Ano Bíblico do dia 20/07/2011.

– Ano Bíblico (Português).:

Livro de Eclesiastes

Capítulo 9

1 – Deveras a tudo isto apliquei o meu coração, para claramente entender tudo isto: que os justos, e os sábios, e as suas obras, estão nas mãos de Deus; se é amor ou se é ódio, não o sabe o homem; tudo passa perante a sua face.
2 – Tudo sucede igualmente a todos: o mesmo sucede ao justo e ao ímpio, ao bom e ao mau, ao puro e ao impuro; assim ao que sacrifica como ao que não sacrifica; assim ao bom como ao pecador; ao que jura como ao que teme o juramento.
3 – Este é o mal que há em tudo quanto se faz debaixo do sol: que a todos sucede o mesmo. Também o coração dos filhos dos homens está cheio de maldade; há desvarios no seu coração durante a sua vida, e depois se vão aos mortos.
4 – Ora, para aquele que está na companhia dos vivos há esperança; porque melhor é o cão vivo do que o leão morto.
5 – Pois os vivos sabem que morrerão, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco têm eles daí em diante recompensa; porque a sua memória ficou entregue ao esquecimento.
6 – Tanto o seu amor como o seu ódio e a sua inveja já pereceram; nem têm eles daí em diante parte para sempre em coisa alguma do que se faz debaixo do sol.
7 – Vai, pois, come com alegria o teu pão .e bebe o teu vinho com coração contente; pois há muito que Deus se agrada das tuas obras.
8 – Sejam sempre alvas as tuas vestes, e nunca falte o óleo sobre a tua cabeça.
9 – Goza a vida com a mulher que amas, todos os dias da tua vida vã, os quais Deus te deu debaixo do sol, todos os dias da tua vida vã; porque este é o teu quinhão nesta vida, e do teu trabalho, que tu fazes debaixo do sol.
10 – Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças; porque no Seol, para onde tu vais, não há obra, nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.
11 – Observei ainda e vi que debaixo do sol não é dos ligeiros a carreira, nem dos fortes a peleja, nem tampouco dos sábios o pão, nem ainda dos prudentes a riqueza, nem dos entendidos o favor; mas que a ocasião e a sorte ocorrem a todos.
12 – Pois o homem não conhece a sua hora. Como os peixes que se apanham com a rede maligna, e como os passarinhos que se prendem com o laço, assim se enlaçam também os filhos dos homens no mau tempo, quando este lhes sobrevém de repente.
13 – Também vi este exemplo de sabedoria debaixo do sol, que me pareceu grande:
14 – Houve uma pequena cidade em que havia poucos homens; e veio contra ela um grande rei, e a cercou e levantou contra ela grandes tranqueiras.
15 – Ora, achou-se nela um sábio pobre, que livrou a cidade pela sua sabedoria; contudo ninguém se lembrou mais daquele homem pobre.
16 – Então disse eu: Melhor é a sabedoria do que a força; todavia a sabedoria do pobre é desprezada, e as suas palavras não são ouvidas.
17 – As palavras dos sábios ouvidas em silêncio valem mais do que o clamor de quem governa entre os tolos.
18 – Melhor é a sabedoria do que as armas de guerra; mas um só pecador faz grande dano ao bem.

