Comentário da Lição 04 – Lei e Amor Recapitulados – Para Adolescentes – Escola no Ar

3º Trimestre de 2011 – Hora de Escolher
Comentário da Lição 04 – Lei e Amor Recapitulados
imprimir 
Sábado, 16/7/2011 – › Lei de Deus e Lei dos Homens

Olá amigos, o tema de estudo desta semana será muito interessante e também profundo. Quando falamos em Lei, parece que a maioria das pessoas associa a punição ou limitação.
Outros podem gostar do assunto desde que as leis sejam aplicadas para os outros e não para si próprio. Será que esses sentimentos têm haver com a nossa condição de homens pecadores?

Vamos aprender as diferenças entre as leis humanas e as leis divinas. Aliás, por falar em leis humanas, vejam algumas preciosidades que encontrei entre as 100 mil existentes no Brasil:

– Em 1999, na cidade mineira de Juiz de Fora, os vereadores sugeriram que os cavalos e burros usassem fraldões para não sujar as ruas.
– Em 1894 na cidade de Rio Claro, no interior de São Paulo a “Lei da Melancia” que determinava a proibição de comer e vender a suculenta fruta, pois acreditava-se que transmitia Tifo.
– Em Barra do Garças, MT em 1995, a Lei Municipal 1840/95 criou um (aero-ovni), uma reserva para pouso de ÓVNIS com 5 hectares na serra do Roncador, tradicional reduto de ufólogos.

Existem vários tipos de Leis: – as leis da física, as leis de trânsito, leis morais, ambientais, e a Lei de Deus. Elas são criadas em 3 instâncias: Municipal, Estadual e Federal, mas a Lei que inspirou e rege a todas elas é a Lei Celestial.

As leis humanas podem conter muitas intenções “ocultas” como ganância, ódio, imoralidade e etc.,…, mas a única Lei Perfeita que é movida integralmente pela justiça e contém em seu âmago o Amor é a Lei de Deus.

Portanto nosso desafio nesta semana é ampliar nossa visão e compreensão sobre a Lei de Deus:

Como identificarmos o Amor nas entrelinhas de cada palavra e ordem de Deus?
Como termos prazer em guardar e cumprir a Lei de Deus?
Que bênçãos receberemos se formos fieis as suas orientações?
Que riscos corremos em não cumprirmos a Lei de Deus?

Pense: A Lei do Senhor é Perfeita, Justa e Boa.

Desafio: Queremos saber a sua opinião:
Que importância tem a Lei de Deus na sua vida?
Existe alguma coisa que te incomoda ou prejudique na Lei de Deus?
Você vê ou já sentiu algum benefício em cumprir a lei de Deus?


Domingo, 17/7/2011 – › Ruídos ???

Você já passou por essa situação: – Tentar ouvir uma pessoa ou uma música e ser atrapalhado por algum barulho externo muito alto que surge naquele exato momento fazendo com que você interrompa a sua conversa?

Essas situações são muito comuns em filmes, onde na hora “H” um personagem morre ou acontece alguma coisa que atrapalha a confissão ou a revelação de um segredo. Normalmente nos filmes estas situações, são para dar mais emoção e suspense e prender a atenção do telespectador.
Mas existem outros tipos de ruídos maiores e mais complexos, cujo objetivo é interromper definitivamente a comunicação. Na realidade esses ruídos tem a intenção de deletar da memória que houve alguma comunicação no passado e que não haverá no futuro.

Mas, afinal de que ruídos estamos falando? Quem é o emissor desses ruídos? Atrapalhar a comunicação de qual emissor e receptor?

Amigos, antes do pecado a comunicação entre Deus e seus filhos era direta e compreensível. Após o pecado Deus, como um Pai em desespero, Ele busca de todas as formas restabelecer a comunicação com seus filhos. De outro lado, Satanás, a todo instante cria ruídos para não deixar que restabeleçamos a comunicação novamente.

