was like the beryl, and his face had the look of a thunder-flame, and his eyes were like burning lights, and his arms and feet like the colour of polished brass, and the sound of his voice was like the sound of an army.
7 – And I, Daniel, was the only one who saw the vision, for the men who were with me did not see it; but a great shaking came on them and they went in flight to take cover.
8 – So I was by myself, and I saw this great vision, and all my strength went from me; and the colour went from my face.
9 – But the sound of his words came to my ears, and on hearing his voice I went into a deep sleep with my face to the earth.
10 – Then a hand gave me a touch, awaking me, and putting me on my knees and my hands.
11 – And he said to me, O Daniel, you man dearly loved, take in the sense of the words I say to you and get up on to your feet: for to you I am now sent; and when he had said this to me I got on to my feet, shaking with fear.
12 – Then he said to me, Have no fear, Daniel; for from the first day when you gave your heart to getting wisdom and making yourself poor in spirit before your God, your words have come to his ears: and I have come because of your words.
13 – But the angel of the kingdom of Persia put himself against me for twenty-one days; but Michael, one of the chief angels, came to my help; and when I came he was still there with the angel of the kings of Persia.
14 – Now I have come to give you knowledge of the fate of your people in the later days; for there is still a vision for the days.
15 – And after he had said these words to me, I kept my face turned to the earth and was unable to say anything.
16 – Then one whose form was like the sons of men put his finger on my lips; and opening my mouth, I said to him who was before me, O my lord, because of the vision my pains have come on me, and I have no more strength.
17 – For how may this servant of my lord have talk with my lord? for, as for me, straight away my strength went from me and there was no breath in my body.
18 – Then again one having the form of a man put his hand on me and gave me strength.
19 – And he said to me, O man greatly loved, have no fear: peace be with you, be strong and let your heart be lifted up. And at his words I became strong, and said, Let my lord say on, for you have given me strength.
20 – Then he said, It is clear to you why I have come to you. And now I will give you an account of what is recorded in the true writings:
21 – But I am going back to make war with the angel of Persia, and when I am gone, the angel of Greece will come. And there is no one on my side against these, but Michael, your angel.

Chapter 11

1 – And as for me, in the first year of Darius the Mede I was on his side to make his position safe and make him strong.
2 – And now I will make clear to you what is true. There are still three kings to come in Persia, and the fourth will have much greater wealth than all of them: and when he has become strong through his wealth, he will put his forces in motion against all the kingdoms of Greece.
3 – And a strong king will come to power, ruling with great authority and doing whatever is his pleasure.
4 – And when he has become strong, his kingdom will be broken and parted to the four winds of heaven; but not to his offspring, for it will be uprooted; and his kingdom will be for the others and not for these: but not with the same authority as his.
5 – And the king of the south will be strong, but one of his captains will be stronger than he and will be ruler; and his rule will be a great rule.
6 – And at the end of years they will be joined together; and the daughter of the king of the south will come to the king of the north to make an agreement: but she will not keep the strength of her arm; and his offspring will not keep their place; but she will be uprooted, with those who were the cause of her coming, and her son, and he who took her in those times.
7 – But out of a branch from her roots one will come up to take his place, who will come against the army, forcing his way into the strong place of the king of the north, and he will take them in hand and overcome them:
8 – And their gods and their metal images and their fair vessels of silver and gold he will take away into the south; and for some years he will keep away from the king of the north.
9 – And he will come into the kingdom of the king of the south, but he will go back to his land.
10 – And his son will make war, and will get together an army of great forces, and he will make an attack on him, overflowing and going past: and he will again take the war even to his strong place.
11 – And the king of the south will be moved with wrath, and will come out and make war on him, on this same king of the north: and he will get together a great army, but the army will be given into his hand.
12 – And the army will be taken away, and his heart will be uplifted: he will be the cause of the downfall of tens of thousands, but he will not be strong.
13 – And again the king of the north will get together an army greater than the first; and he will make an attack on him at the end of years, with a great army and much wealth.
14 – In those times, a number will take up arms against the king of the south: and the children of the violent among your people will be lifting themselves up to make the vision come true; but it will be their downfall.
15 – So the king of the north will come, and put up earthworks and take a well-armed town: and the forces of the king of the south will make an attempt to keep their position, even the best of his army, but they will not have strength to do so.
16 – And he who comes against him will do his pleasure, and no one will be able to keep his place before him: he will take up his position in the beautiful land and in his hand there will be destruction.
17 – And it will be his purpose to come with the strength of all his kingdom, but in place of this he will make an agreement with him; and he will give him the daughter of women to send destruction on it; but this will not take place or come about.
18 – After this, his face will be turned to the islands, and he will take a number of them: but a chief, by his destruction, will put an end to the shame offered by him; and more than this, he will make his shame come back on him.
19 – Then his face will be turned to the strong places of his land: but his way will be stopped, causing his downfall, and he will not be seen again.
20 – Then his place will be taken by one who will send out a man with the glory of a king to get wealth together; but after a short time destruction will overtake him, but not in wrath or in the fight.
21 – And his place will be taken by a low person, to whom the honour of the kingdom had not been given: but he will come in time of peace and will get the kingdom by fair words.
22 – And his forces will be completely taken away from before him and broken; and even the ruler of the agreement will have the same fate.
23 – And from the time when they make an agreement with him, he will be working falsely: for he will take up arms suddenly with a small force,
24 – Against fertile places, and will make waste a part of the country; and he will do what his fathers have not done, or his fathers´ fathers; he will make distribution among them of goods taken in war and by force, and of property: he will even make designs against the strong places for a time.
25 – And he will put in motion his power and his strength against the king of the south with a great army; and the king of the south will go to war with a very great and strong army: but he will be forced to give way, because of their designs against him;
26 – And his fears will overcome him and be the cause of his downfall, and his army will come to complete destruction, and a great number will be put to the sword.
27 – And as for these two kings, their hearts will be fixed on doing evil and they will say false words at one table; but it will come to nothing: for the end will be at the time fixed.
28 – And he will go back to his land with great wealth; and his heart will be against the holy agreement; and he will do his pleasure and go back to his land.
29 – At the time fixed he will come back and come into the south; but in the later time it will not be as it was before.
30 – For those who go out from the west will come against him, and he will be in fear and will go back, full of wrath against the holy agreement; and he will do his pleasure: and he will go back and be united with those who have given up the holy agreement.
31 – And armies sent by him will take up their position and they will make unclean the holy place, even the strong place, and take away the regular burned offering and put in its place an unclean thing causing fear.
32 – And those who do evil against the agreement will be turned to sin by his fair words: but the people who have knowledge of their God will be strong and do well.
33 – And those who are wise among the people will be the teachers of the mass of the people: but they will come to their downfall by the sword and by the flame, being made prisoners and undergoing loss for a long time.
34 – Now at the time of their downfall they will have a little help, but numbers will be joined to them in the town, and in their separate heritages.
35 – And some of those who are wise will have wisdom in testing themselves and making themselves clean, till the time of the end: for it is still for the fixed time.
36 – And the king will do his pleasure; he will put himself on high, lifting himself over every god, and saying things to be wondered at against the God of gods; and all will be well for him till the wrath is complete; for what has been purposed will be done.
37 – He will have no respect for the gods of his fathers or for the god desired by women; he will have no respect for any god: for he will put himself on high over all.
38 – But in place of this he will give honour to the god of armed places, and to a god of whom his fathers had no knowledge he will give honour with gold and silver and jewels and things to be desired.
39 – And he will make use of the people of a strange god to keep his strongest places; to those whom he takes note of he will give high honour: and he will make them rulers over the mass of the people, and will make division of the land for a price.
40 – And at the time of the end, the king of the south will make an attack on him: and the king of the north will come against him like a storm-wind, with war-carriages and horsemen and numbers of ships; and he will go through many lands like overflowing waters.
41 – And he will come into the beautiful land, and tens of thousands will be overcome: but these will be kept from falling into his hands: Edom and Moab and the chief of the children of Ammon.
42 – And his hand will be stretched out on the countries: and the land of the south will not be safe from him.
43 – But he will have power over the stores of gold and silver, and over all the valued things of the south: and the Libyans and the Ethiopians will be at his steps.
44 – But he will be troubled by news from the east and from the north; and he will go out in great wrath, to send destruction on, and put an end to, great numbers.
45 – He will put the tents of his great house between the sea and the beautiful holy mountain: but he will come to his end with no helper.