Capítulo 10

1 – As moscas mortas fazem com que o ungüento do perfumista emita mau cheiro; assim um pouco de estultícia pesa mais do que a sabedoria e a honra.
2 – O coração do sábio o inclina para a direita, mas o coração do tolo o inclina para a esquerda.
3 – E, até quando o tolo vai pelo caminho, falta-lhe o entendimento, e ele diz a todos que é tolo.
4 – Se levantar contra ti o espírito do governador, não deixes o teu lugar; porque a deferência desfaz grandes ofensas.
5 – Há um mal que vi debaixo do sol, semelhante a um erro que procede do governador:
6 – a estultícia está posta em grande dignidade, e os ricos estão assentados em lugar humilde.
7 – Tenho visto servos montados a cavalo, e príncipes andando a pé como servos.
8 – Aquele que abrir uma cova, nela cairá; e quem romper um muro, uma cobra o morderá.
9 – Aquele que tira pedras é maltratado por elas, e o que racha lenha corre perigo nisso.
10 – Se estiver embotado o ferro, e não se afiar o corte, então se deve pôr mais força; mas a sabedoria é proveitosa para dar prosperidade.
11 – Se a cobra morder antes de estar encantada, não há vantagem no encantador.
12 – As palavras da boca do sábio são cheias de graça, mas os lábios do tolo o devoram.
13 – O princípio das palavras da sua boca é estultícia, e o fim do seu discurso é loucura perversa.
14 – O tolo multiplica as palavras, todavia nenhum homem sabe o que há de ser; e quem lhe poderá declarar o que será depois dele?
15 – O trabalho do tolo o fatiga, de sorte que não sabe ir à cidade.
16 – Ai de ti, ó terra, quando o teu rei é criança, e quando os teus príncipes banqueteiam de manhã!
17 – Bem-aventurada tu, ó terra, quando o teu rei é filho de nobres, e quando os teus príncipes comem a tempo, para refazerem as forças, e não para bebedice!
18 – Pela preguiça se enfraquece o teto, e pela frouxidão das mãos a casa tem goteiras.
19 – Para rir é que se dá banquete, e o vinho alegra a vida; e por tudo o dinheiro responde.
20 – Nem ainda no teu pensamento amaldições o rei; nem tampouco na tua recâmara amaldiçoes o rico; porque as aves dos céus levarão a voz, e uma criatura alada dará notícia da palavra.

Capítulo 11

1 – Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás.
2 – Reparte com sete, e ainda até com oito; porque não sabes que mal haverá sobre a terra.
3 – Estando as nuvens cheias de chuva, derramam-na sobre a terra. Caindo a árvore para o sul, ou para o norte, no lugar em que a árvore cair, ali ficará.
4 – Quem observa o vento, não semeará, e o que atenta para as nuvens não segará.
5 – Assim como tu não sabes qual o caminho do vento, nem como se formam os ossos no ventre da que está grávida, assim também não sabes as obras de Deus, que faz todas as coisas.
6 – Pela manhã semeia a tua semente, e à tarde não retenhas a tua mão; pois tu não sabes qual das duas prosperará, se esta, se aquela, ou se ambas serão, igualmente boas.
7 – Doce é a luz, e agradável é aos olhos ver o sol.
8 – Se, pois, o homem viver muitos anos, regozije-se em todos eles; contudo lembre-se dos dias das trevas, porque hão de ser muitos. Tudo quanto sucede é vaidade.
9 – Alegra-te, mancebo, na tua mocidade, e anime-te o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração, e pela vista dos teus olhos; sabe, porém, que por todas estas coisas Deus te trará a juízo.
10 – Afasta, pois, do teu coração o desgosto, remove da tua carne o mal; porque a mocidade e a aurora da vida são vaidade.

Capítulo 12

1 – Lembra-te também do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos em que dirás: Não tenho prazer neles;
2 – antes que se escureçam o sol e a luz, e a lua, e as estrelas, e tornem a vir as nuvens depois da chuva;
3 – no dia em que tremerem os guardas da casa, e se curvarem os homens fortes, e cessarem os moedores, por já serem poucos, e se escurecerem os que olham pelas janelas,
4 – e as portas da rua se fecharem; quando for baixo o ruído da moedura, e nos levantarmos à voz das aves, e todas as filhas da música ficarem abatidas;
5 – como também quando temerem o que é alto, e houver espantos no caminho; e florescer a amendoeira, e o gafanhoto for um peso, e falhar o desejo; porque o homem se vai à sua casa eterna, e os pranteadores andarão rodeando pela praça;
6 – antes que se rompa a cadeia de prata, ou se quebre o copo de ouro, ou se despedace o cântaro junto à fonte, ou se desfaça a roda junto à cisterna,
7 – e o pó volte para a terra como o era, e o espírito volte a Deus que o deu.
8 – Vaidade de vaidades, diz o pregador, tudo é vaidade.
9 – Além de ser sábio, o pregador também ensinou ao povo o conhecimento, meditando, e estudando, e pondo em ordem muitos provérbios.
10 – Procurou o pregador achar palavras agradáveis, e escreveu com acerto discursos plenos de verdade.
11 – As palavras dos sábios são como aguilhões; e como pregos bem fixados são as palavras coligidas dos mestres, as quais foram dadas pelo único pastor.
12 – Além disso, filho meu, sê avisado. De fazer muitos livros não há fim; e o muito estudar é enfado da carne.
13 – Este é o fim do discurso; tudo já foi ouvido: Teme a Deus, e guarda os seus mandamentos; porque isto é todo o dever do homem.
14 – Porque Deus há de trazer a juízo toda obra, e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau.