Moisés ao fazer seu discurso final para seu povo, teve muito receio de que eles se perdessem definitivamente, então com muita serenidade e amor, clama ,apela e enfatiza para que eles não perdessem o contato com Deus. Moisés, então enfatiza na eliminação dos ruídos para não perderem o foco:
– Ouçam os decretos….
– Não acrescentem palavras…
– Reconheçam isso hoje…

Depois enfatiza e fortalece o sentimento de pertinência (De onde vieram e de quem eles são):
– O Senhor é Deus, e não a outro além Dele.
– O Senhor é Deus em cima no céu e embaixo na terra.
– Obedeçam os seus mandamentos e vivam bem na Terra que o Senhor Teu Deus te dá…

Não se esqueça de que a história se repete:
– Deus busca restabelecer o sinal conosco a cada dia e Satanás atrapalhando com milhares de ruídos querendo nos afastar de nosso Deus.
Na realidade a ferramenta usada pelo mau no dilema do grande conflito é criar ruídos para distorcer a comunicação entre o Criador e a criatura.

Não se esqueça que não fomos deixados sozinhos:
Deus o Pai, Jesus o Filho e o Espírito Santo o Intercessor estão totalmente focados em nossa salvação.

Pense: Que tipos de ruídos têm atrapalhado sua comunicação com Deus?

Desafio: Amigos, está na hora de abandonar a condição de “bebês espirituais”, precisamos amadurecer nosso relacionamento com Deus urgentemente enquanto ainda temos tempo.
Que decisão você vai tomar hoje para eliminar o ruídos que te faz ficar longe do Seu Criador?


Segunda-Feira, 18/7/2011 – › Lei & Identidade

A palavra Lei do verbo latino ligare, significa “aquilo que liga”, ou legere, que significa “aquilo que se lê”
Num sentido bem genérico podemos dizer que as Leis de um local ou povo, servem para ligar um povo, ou estabelecer condições para que convivam em harmonia e justiça. Elas ajudam na preservação da harmonia e respeito entre as pessoas ligadas por ela.

Cada povo e nação tem suas tradições e peculiaridades. As leis que são regras de conduta num determinado lugar podem não fazer sentido em outro local.
Qualquer civilização, povo ou grupos social tem suas leis, tem seu código de ética.
Mesmo entre grupos considerados do “mal” tem suas regras básicas.
Um exemplo interessante é o conjunto de leis criadas pelos Piratas. Eles tinham suas próprias leis, e eram 12 as principais, dentre ela vemos:
– Ninguém pode jogar cartas ou dados valendo dinheiro.
– Desertores durante combates são punidos com abandono em uma costa deserta ou morte.

Imagino, que na casa onde você mora existam regras, onde nem sempre você quer obedecê-las… mas lembre-se que as leis são uma parte da vida. Nem todas as leis, no entanto, fazem muito sentido para nós. Algumas leis parecem aceitáveis apenas quando nos tornamos mais velhos. Quem sabe você não vai adotar as mesmas regras para seus filhos no futuro…

A questão mais importante dentro deste contexto é que toda e qualquer lei criada por homens, podem conter falhas e injustiças. Entretanto a uma regra, um conjunto de leis que são superiores a qualquer outra. Quando Deus entregou os Dez Mandamentos a Moisés, não criou naquele momento aquele conjunto de orientações, pois a Lei de Deus é eterna. O caráter Dele é reproduzido de forma a se fazer entender nos 10 mandamentos. Podemos afirmar que os mandamentos foram ensinados a Adão e Eva no Édem para servir de proteção e guia para todo os seres humanos em qualquer lugar ou época.

Portanto quando guardarmos os Dez Mandamentos estabelecemos uma ligação com o Seu Autor. Então, seremos identificados com o Autor e Criador do Universo. Colocamo-nos na condição de filhos e Deus de Pai. Veja que privilégio e honra recebemos da parte de Deus.

Pense: Guardar os mandamentos tem sido uma “chatice”, um “simples ritualismo” ou um prazer e alegria? O que os eles significam em minha vida?

Desafio: Reflita na benção que tem escondido em guardar cada um dos mandamentos. Se quiser dê um testemunho sobre alguma experiência que você viveu na observação da Lei Divina.


Terça-Feira, 19/7/2011 – › Escolhe Pois a Vida 

Quando o povo de Israel estava diante de Moisés ouvindo seu discurso final, sentiu que àquela hora era solene. Moisés falou sobre tudo o que Deus fizera pelo povo durante todos aqueles 40 anos. Apelou para que fossem fiéis a Ele guardando os seus mandamentos e que o resultado da obediência seria felicidade e prosperidade.