Chapter 12

1 – And at that time Michael will take up his place, the great angel, who is the supporter of the children of your people: and there will be a time of trouble, such as there never was from the time there was a nation even till that same time: and at that time your people will be kept safe, everyone who is recorded in the book.
2 – And a number of those who are sleeping in the dust of the earth will come out of their sleep, some to eternal life and some to eternal shame.
3 – And those who are wise will be shining like the light of the outstretched sky; and those by whom numbers have been turned to righteousness will be like the stars for ever and ever.
4 – But as for you, O Daniel, let the words be kept secret and the book rolled up and kept shut till the time of the end: numbers will be going out of the way and troubles will be increased.
5 – Then I, Daniel, looking, saw two others, one at the edge of the river on this side and one at the edge of the river on that side.
6 – And I said to the man clothed in linen, who was over the waters of the river, How long will it be to the end of these wonders?
7 – Then in my hearing the man clothed in linen, who was over the river, lifting up his right hand and his left hand to heaven, took an oath by him who is living for ever that it would be a time, times, and a half; and when the power of the crusher of the holy people comes to an end, all these things will be ended.
8 – And the words came to my ears, but the sense of them was not clear to me: then I said, O my lord, what is the sense of these things?
9 – And he said, Go on your way, Daniel: for the words are secret and shut up till the time of the end;
10 – Till a number are tested and make themselves clean; and the evil-doers will do evil; for not one of the evil-doers will have knowledge; but all will be made clear to those who are wise.
11 – And from the time when the regular burned offering is taken away, and an unclean thing causing fear is put up, there will be a thousand, two hundred and ninety days.
12 – A blessing will be on the man who goes on waiting, and comes to the thousand, three hundred and thirty-five days.
13 – But you, go on your way and take your rest: for you will be in your place at the end of the days.

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Meditação Matinal de EGW (Português).:

O Tempo de Angústia, Qual Nunca Houve

“Nesse tempo Se levantará Miguel, o grande príncipe, o defensor dos filhos do teu povo, e haverá tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve mação até àquele tempo; mas naquele tempo será salvo o. teu povo, todo aquele que foi- achado inscrito no livro”. Dan. 12:1.
Quando se encerrar a mensagem do terceiro anjo, a misericórdia não mais pleiteará em favor dos culpados habitantes da Terra. O povo de Deus terá cumprido a sua obra. Recebeu a “chuva serôdia”, o “refrigério pela presença do Senhor”, e acha-se preparado para a hora probante que diante dele está. No Céu, anjos apressam-se de um lado para o outro. Um anjo que volta da Terra anuncia que a sua obra está feita; o mundo foi submetido à prova final, e todos os que se mostraram fiéis aos preceitos divinos receberam “o selo do Deus vivo”. Cessa então. Jesus de interceder no santuário celestial. Levanta as mãos, e com grande voz diz: “Está feito”.
Deixando Ele o santuário, as trevas cobrem os habitantes da Terra. Naquele tempo terrível os justos devem viver à vista de um Deus santo, sem intercessor. Removeu-se a restrição que estivera sobre os ímpios, e Satanás tem domínio completo sobre os que finalmente se encontram impenitentes. Terminou a longanimidade de Deus. O mundo rejeitou a Sua misericórdia, desprezou-Lhe o amor, pisando Sua lei. Os ímpios passaram os limites de seu tempo de graça; o Espírito de Deus, persistentemente resistido, foi, por fim, retirado. Desabrigados da graça divina, não têm proteção contra o maligno. Satanás mergulhará então os habitantes da Terra em uma grande angústia final. Ao cessarem os anjos de Deus de conter os ventos impetuosos das paixões humanas, ficarão às soltas todos os elementos de contenda. O mundo inteiro se envolverá em ruína mais terrível do que a que sobreveio a Jerusalém na antigüidade. – GC, 612 e 613.
Somente os que têm mãos limpas e coração puro resistirão no tempo da prova. … Agora, enquanto os quatro anjos estão contendo os ventos, é o tempo de fazer firme a nossa vocação e eleição. – PE, 58.
Ano Bíblico: Deu. 7-9. Juvenis: 9. Mar. 6.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=100&p=263

– Meditação Matinal de EGW (Espanhol).:

TIEMPO DE ANGUSTIA CUAL NUNCA FUE

En aquel tiempo se levantará Miguel, el gran príncipe que está de parte de los hijos de tu pueblo; y será tiempo de angustia, cual nunca fue desde que hubo gente hasta entonces; pero en aquel tiempo será libertado tu pueblo, todos los que se hallen escritos en el libro. (Dan. 12: 1).
Cuando termine el mensaje del tercer ángel la misericordia divina no intercederá más por los habitantes culpables de la tierra. El pueblo de Dios habrá cumplido su obra; habrá recibido la “lluvia tardía”, el “refrigerio de la presencia del Señor”, y estará preparado para la hora de prueba que le espera. Los ángeles se apuran, van y vienen de acá para allá en el cielo. Un ángel que regresa de la tierra anuncia que su obra está terminada; el mundo ha sido sometido a la prueba final, y todos los que han resultado fieles a los preceptos divinos han recibido “el sello del Dios vivo”. Entonces Jesús dejará de interceder en el santuario celestial. Levantará sus manos y con gran voz dirá: “Hecho es”. . .
Cuando él abandone el santuario, las tinieblas envolverán a los habitantes de la tierra. Durante ese tiempo terrible, los justos deben vivir sin intercesor, a la vista del santo Dios. Nada refrena ya a los malos y Satanás domina por completo a los impenitentes empedernidos. La paciencia de Dios ha concluido. El mundo ha rechazado su misericordia, despreciado su amor y pisoteado su ley. Los impíos han dejado concluir su tiempo de gracia; el Espíritu de Dios, al que se opusieron obstinadamente, acabó por apartarse de ellos. Desamparados ya de la gracia divina, están a merced de Satanás, el cual sumirá entonces a los habitantes de la tierra en una gran tribulación final. Cuando los ángeles de Dios dejen ya de contener los vientos violentos de las pasiones humanas, todos los elementos de contienda se desencadenarán. El mundo entero será envuelto en una ruina más espantosa que la que cayó antiguamente sobre Jerusalén.*
Únicamente los que tengan manos limpias y corazones puros subsistirán en aquel tiempo de prueba. . . Ahora, mientras los cuatro ángeles están reteniendo los cuatro vientos, es el momento en que debemos asegurar nuestra vocación y elección.*

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=101&p=263

– Meditação Matinal de EGW (Inglês).:

September 14 – A Time of Trouble Such as Never Was

And at that time shall Michael stand up, the great prince which standeth for the children of thy people: and there shall be a time of trouble, such as never was since there was a nation even to that same time: and at that time thy people shall be delivered, every one that shall be found written in the book. Dan. 12:1.
When the third angel”s message closes, mercy no longer pleads for the guilty inhabitants of the earth. The people of God have accomplished their work. They have received “the latter rain,” “the . . . refreshing . . . from the presence of the Lord,” and they are prepared for the trying hour before them. Angels are hastening to and fro in heaven. An angel returning from the earth announces that his work is done; the final test has been brought upon the world, and all who have proved themselves loyal to the divine precepts have received “the seal of the living God.” Then Jesus ceases His intercession in the sanctuary above. He lifts His hands and with a loud voice says, “It is done.” . . . {Mar 265.1}
When He leaves the sanctuary, darkness covers the inhabitants of the earth. In that fearful time the righteous must live in the sight of a holy God without an intercessor. The restraint which has been upon the wicked is removed, and Satan has entire control of the finally impenitent. God”s long-suffering has ended. The world has rejected His mercy, despised His love, and trampled upon His law. The wicked have passed the boundary of their probation; the Spirit of God, persistently resisted, has been at last withdrawn. Unsheltered by divine grace, they have no protection from the wicked one. Satan will then plunge the inhabitants of the earth into one great, final trouble. As the angels of God cease to hold in check the fierce winds of human passion, all the elements of strife will be let loose. The whole world will be involved in ruin more terrible than that which came upon Jerusalem of old. {Mar 265.2}
Those only who have clean hands and pure hearts will stand in that trying time. . . . Now is the time, while the four angels are holding the four winds, to make our calling and election sure. {Mar 265.3}