– Pergunta sobre o Ano Bíblico.:

Segundo o autor de Eclesiastes, o que sabem os mortos?
Resposta: “não sabem nada” (9:5)

– Curiosidades Bíblicas.:

Qual rei que teve o seu coração agitado como árvores no bosque?
Resposta: Rei Acaz. Isaías 7:2.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/biblia.asp?lista=1&livro=23&capitulo=7

– Versos Bíblicos.:

O que guarda a sua boca e a sua língua, guarda das angústias a sua alma. Provérbios 21:23

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/biblia.asp?lista=1&livro=20&capitulo=21&verso=23

– Ano Bíblico (Espanhol).:

Libro de Eclesiastes

Capítulo 9

1 – Ciertamente he dedicado mi Corazón a todas estas cosas para aclarar todo esto: que los justos y sabios, y sus hechos, Están en la mano de Dios. Si se trata del amor o del odio, el hombre no lo sabe. Todo lo que Está delante de ellos
2 – es vanidad, puesto que a todos les sucede lo mismo: al justo y al Impío, al bueno y al malo, al puro y al impuro, al que ofrece sacrificios y al que no los ofrece. Como el bueno, Así es el que peca; y el que jura, como el que teme el jurar.
3 – Este es el mal que hay en todo lo que se hace debajo del sol: que a todos les sucede lo mismo; también que el Corazón de los hijos del hombre Está lleno de mal, que la locura Está en su Corazón mientras dura su vida, y que después descienden al lugar de los muertos.
4 – Pero para todo aquel que Está unido a los vivos hay esperanza, pues mejor es perro vivo que León muerto.
5 – Porque los que viven saben que han de morir; pero los muertos no saben nada, ni tienen Más recompensa, pues la memoria de ellos es puesta en el olvido.
6 – También han desaparecido su amor, su odio y su envidia. Ya no tienen parte en este mundo, en todo lo que se hace debajo del sol.
7 – Anda, come tu pan con gozo y bebe tu vino con alegre Corazón, porque tus obras ya son aceptables a Dios.
8 – En todo tiempo sean blancas tus vestiduras, y nunca falte aceite perfumado sobre tu cabeza.
9 – Goza de la vida, con la mujer que amas, todos los Días de tu vana vida, que Dios te ha dado debajo del sol; porque ésta es la Porción de tu vida y del duro trabajo con que te afanas debajo del sol.
10 – Todo lo que te venga a la mano para hacer, hazlo con empeño. Porque en el Seol, a donde vas, no hay obras, ni cuentas, ni conocimiento, ni Sabiduría.
11 – Entonces Volví a observar debajo del sol que no es de los veloces la carrera, ni de los valientes la batalla, ni de los sabios el pan, ni de los entendidos las riquezas, ni de los conocedores la gracia; sino que a todos les llegan el tiempo y el contratiempo.
12 – Porque el hombre tampoco conoce su tiempo. Como los peces que son atrapados en la mala red y como los Pájaros que quedan presos en la trampa, Así son atrapados los hijos del hombre en el tiempo malo, cuando éste cae de repente sobre ellos.
13 – También he visto esta Sabiduría debajo del sol, la cual me parece grandiosa:
14 – Había una ciudad pequeña con pocos hombres en ella, y contra ella vino un gran rey y la Rodeó edificando contra ella grandes torres de asedio.
15 – Y se encontraba en ella un hombre pobre, pero sabio, el cual con su Sabiduría Libró a la ciudad. Pero nadie se acordaba de aquel hombre pobre.
16 – Entonces dije: “Mejor es la Sabiduría que la fuerza, aunque el conocimiento del pobre sea menospreciado y sus palabras no sean escuchadas.”
17 – Las palabras del sabio, Oídas con sosiego, son mejores que el grito del que gobierna entre los necios.
18 – Mejor es la Sabiduría que las armas de guerra, pero un solo pecador destruye mucho bien.

