MEDITAÇÃO – MENSAGENS – ANO BÍBLICO

– Meditação Matinal de EGW (Português).:

É Hora de Despertar!

“E digo isto a vós outros que conheceis o tempo, que já é hora de vos despertardes do somo; porque a nossa salvação está agora mais perto do que quando no princípio cremos. Vai alta a noite e vem chegando o dia. Deixemos, pois, as obras das trevas, e revistamo-nos das armas da luz”. Rom. 13:11 e 12.
O grande conflito vai se aproximando do fim. Toda notícia de calamidade em terra ou mar é testemunho do fato de que está às portas o fim de todas as coisas. Guerras e rumores de guerra o declaram. … Haverá um só cristão cuja pulsação não se acelere ao prever os acontecimentos que se iniciam perante nós? O Senhor vem. Ouvimos os passos de um Deus que Se aproxima. – RH, 12-11-1914.
Este conhecimento da proximidade da vinda de Cristo não se deve permitir que perca a sua força, e nos tornemos descuidosos e desatentos, e caiamos em sonolência – numa insensibilidade e indiferença para com as realidade Em sonolência achamo-nos em um mundo irreal, e não sensíveis às coisas. que estão tendo lugar ao nosso redor. …
Há os que têm a ofuscante luz da verdade a brilhar ao seu redor, e contudo lhe são insensíveis. Fascinados pelo inimigo, são por seu enfeitiçante poder mantidos sob encantamento. Não se estão preparando para aquele grande dia que presto virá ao mundo. Parecem completamente insensíveis à verdade religiosa.
Não há alguns jovens que estão despertos? Os que vêem que a noite vem, e também a manhã, devem trabalhar com infatigável energia para despertar seus adormecidos companheiros. Não podem eles sentir o seu perigo, orar por eles e mostrar-lhes pela própria vida e caráter que crêem na proximidade da vinda de Jesus? … O período de tempo em rápida diminuição entre nós e a eternidade, deve impressionar-nos mais profundamente. Cada dia que passa deixa-nos um dia menos a completar nossa obra no aperfeiçoamento do caráter.
Enquanto houver muitos adormecidos, muitos dissipando divertidamente as preciosas horas em descuidosa indiferença, por assim dizer no próprio limiar do mundo eterno, os que crêem precisam ser sóbrios, precisam despertar, ser zelosos e diligentes, e vigiar em oração. …
Tendes vós, queridos jovens, vossas lâmpadas espevitadas e ardendo? – Nossa Alta Vocação, p. 344.
Ano Bíblico: Isa. 30-33. – Juvenis: Joel 2.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=100&p=218

– Meditação Matinal de EGW (Espanhol).:

TIEMPO DE DESPERTAR

Y esto, conociendo el tiempo, que es ya hora de levantarnos del sueño; porque ahora está mas cerca de nosotros nuestra salvación que cuando creímos. La noche está avanzada, y se acerca el día. Desechemos, pues, las obras de las tinieblas, y vistámonos las armas de la luz. (Rom. 13: 11, 12).
La gran controversia está llegando a su final. Cada informe de calamidad que ocurre en el mar o en la tierra es un testimonio del hecho de que el fin de todas las cosas está por sobrevenir. Las guerras y los rumores de guerras así lo declaran. El Señor viene. Oímos los pasos de un Dios que se acerca.
No debería permitirse que este conocimiento de la cercanía de la venida de Cristo pierda su fuerza y que nos tornemos descuidados y desatentos, y caigamos en el sueño: En una insensibilidad e indiferencia a las realidades. En el sueño estamos en un mundo irreal, y no somos sensibles a las cosas que ocurren a nuestro alrededor. . .
Hay quienes tienen la deslumbradora luz de la verdad brillando a su alrededor, y sin embargo permanecen insensibles a ella. Están encantados por el enemigo, mantenidos bajo un hechizo por su poder fascinador. No se están preparando para ese gran día que pronto ha de sobrevenir a nuestro mundo. Parecen completamente insensibles a la verdad religiosa. ¿No hay algunos jóvenes que estén despiertos? Los que ven que la noche se aproxima, y también la mañana, deberían trabajar con energía incansable para despertar a sus amigos que duermen. ¿No pueden experimentar su peligro, orar por ellos, y mostrarles por su propia fe y carácter que creen que Cristo vendrá pronto? El hecho de que disminuye rápidamente el tiempo que media entre nosotros y la eternidad debería impresionarnos profundamente. Cada día que pasa es uno menos que nos queda para completar nuestra obra de perfeccionar el carácter. . .
Mientras muchos permanecen dormidos, y muchos desperdician las preciosas horas en descuidada indiferencia, podríamos decir en el mismo borde del mundo eterno, los que creen deben ser sobrios, deben despertar, deben ser fervientes y diligentes y velar en oración. . .
Queridos jóvenes, ¿tenéis vuestras lámparas preparadas y ardiendo?*

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=101&p=218

– Meditação Matinal de EGW (Inglês).:

July 31 – High Time to Awake!

And that, knowing the time, that now it is high time to awake out of sleep: for now is our salvation nearer than when we believed. The night is far spent, the day is at hand: let us therefore cast off the works of darkness, and let us put on the armour of light. Rom. 13:11, 12.
The great controversy is nearing its end. Every report of calamity by sea or land is a testimony to the fact that the end of all things is at hand. Wars and rumours of wars declare it. Is there a Christian whose pulse does not beat with quickened action as he anticipates the great events opening before us? The Lord is coming. We hear the footsteps of an approaching God. {Mar 220.1}
This knowledge of the nearness of Christ”s coming should not be allowed to lose its force, and we become careless and inattentive, and fall into slumber–into an insensibility and indifference to realities. In slumber we are in an unreal world, and not sensible of the things which are taking place around us. . . . {Mar 220.2}
There are those who have the blazing light of truth shining all around them, and yet are insensible to it. They are enchanted by the enemy, held under a spell by his bewitching power. They are not preparing for that great day which is soon to come to our world. They seem utterly insensible to religious truth. {Mar 220.3}
Are there not some youth who are awake? Those who see that the night cometh, and also the morning, should work with untiring energy to arouse their sleeping associates. Can they not feel their peril, pray for them, and show them by their own life and character that they believe themselves that Christ is soon to come? . . . The rapidly diminishing space of time between us and eternity should more deeply impress us. Every day that passes makes one less left us to complete our work of perfecting character. . . . {Mar 220.4}
As long as there are many asleep, many sporting away the precious hours in careless indifference, as it were, upon the very brink of the eternal world, those who do believe must be sober, must be awake, must be earnest and diligent, and watch unto prayer. . . . {Mar 220.5}
Have you, dear youth, your lamps trimmed and burning? {Mar 220.6}