Os hebreus compreenderam a mensagem e sabiam que só havia uma escolha e um caminho certo a seguir. Moisés no final de sua fala informa que haveria dois caminhos: O caminho da Vida ou da Morte, o da Benção ou da Maldição. Então, ele encerra o discurso com um apelo dramático como um Pai indicando o caminho ao filho: Escolhe Pois a Vida.

Hoje, vivemos no século 21 em uma sociedade relativista e egocêntrica que apresenta a cada um de nós não somente duas opções de caminhos. Satanás preparou para as últimas gerações uma grande armadilha. Colocou diante de cada um de nós uma nova teoria, que prega que há muitos caminhos e não existe mais nada absolutamente correto e nem totalmente errado. Onde tudo é relativo, e o Certo e o Errado depende de cada um”.

“O Relativismo Moral é a corrente de pensamento humanista que ensina a inexistência de normas, verdades e moral procedentes da vontade exclusiva e absoluta de Deus”.

Note que a Bíblia ensina que existem somente dois caminhos, mas a teoria relativista apresenta diversos, defendendo que cada cultura e povo têm seus valores próprios de certo e errado independentemente de Deus.

Esta armadilha apresenta em sua essência uma das formas de se desprezar a Deus, Sua Palavra e os Seus Mandamentos. Despreza a Autoridade, Sabedoria e Amor de Deus.
Toda norma que Deus nos deixa tem objetivos bem definidos para nossa segurança, preservação da felicidade e de nossa comunhão com Ele.

Tudo isso que você leu acima resume o comportamento individualista contemporâneo ao nosso redor, onde impera o famoso “achometro”, “Eu acho”. Veja algumas frases comuns ao comportamento relativista:
– “Não tem nada a ver…”
– “O que interessa é a minha opinião e vontade”
– “Eu gosto e não tô nem ai”
– “Minha consciência tá tranquila”
– “O que importa é ser feliz”
– “Eu faço o que o meu coração manda”

Logo, podemos entender que a armadilha relativista de Satanás impregnou na maioria das mentes das pessoas, e infelizmente até mesmo dentre o povo de Deus, com afirmações do tipo o “Eu acho”,substituindo o “Assim diz o Senhor”, que resume os mandamentos divinos.

Pense: Será que a frase de Deus serve para você: – Meu povo perece por falta de conhecimento?

Desafio: Tome a sua decisão e ore a Deus. Que sugestão prática você pode adotar a partir de hoje para viver conforme aprendemos em Sua Palavra: “Assim diz o Senhor”?


Quarta-Feira, 20/7/2011 – › Lei e Amor

A lição desta semana apresenta o título Lei e Amor. O tema parece simples quando se lê superficialmente, mas quando nos demoramos nele, vamos encontrar uma infinidade de lições para nossa vida.

A Lei em nosso universo da IASD é um termo bem comum. Afinal somos um povo que defendemos a guarda de todos os Mandamentos de Deus. Parece que “transitamos” bem por esse tema. É fato que a Lei de Deus expressa muito mais do que regras de comportamento ético e social. Ela expressa o caráter de Deus.

Mas me parece que precisamos nos aprofundar mais no conceito sobre o Amor. Afinal a Lei se resume em Amor. Tanto para com Deus, como para com o Próximo.
Aliás, você sabe quem é seu Próximo? Não precisa responder, mas pense, em como está o seu relacionamento com os seus mais próximos, em sua casa, com os parentes e colegas de escola ou trabalho?

Será que estou errado em pensar que temos mais dificuldade de amar aquele que está sempre ao nosso lado? Afinal essas pessoas “são de casa” não precisam de minha melhor atenção e dedicação: – Amor ! Respeitar e amar Aqueles que muitas vezes nos “amolam” e nos “chateiam” ou nos cobram algum comportamento, atitude ou serviço é mais difícil?

Bom, e amar a Deus Sobre todas as coisas? Parece tão fácil falar, mas tão complicado exercitar. Acredito que muitos de nós muitas vezes amamos a Deus “sob” (por baixo), de todas as coisas. Primeiro vem a minha vontade, os meus amigos, filmes, jogos, dinheiro e etc., depois vem Deus “sob” todas essas coisas.
Amigos, veja o grande exemplo deixado por Moisés, referente a este assunto:

Amava e confiava em Deus 
Senhor Deus, rogo-Te que me deixes passar, para que veja esta boa terra além do Jordão.
A resposta foi: “Basta; não Me fales mais nesse negócio…
Sem murmurar Moisés sujeitou-se ao decreto de Deus. (Deut. 3:24-27).