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=129&p=263

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Mensagens para Evangelistas.:

Deus requer que Seu povo trabalhe como homens vivos, e não indolentes, preguiçosos e indiferentes. Precisamos levar as publicações ao povo e insistir para que as aceitem, mostrando-lhes que receberão muito mais do que vale seu dinheiro. Exaltai o valor dos livros que ofereceis. Isto nunca será demais. Testimonies, vol. 4, pág. 392 e O Colportor Evangelista, pág. 85.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=43&p=85

– Mensagens para Jovens.:

Queridos jovens, vossa disposição para vestir-vos conforme a moda, usando, para satisfazer a vaidade, rendas, ouro e coisas artificiais, não recomenda aos outros a religião nem a verdade que professais. As pessoas discretas considerarão vosso desejo de vos enfeitardes como prova de que possuis mente débil e coração vaidoso. O vestido simples e despretensioso será uma recomendação para minhas jovens irmãs. Diante de outros, não pode vossa luz brilhar de maneira melhor do que pela simplicidade dos atavios e de conduta. Podeis mostrar a todos que, em comparação com as coisas eternas, haveis posto a devida estimação sobre as coisas desta vida. Testimonies, vol. 3, pág. 376 e Mensagens aos Jovens, pág. 348.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=6&p=348

– Mensagens para Namorados.:

Freqüentemente dá-se o caso que pessoas, antes do casamento, têm pouca oportunidade de se familiarizarem com os hábitos e disposições uma da outra, e, quanto ao que se refere à vida diária, são virtualmente estranhas quando no altar unem os seus interesses. Muitos acham, demasiado tarde, que não se adaptam um ao outro, e a desgraça por toda a vida é o resultado de sua união. Freqüentes vezes a esposa e os filhos sofrem pela indolência e inépcia, ou pelos hábitos viciosos do marido e pai. Se o caráter do pretendente houvesse sido provado antes do casamento, conforme o antigo costume, poder-se-ia ter evitado grande infelicidade. Patriarcas e Profetas, pág. 189.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=2&p=189

– Mensagens para Pais.:

É fato terrível, e desses que devem fazer tremer o coração dos pais, o de que em tantas escolas e colégios para onde são enviados os jovens em busca de disciplina e cultura mental, prevaleçam influências que deformam o caráter, desviam a mente dos verdadeiros objetivos da vida, e rebaixam a moral. Mediante o contato com os que não têm religião, com os amantes do prazer e os corruptos, muitos jovens perdem a simplicidade e pureza, a fé em Deus e o espírito de sacrifício, que pais e mães cristãos alimentaram e preservaram por meio de instrução cuidadosa e fervorosa oração. Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes, pág. 220.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=37&p=220

– Mensagens sobre Escola Sabatina.:

Devemos subir a um plano de ação mais elevado. Que o Espírito de Jesus vitalize a vida dos obreiros. Então seus planos e métodos de trabalho serão de molde a conquistar pessoas para Jesus Cristo. Em nossas igrejas grandes, onde existem muitas crianças e jovens, há maior perigo de dirigir a Escola Sabatina de modo a tornar-se mera formalidade, mecânica e desanimada. Há falta de Jesus. Testimonies on Sabbath School Work, pág. 14 e Conselhos Sobre a Escola Sabatina, pág. 164.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=15&p=164

– Mensagens sobre Saúde.:

O Senhor tem estado a operar, e opera ainda para levar os homens a preparar com frutas e cereais comidas mais simples e menos dispendiosas que muitas das que se podem obter hoje. Muitos não podem conseguir essas dispendiosas preparações alimentares, todavia não precisam necessariamente viver de um regime empobrecido. O mesmo Deus que alimentou os milhares no deserto com pão do Céu, dará a Seu povo hoje conhecimento quanto ao preparo de alimento por maneira simples. Manuscrito 96, 1905 e Conselhos Sobre o Regime Alimentar, pág. 268.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=17&p=268

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Ano Bíblico (Português).:

Livro de Daniel

Capítulo 7

1 – No primeiro ano de Belsazar, rei de Babilônia, teve Daniel, na sua cama, um sonho e visões da sua cabeça. Então escreveu o sonho, e relatou a suma das coisas.
2 – Falou Daniel, e disse: Eu estava olhando, numa visão noturna, e eis que os quatro ventos do céu agitavam o Mar Grande.
3 – E quatro grandes animais, diferentes uns dos outros, subiam do mar.
4 – O primeiro era como leão, e tinha asas de águia; enquanto eu olhava, foram-lhe arrancadas as asas, e foi levantado da terra, e posto em dois pés como um homem; e foi-lhe dado um coração de homem.
5 – Continuei olhando, e eis aqui o segundo animal, semelhante a um urso, o qual se levantou de um lado, tendo na boca três costelas entre os seus dentes; e foi-lhe dito assim: Levanta-te, devora muita carne.
6 – Depois disto, continuei olhando, e eis aqui outro, semelhante a um leopardo, e tinha nas costas quatro asas de ave; tinha também este animal quatro cabeças; e foi-lhe dado domínio.
7 – Depois disto, eu continuava olhando, em visões noturnas, e eis aqui o quarto animal, terrível e espantoso, e muito forte, o qual tinha grandes dentes de ferro; ele devorava e fazia em pedaços, e pisava aos pés o que sobejava; era diferente de todos os animais que apareceram antes dele, e tinha dez chifres.
8 – Eu considerava os chifres, e eis que entre eles subiu outro chifre, pequeno, diante do qual três dos primeiros chifres foram arrancados; e eis que neste chifre havia olhos, como os de homem, e uma boca que falava grandes coisas.
9 – Eu continuei olhando, até que foram postos uns tronos, e um ancião de dias se assentou; o seu vestido era branco como a neve, e o cabelo da sua cabeça como lã puríssima; o seu trono era de chamas de fogo, e as rodas dele eram fogo ardente.
10 – Um rio de fogo manava e saía de diante dele; milhares de milhares o serviam, e miríades de miríades assistiam diante dele. Assentou-se para o juízo, e os livros foram abertos.
11 – Então estive olhando, por causa da voz das grandes palavras que o chifre proferia; estive olhando até que o animal foi morto, e o seu corpo destruído; pois ele foi entregue para ser queimado pelo fogo.
12 – Quanto aos outros animais, foi-lhes tirado o domínio; todavia foi-lhes concedida prolongação de vida por um prazo e mais um tempo.
13 – Eu estava olhando nas minhas visões noturnas, e eis que vinha com as nuvens do céu um como filho de homem; e dirigiu-se ao ancião de dias, e foi apresentado diante dele.
14 – E foi-lhe dado domínio, e glória, e um reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino tal, que não será destruído.
15 – Quanto a mim, Daniel, o meu espírito foi abatido dentro do corpo, e as visões da minha cabeça me perturbavam.
16 – Cheguei-me a um dos que estavam perto, e perguntei-lhe a verdadeira significação de tudo isso. Ele me respondeu e me fez saber a interpretação das coisas.
17 – Estes grandes animais, que são quatro, são quatro reis, que se levantarão da terra.
18 – Mas os santos do Altíssimo receberão o reino e o possuirão para todo o sempre, sim, para todo o sempre.
19 – Então tive desejo de conhecer a verdade a respeito do quarto animal, que era diferente de todos os outros, sobremodo terrível, com dentes de ferro e unhas de bronze; o qual devorava, fazia em pedaços, e pisava aos pés o que sobrava;
20 – e também a respeito dos dez chifres que ele tinha na cabeça, e do outro que subiu e diante do qual caíram três, isto é, daquele chifre que tinha olhos, e uma boca que falava grandes coisas, e parecia ser mais robusto do que os seus companheiros.
21 – Enquanto eu olhava, eis que o mesmo chifre fazia guerra contra os santos, e prevalecia contra eles,
22 – até que veio o ancião de dias, e foi executado o juízo a favor dos santos do Altíssimo; e chegou o tempo em que os santos possuíram o reino.
23 – Assim me disse ele: O quarto animal será um quarto reino na terra, o qual será diferente de todos os reinos; devorará toda a terra, e a pisará aos pés, e a fará em pedaços.
24 – Quanto aos dez chifres, daquele mesmo reino se levantarão dez reis; e depois deles se levantará outro, o qual será diferente dos primeiros, e abaterá a três reis.
25 – Proferirá palavras contra o Altíssimo, e consumirá os santos do Altíssimo; cuidará em mudar os tempos e a lei; os santos lhe serão entregues na mão por um tempo, e tempos, e metade de um tempo.
26 – Mas o tribunal se assentará em juízo, e lhe tirará o domínio, para o destruir e para o desfazer até o fim.
27 – O reino, e o domínio, e a grandeza dos reinos debaixo de todo o céu serão dados ao povo dos santos do Altíssimo. O seu reino será um reino eterno, e todos os domínios o servirão, e lhe obedecerão.
28 – Aqui é o fim do assunto. Quanto a mim, Daniel, os meus pensamentos muito me perturbaram e o meu semblante se mudou; mas guardei estas coisas no coração.