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=129&p=218

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Mensagens para Evangelistas.:

Todos os nossos pastores devem sentir-se na liberdade de levar livros consigo para dispor deles, aonde quer que vão. Aonde quer que o pastor vá, pode deixar um livro com a família em cuja casa se hospeda, seja vendendo-o ou dando-o. Muita obra desta espécie foi feita nos primeiros tempos da história da mensagem. Os pastores faziam-se de colportores, usando os lucros obtidos pela venda dos livros em ajudar o avançamento da obra em lugares que precisavam de auxílio. Estes podem falar inteligentemente a respeito deste método de trabalho; porque tiveram experiência neste ramo. Testemunhos Seletos, vol. 2, pág. 540.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=24&p=540

– Mensagens para Jovens.:

O Senhor convida nossa juventude a trabalhar como colportores e evangelistas, a fazer trabalho de casa em casa nos lugares em que ainda não foi ouvida a verdade. Ele Se dirige aos nossos jovens, dizendo: “Não sois de vós mesmos”; “porque fostes comprados por bom preço; glorificai pois a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.” Mensagens aos Jovens, pág. 220.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=6&p=220

– Mensagens para Namorados.:

Nestes dias de perigo e corrupção, os jovens acham-se expostos a muitas provas e tentações. Muitos estão a navegar num porto perigoso. Precisam de um piloto; mas desdenham receber o muito necessitado auxílio, julgando que são competentes para dirigir seu barco, e não reconhecendo que ele está prestes a dar num recife oculto, o qual lhes poderá causar o naufrágio da fé e da felicidade. Estão envaidecidos com o assunto do namoro e do casamento, e sua principal preocupação é conseguirem o seu desejo. Neste período, que é o mais importante de sua vida, precisam de um conselheiro infalível, um guia seguro. Isto encontrarão na Palavra de Deus. A menos que sejam diligentes estudantes dessa Palavra, cometerão erros graves, os quais lhes mancharão a sua felicidade e a de outros, tanto para a vida presente como para a futura. Fundamentos da Educação Cristã, pág. 100.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=35&p=100

– Mensagens para Pais.:

Na infância, Jesus fez os trabalhos de uma criança obediente. Falava e agia com a sabedoria de criança, e não de homem, honrando a Seus pais e realizando os seus desejos de modo a auxiliá-los conforme a habilidade de uma criança. No entanto, em cada estágio de Seu desenvolvimento Ele era perfeito, com a graça simples e natural de uma vida sem pecado. O relato sagrado diz a respeito de Sua infância: “E o Menino crescia e Se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre Ele.” Luc. 2:40. E quanto à Sua juventude acha-se registrado: “E crescia Jesus em sabedoria, e em estatura, e em graça para com Deus e os homens.” Luc. 2:52. Aqui é sugerida a obra dos pais e professores. … Devem ter como objetivo cultivar de tal maneira as tendências dos jovens que em cada estágio de sua vida possam representar a beleza natural apropriada àquele período, desenvolvendo-se naturalmente, como o fazem as plantas no jardim. Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes,
pág. 141.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=37&p=141

– Mensagens sobre Escola Sabatina.:

A Escola Sabatina não é lugar para os que tocam levemente a superfície e, num espírito de leviandade, falam fluentemente acerca de eternas e difíceis verdades, mais elevadas que os céus e mais vastas que os mundos. O comportamento da classe representará o caráter do professor no exemplo que eles têm perante si. Se são rudes e irreverentes, e continuam a sê-lo, há para isso uma causa, e o assunto deve ser examinado. Conselhos Sobre a Escola Sabatina, págs. 97 e 98.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=15&p=97

– Mensagens sobre Saúde.:

Os órgãos preparadores de sangue não podem converter em bom sangue os condimentos, pastéis de carne, picles e pratos de carne doentia. E se se introduzir no estômago tanto alimento que os órgãos digestivos sejam obrigados a sobrecarregar-se de trabalho a fim de dispor dele, e livrar o organismo de substâncias irritantes, a mãe faz injustiça a si mesma e põe na prole as bases da doença. Se prefere comer conforme lhe agrade, e aquilo que imagina, independente das conseqüências, ela sofrerá a penalidade, mas não sozinha. Seu filho inocente sofrerá por motivo de sua indiscrição. Testimonies, vol. 2, págs. 381-383 e Conselhos Sobre o Regime Alimentar, págs. 220 e 221.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=17&p=220

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

– Ano Bíblico (Português).:

Livro de Isaías

Capítulo 30

1 – Ai dos filhos rebeldes, diz o Senhor, que tomam conselho, mas não de mim; e que fazem aliança, mas não pelo meu espírito, para acrescentarem pecado a pecado;
2 – que se põem a caminho para descer ao Egito, sem pedirem o meu conselho; para se fortificarem com a força de Faraó, e para confiarem na sombra do Egito!
3 – Portanto, a força de Faraó se vos tornará em vergonha, e a confiança na sombra do Egito em confusão.
4 – Pois embora os seus oficiais estejam em Zoã, e os seus embaixadores cheguem a Hanes,
5 – eles se envergonharão de um povo que de nada lhes servirá, nem de ajuda, nem de proveito, porém de vergonha como também de opróbrio.
6 – Oráculo contra a Besta do Sul. Através da terra de aflição e de angústia, de onde vem a leoa e o leão, o basilisco, a áspide e a serpente voadora, levam às costas de jumentinhos as suas riquezas, e sobre as corcovas de camelos os seus tesouros, a um povo que de nada lhes aproveitará.
7 – Pois o Egito os ajuda em vão, e para nenhum fim; pelo que lhe tenho chamado Raabe que não se move.
8 – Vai pois agora, escreve isso numa tábua perante eles, registra-o num livro; para que fique como testemunho para o tempo vindouro, para sempre.
9 – Pois este é um povo rebelde, filhos mentirosos, filhos que não querem ouvir a lei do Senhor;
10 – que dizem aos videntes: Não vejais; e aos profetas: Não profetizeis para nós o que é reto; dizei-nos coisas aprazíveis, e profetizai-nos ilusões;
11 – desviai-vos do caminho, apartai-vos da vereda; fazei que o Santo de Israel deixe de estar perante nós.
12 – Pelo que assim diz o Santo de Israel: Visto como rejeitais esta palavra, e confiais na opressão e na perversidade, e sobre elas vos estribais,
13 – por isso esta maldade vos será como brecha que, prestes a cair, já forma barriga num alto muro, cuja queda virá subitamente, num momento.
14 – E ele o quebrará como se quebra o vaso do oleiro, despedaçando-o por completo, de modo que não se achará entre os seus pedaços um caco que sirva para tomar fogo da lareira, ou tirar água da poça.
15 – Pois assim diz o Senhor Deus, o Santo de Israel: Voltando e descansando, sereis salvos; no sossego e na confiança estará a vossa força. Mas não quisestes;
16 – antes dissestes: Não; porém sobre cavalos fugiremos; portanto fugireis; e: Sobre cavalos ligeiros cavalgaremos; portanto hão de ser ligeiros os vossos perseguidores.
17 – Pela ameaça de um só fugirão mil; e pela ameaça de cinco vós fugireis; até que fiqueis como o mastro no cume do monte, e como o estandarte sobre o outeiro.
18 – Por isso o Senhor esperará, para ter misericórdia de vós; e por isso se levantará, para se compadecer de vós; porque o Senhor é um Deus de eqüidade; bem-aventurados todos os que por ele esperam.
19 – Na verdade o povo habitará em Sião, em Jerusalém; não chorarás mais; certamente se compadecerá de ti, à voz do teu clamor; e, ouvindo-a, te responderá.
20 – Embora vos dê o Senhor pão de angústia e água de aperto, contudo não se esconderão mais os teus mestres; antes os teus olhos os verão;
21 – e os teus ouvidos ouvirão a palavra do que está por detrás de ti, dizendo: Este é o caminho, andai nele; quando vos desviardes para a direita ou para a esquerda.
22 – E contaminareis a cobertura de prata das tuas imagens esculpidas, e o revestimento de ouro das tuas imagens fundidas; e as lançarás fora como coisa imunda; e lhes dirás: Fora daqui.
23 – Então ele te dará chuva para a tua semente, com que semeares a terra, e trigo como produto da terra, o qual será pingue e abundante. Naquele dia o teu gado pastará em largos pastos.
24 – Os bois e os jumentinhos que lavram a terra, comerão forragem com sal, que terá sido padejada com a pá e com o forcado,
25 – Sobre todo monte alto, e todo outeiro elevado haverá ribeiros e correntes de águas, no dia da grande matança, quando caírem as torres.
26 – E a luz da lua será como a luz do sol, e a luz do sol sete vezes maior, como a luz de sete dias, no dia em que o Senhor atar a contusão do seu povo, e curar a chaga da sua ferida.
27 – Eis que o nome do Senhor vem de longe ardendo na sua ira, e com densa nuvem de fumaça; os seus lábios estão cheios de indignação, e a sua língua é como um fogo consumidor;
28 – e a sua respiração é como o ribeiro transbordante, que chega até o pescoço, para peneirar as nações com peneira de destruição; e um freio de fazer errar estará nas queixadas dos povos.
29 – um cântico haverá entre vós, como na noite em que se celebra uma festa santa; e alegria de coração, como a daquele que sai ao som da flauta para vir ao monte do Senhor, à Rocha de Israel.
30 – O Senhor fará ouvir a sua voz majestosa, e mostrará a descida do seu braço, na indignação da sua ira, e a labareda dum fogo consumidor, e tempestade forte, e dilúvio e pedra de saraiva.
31 – Com a voz do Senhor será desfeita em pedaços a Assíria, quando ele a ferir com a vara.
32 – E a cada golpe do bordão de castigo, que o Senhor lhe der, haverá tamboris e harpas; e com combates de brandimento combaterá contra eles.
33 – Porque uma fogueira está, de há muito, preparada; sim, está preparada para o rei; fez-se profunda e larga; a sua pira é fogo, e tem muita lenha; o assopro do Senhor como torrente de enxofre a acende.

Capítulo 31

1 – Ai dos que descem ao Egito a buscar socorro, e se estribam em cavalos, e têm confiança em carros, por serem muitos, e nos cavaleiros, por serem muito fortes; e não atentam para o Santo de Israel, e não buscam ao Senhor.
2 – Todavia também ele é sábio, e fará vir o mal, e não retirará as suas palavras; mas levantar-se-á contra a casa dos malfeitores, e contra a ajuda dos que praticam a iniqüidade.
3 – Ora os egípcios são homens, e não Deus; e os seus cavalos carne, e não espírito; e quando o Senhor estender a sua mão, tanto tropeçará quem dá auxílio, como cairá quem recebe auxílio, e todos juntamente serão consumidos.
4 – Pois assim me diz o Senhor: Como o leão e o cachorro do leão rugem sobre a sua presa, e quando se convoca contra eles uma multidão de pastores não se espantam das suas vozes, nem se abstêm pelo seu alarido, assim o Senhor dos exércitos descerá, para pelejar sobre o monte Sião, e sobre o seu outeiro.
5 – Como aves quando adejam, assim o Senhor dos exércitos protegerá a Jerusalém; ele a protegerá e a livrará, e, passando, a salvará.
6 – Voltai-vos, filhos de Israel, para aquele contra quem vos tendes profundamente rebelado.
7 – Pois naquele dia cada um lançará fora os seus ídolos de prata, e os seus ídolos de ouro, que vos fabricaram as vossas mãos para pecardes.
8 – E o assírio cairá pela espada, não de varão; e a espada, não de homem, o consumirá; e fugirá perante a espada, e os seus mancebos serão sujeitos a trabalhos forçados.
9 – A sua rocha passará de medo, e os seus oficiais em pânico desertarão da bandeira, diz o Senhor, cujo fogo está em Sião e em Jerusalém sua fornalha.