Amava profundamente o seu Povo
Então sua grande ansiedade era por Israel. Quem sentiria pelo bem-estar deles o interesse que ele sentira? Então clama: O Senhor, Deus, ponha um homem sobre esta congregação, para que não seja como ovelha sem pastor.

Moisés conseguiu demonstrar a Lei de Deus na prática, mesmo sendo muito tentado, perseguido e tudo o mais, afinal agüentar aquele povo reclamando todo tempo e ainda assim amá-los profundamente não foi fácil.

Pense: Esse exemplo de Moisés não te faz lembrar-se de Jesus? Ele era um com o Pai e mesmo assim veio viver entre pecadores miseráveis que o rejeitaram. Depois destes exemplos, fica mais fácil olhar para os “seus próximos” e amá-los?

Desafio: Pessoal, vamos praticar um pouquinho do que aprendemos hoje ! Que demonstração de carinho e amor você vai exercitar hoje! Não perca a oportunidade de amar o seu próximo, como Jesus e Moisés fizeram. Bom, será legal, se você escrever abaixo que decisão tomou!
Vou orar pela sua escolha hoje!


Quinta-Feira, 21/7/2011 – › Decisões e a Lei de Deus

Nesta semana falamos sobre a sociedade relativista e o comportamento baseado no “eu acho”. Mas esta lição quer enfatizar a importância de buscar viver a Lei de Deus em nosso dia-a-dia. Precisamos focar na prática da religião e para isso precisamos refletir sobre nosso comportamento, em nosso cotidiano e em nosso relacionamento com Deus.

Rodrigo é um Jovem Adventista do interior de São Paulo e ele tem se destacado no mundo acadêmico. Já é Pós-doc, com pouco mais de trinta anos. Quando ainda estava estudando fora do Brasil, ficou sabendo de um concurso público que oferecia uma vaga que tanto almejava. Então se inscreveu e veio especialmente para participar da prova nacional. Quando saiu o resultado teve duas notícias: Uma boa e a outra….

A primeira foi excelente, afinal ele passou em primeiro lugar numa prova dificílima e com muitos candidatos.
A segunda notícia é que a proxíma etapa, que era uma entrevista, seria num Sábado e não havia hipótese de ser mudada. Ele como fiel Adventista não abriu mão de sua fé, mas ficou pensando no que iria fazer e falar para muitos amigos “cientistas-não-adventistas” sobre sua decisão. Afinal ele demonstrou uma preocupação interessante com o seu testemunho aos colegas: – Para quem não conhece quase nada da Bíblia, ficar sabendo que ele iria abrir mão do concurso de seu sonho, por motivo religioso poderia parecer fanatismo irracional, o que causaria muita repulsa da fé em Deus que ele professava. Lembre-se, que em uma boa parte do mundo acadêmico a fé é vista com muitas restrições.

Ele então não falou nada a respeito do assunto, e entrou com um pedido na justiça solicitando a mudança para outro dia. Depois de um tempo veio à resposta, aprovando a mudança de dia, onde então ele pode prestar a segunda fase e ser aprovado. Após passada esta fase de provação ele agora pode testemunhar de sua fé de uma forma bem positiva aos seus amigos.
Seus trabalhos de pesquisa na área de microbiologia foram premiados internacionalmente, e ele teve sua tese publicada na revista especializada mais famosa do mundo, além de sair na próxima edição da Revista Galileu aqui no Brasil. Você poderá ler até uma nota na Revista Adventista deste mês a respeito dele.

A história desse rapaz demonstra como vale a pena ser fiel a Deus. Guardar a Sua Lei e buscar dar testemunho adequado da Fé as pessoas, colocando-se na mão de Deus. Penso que é uma questão de decidir aplicar a teoria da religião que tanto conhecemos em prática. Esta condição se constrói comOração, Estudo da Palavra , pois o resto é por conta de Deus, inclusive a Fé que é dada por Ele para quem O busca.