Capítulo 8

1 – No ano terceiro do reinado do rei Belsazar apareceu-me uma visão, a mim, Daniel, depois daquela que me apareceu no princípio.
2 – E na visão que tive, parecia-me que eu estava na cidadela de Susã, na província de Elão; e conforme a visão, eu estava junto ao rio Ulai.
3 – Levantei os olhos, e olhei, e eis que estava em pé diante do rio um carneiro, que tinha dois chifres; e os dois chifres eram altos; mas um era mais alto do que o outro, e o mais alto subiu por último.
4 – Vi que o carneiro dava marradas para o ocidente, e para o norte e para o sul; e nenhum dos animais lhe podia resistir, nem havia quem pudesse livrar-se do seu poder; ele, porém, fazia conforme a sua vontade, e se engrandecia.
5 – E, estando eu considerando, eis que um bode vinha do ocidente sobre a face de toda a terra, mas sem tocar no chão; e aquele bode tinha um chifre notável entre os olhos.
6 – E dirigiu-se ao carneiro que tinha os dois chifres, ao qual eu tinha visto em pé diante do rio, e correu contra ele no furor da sua força.
7 – Vi-o chegar perto do carneiro; e, movido de cólera contra ele, o feriu, e lhe quebrou os dois chifres; não havia força no carneiro para lhe resistir, e o bode o lançou por terra, e o pisou aos pés; também não havia quem pudesse livrar o carneiro do seu poder.
8 – O bode, pois, se engrandeceu sobremaneira; e estando ele forte, aquele grande chifre foi quebrado, e no seu lugar outros quatro também notáveis nasceram para os quatro ventos do céu.
9 – Ainda de um deles saiu um chifre pequeno, o qual cresceu muito para o sul, e para o oriente, e para a terra formosa;
10 – e se engrandeceu até o exército do céu; e lançou por terra algumas das estrelas desse exército, e as pisou.
11 – Sim, ele se engrandeceu até o príncipe do exército; e lhe tirou o holocausto contínuo, e o lugar do seu santuário foi deitado abaixo.
12 – E o exército lhe foi entregue, juntamente com o holocausto contínuo, por causa da transgressão; lançou a verdade por terra; e fez o que era do seu agrado, e prosperou.
13 – Depois ouvi um santo que falava; e disse outro santo àquele que falava: Até quando durará a visão relativamente ao holocausto contínuo e à transgressão assoladora, e à entrega do santuário e do exército, para serem pisados?
14 – Ele me respondeu: Até duas mil e trezentas tardes e manhãs; então o santuário será purificado.
15 – Havendo eu, Daniel, tido a visão, procurei entendê-la, e eis que se me apresentou como que uma semelhança de homem.
16 – E ouvi uma voz de homem entre as margens do Ulai, a qual gritou, e disse: Gabriel, faze que este homem entenda a visão.
17 – Veio, pois, perto de onde eu estava; e vindo ele, fiquei amedrontado, e caí com o rosto em terra. Mas ele me disse: Entende, filho do homem, pois esta visão se refere ao tempo do fim.
18 – Ora, enquanto ele falava comigo, caí num profundo sono, com o rosto em terra; ele, porém, me tocou, e me pôs em pé.
19 – e disse: Eis que te farei saber o que há de acontecer no último tempo da ira; pois isso pertence ao determinado tempo do fim.
20 – Aquele carneiro que viste, o qual tinha dois chifres, são estes os reis da Média e da Pérsia.
21 – Mas o bode peludo é o rei da Grécia; e o grande chifre que tinha entre os olhos é o primeiro rei.
22 – O ter sido quebrado, levantando-se quatro em lugar dele, significa que quatro reinos se levantarão da mesma nação, porém não com a força dele.
23 – Mas, no fim do reinado deles, quando os transgressores tiverem chegado ao cúmulo, levantar-se-á um rei, feroz de semblante e que entende enigmas.
24 – Grande será o seu poder, mas não de si mesmo; e destruirá terrivelmente, e prosperará, e fará o que lhe aprouver; e destruirá os poderosos e o povo santo.
25 – Pela sua sutileza fará prosperar o engano na sua mão; no seu coração se engrandecerá, e destruirá a muitos que vivem em segurança; e se levantará contra o príncipe dos príncipes; mas será quebrado sem intervir mão de homem.
26 – E a visão da tarde e da manhã, que foi dita, é verdadeira. Tu, porém, cerra a visão, porque se refere a dias mui distantes.
27 – E eu, Daniel, desmaiei, e estive enfermo alguns dias; então me levantei e tratei dos negócios do rei. E espantei-me acerca da visão, pois não havia quem a entendesse.