Capítulo 32

1 – Eis que reinará um rei com justiça, e com retidão governarão príncipes.
2 – um varão servirá de abrigo contra o vento, e um refúgio contra a tempestade, como ribeiros de águas em lugares secos, e como a sombra duma grande penha em terra sedenta.
3 – Os olhos dos que vêem não se ofuscarão, e os ouvidos dos que ouvem escutarão.
4 – O coração dos imprudentes entenderá o conhecimento, e a língua dos gagos estará pronta para falar distintamente.
5 – Ao tolo nunca mais se chamará nobre, e do avarento nunca mais se dirá que é generoso.
6 – Pois o tolo fala tolices, e o seu coração trama iniqüidade, para cometer profanação e proferir mentiras contra o Senhor, para deixar com fome o faminto e fazer faltar a bebida ao sedento.
7 – Também as maquinações do fraudulento são más; ele maquina invenções malignas para destruir os mansos com palavras falsas, mesmo quando o pobre fala o que é reto.
8 – Mas o nobre projeta coisas nobres; e nas coisas nobres persistirá.
9 – Levantai-vos, mulheres que estais sossegadas e ouvi a minha voz; e vós, filhas, que estais , tão seguras, inclinai os ouvidos às minhas palavras.
10 – Num ano e dias vireis a ser perturbadas, ó mulheres que tão seguras estais; pois a vindima falhará, e a colheita não virá.
11 – Tremei, mulheres que estais sossegadas, e turbai-vos, vós que estais tão seguras; despi-vos e ponde-vos nuas, e cingi com saco os vossos lombos.
12 – Batei nos peitos pelos campos aprazíveis, e pela vinha frutífera;
13 – pela terra do meu povo, que produz espinheiros e sarças, e por todas as casas de alegria, na cidade jubilosa.
14 – Porque o palácio será abandonado, a cidade populosa ficará deserta; e o outeiro e a torre da guarda servirão de cavernas para sempre, para alegria dos asnos monteses, e para pasto dos rebanhos;
15 – até que se derrame sobre nós o espírito lá do alto, e o deserto se torne em campo fértil, e o campo fértil seja reputado por um bosque.
16 – Então o juízo habitará no deserto, e a justiça morará no campo fértil.
17 – E a obra da justiça será paz; e o efeito da justiça será sossego e segurança para sempre.
18 – O meu povo habitará em morada de paz, em moradas bem seguras, e em lugares quietos de descanso.
19 – Mas haverá saraiva quando cair o bosque; e a cidade será inteiramente abatida.
20 – Bem-aventurados sois vós os que semeais junto a todas as águas, que deixais livres os pés do boi e do jumento.

Capítulo 33

1 – Ai de ti que despojas, e que não foste despojado; e que procedes perfidamente, e que não foste tratado perfidamente! quando acabares de destruir, serás destruído; e, quando acabares de tratar perfidamente, perfidamente te tratarão.
2 – Ó Senhor, tem misericórdia de nós; por ti temos esperado. Sê tu o nosso braço cada manhã, como também a nossa salvação no tempo da tribulação.
3 – Ao ruído do tumulto fogem os povos; à tua exaltação as nações são dispersas.
4 – Então ajuntar-se-á o vosso despojo como ajunta a lagarta; como os gafanhotos saltam, assim sobre ele saltarão os homens.
5 – O Senhor é exalçado, pois habita nas alturas; encheu a Sião de retidão e justiça.
6 – Será ele a estabilidade dos teus tempos, abundância de salvação, sabedoria, e conhecimento; e o temor do Senhor é o seu tesouro.
7 – Eis que os valentes estão clamando de fora; e os embaixadores da paz estão chorando amargamente.
8 – As estradas estão desoladas, cessam os que passam pelas veredas; alianças se rompem, testemunhas se desprezam, e não se faz caso dos homens.
9 – A terra pranteia, desfalece; o Líbano se envergonha e se murcha; Sarom se tornou como um deserto; Basã e Carmelo ficam despidos de folhas.
10 – Agora me levantarei, diz o Senhor; agora me erguerei; agora serei exaltado.
11 – Concebeis palha, produzis restolho; e o vosso fôlego é um fogo que vos devorará.
12 – E os povos serão como as queimas de cal, como espinhos cortados que são queimados no fogo.
13 – Ouvi, vós os que estais longe, o que tenho feito; e vós, que estais vizinhos, reconhecei o meu poder.
14 – Os pecadores de Sião se assombraram; o tremor apoderou-se dos ímpios. Quem dentre nós pode habitar com o fogo consumidor? quem dentre nós pode habitar com as labaredas eternas?
15 – Aquele que anda em justiça, e fala com retidão; aquele que rejeita o ganho da opressão; que sacode as mãos para não receber peitas; o que tapa os ouvidos para não ouvir falar do derramamento de sangue, e fecha os olhos para não ver o mal;
16 – este habitará nas alturas; as fortalezas das rochas serão o seu alto refúgio; dar-se-lhe-á o seu pão; as suas águas serão certas.
17 – Os teus olhos verão o rei na sua formosura, e verão a terra que se estende em amplidão.
18 – O teu coração meditará no terror, dizendo: Onde está aquele que serviu de escrivão? onde está o que pesou o tributo? onde está o que contou as torres?
19 – Não verás mais aquele povo feroz, povo de fala obscura, que não se pode compreender, e de língua tão estranha que não se pode entender.
20 – Olha para Sião, a cidade das nossas festas solenes; os teus olhos verão a Jerusalém, habitação quieta, tenda que não será removida, cujas estacas nunca serão arrancadas, e das suas cordas nenhuma se quebrará.
21 – Mas o Senhor ali estará conosco em majestade, nesse lugar de largos rios e correntes, no qual não entrará barco de remo, nem por ele passará navio grande.
22 – Porque o Senhor é o nosso juiz; o Senhor é nosso legislador; o Senhor é o nosso rei; ele nos salvará.
23 – As tuas cordas ficaram frouxas; elas não puderam ter firme o seu mastro, nem servir para estender a vela; então a presa de abundantes despojos se repartirá; e ate os coxos participarão da presa.
24 – E morador nenhum dirá: Enfermo estou; o povo que nela habitar será perdoado da sua iniqüidade.

