Ano Bíblico do dia 04/06/2011.

– Ano Bíblico (Português).:

Livro de Jó

Capítulo 8

1 – Então respondeu Bildade, o suíta, dizendo:
2 – Até quando falarás tais coisas, e até quando serão as palavras da tua boca qual vento impetuoso?
3 – Perverteria Deus o direito? Ou perverteria o Todo-Poderoso a justiça?
4 – Se teus filhos pecaram contra ele, ele os entregou ao poder da sua transgressão.
5 – Mas, se tu com empenho buscares a Deus, e ,ao Todo-Poderoso fizeres a tua súplica,
6 – se fores puro e reto, certamente mesmo agora ele despertará por ti, e tornará segura a habitação da tua justiça.
7 – Embora tenha sido pequeno o teu princípio, contudo o teu último estado aumentará grandemente.
8 – Indaga, pois, eu te peço, da geração passada, e considera o que seus pais descobriram.
9 – Porque nós somos de ontem, e nada sabemos, porquanto nossos dias sobre a terra, são uma sombra.
10 – Não te ensinarão eles, e não te falarão, e do seu entendimento não proferirão palavras?
11 – Pode o papiro desenvolver-se fora de um pântano. Ou pode o junco crescer sem água?
12 – Quando está em flor e ainda não cortado, seca-se antes de qualquer outra erva.
13 – Assim são as veredas de todos quantos se esquecem de Deus; a esperança do ímpio perecerá,
14 – a sua segurança se desfará, e a sua confiança será como a teia de aranha.
15 – Encostar-se-á à sua casa, porém ela não subsistirá; apegar-se-lhe-á, porém ela não permanecerá.
16 – Ele está verde diante do sol, e os seus renovos estendem-se sobre o seu jardim;
17 – as suas raízes se entrelaçam junto ao monte de pedras; até penetra o pedregal.
18 – Mas quando for arrancado do seu lugar, então este o negará, dizendo: Nunca te vi.
19 – Eis que tal é a alegria do seu caminho; e da terra outros brotarão.
20 – Eis que Deus não rejeitará ao reto, nem tomará pela mão os malfeitores;
21 – ainda de riso te encherá a boca, e os teus lábios de louvor.
22 – Teus aborrecedores se vestirão de confusão; e a tenda dos ímpios não subsistirá.

Capítulo 9

1 – Então Jó respondeu, dizendo:
2 – Na verdade sei que assim é; mas como pode o homem ser justo para com Deus?
3 – Se alguém quisesse contender com ele, não lhe poderia responder uma vez em mil.
4 – Ele é sábio de coração e poderoso em forças; quem se endureceu contra ele, e ficou seguro?
5 – Ele é o que remove os montes, sem que o saibam, e os transtorna no seu furor;
6 – o que sacode a terra do seu lugar, de modo que as suas colunas estremecem;
7 – o que dá ordens ao sol, e ele não nasce; o que sela as estrelas;
8 – o que sozinho estende os céus, e anda sobre as ondas do mar;
9 – o que fez a ursa, o Oriom, e as Plêiades, e as recâmaras do sul;
10 – o que faz coisas grandes e insondáveis, e maravilhas que não se podem contar.
11 – Eis que ele passa junto a mim, e, não o vejo; sim, vai passando adiante, mas não o percebo.
12 – Eis que arrebata a presa; quem o pode impedir? Quem lhe dirá: Que é o que fazes?
13 – Deus não retirará a sua ira; debaixo dele se curvaram os aliados de Raabe;
14 – quanto menos lhe poderei eu responder ou escolher as minhas palavras para discutir com ele?
15 – Embora, eu seja justo, não lhe posso responder; tenho de pedir misericórdia ao meu juiz.
16 – Ainda que eu chamasse, e ele me respondesse, não poderia crer que ele estivesse escutando a minha voz.
17 – Pois ele me quebranta com uma tempestade, e multiplica as minhas chagas sem causa.
18 – Não me permite respirar, antes me farta de amarguras.
19 – Se fosse uma prova de força, eis-me aqui, diria ele; e se fosse questão de juízo, quem o citaria para comparecer?
20 – Ainda que eu fosse justo, a minha própria boca me condenaria; ainda que eu fosse perfeito, então ela me declararia perverso:
21 – Eu sou inocente; não estimo a mim mesmo; desprezo a minha vida.
22 – Tudo é o mesmo, portanto digo: Ele destrói o reto e o ímpio.
23 – Quando o açoite mata de repente, ele zomba da calamidade dos inocentes.
24 – A terra está entregue nas mãos do ímpio. Ele cobre o rosto dos juízes; se não é ele, quem é, logo?
25 – Ora, os meus dias são mais velozes do que um correio; fogem, e não vêem o bem.
26 – Eles passam como balsas de junco, como águia que se lança sobre a presa.
27 – Se eu disser: Eu me esquecerei da minha queixa, mudarei o meu aspecto, e tomarei alento;
28 – então tenho pavor de todas as minhas dores; porque bem sei que não me terás por inocente.
29 – Eu serei condenado; por que, pois, trabalharei em vão?
30 – Se eu me lavar com água de neve, e limpar as minhas mãos com sabão,
31 – mesmo assim me submergirás no fosso, e as minhas próprias vestes me abominarão.
32 – Porque ele não é homem, como eu, para eu lhe responder, para nos encontrarmos em juízo.
33 – Não há entre nós árbitro para pôr a mão sobre nós ambos.
34 – Tire ele a sua vara de cima de mim, e não me amedronte o seu terror;
35 – então falarei, e não o temerei; pois eu não sou assim em mim mesmo.