Capítulo 9

1 – No ano primeiro de Dario, filho de Assuero, da linhagem dos medos, o qual foi constituído rei sobre o reino dos caldeus.
2 – no ano primeiro do seu reinado, eu, Daniel, entendi pelos livros que o número de anos, de que falara o Senhor ao profeta Jeremias, que haviam de durar as desolações de Jerusalém, era de setenta anos.
3 – Eu, pois, dirigi o meu rosto ao Senhor Deus, para o buscar com oração e súplicas, com jejum, e saco e cinza.
4 – E orei ao Senhor meu Deus, e confessei, e disse: Ó Senhor, Deus grande e tremendo, que guardas o pacto e a misericórdia para com os que te amam e guardam os teus mandamentos;
5 – pecamos e cometemos iniqüidades, procedemos impiamente, e fomos rebeldes, apartando-nos dos teus preceitos e das tuas ordenanças.
6 – Não demos ouvidos aos teus servos, os profetas, que em teu nome falaram aos nossos reis, nossos príncipes, e nossos pais, como também a todo o povo da terra.
7 – A ti, ó Senhor, pertence a justiça, porém a nós a confusão de rosto, como hoje se vê; aos homens de Judá, e aos moradores de Jerusalém, e a todo o Israel; aos de perto e aos de longe, em todas as terras para onde os tens lançado por causa das suas transgressões que cometeram contra ti.
8 – Ó Senhor, a nós pertence a confusão de rosto, aos nossos reis, aos nossos príncipes, e a nossos pais, porque temos pecado contra ti.
9 – Ao Senhor, nosso Deus, pertencem a misericórdia e o perdão; pois nos rebelamos contra ele,
10 – e não temos obedecido à voz do Senhor, nosso Deus, para andarmos nas suas leis, que nos deu por intermédio de seus servos, os profetas.
11 – Sim, todo o Israel tem transgredido a tua lei, desviando-se, para não obedecer à tua voz; por isso a maldição, o juramento que está escrito na lei de Moisés, servo de Deus, se derramou sobre nós; porque pecamos contra ele.
12 – E ele confirmou a sua palavra, que falou contra nós, e contra os nossos juízes que nos julgavam, trazendo sobre nós um grande mal; porquanto debaixo de todo o céu nunca se fez como se tem feito a Jerusalém.
13 – Como está escrito na lei de Moisés, todo este mal nos sobreveio; apesar disso, não temos implorado o favor do Senhor nosso Deus, para nos convertermos das nossas iniqüidades, e para alcançarmos discernimento na tua verdade.
14 – por isso, o Senhor vigiou sobre o mal, e o trouxe sobre nós; pois justo é o Senhor, nosso Deus, em todas as obras que faz; e nós não temos obedecido à sua voz.
15 – Na verdade, ó Senhor, nosso Deus, que tiraste o teu povo da terra do Egito com mão poderosa, e te adquiriste nome como hoje se vê, temos pecado, temos procedido impiamente.
16 – e Senhor, segundo todas as tuas justiças, apartem-se a tua ira e o teu furor da tua cidade de Jerusalém, do teu santo monte; porquanto por causa dos nossos pecados, e por causa das iniqüidades de nossos pais, tornou-se Jerusalém e o teu povo um opróbrio para todos os que estão em redor de nós.
17 – Agora, pois, ó Deus nosso, ouve a oração do teu servo, e as suas súplicas, e sobre o teu santuário assolado faze resplandecer o teu rosto, por amor do Senhor.
18 – Inclina, ó Deus meu, os teus ouvidos, e ouve; abre os teus olhos, e olha para a nossa desolação, e para a cidade que é chamada pelo teu nome; pois não lançamos as nossas súplicas perante a tua face fiados em nossas justiças, mas em tuas muitas misericórdias.
19 – Ó Senhor, ouve; ó Senhor, perdoa; ó Senhor, atende-nos e põe mãos à obra sem tardar, por amor de ti mesmo, ó Deus meu, porque a tua cidade e o teu povo se chamam pelo teu nome.
20 – Enquanto estava eu ainda falando e orando, e confessando o meu pecado, e o pecado do meu povo Israel, e lançando a minha súplica perante a face do Senhor, meu Deus, pelo monte santo do meu Deus,
21 – sim enquanto estava eu ainda falando na oração, o varão Gabriel, que eu tinha visto na minha visão ao princípio, veio voando rapidamente, e tocou-me à hora da oblação da tarde.
22 – Ele me instruiu, e falou comigo, dizendo: Daniel, vim agora para fazer-te sábio e entendido.
23 – No princípio das tuas súplicas, saiu a ordem, e eu vim, para to declarar, pois és muito amado; considera, pois, a palavra e entende a visão.
24 – Setenta semanas estão decretadas sobre o teu povo, e sobre a tua santa cidade, para fazer cessar a transgressão, para dar fim aos pecados, e para expiar a iniqüidade, e trazer a justiça eterna, e selar a visão e a profecia, e para ungir o santíssimo.
25 – Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar e para edificar Jerusalém até o ungido, o príncipe, haverá sete semanas, e sessenta e duas semanas; com praças e tranqueiras se reedificará, mas em tempos angustiosos.
26 – E depois de sessenta e duas semanas será cortado o ungido, e nada lhe subsistirá; e o povo do príncipe que há de vir destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será com uma inundação; e até o fim haverá guerra; estão determinadas assolações.
27 – E ele fará um pacto firme com muitos por uma semana; e na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oblação; e sobre a asa das abominações virá o assolador; e até a destruição determinada, a qual será derramada sobre o assolador.

– Pergunta sobre o Ano Bíblico.:

Daniel teve a visão de um carneiro com dois chifres. Que reis representavam esses dois chifres?
Resposta: Média e Pérsia (Daniel 8:20)

– Curiosidades Bíblicas.:

Quantas letras a Bíblia contêm aproximadamente?
Resposta: 3.566.480 letras.

– Versos Bíblicos.:

Qualquer que em meu nome receber uma destas crianças, a mim me recebe; e qualquer que me recebe a mim, recebe não a mim mas àquele que me enviou. Marcos 9:37

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/biblia.asp?lista=1&livro=41&capitulo=9&verso=37

– Ano Bíblico (Espanhol).:

Libro de Daniel

Capítulo 7

1 – En el primer año de Belsasar, rey de Babilonia, Daniel tuvo un sueño y visiones de su cabeza en su cama, y en seguida Escribió el sueño. Este es el resumen del asunto:
2 – Daniel Habló y dijo: “Estaba mirando en mi Visión de noche, y he Aquí que los cuatro vientos del cielo agitaban el gran mar.
3 – Y cuatro grandes bestias, diferentes la una de la otra, Subían del mar.
4 – “La primera era como un León y Tenía alas de águila. Yo estaba mirando, hasta que sus alas fueron arrancadas, y fue levantada del suelo. Luego se Quedó erguida sobre los pies, a manera de hombre, y le fue dado un Corazón de hombre.
5 – “Y he Aquí que otra bestia, semejante a un oso, se Levantó a su lado. Tenía en su boca tres costillas entre sus dientes, y le fue dicho Así: “¡Levántate; devora mucha carne!”
6 – “Después de esto yo miraba, y he Aquí otra bestia, como un leopardo, que Tenía en sus espaldas cuatro alas de ave. Esta bestia también Tenía cuatro cabezas, y le fue dado dominio.
7 – “Después de esto miraba las visiones de la noche, y he Aquí una cuarta bestia terrible y espantosa, fuerte en gran manera. Esta Tenía grandes dientes de hierro. Devoraba y desmenuzaba y pisoteaba las sobras con sus pies. Era muy diferente de todas las bestias que Habían aparecido antes de ella, y Tenía diez cuernos.
8 – Mientras yo contemplaba los cuernos, he Aquí que otro cuerno, uno pequeño, Crecía entre ellos, y delante de él fueron arrancados tres de los cuernos anteriores. Y he Aquí que en este cuerno Había ojos, como ojos de hombre, y una boca que hablaba arrogancias.
9 – “Estaba mirando hasta que fueron puestos unos tronos, y se Sentó un Anciano de Días. Su vestidura era blanca como la nieve, y el cabello de su cabeza era como la lana limpia. Su trono era como llama de fuego; y sus ruedas, fuego ardiente.
10 – Un Río de fuego Procedía y Salía de delante de él. Miles de miles le Servían, y millones de millones estaban de pie delante de él. “El tribunal se Sentó, y los libros fueron abiertos.
11 – Entonces yo miraba, a causa del sonido de las palabras arrogantes que hablaba el cuerno. Miré hasta que la bestia fue muerta, y su cuerpo fue destrozado y entregado a las llamas del fuego.
12 – También a las otras bestias les quitaron su dominio, pero les fue dada Prolongación de vida hasta un tiempo definido.
13 – “Estaba yo mirando en las visiones de la noche, y he Aquí que en las nubes del cielo Venía alguien como un Hijo del Hombre. Llegó hasta el Anciano de Días, y le presentaron delante de él.
14 – Entonces le fue dado el dominio, la majestad y la realeza. Todos los pueblos, naciones y lenguas le Servían. Su dominio es dominio eterno, que no se Acabará; y su reino, uno que no Será destruido.
15 – “En cuanto a Mí, Daniel, mi Espíritu se Turbó a causa de esto, y las visiones de mi cabeza me alarmaron.
16 – Me acerqué a uno de los que estaban de pie y le pregunté la verdad acerca de todo esto. El me Habló y me dio a conocer la Interpretación de las cosas:
17 – “Estas cuatro grandes bestias son cuatro reyes que se Levantarán en la tierra.
18 – Pero los santos del Altísimo Tomarán el reino y lo Poseerán por los siglos y por los siglos de los siglos.”
19 – “Entonces quise saber la verdad acerca de la cuarta bestia, que era tan diferente de todas las otras: terrible en gran manera con sus dientes de hierro y sus garras de bronce. Devoraba, desmenuzaba y pisoteaba las sobras con sus pies.
20 – También quise saber de los diez cuernos que Tenía en su cabeza, y del otro que Había crecido y delante del cual Habían Caído tres. Este cuerno Tenía ojos y una boca que hablaba arrogancias, y Parecía ser Más grande que sus compañeros.
21 – Yo Veía que este cuerno Hacía guerra contra los santos y los Vencía,
22 – hasta que vino el Anciano de Días e hizo justicia a los santos del Altísimo. Y llegado el tiempo, los santos tomaron Posesión del reino.
23 – “Dijo Así: “La cuarta bestia Será un cuarto reino en la tierra, el cual Será diferente de todos los otros reinos. A toda la tierra Devorará; la Trillará y Despedazará.
24 – En cuanto a los diez cuernos, de aquel reino se Levantarán diez reyes. Tras ellos se Levantará otro, el cual Será mayor que los primeros y Derribará a tres reyes.
25 – El Hablará palabras contra el Altísimo y Oprimirá a los santos del Altísimo. Intentará cambiar las festividades y la ley; en su mano Serán entregadas durante un tiempo, tiempos y la mitad de un tiempo.
26 – Pero el tribunal se Sentará, y le Será quitado su dominio para ser exterminado y destruido por completo.
27 – Y la realeza, el dominio y la grandeza de los reinos debajo de todo el cielo Serán dados al pueblo de los santos del Altísimo. Su reino Será un reino eterno, y todos los dominios le Servirán y le Obedecerán.”
28 – “Aquí termina el asunto. En cuanto a Mí, Daniel, mucho me turbaron mis pensamientos, y me puse Pálido. Pero guardé el asunto en mi Corazón.”