– Pergunta sobre o Ano Bíblico.:

Segundo Isaías, porque nenhum morador de Jerusalém diria “Estou doente”?
Resposta: “porque foi perdoada a sua iniqüidade” (Isaías 33:24)

– Curiosidades Bíblicas.:

Qual o rei que teve suas unhas crescidas como as das aves?
Resposta: Nabucodonosor, rei da Babilônia. Daniel 4:33.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/biblia.asp?lista=1&livro=27&capitulo=4

– Versos Bíblicos.:

Porque o Senhor ouve os necessitados, e não despreza os seus, embora sejam prisioneiros. Salmos 69:33

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/biblia.asp?lista=1&livro=19&capitulo=69&verso=33

– Ano Bíblico (Espanhol).:

Libro de Isaías

Capítulo 30

1 – “Ay de los hijos rebeldes”, dice Jehovah, “por llevar a cabo planes pero no los Míos, por hacer libaciones para sellar alianzas pero no Según mi Espíritu, añadiendo pecado sobre pecado.
2 – “Ellos parten para descender a Egipto a fin de protegerse bajo la Protección del Faraón y de refugiarse en la sombra de Egipto; pero a Mí no me han consultado.
3 – Pero la Protección del Faraón se os Convertirá en vergüenza; y el refugio de la sombra de Egipto, en afrenta.
4 – Cuando sus magistrados estén en Tanis y sus embajadores lleguen a Hanes,
5 – todos Serán defraudados por un pueblo que no les Servirá de nada. No los Socorrerá, ni les Traerá provecho, sino Sólo vergüenza y afrenta.”
6 – Profecía acerca de los animales del Néguev: “Por tierra de Tribulación y angustia, de donde provienen la leona y el León, la Víbora y la serpiente voladora, ellos llevan sobre los lomos de los asnos sus riquezas, y sobre las jibas de los camellos sus tesoros, hacia un pueblo que no les Será de provecho.
7 – Ciertamente los egipcios Darán ayuda vana y Vacía. Por tanto, he llamado a Egipto: ¡Rahab la inutilizada!
8 – “Ahora ven y escribe esta Visión en una tablilla, delante de ellos. Grábala en un libro para que se conserve como testimonio perpetuo hasta el Día final.
9 – Porque este pueblo es rebelde, hijos mentirosos, hijos que no quieren escuchar la Instrucción de Jehovah.
10 – Ellos han dicho a los videntes: “No Tengáis visiones”; y a los profetas: “No nos profeticéis cosas rectas. Decidnos, Más bien, cosas halagüeñas; profetizad cosas ilusorias.
11 – Apartaos del camino, desviaos de la senda; dejad de confrontarnos con el Santo de Israel.””
12 – Por tanto, Así ha dicho el Santo de Israel: “Porque desechasteis esta palabra y confiasteis en la violencia y en la perversidad, y os habéis apoyado en ello,
13 – por eso, este pecado os Será como muro agrietado que se abre y cae, como un alto muro al cual de repente, en un instante, le viene su quebrantamiento.
14 – Su quebrantamiento Será como cuando se quiebra una vasija de alfarero, que sin misericordia es hecha pedazos; tanto que entre sus pedazos no se halla un solo fragmento que sirva para sacar brasas de un brasero o para sacar agua de una cisterna.”
15 – Porque Así ha dicho el Señor Jehovah, el Santo de Israel: “En arrepentimiento y en reposo seréis salvos; en la quietud y en la confianza Estará vuestra fortaleza.” Pero no quisisteis.
16 – Más bien, dijisteis: “No, sino que huiremos a caballo.” ¡Por tanto, vosotros Sí huiréis! Dijisteis: “Sobre veloces caballos cabalgaremos.” ¡Por tanto, también vuestros perseguidores Serán veloces!
17 – Mil Huirán ante la amenaza de uno. Huiréis ante la amenaza de cinco, hasta que quedéis como un asta sobre la cumbre de un monte o como una bandera sobre una colina.
18 – Por tanto, Jehovah espera para tener piedad de vosotros; por eso, se levanta para tener misericordia de vosotros. Porque Jehovah es un Dios de justicia, ¡bienaventurados son todos los que esperan en él!
19 – Ciertamente, oh pueblo de Sion que habitas en Jerusalén, nunca Más Volverás a llorar. De veras se Apiadará de ti al Oír la voz de tu clamor; al Oírla, te Responderá.
20 – Aunque el Señor os dé pan de congoja y agua de angustia, tu Maestro nunca Más se Ocultará, sino que tus ojos Verán a tu Maestro.
21 – Entonces tus Oídos Oirán a tus espaldas estas palabras: “¡Este es el camino; andad por él, ya sea que Vayáis a la derecha o a la izquierda!”
22 – Y Considerarás inmundas tus Imágenes talladas cubiertas de plata y tus Imágenes de Fundición revestidas de oro. Las Tirarás como a trapo sucio; le Dirás: “¡Fuera!”
23 – Entonces, cuando siembres la tierra, él Dará lluvia a tu sembrado. El alimento que produzca la tierra Será sustancioso y abundante. En aquel Día tus ganados Serán apacentados en amplias praderas.
24 – También los bueyes y los asnos que labran la tierra Comerán forraje salado, que ha sido aventado con pala y horqueta.
25 – Y Sucederá en el Día de la gran matanza, cuando caigan las torres, que Habrá arroyos, corrientes de agua, sobre todo monte alto y sobre toda colina elevada.
26 – La luz de la luna Será como la luz del sol, y la luz del sol Será siete veces mayor, como la luz de siete Días, en el Día en que Jehovah ponga vendas a la fractura de su pueblo y cure las contusiones que él le ha causado.
27 – He Aquí que el nombre de Jehovah viene de lejos. Arde su furor y levanta densa humareda. Sus labios Están llenos de ira, y su lengua es como fuego consumidor.
28 – Su aliento, cual torrente desbordado, llega hasta el cuello para zarandear a las naciones en la zaranda hasta acabar con ellos, y para sujetar las Mandíbulas de los pueblos con freno que les haga errar.
29 – Pero vosotros tendréis una Canción, como la noche en que se celebra una fiesta sagrada. Tendréis Alegría de Corazón, como el que, al son de la flauta, viene al monte de Jehovah, a la Roca de Israel.
30 – Entonces Jehovah Hará Oír la majestad de su voz, y Dejará ver el descenso de su brazo con furor de ira y con llama de fuego consumidor, con lluvia violenta, torrente y piedras de granizo.
31 – Porque Asiria Será hecha pedazos a causa de la voz de Jehovah; con un palo la Golpeará.
32 – Y Sucederá que cada pasada de la vara de Corrección que Jehovah Descargará sobre ella Será al son de panderos y de liras. Blandiendo el brazo Combatirá contra ella.
33 – Porque desde hace tiempo Está listo el Tófet; para el rey ha sido preparado. Su pira se ha hecho profunda y ancha, con su hoguera y abundante leña. El soplo de Jehovah la Encenderá como torrente de azufre.