Capítulo 10

1 – Tendo tédio à minha vida; darei livre curso à minha queixa, falarei na amargura da minha alma:
2 – Direi a Deus: Não me condenes; faze-me saber por que contendes comigo.
3 – Tens prazer em oprimir, em desprezar a obra das tuas mãos e favorecer o desígnio dos ímpios?
4 – Tens tu olhos de carne? Ou vês tu como vê o homem?
5 – São os teus dias como os dias do homem? Ou são os teus anos como os anos de um homem,
6 – para te informares da minha iniqüidade, e averiguares o meu pecado,
7 – ainda que tu sabes que eu não sou ímpio, e que não há ninguém que possa livrar-me da tua mão?
8 – As tuas mãos me fizeram e me deram forma; e te voltas agora para me consumir?
9 – Lembra-te, pois, de que do barro me formaste; e queres fazer-me tornar ao pó?
10 – Não me vazaste como leite, e não me coalhaste como queijo?
11 – De pele e carne me vestiste, e de ossos e nervos me teceste.
12 – Vida e misericórdia me tens concedido, e a tua providência me tem conservado o espírito.
13 – Contudo ocultaste estas coisas no teu coração; bem sei que isso foi o teu desígnio.
14 – Se eu pecar, tu me observas, e da minha iniqüidade não me absolverás.
15 – Se for ímpio, ai de mim! Se for justo, não poderei levantar a minha cabeça, estando farto de ignomínia, e de contemplar a minha miséria.
16 – Se a minha cabeça se exaltar, tu me caças como a um leão feroz; e de novo fazes maravilhas contra mim.
17 – Tu renovas contra mim as tuas testemunhas, e multiplicas contra mim a tua ira; reveses e combate estão comigo.
18 – Por que, pois, me tiraste da madre? Ah! se então tivera expirado, e olhos nenhuns me vissem!
19 – Então fora como se nunca houvera sido; e da madre teria sido levado para a sepultura.
20 – Não são poucos os meus dias? Cessa, pois, e deixa-me, para que por um pouco eu tome alento;
21 – antes que me vá para o lugar de que não voltarei, para a terra da escuridão e das densas trevas,
22 – terra escuríssima, como a própria escuridão, terra da sombra trevosa e do caos, e onde a própria luz é como a escuridão.

– Pergunta sobre o Ano Bíblico.:

Quem foi o segundo amigo a contender com Jó?
Resposta: Bildade (Jó 8:1)

– Curiosidades Bíblicas.:

Onde se menciona o queijo na Bíblia pela 1ª vez?
Resposta: I Samuel 17:18.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/biblia.asp?lista=1&livro=9&capitulo=17

– Versos Bíblicos.:

Pois aquele que fizer a vontade de Deus, esse é meu irmão, irmã e mãe. Marcos 3:35

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/biblia.asp?lista=1&livro=41&capitulo=3&verso=35

– Ano Bíblico (Espanhol).:

Libro de Jó

Capítulo 8

1 – Entonces intervino Bildad el sujita y dijo:
2 – –¿Hasta Cuándo Hablarás tales cosas, y las palabras de tu boca Serán viento impetuoso?
3 – ¿Acaso Pervertirá Dios el derecho? ¿El Todopoderoso Pervertirá la justicia?
4 – Si tus hijos pecaron contra él, él los Entregó en mano de su Transgresión.
5 – Si con diligencia buscaras a Dios e imploraras la gracia del Todopoderoso,
6 – si fueras limpio y recto, ciertamente ahora él Velaría por ti y te Restauraría la morada que en justicia mereces.
7 – Aunque tu comienzo haya sido insignificante, tu porvenir se Engrandecerá en gran manera.
8 – Pues indaga, por favor, en las generaciones del pasado; investiga lo que sus padres han descubierto.
9 – Pues nosotros somos tan Sólo de ayer y nada sabemos; nuestros Días sobre la tierra son una sombra.
10 – ¿No te Enseñarán ellos y te Hablarán, y de su Corazón Sacarán palabras?
11 – ¿Crece el papiro donde no hay pantano? ¿Crece el junco sin agua?
12 – Y estando Aún en su tallo, sin ser cortado, se seca antes que toda hierba.
13 – Así son las sendas de todos los que se olvidan de Dios, y la esperanza del Impío Perecerá.
14 – El objeto de su confianza es como tul de verano y aquello en que Confía es como tela de araña:
15 – Si se apoya sobre su tela, no le Sostendrá; si se agarra de ella, no le Resistirá.
16 – Así es él: Lleno de savia delante del sol, sus retoños sobresalen del huerto.
17 – Sus Raíces se entretejen sobre un Montón de piedras, y vive entre los pedregales.
18 – Si alguien intenta arrancarlo de su lugar, éste le niega diciendo: “¡Nunca te he visto!”
19 – He Aquí, Así es el gozo de su camino, y otros Brotarán del polvo.
20 – He Aquí, Dios no rechaza al íntegro ni sostiene la mano de los malhechores.
21 – Aún Llenará tu boca de risa, y tus labios con grito de Júbilo.
22 – Los que te aborrecen se Vestirán de vergüenza, y la morada de los Impíos Desaparecerá.

Capítulo 9

1 – Entonces Respondió Job y dijo:
2 – –Ciertamente yo sé que es Así. ¿Y Cómo se ha de justificar un hombre ante Dios?
3 – Si uno quisiera contender con él, no le Podría responder una cosa entre mil.
4 – El es sabio de Corazón y poderoso en fuerza. ¿Quién se ha endurecido contra él y ha quedado ileso?
5 – El arranca las montañas de su lugar, y ellas no saben que en su furor las trastorna.
6 – El sacude la tierra de su lugar y estremece sus columnas.
7 – El manda al sol, y éste no brilla; y pone un sello a las estrellas.
8 – Por Sí solo extiende los cielos y camina sobre las ondas del mar.
9 – El hizo la Osa Mayor, el Orión, las Pléyades y las constelaciones del sur.
10 – El hace cosas tan grandes que son inescrutables, y maravillas que no se pueden enumerar.
11 – Si él cruza junto a Mí, yo no le veo; él pasa sin que yo lo comprenda.
12 – Si él arrebata, ¿quién lo Hará desistir? ¿Quién le Dirá: “¿Qué haces?”
13 – Dios no Detendrá su ira; bajo él se postran los que ayudan a Rahab.
14 – ¿Cómo, pues, podré responderle? ¿Podré yo escoger mis palabras para con él?
15 – Aun siendo justo, no Podría responder; Más bien, Pediría clemencia en mi causa.
16 – Si yo le invocara y él me respondiese, yo no Podría creer que escuchara mi voz.
17 – Porque me aplasta con tormenta, y aumenta mis heridas sin causa.
18 – No me deja cobrar aliento, sino que me colma de amarguras.
19 – Si se trata de fuerzas, ¡he Aquí que es poderoso! Si se trata de juicio, ¿quién le Convocará?
20 – Si me declaro justo, mi boca me condena; si íntegro, él me declara culpable.
21 – ¿Soy íntegro? Ni yo mismo me conozco. ¡Desprecio mi vida!
22 – Da lo mismo, por lo cual digo: “Al íntegro y al Impío, él los consume.
23 – Si el azote mata de repente, él se Ríe de la Desesperación de los inocentes.
24 – La tierra es entregada en manos de los Impíos, y él cubre el rostro de sus jueces. Si no es él, entonces, ¿quién es?
25 – Mis Días son Más veloces que un corredor; huyen sin lograr ver el bien.
26 – Pasan como embarcaciones de junco, como un águila que se lanza sobre su comida.”
27 – Si digo: “Olvidaré mi queja; cambiaré mi semblante y estaré alegre”,
28 – entonces me turban todos mis dolores; sé que no me Tendrás por inocente.
29 – Yo he sido declarado culpable; entonces, ¿para qué fatigarme en vano?
30 – Aunque me bañe con Jabón y limpie mis manos con Lejía,
31 – aun Así me Hundirás en el hoyo, y me Abominarán mis vestiduras.
32 – Porque él no es hombre como yo para que le responda, y para que juntos vengamos a juicio.
33 – No hay entre nosotros un árbitro que ponga su mano sobre ambos.
34 – ¡Que quite de sobre Mí su vara, y que no me espante su terror!
35 – Entonces yo hablaré y no le temeré; de otro modo, yo no soy dueño de Mí mismo.