Capítulo 8

1 – En el tercer año del reinado del rey Belsasar, yo, Daniel, tuve una Visión después de aquella que Había tenido anteriormente.
2 – Cuando tuve esta Visión, yo estaba en Susa, que es la capital del reino, en la provincia de Elam. Tuve esta Visión, estando junto al Río Ulay.
3 – Alcé mis ojos y miré, y he Aquí que Había delante del Río un carnero, el cual Tenía dos cuernos; pero aunque eran altos y uno de ellos Más alto que el otro, el Más alto se Erigió después.
4 – Vi que el carnero golpeaba con sus cuernos al oeste, al norte y al sur, y que ninguna bestia Podía prevalecer delante de él, ni Había quien escapase de su poder. El Hacía conforme a su voluntad y se Engrandecía.
5 – Mientras yo estaba considerando esto, he Aquí que un macho Cabrío Venía de la parte del oeste sobre la superficie de toda la tierra, pero sin tocar la tierra. Aquel macho Cabrío Tenía un cuerno muy visible entre sus ojos.
6 – Fue hasta el carnero que Tenía los dos cuernos, al cual yo Había visto, que estaba de pie delante del Río, y Corrió contra él con la ira de su fuerza.
7 – Vi que Llegó al carnero y se Enfureció contra él; lo Golpeó y Quebró sus dos cuernos, pues el carnero no Tenía fuerzas para quedar en pie delante de él. Por tanto, lo Derribó a tierra y lo Pisoteó. No hubo quien librase al carnero de su poder.
8 – Entonces el macho Cabrío se Engrandeció sobremanera; y estando en su mayor Poderío, aquel gran cuerno fue quebrado, y en su lugar crecieron otros cuatro cuernos muy visibles, hacia los cuatro vientos del cielo.
9 – Y de uno de ellos Salió un cuerno pequeño que Creció mucho hacia el sur, hacia el este y hacia la tierra gloriosa.
10 – Se Engrandeció hasta el ejército del cielo; y Echó por tierra parte del ejército y de las estrellas, y las Pisoteó.
11 – Se Engrandeció contra el Jefe del ejército. Por él fue quitado el sacrificio continuo, y el lugar de su santuario fue derribado.
12 – Por medio de la Rebelión le fue entregado el ejército junto con el sacrificio continuo, y él Echó por tierra la verdad; hizo cuanto quiso y fue prosperado.
13 – Entonces Oí a un santo que hablaba, y otro de los santos Preguntó al que hablaba: –¿Hasta Cuándo Será Sólo Visión el sacrificio continuo y Durará la Rebelión desoladora, y Serán pisoteados el santuario y el ejército?
14 – Y él le Respondió: –Hasta 2.300 tardes y mañanas. Luego el santuario Será restaurado.
15 – Sucedió que estando yo, Daniel, meditando en la Visión y procurando entenderla, he Aquí que alguien semejante a un hombre se puso de pie delante de Mí.
16 – Entonces Oí una voz de hombre en medio del Río Ulay, que Gritó diciendo: –¡Gabriel, explica a ése la Visión!
17 – Luego vino cerca de donde yo estaba. Y cuando Llegó, me atemoricé y me postré sobre mi rostro. Pero él me dijo: –Comprende, hijo de hombre, porque la Visión tiene que ver con el tiempo del fin.
18 – Mientras él hablaba conmigo, Caí adormecido en tierra, sobre mi rostro. Pero él me Tocó y me puso en pie,
19 – y me dijo: –He Aquí que yo te mostraré lo que ha de venir al final de la Indignación, porque el final Será en el tiempo señalado.
20 – En cuanto al carnero que has visto, que Tenía cuernos, éstos son los reyes de Media y de Persia.
21 – El macho Cabrío es el rey de Grecia. Y el cuerno grande que Tenía entre sus ojos es el primer rey.
22 – El cuerno que ha sido quebrado, y en cuyo lugar han aparecido cuatro cuernos, significa que cuatro reinos se Levantarán de esa Nación; pero no con la fuerza de él.
23 – Al final del imperio de ellos, cuando los transgresores hayan llegado a su colmo, se Levantará un rey de aspecto fiero y entendido en enigmas.
24 – Su poder se Incrementará, pero no por su propio poder. El Causará gran ruina, y Prosperará. Actuará arbitrariamente, y Destruirá a los fuertes y al pueblo de los santos.
25 – Con su sagacidad Hará prosperar en sus manos el engaño, y su Corazón se Engrandecerá. Por sorpresa Destruirá a muchos. Contra el Príncipe de los Príncipes se Levantará; pero Será quebrantado, aunque no por mano humana.
26 – La Visión de la tarde y de la mañana, que ha sido declarada, es Verídica. Guarda Tú la Visión, porque es para muchos Días.
27 – Yo, Daniel, Perdí las fuerzas y estuve enfermo algunos Días. Cuando me recuperé, Atendí los negocios del rey. Yo estaba asombrado por la Visión, y no Había quien la entendiese.