Capítulo 31

1 – ¡Ay de los que descienden a Egipto por ayuda! Buscan apoyo en los caballos; Confían en los carros de guerra, por ser numerosos; y en los jinetes, por ser muy poderosos. Pero no miran al Santo de Israel, ni buscan a Jehovah.
2 – No obstante, él también es sabio y Traerá el desastre; no Retirará sus palabras. Se Levantará contra la casa de los malhechores y contra la ayuda de los que obran iniquidad.
3 – Los egipcios son hombres, no dioses. Sus caballos son carne, no Espíritu. De manera que cuando Jehovah extienda su mano, Tropezará el que da la ayuda, y Caerá el que la recibe. Todos ellos Serán exterminados juntos.
4 – Porque Así me ha dicho Jehovah: “Como el León o el cachorro de León ruge sobre la presa, y cuando se Reúne contra él un grupo completo de pastores, no Temerá de sus voces ni se Agachará ante el tumulto de ellos. Así Descenderá Jehovah de los Ejércitos para luchar sobre el monte Sion y sobre su colina.
5 – Como los Pájaros que revolotean, Así Defenderá Jehovah de los Ejércitos a Jerusalén. La Defenderá y la Auxiliará, la Preservará y la Rescatará.”
6 – ¡Volved, oh hijos de Israel, a aquel contra quien os habéis rebelado de manera tan radical!
7 – Porque en aquel Día el hombre Repudiará sus ídolos de plata y sus ídolos de oro que para vosotros han hecho vuestras manos pecadoras.
8 – Entonces Asiria Caerá a espada, pero no de hombre. Lo Consumirá la espada, pero no de ser humano. El Huirá de la presencia de la espada, y sus Jóvenes Serán sometidos a trabajo forzado.
9 – Su fortaleza se Desvanecerá a causa del terror; y sus dirigentes Tendrán pavor a causa de la bandera, dice Jehovah, quien tiene su fuego en Sion y su horno en Jerusalén.

Capítulo 32

1 – He Aquí que un rey Reinará Según la justicia, y los magistrados Gobernarán Según el derecho.
2 – Aquel hombre Será como un escondedero contra el viento y como un refugio contra la tempestad. Será como corrientes de aguas en tierra de sequedad, como la sombra de un gran peñasco en una tierra sedienta.
3 – Entonces no se Cerrarán los ojos de los que ven, y los Oídos de los que oyen Estarán atentos.
4 – El Corazón de los imprudentes Entenderá para comprender, y la lengua de los tartamudos Hablará con fluidez y claridad.
5 – El vil nunca Más Será llamado generoso; ni noble, el canalla.
6 – Porque el vil habla vilezas; su Corazón trama la iniquidad para practicar la impiedad y hablar perversidades contra Jehovah, a fin de dejar Vacía al alma hambrienta y privar de bebida al sediento.
7 – Pues el canalla tiene recursos de perversidad. El hace planes para enredar a los afligidos con palabras engañosas, aun cuando el pobre hable con derecho.
8 – Pero el generoso Concebirá acciones generosas, y por las acciones generosas Permanecerá.
9 – Oh mujeres indolentes, levantaos; Oíd mi voz. Oh hijas confiadas, escuchad mi palabra:
10 – Dentro de poco Más de un año os estremeceréis, oh confiadas; porque la vendimia Fallará, y la cosecha no Vendrá.
11 – Temblad, oh indolentes; estremeceos, oh confiadas. Despojaos, desnudaos; ceñid con cilicio vuestras caderas.
12 – Golpeaos el pecho por los campos agradables, por la vid fecunda.
13 – Sobre la tierra de mi pueblo Brotarán espinos y cardos, sobre las casas donde hay regocijo en la ciudad alegre.
14 – Porque el palacio ha quedado abandonado, y ha cesado el bullicio de la ciudad. La colina y la torre del centinela se han convertido en lugares arrasados para siempre, lugares de retozo para los asnos monteses y prados para los rebaños.
15 – Cuando sobre nosotros sea derramado el Espíritu de lo alto, y el desierto se transforme en un campo fértil, y el campo fértil sea considerado bosque,
16 – entonces Habitará el derecho en el desierto, y la justicia se Establecerá en el campo fértil.
17 – El efecto de la justicia Será paz; el resultado de la justicia Será tranquilidad y seguridad para siempre.
18 – Mi pueblo Habitará en una morada de paz, en habitaciones seguras y en frescos lugares de reposo.
19 – Aunque el bosque caiga por completo, y la ciudad sea totalmente abatida,
20 – dichosos vosotros los que Sembráis junto a todas las aguas, los que metéis en los campos los cascos del buey y del asno.

Capítulo 33

1 – ¡Ay de ti, que destruyes, y nunca fuiste destruido; que traicionas, y a ti no te han traicionado! Cuando acabes de destruir, Tú Serás destruido; y cuando acabes de traicionar, te Traicionarán.
2 – ¡Oh Jehovah, ten misericordia de nosotros, porque en ti hemos confiado! Sé Tú nuestro brazo cada mañana; sé también nuestra Salvación en el tiempo de angustia.
3 – Los pueblos huyen ante el estruendo del tumulto; cuando Tú te levantas, se dispersan las naciones.
4 – El Botín fue amontonado como se amontonan las orugas; como se lanzan las langostas, se lanzan sobre él.
5 – ¡Exaltado sea Jehovah, porque mora en las alturas! El ha llenado a Sion de derecho y de justicia.
6 – Y él Será la seguridad de tus tiempos, un Depósito de Salvación, de Sabiduría y de conocimiento. El temor de Jehovah Será su tesoro.
7 – He Aquí que sus héroes claman en las calles; los embajadores de la paz lloran amargamente.
8 – Los caminos nos han quedado desolados; los caminantes han dejado de pasar. El ha violado la alianza y ha rechazado a los testigos. No ha tenido respeto a los hombres.
9 – La tierra se ha secado y languidece. El Líbano se ha avergonzado y se ha marchitado. Sarón se ha convertido en Arabá; Basán y el Carmelo se han sacudido.
10 – “Ahora me levantaré”, dice Jehovah. “Ahora seré exaltado; ahora seré ensalzado.
11 – Concebisteis paja, y disteis a luz rastrojo. Vuestro aliento Será un fuego que os consuma.
12 – Los pueblos Serán completamente calcinados; como espinas cortadas Serán quemados en el fuego.
13 – Vosotros que Estáis lejos, Oíd lo que he hecho; y vosotros que Estáis cerca, conoced mi poder.”
14 – Los pecadores en Sion tienen temor; el estremecimiento se ha apoderado de los Impíos. ¿Quién de nosotros Podrá habitar con el fuego consumidor? ¿Quién de nosotros Podrá habitar con las llamas eternas?”
15 – El que camina en justicia y habla con rectitud, el que aborrece el lucro de la Opresión, el que sacude sus manos para no recibir soborno, el que tapa sus Oídos para no Oír de hechos de sangre, el que cierra sus ojos para no ver la iniquidad,
16 – él Vivirá en las alturas, y una fortaleza de roca Será su alto refugio. Su pan le Será provisto, y su agua no Faltará.
17 – Tus ojos Verán al Rey en su hermosura; Verán una tierra que se extiende a la distancia.
18 – Tu Corazón Reflexionará acerca del horror y Dirá: “¿Dónde Está el escriba? ¿Dónde Está el que pesaba el tributo? ¿Dónde Está el que pasaba revista a las torres?”
19 – Pero no Verás Más a aquel pueblo insolente, aquel pueblo de lengua Difícil de entender, que balbucea una lengua incomprensible.
20 – Contempla a Sion, la ciudad de nuestras solemnidades. Tus ojos Verán a Jerusalén, una morada tranquila, una tienda que nunca Será desarmada. Nunca Serán arrancadas sus estacas, ni Será rota ninguna de sus cuerdas.
21 – Porque ciertamente Allí Jehovah Será poderoso para con nosotros, un lugar de Ríos y anchas corrientes, por donde no Irá ninguna Embarcación de remos, ni una nave poderosa Pasará por él.
22 – Porque Jehovah es nuestro Juez; Jehovah es nuestro Legislador. Jehovah es nuestro Rey; él mismo nos Salvará.
23 – Tus cuerdas se han aflojado; no pueden sostener el soporte de su Mástil ni desplegar la vela. Pero entonces Repartirán la presa, un cuantioso Botín, y hasta los cojos Arrebatarán la presa.
24 – Ningún morador Dirá: “Estoy enfermo.” Al pueblo que habite en ella le Será perdonada su iniquidad.