Capítulo 10

1 – Mi alma Está hastiada de mi vida. Daré rienda suelta a mi queja; hablaré en la amargura de mi alma.
2 – Diré a Dios: No me condenes; hazme entender por qué contiendes conmigo.
3 – ¿Te parece bueno oprimir y desechar la obra de tus manos, mientras resplandeces sobre el consejo de los Impíos?
4 – ¿Acaso tus ojos son humanos? ¿Acaso ves como ve un hombre?
5 – ¿Son tus Días como los Días de un hombre; o tus años, como los Días de un mortal,
6 – para que indagues mi iniquidad e inquieras por mi pecado?
7 – Tú sabes que yo no soy culpable, y que no hay quien libre de tu mano.
8 – Tus manos me formaron y me hicieron, ¿y después, cambiando, me destruyes?
9 – Acuérdate, por favor, de que Tú me formaste como al barro, y que me Harás volver al polvo.
10 – ¿Acaso no me derramaste como a la leche, y me cuajaste como al queso?
11 – De piel y de carne me vestiste, y me entretejiste con huesos y tendones.
12 – Vida y misericordia me concediste, y tu cuidado Guardó mi Espíritu.
13 – Estas cosas Tenías escondidas en tu Corazón; yo sé que esto estaba en tu mente.
14 – Si peco, entonces me vigilas, y no me declaras inocente de mi iniquidad.
15 – Si soy culpable, ¡ay de Mí! Pero aun siendo justo, no levanto mi cabeza, pues estoy harto de ignominia y de ver mi Aflicción.
16 – Si me levanto, me cazas como a León, y vuelves a mostrar en Mí tus proezas.
17 – Traes de nuevo tus testigos contra Mí, y aumentas contra Mí tu ira con tropas de relevo en mi contra.
18 – ¿Por qué, pues, me sacaste de la matriz? Hubiera yo expirado, y Ningún ojo me Habría visto.
19 – Habría sido como si nunca hubiera existido, conducido desde el vientre hasta la tumba.
20 – ¿Acaso no son pocos los Días de mi existencia? Apártate de Mí, de modo que me aliente un poco,
21 – antes que me vaya, para no volver, a la tierra de oscuridad y de tinieblas:
22 – tierra Lóbrega como la oscuridad, de densas tinieblas y desorden, donde lo que brilla es como oscuridad.

– Ano Bíblico (Inglês).:

Book of Jó

Chapter 8

1 – Then Bildad the Shuhite made answer and said,
2 – How long will you say these things, and how long will the words of your mouth be like a strong wind?
3 – Does God give wrong decisions? or is the Ruler of all not upright in his judging?
4 – If your children have done evil against him, then their punishment is from his hand.
5 – If you will make search for God with care, and put your request before the Ruler of all;
6 – If you are clean and upright; then he will certainly be moved to take up your cause, and will make clear your righteousness by building up your house again.
7 – And though your start was small, your end will be very great.
8 – Put the question now to the past generations, and give attention to what has been searched out by their fathers:
9 – (For we are but of yesterday, and have no knowledge, because our days on earth are gone like a shade:)
10 – Will they not give you teaching, and say words of wisdom to you?
11 – Will the river-plant come up in its pride without wet earth? will the grass get tall without water?
12 – When it is still green, without being cut down, it becomes dry and dead before any other plant.
13 – So is the end of all who do not keep God in mind; and the hope of the evil-doer comes to nothing:
14 – Whose support is cut off, and whose hope is no stronger than a spider´s thread.
15 – He is looking to his family for support, but it is not there; he puts his hope in it, but it comes to nothing.
16 – He is full of strength before the sun, and his branches go out over his garden.
17 – His roots are twisted round the stones, forcing their way in between them.
18 – If he is taken away from his place, then it will say, I have not seen you.
19 – Such is the joy of his way, and out of the dust another comes up to take his place.
20 – Truly, God will not give up him who is without sin, and will not take evil-doers by the hand.
21 – The time will come when your mouth will be full of laughing, and cries of joy will come from your lips.
22 – Your haters will be clothed with shame, and the tent of the sinner will not be seen again.

