Uma Visão da Sacudidura

– Meditação Matinal de EGW (Português).:

Uma Visão da Sacudidura

“Pois no Meu zelo, no brasume do Moa furor, disse que naquele dia será fortemente sacudida a terra da Israel”. Ezeq. 38.-19.
Vi alguns, com forte fé e clamores agonizantes, a lutar com Deus. Seu rosto estava pálido, e apresentava sinais de profunda ansiedade, que exprimia sua luta íntima. Firmem e grande fervor estampavam-se-lhes no rosto; grandes gotas de suor lhes caíam da fronte. …
Anjos maus se juntavam em redor, projetando trevas sobre eles para excluir Jesus de sua vista e para que seus olhos se volvessem para as trevas que os cercavam, e assim fossem levados a duvidar de Deus e murmurar contra Ele. Sua única segurança consistia era conservar os olhos voltados para cima. Anjos de Deus tinham o encargo de velar sobre o Seu povo; e, enquanto a atmosfera empestada de anjos maus pesava sobre O seu que estavam ansiosos, os anjos celestiais continuamente agitavam as asas sobre eles a fim de dissipar as densas trevas.
Enquanto os que assim oravam prosseguiam com seus ansiosos clamores, por vezes lhes vinha um raio de luz, precedente de Jesus, para lhes reanimar o coração e ilumina a rosto. Alguns, vi eu, não participavam dessa agonia e lutas. Pareciam indiferentes e descuidosos. … Os anjos de Deus … iam em auxílio dos que se afligiam e oravam. … Os anjos de Deus … abandonavam os que não faziam esforços para conseguir auxílio, e eu os perdia de vista.
Perguntei a significação da sacudidura que eu vira, e foi- me mostrado que era determinada pelo testemunho direto contido no conselho da Testemunha verdadeira à igreja de Laodicéia. … Minha atenção foi então dirigida ao grupo que eu vira e estava sendo fortemente sacudido. … A multidão de anjos da guarda em seu redor fora duplicada, e estavam revestidos de uma armadura da cabeça aos pés. …
Ouvi os que estavam revertidos da armadura falar sobre a verdade com grande poder. Isto produzia efeito. … Perguntei o que havia operado esta grande mudança. Um anjo respondeu: “Foi a chuva serôdia, o refrigério pela presença do Senhor, o alto clamor do terceiro anjo”. PE, 269-271.
Ano Bíblico: Prov. 8-11. – Juvenis: Isa. 58.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=100&p=199

– Meditação Matinal de EGW (Espanhol).:

UNA VISLUMBRE DEL ZARANDEO

Porque he hablado en mi celo, y en el fuego de mi ira: Que en aquel tiempo habrá gran temblor sobre la tierra de Israel. (Eze. 38: 19).
Vi que algunos, con fe robusta y gritos acongojados, clamaban ante Dios. Estaban pálidos y sus rostros demostraban la profunda ansiedad resultante de su lucha interna. Gruesas gotas de sudor bañaban su frente. . .
Los ángeles malos los rodeaban, oprimiéndoles con tinieblas para ocultarles la vista de Jesús y para que sus ojos se fijaran en la oscuridad que los rodeaba, a fin de inducirlos a desconfiar de Dios y murmurar contra él. Su única salvaguardia consistía en mantener los ojos alzados al cielo, pues los ángeles de Dios estaban encargados del pueblo escogido y, mientras que la ponzoñosa atmósfera de los malos ángeles circundaba y oprimía a las ansiosas almas, los ángeles celestiales batían sin cesar las alas para disipar las densas tinieblas.
De cuando en cuando Jesús enviaba un rayo de luz a los que angustiosamente oraban, para iluminar su rostro y alentar su corazón. Vi que algunos no participaban en esta obra de acongojada demanda, sino que se mostraban indiferentes y negligentes. . . Nada hicieron sus ángeles por quienes no procuraban ayudarse a sí mismos, y los perdí de vista.
Pregunté cuál era el significado del zarandeo que yo había visto, y se me mostró que lo motivaría el testimonio directo que exige el consejo que el Testigo fiel dio a la iglesia de Laodicea. . . Mi atención se fijó entonces en la hueste que antes había visto y que estaban fuertemente sacudida. . . Doble número de ángeles custodios los rodeaban, y una armadura los cubría de pies a cabeza. . . Oí que los revestidos de la armadura proclamaban poderosamente la verdad, con fructuosos resultados. . . Pregunté por la causa de tan profundo cambio y un ángel me respondió “Es la lluvia tardía; el refrigerio de la presencia del Señor; el potente pregón del tercer ángel”.*

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=101&p=199

– Meditação Matinal de EGW (Inglês).:

July 12 – A View of the Shaking

For in my jealousy and in the fire of my wrath have I spoken, Surely in that day there shall be a great shaking in the land of Israel. Eze. 38:19.
I saw some, with strong faith and agonizing cries, pleading with God. Their countenances were pale and marked with deep anxiety, expressive of their internal struggle. Firmness and great earnestness was expressed in their countenances; large drops of perspiration fell from their foreheads…. {Mar 201.1}
Evil angels crowded around, pressing darkness upon them to shut out Jesus from their view, that their eyes might be drawn to the darkness that surrounded them, and thus they be led to distrust God and murmur against Him. Their only safety was in keeping their eyes directed upward. Angels of God had charge over His people, and as the poisonous atmosphere of evil angels was pressed around these anxious ones, the heavenly angels were continually wafting their wings over them to scatter the thick darkness. {Mar 201.2}
As the praying ones continued their earnest cries, at times a ray of light from Jesus came to them, to encourage their hearts and light up their countenances. Some, I saw, did not participate in this work of agonizing and pleading. They seemed indifferent and careless…. The angels of God… went to the aid of the earnest, praying ones. . . . But His angels left those who made no effort to help themselves, and I lost sight of them. {Mar 201.3}
I asked the meaning of the shaking I had seen and was shown that it would be caused by the straight testimony called forth by the counsel of the True Witness of the Laodiceans. . . . {Mar 201.4}
My attention was then turned to the company I had seen, who were mightily shaken. . . . The company of guardian angels around them had been doubled, and they were clothed with an armour from their head to their feet. . . . {Mar 201.5}
I heard those clothed with the armour speak forth the truth with great power. It had effect….I asked what had made this great change. An angel answered, “It is the latter rain, the refreshing from the presence of the Lord, the loud cry of the third angel.” {Mar 201.6}

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=129&p=199

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s