– Ano Bíblico (Inglês).:

Book of Isaías

Chapter 30

1 – Ho! uncontrolled children, says the Lord, who give effect to a purpose which is not mine, and who make an agreement, but not by my spirit, increasing their sin:
2 – Who make a move to go down into Egypt, without authority from me; who are looking to the strength of Pharaoh for help, and whose hope is in the shade of Egypt.
3 – And the strength of Pharaoh will be your shame, and your hope in the shade of Egypt will come to nothing.
4 – For his chiefs are at Zoan, and his representatives have come to Hanes.
5 – For they have all come with offerings to a people of no use to them, in whom is no help or profit, but only shame and a bad name.
6 – The word about the Beasts of the South. Through the land of trouble and grief, the land of the she-lion and the voice of the lion, of the snake and the burning winged snake, they take their wealth on the backs of young asses, and their stores on camels, to a people in whom is no profit.
7 – For there is no use or purpose in the help of Egypt: so I have said about her, She is Rahab, who has come to an end.
8 – Now go, put it in writing before them on a board, and make a record of it in a book, so that it may be for the future, a witness for all time to come.
9 – For they are an uncontrolled people, false-hearted, who will not give ear to the teaching of the Lord:
10 – Who say to the seers, See not; and to the prophets, Do not give us word of what is true, but say false things to give us pleasure:
11 – Get out of the good way, turning from the right road; do not keep the Holy One of Israel before our minds.
12 – For this cause the Holy One of Israel says, Because you will not give ear to this word, and are looking for help in ways of deceit and evil, and are putting your hope in them:
13 – This sin will be to you like a crack in a high wall, causing its fall suddenly and in a minute.
14 – And he will let it be broken as a potter´s vessel is broken: it will be smashed to bits without mercy; so that there will not be a bit in which one may take fire from the fireplace, or water from the spring.
15 – For the Lord, the Holy One of Israel, said, In quiet and rest is your salvation: peace and hope are your strength: but you would not have it so.
16 – Saying, No, for we will go in flight on horses; so you will certainly go in flight: and, We will go on the backs of quick-running beasts; so those who go after you will be quick-footed.
17 – A thousand will go in fear before one; even before five you will go in flight: till you are like a pillar by itself on the top of a mountain, and like a flag on a hill.
18 – For this cause the Lord will be waiting, so that he may be kind to you; and he will be lifted up, so that he may have mercy on you; for the Lord is a God of righteousness: there is a blessing on all whose hope is in him.
19 – O people, living in Zion, at Jerusalem, your weeping will be ended; he will certainly have mercy on you at the sound of your cry; when it comes to his ear, he will give you an answer.
20 – And though the Lord will give you the bread of trouble and the water of grief, you will no longer put your teacher on one side, but you will see your teacher:
21 – And at your back, when you are turning to the right hand or to the left, a voice will be sounding in your ears, saying, This is the way in which you are to go.
22 – And you will make unclean what is covering your pictured images of silver, and the plating of your images of gold: you will send them away as an unclean thing, saying, Be gone!
23 – And he will give rain for your seed, so that you may put it in the earth; and you will have bread from the produce of the earth, good and more than enough for your needs: in that day the cattle will get their food in wide grass-lands.
24 – And the oxen and the young asses which are used for ploughing, will have salted grain which has been made free from the waste with fork and basket.
25 – And there will be rivers and streams of water on every tall mountain and on every high hill, in the day when great numbers are put to the sword, when the towers come down.
26 – And the light of the moon will be as the light of the sun, and the light of the sun will be seven times greater, as the light of seven days, in the day when the Lord puts oil on the wounds of his people, and makes them well from the blows they have undergone.
27 – See, the name of the Lord is coming from far, burning with his wrath, with thick smoke going up: his lips are full of passion, and his tongue is like a burning fire:
28 – And his breath is as an overflowing stream, coming up even to the neck, shaking the nations for their destruction, like the shaking of grain in a basket: and he will put a cord in the mouths of the people, turning them out of their way.
29 – You will have a song, as in the night when a holy feast is kept; and you will be glad in heart, as when they go with music of the pipe to the mountain of the Lord, the Rock of Israel.
30 – And the Lord will send out the sound of his great voice, and they will see his arm stretched out, with the heat of his wrath, and the flame of a burning fire; with a cloud-burst, and storm, and a rain of ice.
31 – For through the voice of the Lord the Assyrian will be broken, and the Lord´s rod will be lifted up against him.
32 – And every blow of the rod of his punishment, which the Lord will send on him, will be with the sound of music: and with the waving of his sword the Lord will make war against him.
33 – For a place of fire has long been ready; yes, it has been made ready for the king; he has made it deep and wide: it is massed with fire and much wood; the breath of the Lord, like a stream of fire, puts a light to it.