Capítulo 9

1 – En el primer año de Darío hijo de Asuero, del linaje de los medos, el cual Llegó a ser rey sobre el reino de los caldeos;
2 – en el primer año de su reinado, yo, Daniel, Entendí de los libros que, Según la palabra de Jehovah dada al profeta Jeremías, el Número de los años que Habría de durar la Desolación de Jerusalén Sería setenta años.
3 – Entonces Volví mi rostro al Señor Dios, Buscándole en Oración y ruego, con ayuno, cilicio y ceniza.
4 – Oré a Jehovah mi Dios e hice Confesión diciendo: “¡Oh Señor, Dios grande y temible, que guarda el pacto y la misericordia para con los que le aman y guardan sus mandamientos:
5 – Hemos pecado; hemos hecho iniquidad; hemos actuado Impíamente; hemos sido rebeldes y nos hemos apartado de tus mandamientos y de tus decretos.
6 – No hemos obedecido a tus siervos los profetas que en tu nombre han hablado a nuestros reyes, a nuestros gobernantes, a nuestros padres y a todo el pueblo de la tierra.
7 – Tuya es, oh Señor, la justicia; y nuestra es la vergüenza del rostro, como en el Día de hoy; de los hombres de Judá, de los habitantes de Jerusalén, de todo Israel, de los de cerca y de los de lejos, en todas las tierras a donde los has echado a causa de su Rebelión con que se han rebelado contra ti.
8 – Oh Señor, nuestra es la vergüenza del rostro; de nuestros reyes, de nuestros gobernantes y de nuestros padres; porque hemos pecado contra ti.
9 – Del Señor nuestro Dios son el tener misericordia y el perdonar, aunque nos hemos rebelado contra él,
10 – y no hemos obedecido la voz de Jehovah nuestro Dios, para andar en sus leyes, las cuales él puso delante de nosotros por medio de sus siervos los profetas.
11 – Todo Israel ha transgredido tu ley, Apartándose para no escuchar tu voz. Por ello han sido derramados sobre nosotros la Maldición y el juramento que Están escritos en la ley de Moisés, siervo de Dios, porque hemos pecado contra él.
12 – Y él ha confirmado su palabra que Habló contra nosotros y contra nuestros magistrados que nos gobernaban, trayendo sobre nosotros tan grande mal. Porque nunca se Había hecho bajo el cielo un mal como el que se ha hecho a Jerusalén.
13 – Como Está escrito en la ley de Moisés, todo este mal nos ha sobrevenido, y no hemos implorado el favor de Jehovah nuestro Dios, volviéndonos de nuestras maldades y prestando Atención a tu verdad.
14 – Por tanto, Jehovah ha tenido presente el hacer este mal y lo ha Traído sobre nosotros. Porque Jehovah nuestro Dios es justo en todas las obras que ha hecho; sin embargo, no hemos obedecido su voz.
15 – “Ahora pues, oh Señor Dios nuestro–que con mano poderosa sacaste a tu pueblo de la tierra de Egipto y te hiciste de renombre, como en este Día–, hemos pecado; hemos actuado Impíamente.
16 – Oh Señor, conforme a tu justicia, Apártense, por favor, tu ira y tu furor de sobre Jerusalén, tu ciudad, tu santo monte. Porque a causa de nuestros pecados y por la maldad de nuestros padres, Jerusalén y tu pueblo han sido entregados a la afrenta en medio de todos los que nos rodean.
17 – Ahora pues, oh Dios nuestro, escucha la Oración de tu siervo y sus ruegos, y por amor de ti mismo, oh Señor, haz que resplandezca tu rostro sobre tu santuario desolado.
18 – Inclina, oh Dios Mío, tu Oído y escucha; abre tus ojos y mira nuestros lugares desolados y la ciudad sobre la cual es invocado tu nombre. Porque no estamos presentando nuestros ruegos delante de ti, confiados en nuestras obras de justicia, sino en tu gran misericordia.
19 – Escucha, oh Señor. Perdona, oh Señor. Atiende y Actúa, oh Señor. Por amor de ti mismo no pongas Dilación, oh Dios Mío; porque tu ciudad y tu pueblo son llamados por tu nombre.”
20 – Aún estaba yo hablando y orando–confesando mi pecado y el pecado de mi pueblo Israel, presentando mi ruego delante de Jehovah mi Dios por el santo monte de mi Dios–;
21 – Aún estaba hablando en Oración, cuando Gabriel, el hombre al cual yo Había visto en Visión al principio, Voló Rápidamente y me Tocó, como a la hora del sacrificio del atardecer.
22 – Vino y Habló conmigo diciendo: “Daniel, ahora he venido para iluminar tu entendimiento.
23 – Al principio de tus ruegos Salió la palabra, y yo he venido para Declarártela, porque Tú eres muy amado. Entiende, pues, la palabra y comprende la Visión:
24 – Setenta semanas Están determinadas sobre tu pueblo y sobre tu santa ciudad, para terminar con la Transgresión, para acabar con el pecado, para expiar la iniquidad, para traer la justicia eterna, para sellar la Visión y la Profecía, y para ungir el lugar Santísimo.
25 – Conoce, pues, y entiende que desde la salida de la palabra para restaurar y edificar Jerusalén hasta el Mesías Príncipe, Habrá siete semanas, y sesenta y dos semanas; y Volverá a ser edificada con plaza y muro, pero en tiempos angustiosos.
26 – Después de las sesenta y dos semanas, el Mesías Será quitado y no Tendrá nada; y el pueblo de un gobernante que ha de venir Destruirá la ciudad y el santuario. Con cataclismo Será su fin, y hasta el fin de la guerra Está decretada la Desolación.
27 – Por una semana él Confirmará un pacto con muchos, y en la mitad de la semana Hará cesar el sacrificio y la ofrenda. Sobre alas de abominaciones Vendrá el desolador, hasta que el aniquilamiento que Está decidido venga sobre el desolador.”

– Ano Bíblico (Inglês).:

Book of Daniel

Chapter 7

1 – In the first year of Belshazzar, king of Babylon, Daniel saw a dream, and visions came into his head on his bed: then he put the dream in writing.
2 – I had a vision by night, and saw the four winds of heaven violently moving the great sea.
3 – And four great beasts came up from the sea, different one from another.
4 – The first was like a lion and had eagle´s wings; while I was watching its wings were pulled off, and it was lifted up from the earth and placed on two feet like a man, and a man´s heart was given to it.
5 – And I saw another beast, like a bear, and it was lifted up on one side, and three side-bones were in its mouth, between its teeth: and they said to it, Up! take much flesh.
6 – After this I saw another beast, like a leopard, which had on its back four wings like those of a bird; and the beast had four heads, and the power of a ruler was given to it.
7 – After this, in my vision of the night, I saw a fourth beast, a thing causing fear and very troubling, full of power and very strong; and it had great iron teeth: it took its food, crushing some of it to bits and stamping down the rest with its feet: it was different from all the beasts before it; and it had ten horns.
8 – I was watching the horns with care, and I saw another coming up among them, a little one, before which three of the first horns were pulled up by the roots: and there were eyes like a man´s eyes in this horn, and a mouth saying great things.
9 – I went on looking till the seats of kings were placed, and one like a very old man took his seat: his clothing was white as snow, and the hair of his head was like clean wool; his seat was flames of fire and its wheels burning fire.
10 – A stream of fire was flowing and coming out from before him: a thousand thousands were his servants, and ten thousand times ten thousand were in their places before him: the judge was seated and the books were open.
11 – Then I saw–because of the voice of the great words which the horn said–I saw till the beast was put to death, and its body was given to destruction, and the beast was given to the burning of fire.
12 – As for the rest of the beasts, their authority was taken away: but they let them go on living for a measure of time.
13 – I saw in visions of the night, and there was coming with the clouds of heaven one like a man, and he came to the one who was very old, and they took him near before him.
14 – And to him was given authority and glory and a kingdom; and all peoples, nations, and languages were his servants: his authority is an eternal authority which will not come to an end, and his kingdom is one which will not come to destruction.
15 – As for me, Daniel, my spirit was pained because of this, and the visions of my head were troubling me.
16 – I came near to one of those who were waiting there, questioning him about what all this was. And he said to me that he would make clear to me the sense of these things.
17 – These great beasts are four kings who will be cut off from the earth.
18 – But the saints of the Most High will take the kingdom, and it will be theirs for ever, even for ever and ever.
19 – Then it was my desire to have certain knowledge about the fourth beast, which was different from all the others, a cause of great fear, whose teeth were of iron and his nails of brass; who took his food, crushing some of it to bits and stamping on the rest with his feet;
20 – And about the ten horns on his head and the other which came up, causing the fall of three; that horn which had eyes, and a mouth saying great things, which seemed to be greater than the other horns.
21 – And I saw how that horn made war on the saints and overcame them,
22 – Till he came, who was very old, and the decision was made and the authority was given to the saints of the Most High; and the time came when the saints took the kingdom.
23 – This is what he said: The fourth beast is a fourth kingdom which will come on earth, different from all the kingdoms, and it will overcome all the earth, crushing it down and smashing it.
24 – And as for the ten horns, out of this kingdom ten kings will come to power; and after them another will come up: he will be different from the first ones and will put down three kings.
25 – And he will say words against the Most High, attempting to put an end to the saints of the Most High; and he will have the idea of changing times and law; and the saints will be given into his hands for a time and times and half a time.
26 – But the judge will be seated, and they will put an end to his authority, to overcome it and send complete destruction on it.
27 – And the kingdom and the authority and the power of the kingdoms under all the heaven will be given to the people of the saints of the Most High: his kingdom is an eternal kingdom, and all powers will be his servants and do his pleasure.
28 – Here is the end of the account. As for me, Daniel, I was greatly troubled by my thoughts, and the colour went from my face: but I kept the thing in my heart.