Capítulo 10

1 – Las moscas muertas hacen heder el frasco del fino perfume del perfumista. Así afecta un poco de necedad a la Sabiduría y a la honra.
2 – El Corazón del sabio se inclina a su derecha; pero el Corazón del necio, a su izquierda.
3 – Aun cuando el insensato ande en el camino, le falta entendimiento, y a todos hace saber que es insensato.
4 – Si el ánimo del gobernante se excita contra ti, no abandones tu puesto; porque la serenidad apacigua grandes ofensas.
5 – Hay un mal que he observado debajo del sol, como el error que proviene de un gobernante:
6 – El insensato es colocado en grandes alturas, y los ricos habitan en Posición humilde.
7 – He visto siervos a caballo y Príncipes andando a pie como siervos.
8 – El que cava un hoyo Caerá en él, y al que rompa el cerco le Morderá una serpiente.
9 – El que corta piedras se lastima con ellas, y el que parte leña corre peligro con ella.
10 – Si se embota el hacha y no es afilada, hay que añadir Más esfuerzo. Pero es Más ventajoso aplicar la Sabiduría.
11 – Si la serpiente muerde antes de ser encantada, de nada sirve el encantador.
12 – Las palabras de la boca del sabio son agradables, pero los labios del necio causan su propia ruina.
13 – El comienzo de las palabras de su boca es necedad, y el final de su hablar es locura nociva.
14 – El insensato multiplica las palabras, aunque el hombre no sabe lo que ha de suceder. Y lo que Habrá de ser después de él, ¿quién se lo Declarará?
15 – El duro trabajo fatiga al necio, de manera que él ni siquiera sabe Cómo ir a la ciudad.
16 – ¡Ay de ti, oh tierra, cuando tu rey es un muchacho y tus Príncipes se festejan de mañana!
17 – Bienaventurada Tú, oh tierra, cuando tu rey es un hijo de nobles, y tus Príncipes comen a su hora, para reponer sus fuerzas y no para embriagarse.
18 – Por la pereza se hunde el techo, y por la flojedad de manos tiene goteras la casa.
19 – El alimento se prepara para disfrutarlo, el vino alegra la vida, y el dinero preocupa a todos.
20 – Ni aun en tu alcoba maldigas al rey, ni en tu dormitorio maldigas al rico; porque las aves del cielo Llevarán la voz, y las criaturas aladas Declararán el asunto.

Capítulo 11

1 – Echa tu pan sobre las aguas, porque después de muchos Días lo Volverás a encontrar.
2 – Reparte a siete, y también a ocho; porque no sabes qué mal Vendrá sobre la tierra.
3 – Si las nubes se recargan de agua, Derramarán lluvia sobre la tierra. Y si el árbol cae hacia el sur o hacia el norte, en el lugar donde caiga, Allí Quedará.
4 – El que observa el viento no Sembrará, y el que se queda mirando las nubes no Segará.
5 – Como Tú no comprendes Cómo entra el Espíritu a los huesos en el vientre de la mujer encinta, Así no Comprenderás la obra de Dios, quien hace todas las cosas.
6 – En la mañana siembra tu semilla, y por la tarde no dejes reposar tu mano; porque Tú no sabes Cuál Será mejor, si esto o lo otro, o si ambas cosas son igualmente buenas.
7 – Agradable es la luz, y bueno es a los ojos ver el sol.
8 – Si el hombre vive muchos años, alégrese en todos ellos; pero traiga a la memoria los Días de las tinieblas, que Serán muchos. Todo lo que Habrá ocurrido es vanidad.
9 – Alégrate, joven, en tu adolescencia, y tenga placer tu Corazón en los Días de tu juventud. Anda Según los caminos de tu Corazón y Según la vista de tus ojos, pero ten presente que por todas estas cosas Dios te Traerá a juicio.
10 – Quita, pues, de tu Corazón la ansiedad, y aleja de tu cuerpo el mal; porque la adolescencia y la juventud son vanidad.