Chapter 31

1 – Cursed are those who go down to Egypt for help, and who put their faith in horses; looking to war-carriages for salvation, because of their numbers; and to horsemen, because they are very strong; but they are not looking to the Holy One of Israel, or turning their hearts to the Lord;
2 – Though he is wise, and able to send evil, and his purpose will not be changed; but he will go against the house of the evil-doers, and against those to whom they are looking for help.
3 – For the Egyptians are men, and not God; and their horses are flesh, and not spirit: and when the Lord´s hand is stretched out, the helper and he who is helped will come down together.
4 – For the Lord has said to me, As a lion, or a young lion, makes an angry noise over his food, and if a band of herdsmen come out against him, he will not be in fear of their voices, or give up his food for their noise: so the Lord of armies will come down to make war against Mount Zion and its hill.
5 – Like birds with outstretched wings, so will the Lord of armies be a cover to Jerusalem; he will be a cover and salvation for it, going over it he will keep it from danger.
6 – Come back to him who has been so deeply sinned against by the children of Israel.
7 – For in that day they will all give up their images of silver and of gold, the sin which they made for themselves.
8 – Then the Assyrian will come down by the sword, but not of man; the sword, not of men, will be the cause of his destruction: and he will go in flight from the sword, and his young men will be put to forced work.
9 – And his rock will come to nothing because of fear, and his chiefs will go in flight from the flag, says the Lord, whose fire is in Zion, and his altar in Jerusalem.

Chapter 32

1 – See, a king will be ruling in righteousness, and chiefs will give right decisions.
2 – And a man will be as a safe place from the wind, and a cover from the storm; as rivers of water in a dry place, as the shade of a great rock in a waste land.
3 – And the eyes of those who see will not be shut, and those who have hearing will give ear to the word.
4 – The man of sudden impulses will become wise in heart, and he whose tongue is slow will get the power of talking clearly.
5 – The foolish man will no longer be named noble, and they will not say of the false man that he is a man of honour.
6 – For the foolish man will say foolish things, having evil thoughts in his heart, working what is unclean, and talking falsely about the Lord, to keep food from him who is in need of it, and water from him whose soul is desiring it.
7 – The designs of the false are evil, purposing the destruction of the poor man by false words, even when he is in the right.
8 – But the noble-hearted man has noble purposes, and by these he will be guided.
9 – Give ear to my voice, you women who are living in comfort; give attention to my words, you daughters who have no fear of danger.
10 – In not much more than a year, you, who are not looking for evil, will be troubled: for the produce of the vine-gardens will be cut off, and there will be no getting in of the grapes.
11 – Be shaking with fear, you women who are living in comfort; be troubled, you who have no fear of danger: take off your robes and put on clothing of grief.
12 – Have sorrow for the fields, the pleasing fields, the fertile vine;
13 – And for the land of my people, where thorns will come up; even for all the houses of joy in the glad town.
14 – For the fair houses will have no man living in them; the town which was full of noise will become a waste; the hill and the watchtower will be unpeopled for ever, a joy for the asses of the woods, a place of food for the flocks;
15 – Till the spirit comes on us from on high, and the waste land becomes a fertile field, and the fertile field is changed into a wood.
16 – Then in the waste land there will be an upright rule, and righteousness will have its place in the fertile field.
17 – And the work of righteousness will be peace; and the effect of an upright rule will be to take away fear for ever.
18 – And my people will be living in peace, in houses where there is no fear, and in quiet resting-places.
19 – But the tall trees will come down with a great fall, and the town will be low in a low place.
20 – Happy are you who are planting seed by all the waters, and sending out the ox and the ass.

Chapter 33

1 – Ho! you who make waste those who did not make you waste; acting falsely to those who were not false to you. When you have come to an end of wasting, you will be made waste, and after your false acts, they will do the same to you.
2 – O Lord, have mercy on us; for we have been waiting for your help: be our strength every morning, our salvation in time of trouble.
3 – At the loud noise the peoples have gone in flight; at your coming up the nations have gone in all directions.
4 – And the goods taken in war will be got together like the massing of young locusts; men will be rushing on them like the rushing of locusts.
5 – The Lord is lifted up; his place is on high: he has made Zion full of righteousness and true religion.
6 – And she will have no more fear of change, being full of salvation, wisdom, and knowledge: the fear of the Lord is her wealth.
7 – See, the men of war are sorrowing outside the town: those who came looking for peace are weeping bitterly.
8 – The highways are waste, no man is journeying there: the agreement is broken, he has made sport of the towns, he has no thought for man.
9 – The earth is sorrowing and wasting away; Lebanon is put to shame and has become waste; Sharon is like the Arabah; and in Bashan and Carmel the leaves are falling.
10 – Now will I come forward, says the Lord; now will I be lifted up; now will my power be seen.
11 – Your designs will be without profit, and their effect will be nothing: you will be burned up by the fire of my breath.
12 – And the peoples will be like the burning of chalk: as thorns cut down, which are burned in the fire.
13 – Give ear, you who are far off, to what I have done: see my power, you who are near.
14 – The sinners in Zion are full of fear; the haters of God are shaking with wonder. Who among us may keep his place before the burning fire? who among us may see the eternal burnings?
15 – He whose ways are true, and whose words are upright; he who gives no thought to the profits of false acts, whose hands have not taken rewards, who will have no part in putting men to death, and whose eyes are shut against evil;
16 – He will have a place on high: he will be safely shut in by the high rocks: his bread will be given to him; his waters will be certain.
17 – Your eyes will see the king in his glory: they will be looking on a far-stretching land.
18 – Your heart will give thought to the cause of your fear: where is the scribe, where is he who made a record of the payments, where is he by whom the towers were numbered?
19 – Never again will you see the cruel people, a people whose tongue has no sense for you; whose language is strange to you.
20 – Let your eyes be resting on Zion, the town of our holy feasts: you will see Jerusalem, a quiet resting-place, a tent which will not be moved, whose tent-pins will never be pulled up, and whose cords will never be broken.
21 – But there the Lord will be with us in his glory, … wide rivers and streams; where no boat will go with blades, and no fair ship will be sailing.
22 – For the Lord is our judge, the Lord is our law-giver, the Lord is our king; he will be our saviour.
23 – Your cords have become loose; they were not able to make strong the support of their sails, the sail was not stretched out: then the blind will take much property, the feeble-footed will make division of the goods of war.
24 – And the men of Zion will not say, I am ill: for its people will have forgiveness for their sin.

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s