Pense: Podemos apresentar a Lei de Deus ao mundo de duas formas:
Por discurso e palavras vazias, ou pelo testemunho fiel e adequado.
Qual será a sua escolha?

Desafio: Como você pode guardar a Lei de Deus e atrair as pessoas para Jesus ao mesmo tempo. Você tem alguma experiência ou sugestão para relatar ao nosso grupo?


Sexta-Feira, 22/7/2011 – › DEZ VANTAGENS OU DESVANTAGENS

Os Dez Mandamentos – Êxodo 20. 1 a 17 

Amigos acabei de ouvir uma frase do Palestrante Mauricio Goes que me inspirou e reproduzo aqui no título deste último dia da semana o conceito do “case” relatado a seguir.

Uma montadora de carros ao fazer sua propaganda, faz uma comparação de seu carro com a da concorrência. Ela afirma que o carro da concorrência é “até bom”, mas os bancos são muito duros e desconfortáveis. Então, apresenta os benefícios de seu carro, demonstrando o diferencial de seus bancos macios e confortáveis.

A resposta veio rápido da empresa criticada. Em sua propaganda, ela começa afirmando que de fato os bancos de seu carro são como a outra empresa afirmou. Então, começa a enumerar a motivação da criação dos “bancos duros”: Em nossos carros os bancos são feitos para você dirigir e ficar acordado até o destino final. Não é feito como o sofá de sua casa, feito para você relaxar e descansar e dormir. Queremos que você vá e volte com segurança e não durma ao volante e acabe com sua vida… Oferecemos o necessário para seu conforto e segurança.

“A empresa transformou uma Desvantagem em Dez Vantagens.”

* Satanás sempre apresenta as Desvantagens de seguir a Lei de Deus.
* Deus quer seus filhos testemunhem as Dez Vantagens de obedecer a Sua Lei.
* Jesus enfatizou em Sua vida as Infinitas Vantagens em obedecer sua Lei.
.

São inúmeras as situações que podemos testemunhar das bênçãos da fidelidade a Lei de Deus. Na boa saúde, na alimentação, nos relacionamentos com os amigos de trabalho na escola, com os vizinhos. Em casamentos estáveis, na família. Respeitando o que é dos outros, sendo verdadeiros, fiéis, demonstrando amor desinteressado pelas pessoas e amor e respeito a Deus.

Entretanto, um alerta, o inimigo quer apresentar para você a todo momento as desvantagens de ser fiel a Lei de Deus. Fala mentiras ao nosso ouvido: – Você NÃO pode ser feliz se não curtir a vida se não beber, transar, ir para balada, ter seus pais na sua cola, a igreja é coisa de fanático etc..

A Lei de Deus foi dada por Deus aos homens para trazer felicidade e benção.

1 – Não terás outros deuses diante de mim
2 – Não farás para ti imagem, escultura
3 – Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão
4 – Lembra-te do dia do sábado, para o santificar…; por isso o Senhor abençoou o dia do sábado, e o santificou.
5 – Honra teu Pai e a tua Màe.
6 – Não matarás.
7 – Não adulterarás.
8 – Não furtarás.
9 – Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.
10 – Não cobiçarás

Pense: Você tem ouvido e seguido à voz de Deus ou a voz do inimigo?

Desafio: Você consegue reproduzir os dez mandamentos em apenas DEZ palavras que sintetizem a essência de cada um deles?
Hoje, será especial a sua participação. Escreva abaixo as dez palavras. Estaremos escolhendo a melhor definição e vamos dar um BRINDE, surpresa para o escolhido.
NOTA: Premiaremos somente 1 Aluno e 1 Professor. Desde que seja diferente a resposta. Cada participante poderá participar somente uma vez, e deverá colocar além do nome, coloque se prof. ou aluno, a cidade, e igreja que frequenta e email.
Boa Sorte ! 


Conheça o autor
Rogério Marques dos Reis
Responsável pela seção dos adolescentes da Escola no Ar desde o seu início em 2001. Atuou durante diversos anos na Classe dos Adolescentes. Profissional da área de negócios, é formado em Publicidade pelo Unasp-EC,casado com a Profa. Vanda Gazeta dos Reis e pai da Rebeca e Priscila.
© Escola no Ar 2001-2008 • Todos os direitos reservados
Coordenação › Wanderley Gazeta • Projeto gráfico › Rodrigo Matias
Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s