Capítulo 12

1 – Acuérdate de tu Creador en los Días de tu juventud: antes que vengan los Días malos, y lleguen los años de los cuales digas: “No tengo en ellos contentamiento”;
2 – antes que se oscurezcan el sol y la luz de la luna y de las estrellas, y las nubes vuelvan tras la lluvia;
3 – cuando tiemblen los guardias de la casa y se dobleguen los hombres valerosos; cuando estén inactivas las muelas, por quedar pocas, y se oscurezcan los que miran por las ventanas;
4 – cuando se cierren las puertas de la calle, y se debilite el ruido del molino; cuando uno se levante ante el gorjeo de un pajarito, y todas las hijas del canto sean abatidas;
5 – cuando también se tenga miedo de la altura y haya horrores en el camino; cuando florezca el almendro, la langosta se arrastre pesadamente y se pierda el deseo. Es que el hombre se va a su morada eterna, y los que hacen duelo rondan alrededor de la plaza.
6 – Acuérdate de él antes que se rompa el Cordón de plata y se destroce el Tazón de oro; antes que el Cántaro se quiebre junto al manantial, y la rueda se rompa sobre el pozo.
7 – Es que el polvo vuelve a la tierra, como era; y el Espíritu vuelve a Dios, quien lo dio.
8 – “Vanidad de vanidades”, dijo el Predicador; “todo es vanidad.”
9 – Y cuanto Más sabio fue el Predicador, tanto Más Enseñó Sabiduría al pueblo. También Sopesó, Investigó y compuso muchos proverbios.
10 – El Predicador Procuró hallar palabras agradables y escribir correctamente palabras de verdad.
11 – Las palabras de los sabios son como aguijones, y como clavos hincados son las palabras que forman parte de una Colección y que son expuestas por un Pastor.
12 – Además de esto, hijo Mío, queda advertido: El hacer muchos libros es algo sin fin, y el mucho estudio fatiga el cuerpo.
13 – La Conclusión de todo el discurso Oído es ésta: Teme a Dios y guarda sus mandamientos, pues esto es el todo del hombre.
14 – Porque Dios Traerá a juicio toda Acción junto con todo lo escondido, sea bueno o sea malo.

– Ano Bíblico (Inglês).:

Book of Eclesiastes

Chapter 9

1 – All this I took to heart, and my heart saw it all: that the upright and the wise and their works are in the hand of God; and men may not be certain if it will be love or hate; all is to no purpose before them.
2 – Because to all there is one event, to the upright man and to the evil, to the clean and to the unclean, to him who makes an offering and to him who makes no offering; as is the good so is the sinner; he who takes an oath is as he who has fear of it.
3 – This is evil in all things which are done under the sun: that there is one fate for all, and the hearts of the sons of men are full of evil; while they have life their hearts are foolish, and after that–to the dead.
4 – For him who is joined to all the living there is hope; a living dog is better than a dead lion.
5 – The living are conscious that death will come to them, but the dead are not conscious of anything, and they no longer have a reward, because there is no memory of them.
6 – Their love and their hate and their envy are now ended; and they have no longer a part for ever in anything which is done under the sun.
7 – Come, take your bread with joy, and your wine with a glad heart. God has taken pleasure in your works.
8 – Let your clothing be white at all times, and let not your head be without oil.
9 – Have joy with the woman of your love all the days of your foolish life which he gives you under the sun. Because that is your part in life and in your work which you do under the sun.
10 – Whatever comes to your hand to do with all your power, do it because there is no work, or thought, or knowledge, or wisdom in the place of the dead to which you are going.
11 – And again I saw under the sun that the reward goes not to him who is quick, or the fruits of war to the strong; and there is no bread for the wise, or wealth for men of learning, or respect for those who have knowledge; but time and chance come to all.
12 – Even man has no knowledge of his time; like fishes taken in an evil net, or like birds taken by deceit, are the sons of men taken in an evil time when it comes suddenly on them.
13 – This again I have seen under the sun as wisdom and it seemed great to me.
14 – There was a little town and the number of its men was small, and there came a great king against it and made an attack on it, building works of war round about it.
15 – Now there was in the town a poor, wise man, and he, by his wisdom, kept the town safe. But no one had any memory of that same poor man.
16 – Then I said, Wisdom is better than strength, but the poor man´s wisdom is not respected, and his words are not given a hearing.
17 – The words of the wise which come quietly to the ear are noted more than the cry of a ruler among the foolish.
18 – Wisdom is better than instruments of war, but one sinner is the destruction of much good.

