Sob Ameaça de Morte

– Meditação Matinal de EGW (Português).:

Sob Ameaça de Morte

“Porque, se de todo te calares adore, de outra parte se levantará para os judeus socorro o livramento, mas tu e a casa de teu pai perecereis; e quem sabe se para tal conjuntura como esta é que foste elevada a rainha?” Est. 4:14.
Maravilhosos acontecimentos logo se descerrarão perante o mundo. O fim de todas as coisas está próximo. O tempo de angústia está prestes a sobrevir ao povo de Deus. Então é que sairá o decreto proibindo os que guardam o sábado do Senhor de comprar ou vender, e ameaçando-os com punições, e mesmo com a marte, se não observarem o primeiro dia da semana corno o sábado. – RE, 19-11-1903
O decreto que será promulgado contra o povo de Deus há de oferecer muita semelhança com o de Assuero contra os judeus nos dias de Ester. … O plano mesmo fora inspirado por Satanás, ao qual interessava desarraigar da Terra os que preservam o conhecimento do Deus vivo. Mas essas conspirações falharam diante do poder dos que são enviados a servir a favor dos homens. … O mundo protestante moderno vê no pequeno grupo de observadores do sábado um Mardoqueu à porta. Seu caráter e conduta, exprimindo a verdadeira reverência pela lei de Deus, são uma exprobração constante para os que renunciaram o temor do Senhor, calcando a pés Seu santo sábado. Os intrusos e inoportunos precisam de alguma maneira ser eliminados.
O mesmo espírito despótico que noutras eras tramou contra os fiéis há de tentar extirpar da face da Terra os que temem a Deus e obedecem à Sua lei. Satanás há de excitar a indignação contra uma minoria que conscienciosamente se recusa a aceitar costumes e tradições populares. homens de destaque e reputação hão de associar-se aos que são adversos à lei e aos maus, a fim de tomarem conselho contra o povo de Deus. … Não podendo apresentar contra os defensores do sábado bíblico um “está escrito”, à falta deste, lançarão mão da violência. … Neste campo de batalha será ferido o último grande conflito da controvérsia entre a verdade e o erro. E não somos deixados na dúvida sobre o desenlace, dessa bata- lha. Então, como nos dias de Mardoqueu, o Senhor vindicará Seu povo e Sua verdade. – 2TS, 149 e 150.
Ano Bíblico: Sal. 145-150. – Juvenis: Isa. 40.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=100&p=196

– Meditação Matinal de EGW (Espanhol).:

AMENAZADOS DE MUERTE

Porque si callas absolutamente en este tiempo, respiro y liberación vendrá de alguna otra parte para los judíos; mas tú y la casa de tu padre pereceréis. ¿Y quién sabe si para esta hora has llegado al reino? (Est. 4:14).
Están por producirse en el mundo acontecimientos extraordinarios. El fin de todas las cosas está cerca. El tiempo de prueba está a punto de sobrecoger al pueblo de Dios. Entonces se promulgará el decreto que prohibirá comprar o vender a quienes guarden el día del Señor, y los amenazará con castigos y aun con la muerte en el caso de que no observen el primer día de la semana como día de reposo.*
El decreto que ha de proclamarse contra el pueblo de Dios será muy similar al que promulgó Asuero contra los judíos en el tiempo de Ester. . . Satanás inspiró el plan, a fin de librar la tierra de aquellos que preservaban el conocimiento del Dios verdadero. Pero sus maquinaciones fueron desvirtuadas por un poder contrario que reina entre los hijos de los hombres. . . El mundo protestante de hoy ve en el pequeño grupo que guarda el sábado un Mardoqueo a la puerta. Su carácter y su conducta, que expresan reverencia por la ley de Dios, son una representación constante para los han desechados el temor de Jehová y están pisoteando su sábado; de alguna manera hay que deshacerse del molesto intruso.
La misma mente magistral que maquinó contra los fieles en siglos pasados sigue procurando librar la tierra de aquellos que temen a Dios y obedecen su ley. Satanás excitará indignación contra la humilde minoría que concienzudamente se niega a aceptar las costumbres y tradiciones populares. Hombres de posición y reputación se unirán con los inicuos y los viles para maquinar contra el pueblo de Dios. . . No teniendo un “Así dicen las Escrituras”, para presentarlo contra los defensores del sábado bíblico, recurrirán a leyes opresivas para suplir la falta. . . Sobre este campo de batalla se produce ultima gran batalla del conflicto entre la verdad y el error. Y no se nos deja en duda en cuanto al resultado. Ahora, como en los días de Mardoqueo, el Señor vindicará su verdad y a su pueblo.*

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=101&p=196

– Meditação Matinal de EGW (Inglês).:

July 9 – Under Threat of Death

For if thou altogether holdest thy peace at this time, then shall there enlargement and deliverance arise to the Jews from another place; but thou and thy father”s house shall be destroyed: and who knoweth whether thou art come to the kingdom for such a time as this? Esther 4:14.
Wonderful events are soon to open before the world. The end of all things is at hand. The time of trouble is about to come upon the people of God. Then it is that the decree will go forth forbidding those who keep the Sabbath of the Lord to buy or sell, threatening them with punishment, and even death, if they do not observe the first day of the week as the Sabbath. {Mar 198.1}
The decree which is to go forth against the people of God will be very similar to that issued by Ahasuerus against the Jews in the time of Esther. . . . Satan instigated the scheme in order to rid the earth of those who preserved the knowledge of the true God. But his plots were defeated by a counterpower that reigns among the children of men. . . . {Mar 198.2}
The Protestant world today see in the little company keeping the Sabbath a Mordecai in the gate. His character and conduct, expressing reverence for the law of God, are a constant rebuke to those who have cast off the fear of the Lord and are trampling upon His Sabbath; the unwelcome intruder must by some means be put out of the way. {Mar 198.3}
The same masterful mind that plotted against the faithful in ages past is still seeking to rid the earth of those who fear God and obey His law. Satan will excite indignation against the humble minority who conscientiously refuse to accept popular customs and traditions. Men of position and reputation will join with the lawless and the vile to take counsel against the people of God. . . . Not having a “Thus saith the Scriptures” to bring against the advocates of the Bible Sabbath, they will resort to oppressive enactments to supply the lack. . . . On this battlefield comes the last great conflict of the controversy between truth and error. And we are not left in doubt as to the issue. Now, as in the days of Mordecai, the Lord will vindicate His truth and His people. {Mar 198.4}

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=129&p=196

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s