Zelo Equivocado

– Meditação Matinal de EGW (Português).:

Zelo Equivocado

“Porque lhe dou testemunho de que eles têm zelo por Deus, porém não com entendimento”. Rom. 10:2
Há um zelo ruidoso sem finalidade ou desígnio, o qual não é segundo o entendimento é cego em suas manifestações e destrutivo nos resultados. Isto não é zelo cristão. Este é regido por princípios e não intermitente. É sincero, profundo e forte, empenhando toda a alma, e despertando as sensibilidades morais para o exercício.
A salvação de almas e os interesses do reino de Deus são assuntos da mais alta importância. Que objeto existe que reclame maior ardor do que a salvação de almas e a gloria de Deus? Há nisto considerações que não podem ser apreciadas levemente. São de tanta relev6acia como a eternidade. Acham-se em jogo destinos eternos. Homens e mulheres estão decidindo para a felicidade ou a desgraça. O zelo cristão não agirá para se mostrar . a humildade caracterizará todo o esforço e manifestar-se-á em toda a obra.
Oh, quão poucos sentem o valor das almas! Quão poucos estão dispostos a se sacrificarem para levar almas ao conhecimento de Cristo! Há muita conversa, muita profissão de amor pelas almas que perecem; mas conversa é coisa barata. O que se precisa é fervoroso zelo cristão – um zelo que se manifestará em fazer alguma coisa. Todos devem agora trabalhar por si mesmos e, quando tiverem Jesus no coração confessá-lo como as águas do Niagará poderiam ser impedidas de precipitar da catarata. – 1TS, 236.
A vida eterna deveria absorver o mais profundo interesse de todo cristão. Ser cooperador de Cristo e dos anjos celestiais no grande plano da salvação! Que obra pode comparar-se a esta? De cada alma salva ascende a Deus um tributo de glória, o qual se reflete sobre o salvo, e sobre aquele que serviu de instrumento em sua salvação. – 2TS, 232.
Ano bíblicos Reis 20 e 21. – Juvenis: I Reis 18.

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=100&p=124

– Meditação Matinal de EGW (Espanhol).:

CELO EQUIVOCADO

Porque yo les doy testimonio de que tienen celo de Dios, pero no conforme a ciencia. (Rom. 10: 2).
Hay un celo ruidoso, sin objeto ni propósito, que no obra de acuerdo con el conocimiento, sino que actúa ciegamente y, como resultado, destruye. No es el celo cristiano, pues éste se rige por principios y no es esporádico. Es ferviente, profundo y fuerte, embarga toda el alma y pone en ejercicio la sensibilidad moral. Para él, la salvación de las almas y los intereses del reino de Dios son asuntos de la más alta importancia. ¿Qué objeto hay que exija mayor fervor que la salvación de las almas y la gloria de Dios? Hay en esto consideraciones que no se pueden pasar por alto livianamente. Son de tanto peso como la eternidad. Los destinos eternos están en juego. Hombres y mujeres se deciden para bien o para mal. El celo cristiano no se agotará en palabrerías, sino que será sensible y actuará con vigor y eficiencia. Sin embargo, el celo cristiano inducirá a orar fervientemente y con humildad, y a la fidelidad en los deberes del hogar. En el círculo del hogar se verá la amabilidad
y el amor, la benevolencia y la compasión, que son siempre frutos del celo cristiano. . .
¡Oh, cuán pocos aprecian el valor de las almas! ¡Cuán pocos están dispuestos a sacrificarse para llevar almas al conocimiento de Cristo! Se habla mucho, se profesa gran amor por las almas que perecen, pero el hablar cuesta poco. Lo que se necesita es ferviente celo cristiano, un celo que se manifiesta en obras. Todos deben trabajar ahora para sí mismos, y cuando tengan a Jesús en su corazón, lo confesarán a otros. Más fácil es impedir que las aguas del Niágara se despeñen por las cataratas, que impedir a un alma poseedora de Cristo que lo confiese.*
La vida eterna debiera despertar el más profundo interés de todo cristiano. ¡Ser colaborador de Cristo y de los ángeles celestiales en el gran plan de salvación! ¿Qué obra puede compararse con ésta? De toda alma salvada asciende a Dios una ofrenda de gloria que se refleja sobre el salvado y sobre el que fue instrumento para su salvación.*

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=101&p=124

– Meditação Matinal de EGW (Inglês).:

April 28 – Mistaken Zeal

For I bear them record that they have a zeal of God, but not according to knowledge. Rom. 10:2.
There is a noisy zeal, without aim or purpose, which is not according to knowledge, which is blind in its operations and destructive in its results. This is not Christian zeal. Christian zeal is controlled by principle and is not spasmodic. It is earnest, deep, and strong, engaging the whole soul and arousing to exercise the moral sensibilities. {Mar 126.1}
The salvation of souls and the interests of the kingdom of God are matters of the highest importance. What object is there that calls for greater earnestness than the salvation of souls and the glory of God? There are considerations here which cannot be lightly regarded. They are as weighty as eternity. Eternal destinies are at stake. Men and women are deciding for weal or woe. Christian zeal will not exhaust itself in talk, but will feel and act with vigour and efficiency. Yet Christian zeal will not act for the sake of being seen. Humility will characterize every effort and be seen in every work. Christian zeal will lead to earnest prayer and humiliation, and to faithfulness in home duties. In the family circle will be seen the gentleness and love, benevolence and compassion, which are ever the fruits of Christian zeal. . . . {Mar 126.2}
Oh, how few feel the worth of souls! How few are willing to sacrifice to bring souls to the knowledge of Christ! There is much talking, much professed love for perishing souls; but talk is cheap stuff. It is earnest Christian zeal that is wanted–a zeal that will be manifested by doing something. All must now work for themselves, and when they have Jesus in their hearts they will confess Him to others. No more could a soul who possesses Christ be hindered from confessing Him than could the waters of Niagara be stopped from flowing over the falls. {Mar 126.3}
Eternal life should engage the deepest interest of every Christian. To be a co-worker with Christ and the heavenly angels in the great plan of salvation! What work can bear any comparison with this! From every soul saved there comes to God a revenue of glory to be reflected upon the one saved and also upon the one instrumental in his salvation. {Mar 126.4}

Fonte: http://www.ellenwhitebooks.com/?l=129&p=124

Na graça de nosso Senhor Jesus,

Daniel Gavin
Diretor Geral – Ellen White Books
http://www.ellenwhite.com.br/
http://www.ellenwhitebooks.com/
http://www.ellenwhite.es/
http://www.ellenwhitebooks.es/

Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s