Chapter 9

1 – And Job made answer and said,
2 – Truly, I see that it is so: and how is it possible for a man to get his right before God?
3 – If a man was desiring to go to law with him, he would not be able to give him an answer to one out of a thousand questions.
4 – He is wise in heart and great in strength: who ever made his face hard against him, and any good came of it?
5 – It is he who takes away the mountains without their knowledge, overturning them in his wrath:
6 – Who is moving the earth out of its place, so that its pillars are shaking:
7 – Who gives orders to the sun, and it does not give its light; and who keeps the stars from shining.
8 – By whose hand the heavens were stretched out, and who is walking on the waves of the sea:
9 – Who made the Bear and Orion, and the Pleiades, and the store-houses of the south:
10 – Who does great things not to be searched out; yes, wonders without number.
11 – See, he goes past me and I see him not: he goes on before, but I have no knowledge of him.
12 – If he puts out his hand to take, by whom may it be turned back? who may say to him, What are you doing?
13 – God´s wrath may not be turned back; the helpers of Rahab were bent down under him.
14 – How much less may I give an answer to him, using the right words in argument with him?
15 – Even if my cause was good, I would not be able to give an answer; I would make request for grace from him who was against me.
16 – If I had sent for him to be present, and he had come, I would have no faith that he would give ear to my voice.
17 – For I would be crushed by his storm, my wounds would be increased without cause.
18 – He would not let me take my breath, but I would be full of bitter grief.
19 – If it is a question of strength, he says, Here I am! and if it is a question of a cause at law, he says, Who will give me a fixed day?
20 – Though I was in the right, he would say that I was in the wrong; I have done no evil; but he says that I am a sinner.
21 – I have done no wrong; I give no thought to what becomes of me; I have no desire for life.
22 – It is all the same to me; so I say, He puts an end to the sinner and to him who has done no wrong together.
23 – If death comes suddenly through disease, he makes sport of the fate of those who have done no wrong.
24 – The land is given into the power of the evil-doer; the faces of its judges are covered; if not by him, then who has done it?
25 – My days go quicker than a post-runner: they go in flight, they see no good.
26 – They go rushing on like reed-boats, like an eagle dropping suddenly on its food.
27 – If I say, I will put my grief out of mind, I will let my face be sad no longer and I will be bright;
28 – I go in fear of all my pains; I am certain that I will not be free from sin in your eyes.
29 – You will not let me be clear of sin! why then do I take trouble for nothing?
30 – If I am washed with snow water, and make my hands clean with soap;
31 – Then you will have me pushed into the dust, so that I will seem disgusting to my very clothing.
32 – For he is not a man as I am, that I might give him an answer, that we might come together before a judge.
33 – There is no one to give a decision between us, who might have control over us.
34 – Let him take away his rod from me and not send his fear on me:
35 – Then I would say what is in my mind without fear of him; for there is no cause of fear in myself.

Chapter 10

1 – My soul is tired of life; I will let my sad thoughts go free in words; my soul will make a bitter outcry.
2 – I will say to God, Do not put me down as a sinner; make clear to me what you have against me.
3 – What profit is it to you to be cruel, to give up the work of your hands, looking kindly on the design of evil-doers?
4 – Have you eyes of flesh, or do you see as man sees?
5 – Are your days as the days of man, or your years like his,
6 – That you take note of my sin, searching after my wrongdoing,
7 – Though you see that I am not an evil-doer; and there is no one who is able to take a man out of your hands?
8 – Your hands made me, and I was formed by you, but then, changing your purpose, you gave me up to destruction.
9 – O keep in mind that you made me out of earth; and will you send me back again to dust?
10 – Was I not drained out like milk, becoming hard like cheese?
11 – By you I was clothed with skin and flesh, and joined together with bones and muscles.
12 – You have been kind to me, and your grace has been with me, and your care has kept my spirit safe.
13 – But you kept these things in the secret of your heart; I am certain this was in your thoughts:
14 – That, if I did wrong, you would take note of it, and would not make me clear from sin:
15 – That, if I was an evil-doer, the curse would come on me; and if I was upright, my head would not be lifted up, being full of shame and overcome with trouble.
16 – And that if there was cause for pride, you would go after me like a lion; and again put out your wonders against me:
17 – That you would send new witnesses against me, increasing your wrath against me, and letting loose new armies on me.
18 – Why then did you make me come out of my mother´s body? It would have been better for me to have taken my last breath, and for no eye to have seen me,
19 – And for me to have been as if I had not been; to have been taken from my mother´s body straight to my last resting-place.
20 – Are not the days of my life small in number? Let your eyes be turned away from me, so that I may have a little pleasure,
21 – Before I go to the place from which I will not come back, to the land where all is dark and black,
22 – A land of thick dark, without order, where the very light is dark.

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s