Chapter 8

1 – In the third year of the rule of Belshazzar the king, a vision was seen by me, Daniel, after the one I saw at first.
2 – And I saw in the vision; and when I saw it, I was in the strong town Shushan, which is in the country of Elam; and in the vision I was by the water-door of the Ulai.
3 – And lifting up my eyes, I saw, there before the stream, a male sheep with two horns: and the two horns were high, but one was higher than the other, the higher one coming up last.
4 – I saw the sheep pushing to the west and to the north and to the south; and no beasts were able to keep their place before him, and no one was able to get people out of his power; but he did whatever his pleasure was and made himself great.
5 – And while I was giving thought to this, I saw a he-goat coming from the west over the face of all the earth without touching the earth: and the he-goat had a great horn between his eyes.
6 – And he came to the two-horned sheep which I saw before the stream, rushing at him in the heat of his power.
7 – And I saw him come right up to the sheep, and he was moved with wrath against him, attacking the sheep so that his two horns were broken; and the sheep had not strength to keep his place before him, but was pushed down on the earth and crushed under his feet: and there was no one to get the sheep out of his power.
8 – And the he-goat became very great: and when he was strong, the great horn was broken, and in its place came up four other horns turned to the four winds of heaven.
9 – And out of one of them came another horn, a little one, which became very great, stretching to the south and to the east and to the beautiful land.
10 – And it became great, even as high as the army of heaven, pulling down some of the army, even of the stars, to the earth and crushing them under its feet.
11 – It made itself great, even as great as the lord of the army; and by it the regular burned offering was taken away, and the place overturned and the holy place made waste.
12 – … against the regular burned offering; and … crushed down to the earth, and it did its pleasure and things went well for it.
13 – Then there came to my ears the voice of a holy one talking; and another holy one said to that certain one who was talking, How long will the vision be while the regular burned offering is taken away, and the unclean thing causing fear is put up, and the holy place crushed under foot?
14 – And he said to him, For two thousand, three hundred evenings and mornings; then the holy place will be made clean.
15 – And it came about that when I, Daniel, had seen this vision, I had a desire for the sense of it to be unfolded; and I saw one before me in the form of a man.
16 – And the voice of a man came to my ears between the sides of the Ulai, crying out and saying, Gabriel, make the vision clear to this man.
17 – So he came and took his place near where I was; and when he came, I was full of fear and went down on my face: but he said to me, Let it be clear to you, O son of man; for the vision has to do with the time of the end.
18 – Now while he was talking to me, I went into a deep sleep with my face to the earth: but touching me, he put me on my feet where I had been.
19 – And he said, See, I will make clear to you what is to come in the later time of the wrath: for it has to do with the fixed time of the end.
20 – The sheep which you saw with two horns, they are the kings of Media and Persia.
21 – And the he-goat is the king of Greece: and the great horn between his eyes is the first king.
22 – And as for that which was broken, in place of which four came up, four kingdoms will come up from his nation, but not with his power.
23 – And in the later years of their kingdom, when their evil doings have become complete, there will come up a king full of pride and expert in dark sayings.
24 – And his power will be great, and he will be purposing strange things. And all will go well for him and he will do his pleasure; and he will send destruction on the strong ones.
25 – And his designs will be turned against the holy people, causing deceit to do well in his hand; in his heart he will make himself great, and send destruction on numbers who are living unconscious of their danger; and he will put himself up against the prince of princes; but he will be broken, though not by men´s hands.
26 – And the vision of evenings and mornings which has been talked of is true: and keep the vision secret; for it has to do with the far-off future.
27 – And I, Daniel, was ill for some days; then I got up and did the king´s business: and I was full of wonder at the vision, but no one was able to give the sense of it.

Chapter 9

1 – In the first year of Darius, the son of Ahasuerus, of the seed of the Medes, who was made king over the kingdom of the Chaldaeans;
2 – In the first year of his rule, I, Daniel, saw clearly from the books the number of years given by the word of the Lord to the prophet Jeremiah, in which the making waste of Jerusalem was to be complete, that is, seventy years.
3 – And turning my face to the Lord God, I gave myself up to prayer, requesting his grace, going without food, in haircloth and dust.
4 – And I made prayer to the Lord my God, putting our sins before him, and said, O Lord, the great God, greatly to be feared. keeping your agreement and mercy with those who have love for you and do your orders;
5 – We are sinners, acting wrongly and doing evil; we have gone against you, turning away from your orders and from your laws:
6 – We have not given ear to your servants the prophets, who said words in your name to our kings and our rulers and our fathers and all the people of the land.
7 – O Lord, righteousness is yours, but shame is on us, even to this day; and on the men of Judah and the people of Jerusalem, and on all Israel, those who are near and those who are far off, in all the countries where you have sent them because of the sin which they have done against you.
8 – O Lord, shame is on us, on our kings and our rulers and our fathers, because of our sin against you.
9 – With the Lord our God are mercies and forgiveness, for we have gone against him;
10 – And have not given ear to the voice of the Lord our God to go in the way of his laws which he put before us by the mouth of his servants the prophets.
11 – And all Israel have been sinners against your law, turning away so as not to give ear to your voice: and the curse has been let loose on us, and the oath recorded in the law of Moses, the servant of God, for we have done evil against him.
12 – And he has given effect to his words which he said against us and against those who were our judges, by sending a great evil on us: for under all heaven there has not been done what has been done to Jerusalem.
13 – As it was recorded in the law of Moses, all this evil has come on us: but we have made no prayer for grace from the Lord our God that we might be turned from our evil doings and come to true wisdom.
14 – So the Lord has been watching over this evil and has made it come on us: for the Lord our God is upright in all his acts which he has done, and we have not given ear to his voice.
15 – And now, O Lord our God, who took your people out of the land of Egypt with a strong hand and made a great name for yourself even to this day; we are sinners, we have done evil.
16 – O Lord, because of your righteousness, let your wrath and your passion be turned away from your town Jerusalem, your holy mountain: because, through our sins and the evil-doing of our fathers, Jerusalem and your people have become a cause of shame to all who are round about us.
17 – And now, give ear, O our God, to the prayer of your servant and to his request for grace, and let your face be shining on your holy place which is made waste, because of your servants, O Lord.
18 – O my God, let your ear be turned and give hearing; let your eyes be open and see how we have been made waste and the town which is named by your name: for we are not offering our prayers before you because of our righteousness, but because of your great mercies.
19 – O Lord, give ear; O Lord, have forgiveness; O Lord, take note and do; let there be no more waiting; for the honour of your name, O my God, because your town and your people are named by your name.
20 – And while I was still saying these words in prayer, and putting my sins and the sins of my people Israel before the Lord, and requesting grace from the Lord my God for the holy mountain of my God;
21 – Even while I was still in prayer, the man Gabriel, whom I had seen in the vision at first when my weariness was great, put his hand on me about the time of the evening offering.
22 – And teaching me and talking to me he said, O Daniel, I have come now to give you wisdom.
23 – At the first word of your prayer a word went out, and I have come to give you knowledge; for you are a man dearly loved: so give thought to the word and let the vision be clear to you.
24 – Seventy weeks have been fixed for your people and your holy town, to let wrongdoing be complete and sin come to its full limit, and for the clearing away of evil-doing and the coming in of eternal righteousness: so that the vision and the word of the prophet may be stamped as true, and to put the holy oil on a most holy place.
25 – Have then the certain knowledge that from the going out of the word for the building again of Jerusalem till the coming of a prince, on whom the holy oil has been put, will be seven weeks: in sixty-two weeks its building will be complete, with square and earthwork.
26 – And at the end of the times, even after the sixty-two weeks, one on whom the holy oil has been put will be cut off and have no …; and the town and the holy place will be made waste together with a prince; and the end will come with an overflowing of waters, and even to the end there will be war; the making waste which has been fixed.
27 – And a strong order will be sent out against the great number for one week; and so for half of the week the offering and the meal offering will come to an end; and in its place will be an unclean thing causing fear; till the destruction which has been fixed is let loose on him who has made waste.

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s