Chapter 10

1 – Dead flies make the oil of the perfumer give out an evil smell; more valued is a little wisdom than the great glory of the foolish.
2 – The heart of the wise man goes in the right direction; but the heart of a foolish man in the wrong.
3 – And when the foolish man is walking in the way, he has no sense and lets everyone see that he is foolish.
4 – If the wrath of the ruler is against you, keep in your place; in him who keeps quiet even great sins may be overlooked.
5 – There is an evil which I have seen under the sun, like an error which comes by chance from a ruler:
6 – The foolish are placed in high positions, but men of wealth are kept low.
7 – I have seen servants on horses, and rulers walking on the earth as servants.
8 – He who makes a hole for others will himself go into it, and for him who makes a hole through a wall the bite of a snake will be a punishment.
9 – He who gets out stones from the earth will be damaged by them, and in the cutting of wood there is danger.
10 – If the iron has no edge, and he does not make it sharp, then he has to put out more strength; but wisdom makes things go well.
11 – If a snake gives a bite before the word of power is said, then there is no longer any use in the word of power.
12 – The words of a wise man´s mouth are sweet to all, but the lips of a foolish man are his destruction.
13 – The first words of his mouth are foolish, and the end of his talk is evil crime.
14 – The foolish are full of words; man has no knowledge of what will be; and who is able to say what will be after him?
15 – The work of the foolish will be a weariness to him, because he has no knowledge of the way to the town.
16 – Unhappy is the land whose king is a boy, and whose rulers are feasting in the morning.
17 – Happy is the land whose ruler is of noble birth, and whose chiefs take food at the right time, for strength and not for feasting.
18 – When no work is done the roof goes in, and when the hands do nothing water comes into the house.
19 – A feast is for laughing, and wine makes glad the heart; but by the one and the other money is wasted.
20 – Say not a curse against the king, even in your thoughts; and even secretly say not a curse against the man of wealth; because a bird of the air will take the voice, and that which has wings will give news of it.

Chapter 11

1 – Put out your bread on the face of the waters; for after a long time it will come back to you again.
2 – Give a part to seven or even to eight, because you have no knowledge of the evil which will be on the earth.
3 – If the clouds are full of rain, they send it down on the earth; and if a tree comes down to the south, or the north, in whatever place it comes down, there it will be.
4 – He who is watching the wind will not get the seed planted, and he who is looking at the clouds will not get in the grain.
5 – As you have no knowledge of the way of the wind, or of the growth of the bones in the body of her who is with child, even so you have no knowledge of the works of God who has made all.
6 – In the morning put your seed into the earth, and till the evening let not your hand be at rest; because you are not certain which will do well, this or that–or if the two will be equally good.
7 – Truly the light is sweet, and it is good for the eyes to see the sun.
8 – But even if a man´s life is long and he has joy in all his years, let him keep in mind the dark days, because they will be great in number. Whatever may come is to no purpose.
9 – Have joy, O young man, while you are young; and let your heart be glad in the days of your strength, and go in the ways of your heart, and in the desire of your eyes; but be certain that for all these things God will be your judge.
10 – So put away trouble from your heart, and sorrow from your flesh; because the early years and the best years are to no purpose.

Chapter 12

1 – Let your mind be turned to your Maker in the days of your strength, while the evil days come not, and the years are far away when you will say, I have no pleasure in them;
2 – While the sun, or the light, or the moon, or the stars, are not dark, and the clouds come not back after the rain;
3 – In the day when the keepers of the house are shaking for fear, and the strong men are bent down, and the women who were crushing the grain are at rest because their number is small, and those looking out of the windows are unable to see;
4 – When the doors are shut in the street, and the sound of the crushing is low, and the voice of the bird is soft, and the daughters of music will be made low;
5 – And he is in fear of that which is high, and danger is in the road, and the tree is white with flower, and the least thing is a weight, and desire is at an end, because man goes to his last resting-place, and those who are sorrowing are in the streets;
6 – Before ever the silver cord is cut, or the vessel of gold is broken, or the pot is broken at the fountain, or the wheel broken at the water-hole;
7 – And the dust goes back to the earth as it was, and the spirit goes back to God who gave it.
8 – All things are to no purpose, says the Preacher, all is to no purpose.
9 – And because the Preacher was wise he still gave the people knowledge; searching out, testing, and putting in order a great number of wise sayings.
10 – The Preacher made search for words which were pleasing, but his writing was in words upright and true.
11 – The words of the wise are pointed, and sayings grouped together are like nails fixed with a hammer; they are given by one guide.
12 – And further, my son, take note of this: of the making of books there is no end, and much learning is a weariness to the flesh.
13 – This is the last word. All has been said. Have fear of God and keep his laws; because this is right for every man.
14 – God will be judge of every work, with every secret thing, good or evil.

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s